Breaking News
Home / Saúde / Mielomeningocele

Mielomeningocele

PUBLICIDADE

Definição

Uma mielomeningocele é um defeito da coluna vertebral e da medula espinhal. Antes do nascimento, a coluna do bebê, a medula espinhal e o canal espinhal não se formam ou fecham normalmente.

A mielomeningocele é a forma mais grave de espinha bífida.

Uma mielomeningocele pode acontecer em qualquer lugar ao longo da medula espinhal. É mais comum na região lombar (áreas lombares e sacrais). Há danos nos nervos abaixo do nível da mielomeningocele.

O que é

Mielomeningocele é uma forma grave de espinha bífida que está presente no nascimento. Refere-se a um defeito no desenvolvimento do tubo neura, um precursor da medula espinhal.

A medula espinhal nunca se forma completamente e uma coleção de excesso de líquido espinhal, tecido nervoso, membranas e ossos se agrupam na base das costas.

Uma criança nascida com mielomeningocele pode sofrer paralisia das pernas, habilidades sensoriais limitadas e falta de controle sobre o funcionamento da bexiga e do intestino.

Os médicos geralmente decidem realizar uma cirurgia de emergência para corrigir a deformidade, e as pessoas com mielomeningocele geralmente devem receber tratamentos médicos e realizar fisioterapia ao longo de suas vidas.

O tubo neural estimula o desenvolvimento da medula espinhal e do cérebro em fetos saudáveis.

A medula espinhal amadurecida é normalmente encerrada dentro de membranas chamadas meninges, que protegem e amortecem os nervos longos. No caso da mielomeningocele, a base do tubo neural nunca fecha completamente.

Meninges, nervos e vértebra na região lombar se projetam para fora em um saco cheio de líquido e coberto de pele. Se a pele se romper, a deformidade pode aparecer como uma lesão grande e aberta.

As causas da mielomeningocele são amplamente desconhecidas, embora a obesidade, o diabetes e o uso de drogas em mulheres grávidas sejam fatores de risco significativos.

Como os nervos principais são afetados, os bebês com mielomeningocele geralmente carecem de percepção sensorial e controle sobre suas bexigas e intestinos.

Alguns bebês ficam paralisados da cintura para baixo e muitos têm um funcionamento cognitivo limitado.

Quando os médicos reconhecem a condição, geralmente realizam cirurgia imediata para drenar o excesso de líquido e tentam fechar o tubo neural exposto.

Os especialistas monitoram cuidadosamente a condição de uma criança por várias semanas, fornecendo líquidos intravenosos e antibióticos, conforme necessário.

Em muitos casos, médicos habilitados são capazes de preservar as fibras nervosas e permitir que a criança ganhe sensações nas pernas.

As crianças que vivem com mielomeningocele geralmente enfrentam muitos problemas de desenvolvimento.

A deformidade pode causar quadris e pernas enfraquecidos ou deformados, e eles podem ter capacidade limitada de caminhar e correr.

A fisioterapia pode ajudar as crianças a aprender como controlar as habilidades motoras e fortalecer as pernas.

A fala e a terapia cognitiva também são necessárias quando o distúrbio causa dano cerebral. Medicamentos para dor, inchaço e inflamação são comumente prescritos para limitar os sintomas fisiológicos.

À medida que as crianças crescem, elas podem precisar usar suspensórios para incentivar o desenvolvimento adequado de suas espinhas.

Eles geralmente precisam de exames regulares em consultórios médicos e clínicas especializadas para monitorar seu desenvolvimento cognitivo e físico.

O gerenciamento cuidadoso de suas condições e a terapia de reabilitação em andamento podem ajudar as pessoas com mielomeningocele a aprender a viver de forma independente e a desfrutar de muitas atividades diferentes.

Defeito de nascença

A mielomeningocele é um defeito de nascença no qual a coluna vertebral e o canal espinhal não fecham antes do nascimento.

A condição é um tipo de espinha bífida.

O que é espinha bífida (mielomeningocele)?

A espinha bífida é um defeito congênito que consiste em uma abertura na coluna vertebral.

A forma mais grave é chamada mielomeningocele.

A maioria das crianças com esse defeito de nascença sobrevive, mas pode ter muitas deficiências, incluindo paralisia, dificuldade no controle do intestino e da bexiga, malformação de Chiari II, hidrocefalia (excesso de líquido no cérebro) e atraso no desenvolvimento. Em geral, quanto maior a abertura da coluna vertebral nas costas, maior o comprometimento físico.

Quais são os outros tipos de espinha bífida?

Outros tipos de espinha bífida incluem:

Espinha bífida oculta: é uma lacuna nos ossos da coluna, mas a medula espinhal e as meninges não a pressionam. Eles estão em seu lugar normal dentro do canal medular e não há abertura nas costas do bebê.
Meningocele: é quando um saco que contém líquido espinhal empurra a fenda na coluna. A medula espinhal está em seu lugar normal no canal medular. A pele sobre a meningocele geralmente está aberta.

Sintomas

Um bebê com mielomeningocele tem um saco segurando partes da medula espinhal grudadas nas costas. A função do bebê está ausente, como movimento ou sensação, abaixo do nível do problema.

Quanto maior o mielomeningocele é sobre a medula espinhal do bebê, mais a função está em falta.

A mielomeningocele pode causar sintomas que incluem:

Problemas em mover partes do corpo abaixo da abertura nas costas
Falta de sensação nas pernas e pés
Má ou nenhum controle intestinal e da bexiga
Pernas e pés torcidos ou anormais; por exemplo, pé torto
Muito líquido cefalorraquidiano na cabeça (hidrocefalia)
Problemas com a formação da parte posterior do cérebro (malformação de Chiari 2)
Diferenças de aprendizagem ou marcos atrasados (desenvolvimento cognitivo prejudicado)

Resumo

Mielomeningocele é um tipo de espinha bífida. É quando o tubo neural falha ao fechar e o tecido neural é exposto nas costas do bebê. A mielomeningocele parecerá um saco saindo das costas de um bebê.

No desenvolvimento inicial, o cérebro e a medula espinhal começam como uma estrutura semelhante a um tubo, chamada “tubo neural”, que está aberto em cada extremidade.

Essas aberturas se fecham nas primeiras semanas de gravidez e o tubo neural continua a crescer e a se dobrar, formando o cérebro e a medula espinhal.

Se o tubo não fechar corretamente, isso resultará em um grupo de problemas chamados “defeitos do tubo neural”.

Existem dois tipos de defeito do tubo neural: aberto, também chamado de espinha bífida aperta ou mielomeningocele, ou fechado, também chamado de espinha bífida oculta.

Essas informações explicam o tipo de mielomeningocele aberta, responsável por 75% de todos os casos de espinha bífida.

Na mielomeningocele, o tubo neural não conseguiu fechar e o tecido neural é exposto em um local nas costas do bebê chamado de ‘placode neural’. Isso geralmente ocorre na região lombar do bebê, logo acima da parte inferior, mas pode ocorrer em qualquer parte da coluna.

A mielomeningocele parecerá um saco saindo das costas do bebê.

Fonte: www.seattlechildrens.org/kidshealth.org/www.wisegeek.org/medlineplus.gov/kidshealth.org/www.gosh.nhs.uk/fetus.ucsf.edu/www.cdc.gov/fetaltonewborn.org

 

 

 

 

Conteúdo Relacionado

Veja também

Glicerina Vegetal

PUBLICIDADE Definição A glicerina vegetal, também conhecida como glicerol vegetal, é um produto de carboidrato …

Doença de Creutzfeldt-Jakob

PUBLICIDADE Definição A doença de Creutzfeldt-Jakob é um distúrbio cerebral degenerativo que leva à demência …

Xantelasma

PUBLICIDADE Definição Xantelasma são nódulos gordurosos que tendem a se formar perto dos cantos internos …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload the CAPTCHA.