Breaking News
Home / Bem-Estar / Produto Natural – Sene

Produto Natural – Sene

Produto Natural – Sene

PUBLICIDADE

Esta planta ajuda em vários tratamentos. Cólicas, prisão de ventre, efeito laxante.

Mesmo sendo natural, é preciso uma consulta com um especialista da área para avaliar o caso e indicar o tratamento correto.

( Por Portal São Francisco)

Sinonímia

Nome em Inglês: Senna.
Nome em Francês: Séné.

Descrição /Obtenção O pó e o extrato são obtidos a partir dos folíolos e vagens de Cássia Senna e Cássia angustifólia (Leguminosae), que contém glicosídeos antraquinônicos, como senosídeos A e B. Tais glicosídeos são hidrolisados pelas bactérias intestinais, liberando antraquinonas ativas no cólon.

Parte Utilizada: Folíolos e frutos.

Princípios Ativos:

-Folíolos: Glucosideos de diantronas ( 2-5%): senosíedos A, A1,C-G e pequenas quantodades de heterosídeos antraquinônicos: glucosídeos e resina. Mucílagos ( 105); flavonóides: kenferenol.
-Frutos: Mescla de derivados antraquinônicos (1% em Cassia obovata – Espécie cultivada na Espanha e 3% na espécie proveniente da Índia ( Cassia angustifolia); glucosídeos de diantronas:
Senósidos A-D,glucosenósidos,heterodídeos antraquinonas ( em menor proporção que nos folíolos);flavonóides ( kenferol); substãncias resinosas.

Ação Farmacológica
Os derivados antraquinônicos conferem ação colagoga e laxante quando em administrado em doses baixas e purgantes em doses maiores.
A maior parte dos heterosídeos, chegam diretamente ao cólon, aonde, por ação das enzimas da flora bacteriana, liberam as gliconas,produzindo uma irritação das terminações nervosas da parede intestinal, determinando uma secreção de água e um aumento de peritaltismo intestinal. A droga atua 10-12 horas depois de sua ingestão.
Os frutos, devido ao seu menor conteúdo de derivados antraquinônicos, produzem um efeito laxo-purgante mais suave que os folíolos.

Indicações
Situações em que é necessário esvaziamento intestinal ( estudo radiográfico, pré e pós operatório).

Contra-indicações
Abdômen agudo, obstrução intestinal. Gravidez ( por seu efeito oxitócico pode induzi abortos),Lactância ( ao passar para o leite materno pode provocar diarréias nos lactantes), crianças
menores de seis anos.
Menstruação, estados inflamatórios intestinais ou uterinos, cistites. Hemorróidas ( pelo efeito irritante, embora freqüentemente se considera uma indicação, como laxante). Insuficiência hepática, renal ou cardíaca, tratamento com cardiotônicos (a hipopotasemia pode potenciar ação destes).
Não prescrever formas de dosificação orais com conteúdo alcoólico a crianças menores de 2 anos nem a pessoas em processo de desabituação etílica.

Efeitos Secundários
Doses excessivas ou seu uso em pessoas com maior sensibilidade à droga, podem produzir cólicas intestinais e vômitos.
Para diminuir os efeitos secundários desagradáveis, recomendamos prescrever os folíolos sem que estejam desresinificados.

Precaução / Intoxicação
Como esta planta tornou-se uma das mais empregadas para este fim, é muito freqüente observar a aparição de efeitos secundários: ingestão crônica dos folíolos podem conduzir a destruição dos
plexos nervosos do cólon, causando o denominado cólon catártico. Freqüentemente é acompanhada de melanose reto-cólica.
O abuso de laxantes pode também determinar diselectrolitemia – a hipopotasemia é especilamente perigosa em cardiopatas, e enteropatia perdedora de proteínas.
A maior causa de aparição de efeitos secundários das drogas heterosídeas antraquinônicas deriva de seu uso contínuo, como auto-medicação .
Somente deveria ser usado durante breves períodos de tempo e por prescrição facultativa. Gatusso,J.M.; Kamm M.A. recomendam exclusivamente para anciãos com intestino muito atônico e
em pacientes terminais, devido ao risco de hepatotoxicidade desta droga.
Para o tratamento de intestino preso habitual ou crônico, recomenda-se o uso de laxantes mecânicos e, introduzir modificações necessárias na dieta e nos hábitos.

Dosagem recomendada
Sene, Cássia angustifólia (extrato fluido) 1,0-5,0mL
Sene, Cássia angustifólia (extrato seco) 100-300mg
Sene, Cássia angustifólia (pó) 1,0-3,0g
Sene, Cássia angustifólia (tintura) 5,0-20,0mL
Sua ação manifesta-se entre oito e dez horas após administração oral, e, por esta razão deve ser
usado à noite.

Referência Bibliográfica
Carvalho,José C.T.; Almança, Carlos C.J. Formulação de Prescrição Fitoterápica – São Paulo:
Editora Atheneu, 2003. p58
Benigni, R; Capra, C; Cattorini, P. Piante Medicinali. Chimica, Farmacologia e Terapia. Milano:
Inverni & Della Beffa, 1962, pp. 1512-21 ; Bruneton, J. Elementos de Fitoquímica y Farmacognosia.
Zaragoza: Acribia, 1991, pp. 206-7; Fitomed. Sistema de Información en Fitomedicina. Cuba:
Infomed, 1997 (www.infomed.sld.cu/fitomed/qua.html) in www.podernatural.com.plantas.

Fonte:www.oficinadeervas.com.br

Produto Natural – Sene

Ação terapêutica de Sene
Sene pode estimular as contrações no intestino grosso, resultando num trânsito acelerado do bolo fecal. Dessa forma, ocorre uma diminuição na absorção de líquidos pelo intestino grosso, mantendo o conteúdo intestinal com grande volume e pressão.

Indicação terapêutica do Sene
Pode ser indicado para prisão de ventre ocasional.

Contra indicações ao Sene
Sene não deve ser utilizado por pessoas com hipersensibilidade a substâncias de Sene, grávidas, lactantes e crianças com menos de 12 anos.
Sene também não deve ser utilizado por pessoas com obstrução e estenose intestinal, atonia, doenças inflamatórias intestinais, doença de Crohn, colite ulcerativa, colopatias inflamatórias, dores abdominais, desidratação severa, apendicite, estados inflamatórios uterinos, períodos de menstruação, cistite, insuficiência hepática, renal ou cardíaca e constipação crônica. Sene não deve ser utilizado por pacientes com náusea, vômito ou algum sintoma agudo ou crônico não diagnosticado.

Sugestão de uso
Tome 2 cápsulas à noite, antes de dormir.
Para idosos, administre inicialmente meia dose.

Advertências ao Sene
Na ocorrência de hipersensibilidade ao Sene, descontinue seu uso e consulte seu médico.

A utilização crônica de Sene pode causar diarréia com distúrbio no balanço eletrolítico (hipocalemia, hipocalcemia). A deficiência de potássio pode causar desordens funcionais cardíacas e fraqueza muscular. O uso prolongado do Sene pode causar má absorção intestinal, perda de peso, tetania, hiperaldosteronismo, acidoses ou alcaloses metabólicas, alterações anatômicas do cólon, danos aos nervos e ao tecido entérico, arritmias cardíacas, nefropatias, edema e deterioração acelerada dos ossos, pseudomelanosis coli. O uso contínuo de Sene pode causar dependência, lentidão ou inibição da motilidade intestinal.

Em pacientes idosos, o uso contínuo de Sene pode ocasionar exacerbação da fraqueza. O uso crônico de Sene, por um período superior a 9 meses, pode causar no aumento de risco de desenvolver câncer de cólon retal.

Reações adversas Sene
Sene pode causar desconforto do trato gastrintestinal, particularmente em pacientes com o cólon irritado, caracterizado pela presença de espasmos e cólicas

Fonte: www.onlinefarma.com.br

Veja também

triptofano

Triptofano

PUBLICIDADE O triptofano é um aminoácido, uma proteína sem a qual os seres humanos não …

melatonina

Melatonina

PUBLICIDADE A melatonina é um hormônio produzido pelo nosso cérebro, e esse hormônio interfere em …

Kefir

Kefir

PUBLICIDADE Alimentos probióticos são microrganismos vivos que ajudam a equilibrar a flora intestinal. A flora …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload the CAPTCHA.