Facebook do Portal São Francisco
Google+
+ circle
Home  Voleibol  Voltar

Voleibol

HISTÓRIA DO VOLEIBOL

Em 1895 o basquete era o esporte da moda nos Estados Unidos. Em apenas quatro anos, o jogo criado por James Naismith alcançara grande popularidade, especialmente no nordeste do país. Na pequena Holyoke, no Estado de Massachusetts, bola ao cesto também fazia muito sucesso entre os sócios da ACM, a Associação Cristã de Moços.

Os jogadores de mais idade, porém, reclamavam do novo esporte, que exigia um demasiado esforço físico e os levava à exaustão. Preocupado com queixas, o pastor Lawrence Rinder solicitou ao professor William G. Morgan, diretor do Departamento de Educação Física, a idealização de um jogo que atendesse às necessidades dos mais velhos. Assim, como atividade recreativa para os trabalhadores que freqüentavam a ACM no período noturno, nasceu o minnonette.

Inspirado no tênis e no handebol, Morgan colocou, no centro da quadra, uma rede a aproximadamente 1,90m de altura, sobre a qual a bola deveria ser enviada, por meio de toques com a mão, de um lado para o outro. Não havia limitações quanto ao número de jogadores, a nova modalidade despertava o espírito de equipe e proporcionava - sem provocar o cansaço do basquete - uma boa dose de exercícios a seus praticantes.

No início, houve alguma dificuldade para definir o tipo de bola que seria usado naquele novo esporte. A primeira experiência foi realizada com a bola de basquete, considerada pesada e de tamanho inadequado. Depois, passou-se a utilizar apenas a câmara daquela bola, que por ser leve e pouco veloz também não deu certo. Enfim, Morgan solicitou à A.G. Spalding & Brothers, empresa especializada em materiais esportivos, a confecção de uma bola que satisfizesse às exigências do jogo por ele criado. Após uma série de testes e pesquisas, o fabricante conseguiu conceber a nova bola que, conservando suas características básicas, é usada até os dias atuais.

As animadas partidas no ginásio de Holyoke, rapidamente, ganhavam mais e mais simpatizantes. Um ano depois da sua invenção, o minnonette foi apresentado no Congresso de Professores de Educação Física, na Universidade de Springfield. Duas equipes, com cinco jogadores de cada lado, encarregaram-se de fazer a demonstração.

Um verdadeiro sucesso, que imediatamente entusiasmou os congressistas. A bola mantida no ar em movimento, em uma espécie de voleio, sugeriu ao professor Halstead, de Springfield, a idéia de rebatizá-lo como volleyball.

A nova denominação pegou, e o volei começou a ser conhecido em todo o Estado de Massachusetts e em parte da região da Nova Inglaterra. Em 1900, o jogo já ultrapassava as fronteiras americanas e chegava ao Canadá. Divulgado pela ACM internacional, o volei foi conquistando outras praças. Cinco anos depois, já era jogado em Cuba e, logo em seguida, tornou-se conhecido em Porto Rico. Na América do Sul, chegou, em 1910, ao Peru. Dois anos depois, seria introduzido no Uruguai.

Em quadras brasileiras, a primeira partida de volei registrou-se no Colégio Marista de Pernambuco, no Recife, em 1915. Um ano mais tarde, o jogo fazia parte das atividades regulares da ACM em São Paulo. Na mesma época, os asiáticos e os europeus mantinham os contatos iniciais com o esporte idealizado por Morgan. Entre 1910 e 1913, Filipinas, China e Japão receberam as noções básicas do volei. Durante a Primeira Guerra Mundial, as tropas americanas mostraram na Europa o jogo que era comum em recreações e campeonatos entre militares. Em 1936, por ocasião dos Jogos Olímpicos de Berlim, houve o primeiro passo com vistas à organização de uma federação internacional. Onze anos depois, em Paris, foi fundada a Fédération Internationale de Volley-Ball (FIVB), com 14 membros: Brasil, Bélgica, Egito, França, Holanda, Hungria, Itália, Polônia, Portugal, Romênia, Tchecoslováquia, Iugoslávia, Estados Unidos e Uruguai.

Naquela altura, o volei já contava com milhões de praticantes espalhados pelos cinco continentes. O Campeonato Europeu de Roma, em 1948, foi a primeira competição a nível internacional e contou com a presença de seis seleções. Em 1949, na Tchecoslováquia, disputou-se o I Mundial masculino, dando a largada para uma série de torneios em todo o mundo. Enfim, firmou-se como esporte competitivo ao ser incluído entre modalidades olímpicas em 1964. Hoje, a FIVB tem cerca de 163 países filiados, quase 100 milhões de jogadores inscritos e pode ser considerado, em muitos aspectos, a maior federação esportiva do planeta. Algo que ao inventar seu despretensioso jogo, William G. Morgan não poderia sequer imaginar.

Os jogadores antigamente, sacavam fraco, não existia a violência que existe hoje, então, não havia a necessidade de pegar a bola de uma maneira mais complicada, de toque bastava.

CURIOSIDADE

Acredite se quiser - mas o voleibol nasceu na Alemanha. Nasceu, aliás, entre os militares que, no final do século passado, já sonhavam com a nação tedesca na liderança da Europa e do planeta. Originalmente, se tratava de um esporte de pontaria e de agilidade. Num espaço retangular, demarcado num areial ou num gramado, se levantava uma corda, em sentido horizontal, bem no meio da figura geométrica. Duas equipes, de dois até nove atletas, dependendo do tamanho do espaço, se dispunham em posições opostas, nos lados da corda.

Então, com alguma graça e a tentativa da precisão, os contendores cuidavam de atirar uma pelota, com os braços ou com os punhos, por cima da corda, na direção do campo inimigo. As regras permitiam duas batidas no chão. As pelejas não tinham tempo para terminar.

Na verdade, aliás, mais interessava o esforço físico, a procura da concentração do que o resultado final, um vencedor. A brincadeira ganho o nome de FAUSTBALL - no idioma germânico, FAUST significa punho. Apenas nos Estados Unidos, pórem, ela se transformou efetivamente numa modalidade de competição com William G. Morgan.

Fonte: www.geocities.com

Voleibol

HISTÓRIA DO VOLEIBOL

O voleibol foi criado no ano de 1895 pelo americano William C.Morgan, diretor de educação física da Associação Cristã de Moços (ACM), na cidade de Holyoke, em Massachusets, nos Estados Unidos da América do Norte. 0 nome original do novo esporte era minonette. Nessa época, o esporte em moda era o basquetebol, que tinha sido instituído apenas há três anos pôr Nasmith e que rapidamente se difundira. Era muito enérgico e cansativo para homens de idade. Pôr sugestão do Pastor Lawrece Rinder, Morgan idealizou um jogo menos fatigante que o basquetebol para os associados mais velhos da ACM e colocou uma rede semelhante a de tênis, a uma altura de 1,83cm, sobre a qual uma câmara de bola de basquetebol era batida surgindo assim o esporte que seria mais tarde denominado voleibol.

A primeira bola usada no voleibol (câmara de bola de basquetebol) era muito pesada, e, pôr este motivo, Morgan solicitou a firma A.G..Stalding &.Brothers a fabricação uma bala para o referido esporte. A citada firma, após várias experiências, acabou satisfazendo às exigências feitas pôr Morgan.

No início aquele esporte ficou restrito a cidade de Holpoke e ao ginásio onde Morgan era o diretor. Numa conferência levada a efeito na Universidade de Springfield, entre diretores de educação Física dos Estados Unidos, duas equipes de Holyoke fizeram uma demonstração do esporte há pouco criado. Depois desta demonstração, o voleibol espraiou-se por Springfield e outras cidades de Massachusets e Nova Inglaterra.

Em Springfield, o Dr. A.T.Halsted, depois de observar o novo esporte, sugeriu que o seu nome fosse mudado de minonette para voleibol, tendo em vista que a idéia básica do jogo era jogar a bola de um lado para o outro, por sobre a rede, com as mãos.

O primeiro artigo sobre o jogo apareceu publicado no número de julho de 1896 do Physical Education. Seu autor, J.Y.Cameron, de Búfalo, Nova Yorque, escreveu: "O voleibol é um novo jogo, exatamente apropriado para o ginásio ou quadra coberta, mais que pode, também, ser praticado ao ar livre. Qualquer número de pessoas pode praticá-lo. O jogo consiste em conservar a bola em movimento sobre uma rede alta, de um lado para o outro, e apresenta, assim, as características dos outros jogos, como o tênis e o handebol".

A primeira quadra de voleibol tinha as seguintes medidas: comprimento - 15,35m: largura - 7,625 m. A rede tinha a altura de 1,98m. A bola era feita de uma câmara de borracha coberta de couro ou lona de cor clara e tinha por circuferência 67,5 cm e o seu peso era de 255 a 340 g.

O voleibol surgiu na América do Sul, por intermédio do Peru, no ano de 1910, através de uma missão contratada pelo governo peruano, junto aos Estados Unidos, com a finalidade de organizar a instrução primária no país. Os membros desta missão foram os senhores Joseph B. Lochey e José A, Macknight. Trabalharam de comum acordo na modificação dos programas de educação física para crianças, que surgiram nessa época e careciam de jogos. Os jogos ensinados foram o basquetebol, o voleibol e o Handebol, mas não chegaram a ultrapassar as fronteiras do país. Somente em 1912, am Montevidéu, no Uruguai, com a apresentação e o incentivo do voleibol pela ACM, surgiram as primeiras sementes que produziram os frutos desejados.

No Brasil, dizem uns que ele foi praticado, pela primeira vez, em 1915, no Colégio Marista de Pernambuco, e outros que o mesmo foi intriduzido por volta de 1916/1917, pela ACM de São Paulo.

O primeiro campeonato Sul-Americano de Voleibol, masculino e feminino, patrocinado pela Confederação Brasileira de Desportos, entidade que controlava esse esporte, foi realizado no Ginásio do Fluminense F.C., no Rio de Janeiro, no período de 12 a 22 de setembro de 1951, sendo campeão o Brasil, no masculino e no feminino.

A Confederação Brasileira de Voleiball foi criada em 9 de agosto de 1954 e teve como seu primeiro presidente o Sr. Denis Hatthaway.

A Federação Intrernacional de Volleyball foi fundada em 20 de abril de 1947, em Paris, França, sendo o primeiro presidente o Sr. Paul Libaud e fundadores os seguintes páises: Brasil, Bélgica, Egito, França, Holanda, Hungria, Itália, Polônia, Portugal, Romênia, Tchecoslováquia, Ioguslávia, Estados Unidos e Uruguai.

Em setembro de 1962, no congresso de Sofia, o voleibol foi admitido como esporte Olímpico e a sua primeira disputa por ocasião das Olimpiadas de Tóquio (Japão), em outubro de 1964, com a presença de dez países no setor masculino.O primeiro campeão olímpico de voleibol masculino foi a equipe da Rússia (URSS), vice campeã a Tchecoslováquia, em 3º lugar o Japão. O Brasil ficou em 7º lugar. O feminino contou com 6 países, com a seleção do Japão tornando-se campeã, vice Rússia, 3º Polônia. O Brasil não participou desta competição.

O criador do voleibol , William C. Morgam, faleceu em 27 de dezembro de 1942, com 72 anos de idade.

Fonte: www.voleimania.com.br

voltar 123456789avançar
Sobre o Portal | Política de Privacidade | Fale Conosco | Anuncie | Indique o Portal