Facebook do Portal São Francisco Google+
+ circle
Home  Bélgica  Voltar

Bélgica

 

Bélgica é um dos países mais prósperos da Europa. A sua enorme riqueza artística, as cidades pitorescas e a paisagem fazem deste, um lugar de grande interesse para o turista.

O país é também centro administrativo da Europa, o qual confere um carácter muito internacional e cosmopolita.

LOCALIZAÇÃO GEOGRÁFICA

Bélgica encontra-se situada na Europa ocidental. Limita-se ao norte com Holanda, ao leste com Alemanha e Luxemburgo, e ao sul com França. O solo belga faz parte das planícies setentrionais européias e só no sul e sudeste aparecem acidentados pelas colinas do Artois e pelo maciço das Ardenas, com pouca altitude.

O resto do país compõe-se de uma região arenosa ou de landas muito fértil; uma zona de depressão partilhada com Holanda que declina para o mar e um litoral baixo formando uma extensa praia arenosa. Os rios mais importantes são o Yser, o Escalda e o Mosa. Estes rios de curso regular e navegáveis comunicam-se entre si por uma rede de canais.

FLORA E FAUNA

Bélgica é um pequeno país, mas não por isso sem grande variedade de flora. Possui uma paisagem mutante a cada 40 ou 50 quilômetros, com uma das estações naturais mais belas da Europa. Prevalecem as espécies, tanto de fauna e flora do tipo continental.

História

Época Antiga

O atual território belga foi habitado no século II, antes de Cristo, por povos indo-germânicos. Quando Júlio César conquistava a Gália, 57 anos antes de Cristo, viviam na Bélgica os Celtas e os romanos apoderaram-se de toda a zona. Quando o Império romano enfraqueceu-se durante a Pax romana, o território dividiu-se em três províncias. Os povos bárbaros foram-se instalando em alguns territórios, dando origem às fronteiras lingüísticas as quais chegam até os nossos dias.

Devido às sucessivas invasões o território não demorou em ser objeto de pequenas divisões, em soberanias feudais. É a época das Cruzadas.

No século XV passou a fazer parte do Ducado de Borgonha, depois foi anexado a Áustria, mais tarde passou ser posse dos Habsburgo, até fazer parte do grande Império de Carlos I de Espanha e V de Alemanha. Este rei cria o Círculo de Borgonha com a capital em Bruxelas e com Brujas e Amberes como mais importantes cidades. Ao abdicar Carlos I começam as lutas pela liberdade política, coincidentes com as religiosas dos protestantes. Com a Uniãode Arras os católicos serão o centro de Bélgica e os protestantes unidos na União de Utrecht, concentram-se no que hoje é a Holanda.

A Revolução Francesa anexiona os Países Baixos, Napoleão transformou a administração e as instituções, conferindo uma unidade política e certa consciência nacional aos belgas. Após o Congresso de Viena se cria um novo Reino dos Países Baixos unindo belgas e neerlandeses, mas em 1930 uma revolta expulsa os Holandeses da Bélgica e cria-se um novo reino sob Leopoldo I.

A Independência

A Bélgica nasceu como país independente depois da revolução de 1830, o qual deu lugar à escisão do Reino dos Países Baixos, onde estavam reunidas anteriormente, em um Estado somente as províncias Belgas e Holandesas. A Constituição foi promulgada em 1831. Tendo lugar a colonização do Congo.

Durante a I Guerra Mundial, embora com sua neutralidade foi invadida pelos alemães. A II Guerra Mundial desenvolveu-se também, em seu território. Para conseguir força política e evitar as invasões a Bélgica, Holanda e Luxemburgo criam o Benelux em 1948, com o tempo será a origem da Europa unida gestionada a partir de meados do século XX.

Na segunda metade do século XX, Balduino, filho de Leopoldo II é o novo rei. Em 1957 Bruxelas converte-se em capital da CEE e em 1960 independiza-se o Congo, o rei se casa com Fabiola de Mora e Aragão. E em 1977 fraga-se a criação de três regiões federais Bruxelas, Flandes e Valônia. Em 1933 reina no país Alberto II filho de Balduino e Fabiola. As funções da coroa são representativas. Trata-se de uma monarquia constitucional dividida em nove províncias.

Arte Cultura

O mais representativo da arte do país são os famosos pintores flamencos entre os que destaca-se Jan van Eyck. No século XVI destaca Pieter Brueghel. No XVII, o genial Rubens, depois triunfaram van Dick e Jacob Jordaens.

Já neste século destaca-se na arquitetura a Arte Nova liderada por Henri van de Velde e Victor Horta.

Na literatura destacam-se Hugo Claus, e não podemos esquecer os "comics" entre eles o criador de Tintín, Hergé.

Locais Turísticos

Bélgica é um país pequeno. Faremos um percurso pelas cidades mais importantes e dali percorreremos a província correspondente. Começaremos a viagem na capital Bruxelas, depois visitaremos Amberes, Gante, Brujas, Lieja e as Ardenas.

BRUXELAS

Além de ser a capital do país Bruxelas constitui o centro cultural, econômico e político da Bélgica, e quanto ao continente europeu é hoje, a sede da CE e da OTAN.

Bruxelas tem-se convertido em um mosaico de culturas e um babel de línguas. Além do flamenco e do francês poderá escutar pelas ruas milhares de idiomas, devido aos numerosos estrangeiros, que por tantos e diversos motivos visitam-na.

O centro da cidade é conhecido como o Pentágono, pela forma geométrica. Lá poderá encontrar numerosos lugares de interesse. Um dos mais admirados é a grande Place. Entre os monumentos mais típicos da cidade destaca o Manekem Pis, uma pequena estatueta do século XVII, instalada sobre uma fonte. Trata-se de um homenzinho mijando e simboliza o primeiro cidadão de Bruxelas. Próximo encontra-se a Catedral de Saint Michel, realizada em pedra cinzenta, o qual conta com duas enormes torres gêmeas construidas ao longo de três séculos. As vidraçarias desta catedral são mundialmente admiradas.

A Prefeitura é um impressionante edifício do estilo gótico aberto ao público. Desde a torre poderá desfrutar de magníficas vistas. O Museu da cidade encontra-se na Maison du Roi, que desfruta no verão de um espetáculo de luz e som sem igual. O edifício da Bolsa é uma impoente construção do século XIX, perto do mesmo a Igreja de São Nicolás, conserva uma pintura da virgem atribuido a Rubens. Não deixe de dar um passeio através das Galerias St. Hubert e visitar o Museu des Dentelles, o qual expõe trabalhos antigos de encaixe belga. Se quiser desfrutar de uma das melhores coleções da arte flamenca do mundo vai para o Museu de Arte Antiga e junto a ele o Museu da Arte Moderna. Não deixe de visitar o Parque de Bruxelas e a Praça Real.

Na Place du Petit Sablon encontra-se o Museu de Instrumentos Musicais, e perto dali está o Palácio Real, com uma magnífica coleção de tapetes de Goya. Outros centros culturais importantes são a Biblioteca Real Alberto I, o museu de cera, Historium, e o Centro Belga de Desenhos Animados.

Nos arredores da cidade, no parque Heysel, está o Atomium, um verdadeiro símbolo da era atômica, o qual corresponde a uma molécula de cristal aumentada 165 milhões de vezes. Uma vez ali dirija-se ao Mini-Europa, um recinto que reproduz à escala os edifícios mais carismáticos do continente europeu.

Outro parque interessante é o parque do Cinquentenário, que comemora os 50 anos da independência da Bélgica. Aí está também o Museu Real da Arte e História e o Autoworld guardando uma importante coleção de carros antigos.

Em Laekem poderá admirar o Castelo Real, residência dos reis e perto encontra-se a Torre Japonesa e o Pavilhão Chinês.

Fora da velha Bruxelas está a "Cidade Administrativa Européia", onde se concentram os edifícios que alojam as comunidades européias, como os palácios de Berlaimont e Charlemagne.

O pulmão da cidade encontra-se em Le Bois da Chambre.

Em Tervurem está o Museu da África Central, o qual guarda a memória do antigo Congo Belga.

AMBERES

É o grande porto comercial belga. Milhões de turistas são atraidos pelo seu feitiço e imágem pitoresca. Entre os lugares mais impressionantes da cidade destaca-se a Catedral de Nossa Senhora, uma das mais importantes catedrais góticas do país e onde encontra-se parte da obra de Rubens. A casa do pintor também pode ser visitada na cidade. Numerosos museus, aliás, acolhem sua genial obra, entre eles o de Belas Artes. Outro interessante museu é o dos diamantes, a indústria diamantífera de Amberes é conhecida mundialmente. Perto de Amberes encontra-se a vila de Mol, e ali o Centro de Estudos da Energia Nuclear.

GANTE

A cidade está circundada por uma série de canais, na confluência dos rios Lys e Escalda, que dotam-na de uma beleza singular. Seu aspecto medieval confere-a por outro lado, um aspecto misterioso e a categoria de seus monumentos, junto com a riqueza das numerosas obras de arte, que guardam seus muros convertem-na em uma visita obrigatória.

A cidade Antiga se contempla desde a ponte de São Michel. As vistas dali são magníficas, a Parte velha é monumental. Desde longe distingue-se o Beffroi, do estilo gótico, coroado por um dragão dourado. De lado a Lonja dos Panhos, do século XIII, aloja um carilhão de 52 sinos. A Cuve de Gand é o centro da cidade, ali concentra-se toda a atividade. Vale a pena chegar-se à Prefeitura, um edifício do século XVI, que mistura vários estilos. A Catedral de Saint Bavom é um magnífico edifício gótico de pedra branca e cinza, dentro da qual encontram-se numerosas obras de arte de incalculável valor. Querendo ver uma importante exposição de arte flamenca, espanhola, italiana, inglesa e holandesa não deixe de visitar o Museu das Belas Artes de Gante.

O Castelo dos Condes acolhe o Museu da Cidade, a antiga fortaleza apresenta uma magnífica estampa rodeada pelas águas do Lys. Um bonito lugar para passear é o Quai aux Herbes, sobretudo porque poderá admirar seus edifícios pitorescos.

BRUJAS

Brujas, Bryggja, significa "desembarcadeiro" em norueguês. Os vikings chamaram assim este porto, onde ancoravam seus barcos. Sempre florescente pelo comércio, foi capital de Flandes em tempos medievais. Sofreu numerosos assédios, embora também foi o centro de inspiração de artistas de renome. A moderna Brujas é hoje sede do Colégio da Europa.

A cidade não é muito grande e pode ser percorrida a pé. Está rodeada de canais e os parques, os quais constituem um enfeite sem igual. Desde o Casi do Rosário e a Ponte de João Nepomuceno observam-se as melhores vistas. A grande Place é o centro da cidade, ali pode-se ver o Beffroi, a torre mais alta da Bélgica, cujo campanário aloja 47 sinos. No centro está o monumento a dois heróis da cidade. Os Halles, que encontram-se na praça eram mercados das épocas medievais. Também ali encontra-se o Palácio Provincial.

Outra importante praça é a Place du Bourg, onde encontram-se alguns lugares de interesse como a Prefeitura. O Palácio de Justiça, o Oude Griffie, e a Basílica do Santa Sangue. Entre as Casas de Deus, muito típicas em Brujas, destacamos a do Pelícano, que encontra-se no Cais Verde, desde onde divisa-se o Beffroi e a agulha da Igreja de Notre Dame.

Outro dos lugares interessantes da cidade é o beatério de Beginhof e entre os museus destacam-se o Museu Groeninge e o Museu Memling instalado na Igreja do Antigo Hospital, que alojam importantes obras de arte.

LIEJA

O rio Meuse atravessa a cidade e sobre ela levanta-se a cidadela. Entre os museus destacam o Museu da Arte Religiosa e da Arte Mosan, o Museu da Vie Wallonne, o Museu do Arte Wallon, e o Museu de Ansembourg.

A 10 quilômetros de Lieja encontram-se as famosas cristalerias de Val Saint-Lambert

AS ARDENAS-NAMUR

O sudeste de Bélgica está cheio de rios profundos e bosques intermináveis. A cidade de Namur é muito pitoresca, a cidadela e o Museu são os lugares mais interessantes. Outras cidades importantes são Arlom e Mons.

GASTRONOMIA

Entre as especialidades mais típicas destacam os mexilhões preparados de diversas maneiras, as famosas carbonadas flamencas, consistentes em carne na brasa com temperos, cebola, vinagre, açúcar e molho de cerveja, as endivias ao presunto ou os aspargos de Malines. Os chocolates belgas são famosos no mundo todo.

Bebidas

As cervejas belgas têm grande prestígio. Tem de todos os sabores (até doces como a cerveja à framboesa) e de diversos estilos. Na Bélgica encontrará vinhos e as marcas das bebidas mais importantes. Água é potável.

COMPRAS

Os mercados das cidades são o melhor lugar para adquirir os artigos que o turista irá querer levar como lembrança. Aí poderá comprar artesanato de todo tipo.

São típicos do país os bordados, diamantes e sobretudo o chocolate. Em Bruxelas existe um mercado de pulgas que funciona todos os dias. O Mercado de antigüidades instala-se na Praça do Sablom nos finais de semana e o Mercado de Pássaros aos domingos. Aconselhamos-lhe uma visita ao mercado no Quai da Batte em Lieja.

População e Costumes

Da população da Bélgica cabe destinguir dois grupos étnicos notadamente diferenciados: os valones de origem celta, que na atualidade habitam a parte meridional do país e os flamencos de procedência germânica, que ocupam o norte e o oeste. Além destes existe uma minoria de origem alemã, instalada junto à fronteira deste país. O belga é, por regra geral, amante do lar e sua vida transcorre entre o trabalho e a casa. O povo belga ama viver bem, confortavelmente.

Suas distrações preferidas são as saídas ao campo nos finais de semana e a vida no lar. Na Bélgica vivem por volta de 10 milhões de habitantes.

ENTRETENIMENTO

O tipo de atividades que poderá desenvolver na região é muito extensa. Poderá esquiar nas Ardenas no inverno ou descer de kayak os rios no verão. As excursões através das montanhas são o mais popular.

Os escritórios de turismo (costumam cobrar pelos folhetos e mapas) oferecem informação sobre os diversos itinerários que podem realizar-se no país. Pode optar por visitas aos Castelos (38 abertos ao público), Abadias e Conventos, rotas pelos Beguinages, bairros fechados habitados por freiras seculares, um fenômeno peculiar das cidades flamencas, por conhecer os Campos de Batalha e Grutas como as de Ham sul Less, Dinant, Hottom e Rochefort.

Aconselhamos-lhe desfrutar uns dias em algum dos belos balneários do país. O mais importantes é o Spa, com águas indicadas para a artrites e a gota, o Chaudfontaine, as únicas fontes de água quente da Bélgica ou bem em Knokke Heist.

A vida noturna concentra-se em volta de bares e cafés de moda. Os cinemas projetam filmes em versão original, subtitulados em francês ou flamenco segundo o lugar.

FESTIVIDADES

As festas oficiais na Bélgica são: 1 de Janeiro Ano Novo, A Ascensão. Segunda-Feira de Pentecostes, 21 de Julho a Festa nacional, 15 de Agosto A Assunção, 1 de Novembro Dia de Todos os Santos, 11 de Novembro Dia do Armistício, 25 de Dezembro Dia do Natal.

TRANSPORTES

Avião

Há dois aeroportos internacionais na Bélgica, Zaventem e Deurne. As principais linhas aéreas comunicam o país com diversas cidades do mundo. Sabena é a linha de bandeira.

Barco

O turismo fluvial é muito popular devido à grande quantidade de canais que comunicam os rios.

Trem

Este país conta com o serviço InterCity. A rede de estrada de ferro é eficiente e rápida em geral.

Ônibus

Os ônibus ligam as cidades do país e também os lugares remotos, particularmente em As Ardenas.

Carro

A velocidade máxima permitida é de 120 quilômetros/hora em autopistas, 50 nas cidades e 90 em estradas normais. A rede deestradas é bastante boa.

Táxi

Os táxis são caros, mas poderá encontrá-los sem dificuldade.

Bicicleta

No norte do país o ciclismo é muito popular. As bicicletas podem viajar nos trens.

Fonte: www.genteviajera.es

Bélgica

Língua

Falam o francês, mas encontra-se quem fale inglês.

Preços

Parecidos com os da Alemanha, pela proximidade e influência.

Clima

Uma boa média de chuvas anuais que aumenta bastante a partir da primavera até o verão, mas que depois volta a diminuir lentamente. Nuvens e tempo cinzento é um pouco comum e meses como abril e novembro são conhecidos pelas chuvas.

A temperatura é mais controlada e úmida perto do litoral e sofre bastante variações no interior, marcada com invernos rigorosos que oscilam perto dos Oº C e verões quentes.

Bruxelas

No país, não deixe de saborear os waffles – um doce muito típico. Há passes turísticos especiais e baratos para rodar toda a cidade com todos os tipos de transportes disponíveis, inclusive trens suburbanos. Recomendo uma visita Grand-Place, Musée d’Art Ancien, Musées Royaux d’Art et d’Histoire e o Atominum ( um dos símbolos da cidade, tal como a torre Eiffel para Paris).

Bruges

Alugue uma bicicleta, pague por uma corrida nas charretes ou vá mesmo a pé conhecer esta bela cidade. Ela é conhecida como a Veneza do Norte, pois é cheia de canais. Se você estiver bem acompanhado, vale a pena gastar algumas noites nesta romântica cidade.

Antuérpia

Há o internacionalmente famoso zoológico da cidade que vale uma visita. Ande pela avenida que parte da estação de trens até o cais do porto e você verá boa parte das atrações da cidade.

Fonte: www.geocities.com

Bélgica

Capital: Bruxelas

Idioma: francês e flamengo

Moeda: euro

Clima: marinho

Fuso horário (UTC): +1 (+2)

Pontos turísticos

Bruges

Cidade que manteve seu aspecto medieval de quando era patrocinada por ricos mercadores, é entrecortada por inúmeros canais.

Considerada uma das mais belas cidades da Europa, sua gastronomia, baseada em frutos do mar, é um de seus pontos fortes.

Antuérpia

Segunda maior cidade do país, o movimento maior circula pela Gote Markt, onde se encontra os edifícios históricos de arquitetura renascentista, e perto dali, está a rua onde mais se negocia, lapida e vende diamantes no mundo.

Bruxelas

Cidade bastante versátil, possui edificações que vão do gótico ao barroco, passando pela Art Nouveau.

Para os amantes do chocolate, aqui se encontram as melhores chocolaterias do mundo, como a Neuhaus, a Godiva, a Wittamer, Chez Nihoul, entre outras.

Outros pontos interessantes são o Mercado de Pássaros, que ocorre desde a Idade Média, e o Mercado de Flores.

Fonte: www.geomade.com.br

Bélgica

Nome oficial: Reino da Bélgica (Royaume de Belgique/Koninkrijk België/Königreich Belgien).

Nacionalidade: belga.

Data nacional: 21 de julho (Dia da Pátria).

Capital: Bruxelas.

Cidades principais: Bruxelas (aglomerado: 954.460), Antuérpia (447.632), Gent (224.074), Charleroi (202.020), Liège (187.538) (1998).

Idioma: francês e flamengo (oficiais), alemão.

Religião: cristianismo 90,4% (católicos 90%, protestantes 0,4%), islamismo 1,1%, sem filiação e ateísmo 7,5%, outras 1% (1980).

GEOGRAFIA

Localização: oeste da Europa.
Hora local: +4h.
Área: 30.518 km2.
Clima: temperado oceânico.
Área de floresta: 7 mil km2 (1995).

POPULAÇÃO

Total: 10,2 milhões (2000), sendo flamengos 55%, valões 33%, europeus meridionais 12% (1996).
Densidade: 334,23 hab./km2.
População urbana: 97% (1998).
População rural: 3% (1998).
Crescimento demográfico: 0,1% ao ano (1995-2000).
Fecundidade: 1,55 filho por mulher (1995-2000).
Expectativa de vida M/F: 74/81 anos (1995-2000).
Mortalidade infantil: 7 por mil nascimentos (1995-2000).
Analfabetismo: menor do que 5% (2000).
IDH (0-1): 0,925 (1998).

POLÍTICA

Forma de governo: Monarquia parlamentarista.
Divisão administrativa: 3 regiões subdivididas em províncias.
Principais partidos: dos Liberais e Democratas Flamengos (VLD), do Povo Cristão (CVP), Socialista (valão) (PS), Reformador Liberal (PRL-FDF).
Legislativo: bicameral - Câmara dos Representantes, com 150 membros eleitos por voto direto; Senado, com 72 membros (40 eleitos por voto direto, 21 indicados pelas assembléias regionais das três comunidades lingüísticas do país, 10 indicados pelos senadores eleitos e 1 representante da família real). Ambos com mandato de 4 anos.
Constituição em vigor: 1831.

ECONOMIA

Moeda: Euro.
PIB: US$ 248,2 bilhões (1998).
PIB agropecuária: 1% (1998).
PIB indústria: 28% (1998).
PIB serviços: 71% (1998).
Crescimento do PIB: 1,6% ao ano (1990-1998).
Renda per capita: US$ 25.380 (1998).
Força de trabalho: 4 milhões (1998).
Agricultura: beterraba, batata, trigo, outros cereais, milho.
Pecuária: bovinos, suínos, aves.
Pesca: 31,3 mil t (1997) (Benelux).
Mineração: areia, cascalho, pedras.
Indústria: metalúrgica, máquinas e equipamentos, química, alimentícia.
Exportações: US$ 178,5 bilhões (1999).
Importações: US$ 166,5 bilhões (1999).
Principais parceiros comerciais: Alemanha, Holanda (Países Baixos), França.

DEFESA

Efetivo total: 43,7 mil (1998).
Gastos: US$ 3,7 bilhões (1998).

Fonte: www.portalbrasil.net

voltar 12345678avançar
Sobre o Portal | Política de Privacidade | Fale Conosco | Anuncie | Indique o Portal