Facebook do Portal São Francisco Google+
+ circle
Home  El Salvador  Voltar

El Salvador

 

 

História

Os índios Pipil, descendentes dos astecas, provavelmente migraram para a região no século 11.

Em 1525, Pedro de Alvarado, um tenente de Cortés, conquistou El Salvador.

El Salvador, com os outros países da América Central, declararam sua independência da Espanha em 15 de setembro de 1821, e fez parte de uma federação de Estados da América Central até que a união foi dissolvida em 1838.

Durante décadas após a sua independência, El Salvador experimentou inúmeras revoluções e guerras contra outras repúblicas da América Central.

De 1931-1979 El Salvador foi governada por uma série de ditaduras militares.

Em 1969, El Salvador invadiu Honduras após latifundiários hondurenhos deportados vários milhares de salvadorenhos.

A guerra de quatro dias se tornou conhecido como a "guerra do futebol", pois começou durante um jogo de futebol entre os dois países.

El Salvador

Geografia

Situado na costa do Pacífico da América Central, El Salvador tem a Guatemala a oeste e Honduras para o norte e leste.

É o menor dos países da América Central, com uma área igual à de Massachusetts, e é a única sem o litoral Atlântico.

A maioria do país está em um planalto vulcânico fértil cerca de 2.000 pés (607 m) de altura.

Governo

República.

El Salvador sofre durante 12 anos de guerra civil

Na década de 1970, o descontentamento com as desigualdades sociais, uma economia pobre, e as medidas repressivas da ditadura levou à guerra civil entre o governo, governado desde 1961 pelo Partido de Conciliação de direita Nacional (PCN), e as unidades de guerrilha de esquerda contra o governo, cujo líder grupo foi o Farabundo Martí Frente de Libertação Nacional (FMLN).

Os EUA intervieram no lado da ditadura militar, apesar de suas dezenas de violações dos direitos humanos.

Entre 1979 e 1981, cerca de 30.000 pessoas foram mortas por esquadrões da morte de direita apoiados pelos militares. José Napoleón Duarte, um civil moderado que foi presidente de 198 a 1989. Ofereceu uma alternativa para os extremos políticos de direita e esquerda, mas Duarte não foi capaz de acabar com a guerra.

Em 1989, Alfredo Cristiani da Aliança Republicana Nacionalista de direita (ARENA) foi eleito.

Em 16 de janeiro de 1992, o governo assinou um tratado de paz com a guerrilha, formalmente o fim da guerra civil, de 12 anos que tinha matado 75.000.

Em 1998, o furacão Mitch devastou o país, deixando 200 mortos e mais de 30.000 desabrigados.

Em janeiro e fevereiro de 2001, grandes terremotos atingiu El Salvador, danificando cerca de 20% das habitações do país. Um desastre ainda pior se abateu sobre o país no verão, quando uma seca severa destruiu 80% das lavouras do país, causando fome no campo.

Em 2004, Antonio Saca da ARENA foi eleito presidente. A nação implementado um acordo de livre-comércio (Cafta) com os EUA em março de 2006, o primeiro país da América Central a fazer isso.

Mauricio Funes, um ex-jornalista e membro do partido FMLN, foi eleito presidente em março de 2009, terminando duas décadas de governo conservador, em El Salvador.

Fonte: colegiosaofrancisco.com.br

El Salvador

EL SALVADOR, TERRA DE VULCÕES

Com um passado misterioso e exótico, graças aos antigos maias, El Salvador emerge com nomes de vulcões no centro da América.

Um país de flores e sorrisos mestiços que vaza gentileza e colorido.

El Salvador vai presentear-lhe com a possibilidade de conhecer mais alguma coisa sobre a humanidade, ao rítmo de um folclore que está presente no momento que os primeiros raios do sol aparecem sobre as cinzas apagadas de qualquer vulcão.

ALFÂNDEGA E DOCUMENTAÇÃO

Passaporte em vigor, passagem de saída e recursos financeiros suficientes. Não precisa de visto para as estadias que não superem os 90 dias. É conveniente verificar no aeroporto o carimbo de migração para conferir o tempo de permanência outorgado.

CLIMA

Clima tropical moderado. A temperatura varia dependendo da altitude, entre os 17 e os 23 graus centígrados. A estação seca vai de outubro à abril.

EQUIPAMENTOS DE VIAGEM

Recomenda-se roupas de algodão, calçado cômodo, capa de chuva, alguma roupa de abrigo, óculos escuros, chapéu, protetores solar e repelente contra insetos.

DIFERENÇA HORÁRIA

Seis horas a menos com respeito ao GMT.

IDIOMA

O idioma oficial é o espanhol.

RELIGIÃO

Católica 93%. Protestante, 6%.

ELETRICIDADE

A corrente elétrica é de 110 volts à 60 Hz. As tomadas são planas, do tipo americano. Os aparelhos funcionam a 220 V, precisam de transformador e adaptador.

MOEDA E CÂMBIO

A moeda oficial é o Colón Salvadorenho (SUC), igual a 100 centavos. Existem moedas de 1, 5, 10, 25, 50 centavos e 1 colón. Notas de 2, 5, 10, 25 e 100 colones. As casas de câmbio e bancos são abundantes no país todo.

EMERGÊNCIA - SAÚDE - POLICIAMENTO

Não precisa de vacina para ingressar em El Salvador, porém é recomendável a profilaxia antimalária. É imprescindível beber água engarrafada, evitar as frutas sem descascar e comer alimentos cozidos. No caso de emergência médica e policial o melhor é pedir ajuda às recepções dos hotéis.

CORREIOS E TELEFONIA

Existe linha direta tanto nacional quanto internacional com o resto do mundo. Para ligar para El Salvador desde fora do país tem que marcar 00-503 seguido do número desejado (não tem prefixo nas cidades).

FOTOGRAFIA

Existe todo tipo de material fotográfico e de revelação. Slides não são muito frequentes. Porém, recomendamos viajar com todo o material necessário.

HORÁRIO COMERCIAL

Os comércios abrem de segunda á sexta das 9.00 ás 18.00 horas. Sábado trabalha-se o dia todo e tem alguns locais que abrem aos domingos. Bancos abrem das 9 às 16.00 horas e aos sábados de manhã.

GORJETAS

Como em todos os paises de América Central, a gorjeta é um dos principais ingressos dos prestadores de serviços. Ficando satisfeito com o serviço, deixe gorgeta.

TAXAS E IMPOSTOS

Existe uma taxa de aeroporto para as saídas internacionais de 20 dólares, aproximadamente.

HISTÓRIA

DADOS HISTÓRICOS

Há milhares de anos os indígenas habitavam El Salvador. Os primeiros ocidentais que pisaram este país foram um grupo de espanhóis, porém, não ficaram nestas terras. Foi Pedro de Alvarado quem assentou-se e conquistou este território. No princípio a economia baseava-se no cacau e outros produtos agrîcolas, nos que os aborígenes tinham pouco para ganhar.

Os bálsamos e colorantes vegetais fizeram ato de presença, reimpulsionando novamente a economia. Posteriormente, realizou-se a independência das Províncias Unidas da América Central, separando-se os territórios, um deles El Salvador. Os camponese sempre desprotegidos e marginalizados sairam ás ruas, e os alçamentos foram os protagonistas de uma época, a qual o poder militar era o máximo expoente.

Em meados do século um relançamento da economia à causa da bonanza dos preços do café, cana de açúcar e o algodão, deixou adivinhar as primeiras etapas do relançamento industrial.

Apareceram então as primeiras consequências da nova era: desenvolvimento dos meios de comunicação, mundanças sociais e da estrutura urbanística das cidades. Esta boa situação manteve-se até o período em que uma cruel guerra civil arrasou o país com todas as consequências.

Em 1991 o conflito ficou solucionado com o governo do presidente Alfredo Cristiani. Neste mesmo ano o governo do El Salvador e o FMLN assinaram a ata de Nova Iorque no México, mediante à que a paz foi restabelecida. Confirmou-se a democracia nas eleições de 1994, levando de volta para o país as esperanças de progresso e paz.

Na atualidade preside o governo Armando Calderón, eleito democraticamente, no ano 1994.

LOCALIZAÇÃO GEOGRÁFICA

El Salvador está situado na parte mais central da América. No norte e leste limita-se com Honduras, no oeste com Guatemala e no sul com o Oceano Pacífico.

A nação tem uma extensão de 20.794 quilômetros quadrados e neste território vivem e trabalham 5.600.000 habitantes hispânicos-falantes. O seu território cheio de vales e montanhas tem no norte as cordilheiras de Matapão e Chalatenango, onde encontra-se O Pital, o cume mais alto do país.

No ano de 1998 alguns paises da América Central sofreram a acometida do Furacão Micht. Os destroços e danos foram inumeráveis, sendo que a causa deste terrível furacão, avalia-se que a América Central atrasou 20 anos no mínimo. Os lugares que descrevemos nas seções que compõem esta guia aparecem como se nada disto tivesse acontecido. Provavelmente alguns deles não existem mais, porém o país empreende a sua reconstrução e recuperação.

FLORA E FAUNA

Existem mais de 350 espécies de árvores nos bosquesnativos. As flores e a vegetação verde, em geral, constituem a riqueza de uma terra vulcânica em grande parte.

Quanto á fauna, espécies como pumas, ocelotes, urso colmeneiro, águia crestada preta e o gavião branco, estão protegidas e utilizam estas terras como último refúgio. El Salvador constitui um lugar no mundo onde podem ser observados animais não vistos em nenhum outro lugar do planeta.

ARTE E CULTURA

As construções arquitetônicas do tipo religioso estão presentes no território todo. Os estilos vão do clássico até o barroco e churrigueresco. Os muros são também fiéis expositores da arte salvadorenha que constitui verdadeiro patrimônio colonial.

O mundo maia, assentado nestas latitudes, há 3000 anos, deixou importante legado de tradição e cultura, impregnados em cada ponto da terra de El Salvador. A arqueologia e exploração das antigas cidades constituem o atrativo do país.

El Salvador conta com uma rede de 100 Casas da Cultura estabelecidas por todo o território nacional, que oferecem uma quantidade farta de atividades artísticas e culturais durante o ano todo.

O teatro também está presente na vida do país. Companhias como Sol do Rio, Vivências ou Camelot nutriram-se dos ensinos do espanhol Edmundo Barbero.

As artes plásticas têm um protagonista principal, Carlos Alberto Imery, fundador do primeiro plantel das artes em 1913.

LOCAIS TURÍSTICOS

El Salvador é um pequeno país, razão pela que dividimos o percurso segundo o critério de estilos. Primeiramente dedicaremos o nosso olhar aos lugares de interesse cultural, que irão deslocar-nos à época colonial espanhola. Depois, daremos um visto no passado maia para encontrarmos com aquela cultura milenar.

Posteriormente, e para presentearmos com um descanso, vamos retirar-nos aos espaços naturais cheios de montanhas, praias e abundante vegetação.

O ENCANTO DAS CIDADES

São Salvador, Santa Ana e São Miguel são as cidades mais importantes do país.

SÃO SALVADOR

São Salvador, capital do país, está situada estrategicamente no centro do mesmo. Dela podem ser realizadas todo tipo de excursões. O Vulcão Quezaltepec abraça e protege o Vale das Redes, como é chamada a capital. Trata-se de uma cidade onde fundem-se modernos prédios, com a beleza das construções coloniais entre uma exuberante vegetação.

O mais chamativo da cidade é a Catedral Metropolitana, frente à Praça Barrios, a mais central da cidade. Perto de lá encontra-se a Praça Liberdade, o Teatro Nacional, e na Praça Morzán, o Teatro Café.

Uma igreja de moderna construção é El Rosário. Entre os mercados destacam-se o Mercado Ex Quartel e o Mercado Central.

Na Praça das Américas localiza-se a famosa Estátua de O Salvador do Mundo, símbolo do país. Um dos lugares mais animados da cidade é Colônia Escalón. Perto de lá fica o Parque Beethoven, El Arbol de Dios e a Praça Masferrer.

Não pode-se abandonar a cidade sem ver o Mercado de Artesanatos, o Monumento à Revolução, o Jardim Botânico La Laguna e a Casa Presidencial.

SANTA ANA

Santa Ana fascina quem a descobrir, especialmente pela organização e distrribuição. O mais importante nela é o Teatro de Santa Ana. No interior alberga belas estátuas de mármore e preciosas colunas de estilo Jônico. Perto do teatro econtra-se A Catedral, um dos monumentos de maior prestígio no país. A cidade está decorada com coloridos jardins de flores de todas qualidades.

SÃO MIGUEL

São Miguel é a principal cidade da zona oriental do país. Entrando na cidade oferece-se o fabuloso Vulcão Chaparrastique, um dos mais famosos da América Central. Atualmente São Miguel é uma das zonas mais prósperas desta nação, com grande número de hotéis e centros comerciais.

OUTROS POVOADOS TURÍSTICOS

Pode-se realizar um longo percurso pelas cidades e pequenas vilas, que oferecem um importante legado cultural na forma de igrejas e catedrais. A monumental igreja da Candelária em São Salvador, a Igreja de Sonsonate e a Igreja de Huizucaren, no Departamento de La Libertad, oferecem uma idéia da diversidade de estilos que o país tem. A Igreja de Metapán e a de Nossa Senhora do Pilar, em São Vicente, farão a visita insesquecível.

VIAGEM AO PASSADO MAIA

El Salvador é o menor dos territórios maias. As primeras civilizações estiveram em Chalchuapa, na zona de Tazumal.

O desenvolvimento cultural desta região durou muito tempo, até o grau de ser berço de cinco centros cerimoniais de grande importância: Pampe, El Trapiche, Las Victorias, Casablanca e Tazumal, que inclui edificações com mais de 30 m de altura e um campo destinado ao jogo de bola, onde pode-se ter algum ritual. Em outro tempo era conhecida como Cuzcatlán ou "Terra das Maravilhas".

CEREN

Muito perto de São Salvador encontra-se a cidade de Santo Andrés, um dos assentamentos maias mais importantes. O mais impressionante é a organizada disposição da acrópole, e também os pormenores das fachadas e plataformas básicas.

A Jóia do Cerén é uma das descobertas maias mais importantes dos últimos tempos. Esta cidade foi declarada Patrimônio da Humanidade pela UNESCO. Trata-se de uma enigmática aldeia a 30 quilômetros de São Salvador. A aldeia começou a descobrir o tipo de vida daqueles antigos habitantes.

Ruinas como as de Cihuatán, Tehuacán e Quelapa também merecem ser visitadas, sobretudo pelas galerias, terraços e túmulos.

O MAIS NATURAL

Se o que tem vontade é desfrutar da natureza selvagem do país pegue o rumo para Cerro Verde, uma das zonas estabelecidas como Parques para a Conservação da Flora e Fauna. No caminho, graças à generosidade do clima e à configuração da terra vulcânica da zona, unido ao litoral e suas praias, poderá bronzear-se na Costa do Sol, cuja areia cinza, resulta o quadro ideal para descansar ou praticar algum esporte. O Icanal e o Ttamarindo são outras das praias da costa.

Na Regiãode Ahuachapán encontra-se o patrimônio ecológico mais valioso do território salvadorenho, o Bosque Impossível, com 350 espécies de àrvores, com inumeráveis nascentes de águas cristalinas e paisagens virgens. Aves e borboletas são o enfeite animal destas latitudes.

VULCÕES

Os vulcões constituem outra das peculiaridades de El Salvador. Mais de 25 montanhas de fogo já extintas emergem no verde tapete. Izalco, Santa Ana e São Miguel são 3 vulcões que ainda apresentam fraca atividade.

Outra das maravilhas naturais é a Porta do Diabo, janela natural formada por duas formações rochosas. Aqui poderá desfrutar da visão de espécies tropicais nunca vistas, como os macacos- aranha ou o veado de cauda branca.

GASTRONOMIA

O alimento mais gostoso é uma espécie de omelete de milho, conhecido por "puposa". Em qualquer lugar encontrará puposarias. Outros alimentos típicos são os mariscos, feijão, peixes, sopa de caranguejos, arroz, saladas, galo em chincha e uma rica variedade de frutas tropicais.

BEBIDAS

As bebidas mais comuns são os refrigerantes e sodas. As cervejas e licores são muito populares. O licor nacional dos salvadorenhos é o Tic-Tack e Torito, que irá transportá-lo a outros mundos (preparados com álcool e cana de açúcar). Para terminar nada de melhor que uma deliciosa chícara de café.

COMPRAS

O artesanato típico constitui uma das fontes de ingressos de muitas familias. Neste sentido pode comprar talhas de madeira pintada em cores gritantes, tecidos naturais e lã na forma de aconchegantes capas.

Também poderá conseguir objetos de barro. São muito conhecidas as panelas de Guatajiagua no Deparetamento de Morazán. Os bonecos de Llobasco também podem ser uma bela lembrança do país. Em Anira poderá encontrar pinturas, esculturas, bronze e cobre assim como, objetos de madeira e baus. Os centros maiores comercais ficam no Bulevar de Los Héroes e no Passeio Geral Esalón.

POPULAÇÃO E COSTUMES

Uma das melhores riquezas de El Salvador são as pessoas. O charme dos habitantes deste território ganhou para ele o nome de "O país do sorriso". Mais de 5 milhões de habitantes, 90% mestiços, 5% indígenas e outro 5% descendentes europeus povoam o pais. El Salvador guarda um rico passado de culturas indígenas que manifestam-se nas danças, narrações e costumes, produto da mistura entre o indígena e o espanhol. As festividades populares vão sempre acompanhadas das danças folclóricas com trajes e máscaras de grande colorido.

ENTRETENIMENTO

EL Salvador é um país que encontra-se de tudo. Se gostar de montanha, as excursões à cavalo formarão parte do afazer diário. Visitar as ruinas maias e algum vulcão pode ser uma opção para os amantes da aventura. A imensa riqueza arqueológica vai permitir desligar do mundo real para mergulhar no mundo indígena, de que ainda tem muito à esclarecer.

Se preferir desligar completamente pode ir às praias ou aos numerosos mercadinhos cheios de luz e cor de qualquer uma das localidades de São Salvador.

Também poderá realizar nas costas todo tipo de esportes naúticos, ou então descansar profundamente em uma rede entre as borboletas ao lado do caminho.

FESTIVIDADES

Os dias feriados oficiais são: 1 de Janeiro, 4 e 7 de Abril, 1 de Maio (Dia do Trabalho), 10 de Maio (Dia das Mães), 17 de Junho (Dia dos Pais), 22 de Junho (Dia do Professor). De 1 à 16 de Agosto (Festas Padroeiras em honra ao Divino Salvador do Mundo), 15 de Setembro (Dia da Independência), 12 de Outubro (Dia da Raça), 2 de Novembro (Dia de Todos Santos), 5 de Novembro (Primeiro Grito de Independência), 24, 25 e 31 de Dezembro (Festas Natalinas e Ano Novo).

TRANSPORTES

Avião

El Salvador está comunicado por avião com vários paises da América. A linha aérea da bandeira é Taca. Os vôos nacionais são realizados por TAES, Transporte Aéreo de El Salvador. Estão comunicados via aérea as cidades de São Miguel, Santa Rosa de Lima, São Francisco Gotera, La Unión e Usulután.

O Aeroporto Internacional de São Salvador encontra-se a 45 quilômetros do centro da cidade, concretamente em Comalapa.

Os vôos nacionais partem do Aeroporto de Ilopango, à 13 quilômetros do centro da capital.

Por terra

A rede de ônibus é bastante boa. Nos últimos tempos as unidades foram modernizando-se. É, sem dúvida, o meio de transporte mais utilizado. Existem numerosas rotas que ligam a maioria das povoações.

Quanto ao estado das estradas é regular. Existem pistas de terra. Dirige-se pela direita. As agências de aluguel de carros estão presentes na capital. Aconselha-se dirigir com muita precaução.

Taxis

Nas principas povoações têm serviço de taxis. Como outros paises da América Central, tem que negociar o preço antes de iniciar a viagem.

Fonte: www.rumbo.com.br

El Salvador

Nome Oficial: República de El Salvador (República de El Salvador)

Capital de El Salvador: San Salvador

Área: 21.040 km² (148º maior)

População: 6,822 milhões (2006)

Idiomas Oficiais: Espanhol

Moeda: Dólar Americano, Colón

Nacionalidade: Salvadorenha

Principal Cidade: San Salvador, Soyapango, Santa Ana

Capital: San Salvador

Tamanho: 20,752 km²

População: 6.1m

Idioma: Espanhol

Visto: Não é necessário para os cidadãos da Comunidade Europea.

Comida: Experimente pupusas, tortilla enchida feita de milho e de arroz integral.

Bebida: O café é excelente lembrança e tem um bom preço.

Festivais: Há muitas feiras de artesanato, como os de San Sebastián e San Vicente.

Alegre e inacreditavelmente amistoso; repleto de vulcões, florestas, montanhas e penhascos; com praias de areia brancas e ondas de alta qualidade para surfistas profissionais e aventureiros e excelente também para os adoradores do sol: E El Salvador é lugar perfeito com apenas uma parada.

A maior parte de pessoas têm uma relação de amor e ódio com a capital, San Salvador; que conserva seu encanto da época da colonização espanhola - uma das primeiras cidades européias do Novo Mundo - mas esta metrópole tem seus vales e buracos deixados por catástrofes naturais enchidos por poluição e estranhas estruturas modernas.

Mas além da cidade, há muitas outras razões para se visitar este país.

As colinas ao norte perto de El Poy e Perquín são um paraíso para os caminhadores; o Parque Nacional Cerro Verde oferece paisagens dramáticas, com inúmeras nascentes e cachoeiras; um desafio é atravessar o vale de cinza e fuma que vem do vulcão Izalco, mas é recompensado pelas belas vistas de cima de Lago de Coatepeque; e quem pode resistir não se aproximar do Parque Nacional El Imposible.

Ao sul, quilômetros de praias que se extendem desde da Costa del Sol até Golfo de Fonseca são apreciadas por surfistas durante décadas.

Praias recoratas com pequenas ilhas e baías para se explorar.

Ao oeste, pode-se passear pelas plantações de café, e absorver a beleza da Rota das Flores ou simplesmente dar uma volta, e admirar o por-do-sol do Pacífico.

Os terremotos devastadores de 2001 colou este país em difícil situação econômica e uma visita a este belo país contribuirá para sua revitalização.

Fonte: www.lata.org

El Salvador

REPÚBLICA DO EL SALVADOR

Nome oficial: República do El Salvador.

Superfície: 21.040,79km.

Limites: El Salvador limita ao Norte e ao Leste com Honduras, a Oeste com Guatemala e ao Sul com o oceano pacífico. Seu território inclui nove ilhas e o golfo de Fonseca.

População: 6.353.681 habitantes (2002).

Capital: San Salvador.

Bandeira: Três linhas horizontais. A superior e a inferior azul e a do centro branca, nela se situa o escudo da República.

Moeda: Colón.

Principais cidades: San Salvador (485.847 habitantes); Soyapango (284.034); Santa Ana (253.037); San Miguel (245.428); Mejicanos (193.400); Nueva San Salvador (163.794); Ciudad Delgado (157.094).

Território

Relevo de El Salvador

Duas cadeias de montanhas atravessam o país de Leste a Oeste, uma com as serras de Mita Comeyaco, Chalatenango e Cabanas ao norte, e as serras de Apaneca e Tacuba ao oeste; a outra paralela ao Pacífico, marca a transição das terras altas às planas do litoral.

Entre as duas se prolonga uma meseta (600m de altitude) que cruza o Vale de Lempa e muitas depressões menores.

Entre a cadeia costeira e o Pacífico existe uma zona plana de 16 a 24 km de largura. A pesar da cordilheira não ter grandes alturas, está cheia de vulcões, alguns ainda em atividade.

Hidrografia e costas

Existem cerca de 360 rios. O único navegável, mesmo que apenas para pequenas embarcações, é o Lempa (300 km).

Outros rios importantes são: Paz, Grande de Sonsonate, Jiboa, rio Grande de San Miguel, Zumpul e Goascorán, que forma a terceira parte da fronteira com Honduras e desemboca no golfo do Fonseca, o Tamulasco e o Goajoyo.

Entre seus muitos lagos destaque para o Guija (na fronteira com a Guatemala), o Llopango (72km²), a 442 m a nível do mar e o Coatepeque (42km²) famoso pela sua beleza.

Clima

Oscilante na maior parte do país, com temperaturas entre 19ºC e 32ºC. A estação das chuvas é de maio a outubro. Nas costas e nas terras baixas o clima é caloroso e úmido; nas altas regiões, mais fresco.

As pessoas

Tendências demográficas

A densidade populacional é de 318 hab/km², a mais alta da América Central. Cerca de 60% da população vive no campo.

Diversidade étnica e cultural

Quase 94% da população de El Salvador é mestiça, 5% são indigenas e 1% brancos de origem européia.

Idioma

O espanhol é a língua oficial. Alguns indígenas, principalmente pipiles, falam o náhuatl-pipil.

Religião

A maioria da populaçao é católica (96%) e um 3% protestante.

Economia

Recursos naturais

Os recursos naturais do El Salvador são basicamente agrícolas e florestais. Destacam-se os cultivos de café, algodão e cana de açúcar. O país possui madeiras de grande valor comercial, como roble negro, cedro, pau-santo, carnauba e árvore de caucho. Existem depósitos minerais, em quantidades reduzidas, de outro, prata, pedra califa e gesso.

Agricultura e pecuária

Cerca de uma terça parte do território é cultivável, o que era, em 2001, 910.000ha. O café, o algodão e a cana de açúcar são os principais produtos agrícolas.

O café, que é exportado para os Estados Unidos e a Europa Ocidental, é de excelente qualidade e se cultiva nas vertentes vulcânicas. Em 2003 sua produção foi de 91.513 t. Os cultivos de cana de açúcar (4,53 milhões de toneladas) e algodão se localizam nas terras baixas.

Milho, arroz, feijão e frutas tropicais são os principais cultivos para o consumo interno. Entre os cultivos de frutas, destacam-se a banana, manga, abacaxi, maça, abacate, coco e mamão. A produção está localizada na meseta central.

Silvicultura e pesca

Devido à densidade da população, os recursos florestais do país foram reduzidos a uma pequena porcentagem da superfície do país e oferecem pouca produção; a maior parte da madeira para construção tem que ser importada. A pesar disso, as árvores de bálsamo são abundantes e o país é um dos principais provedores da medicinal goma de bálsamo, que se extrai na faixa costeira.

O camarão é a base da pesca comercial. Também se capturam pequenas quantidades de atum, cavala e peixe espada.

Indústria

Desde o princípio da década de 1950 o governo tem contribuído para o desenvolvimento da indústria. No ano de 2002 a indústria representou cerca de 30% do PIB.

Os principais artigos são: produtos derivados do petróleo, químicos, confecção e têxteis, alimentos e bebidas, calçado, cimento e cigarro. A primeira siderúrgica do país foi inaugurada em 1966.

Governo e Administaçao

Constituição

A constituição de janeiro de 1962 estabeleceu um regime republicano, democrático e representativo, mas em 1979 uma Junta Cívico-Militar assumiu o poder e a maior parte das garantias constitucionais foi suspensa. Em março de 1982, foi eleita uma Assembléia Constituinte e uma nova constituição entrou em vigor em 20 de dezembro de 1983. Durante a década de 90, a constituição foi objeto de importantes reformas como conseqüência do processo de pacificação e democratização das estruturas do governo.

Governo

República Presidencialista.

Partidos políticos

São nove os partidos mais representativos: Alianza Republicana Nacionalista (ARENA). Convergencia Democrática (CD). Frente Farabundo Martí para Liberación Nacional (FMLN). Partido de Acción Nacional (PAN). Partido de Conciliación Nacional (PCN). Partido Demócrata-Cristiano (PDC). Unión Social Cristiana (USC). Centro Democrático Unido (CDU). Partido Demócrata (PD).

Condiçoes sociais

Emprego

Da população ativa do El Salvador, 22% se dedicam ao setor agrícola, 24% ao industrial e 55% ao comércio e outras atividades do setor terciário.

A formação de sindicatos em 1950 permitiu a organização dos trabalhadores, com exceção dos trabalhadores agrícolas.

Os principais sindicatos são: Unidad Nacional de Trabajadores Salvadoreños (UNTS) e Federación Unitaria.

Educação

O ensino é gratuito e obrigatório entre os 7 e 15 anos ( primaria etapa). A segunda etapa compreende dos 16 aos 18 anos.

Existe duas universidades nacionais, de caráter público, e mais de trinta privadas, incluindo a Universidade Centro-Americana (UCA). No que se refere à centros de pré-escolar, existem 1.047; de primária 12.731 e de secundária menos de 500.

Saúde e qualidade de vida

O instituto Social Salvadorenho foi criado em 1949 para oferecer assistência em casos relacionados com saúde, acidentes, desemprego, aposentadoria, e morte.

O programa, que abrange a maior parte dos obreiros e trabalhadores da indústria, é financiado por meio de contribuições obrigatórias realizadas por empresários, o Estado e o próprio operário.

Gastronomia

Sem duvida uma parte importante da alimentação desse país é a tortilha (pequena torta de batata). Sua preparação é bastante generalizada em toda a região.

Outra das cosas que se pode degustar são os tamales (uma espécie de pastel), recheados com galinha, pato, porco, ou de feijão, acompanhados quase sempre de um bom molho. Os tamales são elaborados para festejar um dia especial dentro da vida cotidiana como casamentos, batizados, velórios ou tradicionais celebrações religiosas como as Festas Patronais, Confrarias, Semana Santa e Natal.

Outros alimentos tradicionais são as lingüiças, a mandioca frita, pastéis de verdura, o peru de forno, o casamento (arroz mexido com feijão) e o arroz negrito (arroz cozinhado com sopa de feijão).

Meios de comunicação

Principais jornais: El Diario de Hoy (104.000 exemplares). La Prensa Gráfica (115.000 exemplares). El Mundo (60.000 exemplares).

Turismo

Perquín

População cujo nome significa “Caminho das Brasas”. É uma localidade de clima agradável cercada de cafezais e pinheiros verdes. Perquín conta com serviços de alimentação, alojamento, lojas de artesanato e transporte terrestre.

Museu da Revolução

Nele pode-se observar informação, objetos e momentos históricos relacionados com a guerra civil que aconteceu no país. A história do conflito é contada através de imagens e da narração de ex-combatentes, hoje convertidos em guias locais.

Barranco de Perquín

Esse barranco guarda as águas de um riacho cristalino que dá origem a um conjunto de charcos entre os que se destacam o do Índio e o Finado Adán. Um refrescante mergulho será a culminação perfeita do recorrido que parte de um lado do Cemitério de Perquín recheado de pinheiros, em uma zona para a observação de aves como os falcões, os gaviões e especialmente o Rey Zope.

Vila do Rosário

Caminhe por esta vila até chegar na cascata do rio Araute, uma impressionante queda d'agua de 30 metros de altura, onde só chegam aqueles com suficiente espírito de aventura. Essa vila deve seu nome a virgem do Rosário, patrona de seus habitantes. É um típico e tranqüilo povoado das zonas rurais do oriente salvadorenho, que se destaca pelo estilo tradicional de suas casas com amplas varandas externas. Uma verdadeira aventura!

A Rota da Paz

Integrada pelos povoados de: Perquín, Arambala, Villa del Rosario, Joateca, Cacaopera, Corinto e Guatajiagua, na região de Morazán. Aqui se pode desfrutar de um verdadeiro paraíso natural e viver uma experiência única conhecendo a história e a cultura dos seus antepassados, suas tradições indígenas, sua natureza viva, o ar puro e cristalino que flui dos rios, cascatas e arroios. Sem dúvida um lugar encantador para descobrir.

A Liberdade

Está na zona centro do país. Seu primeiro nome foi “Rada de Tepehua”. Foi bloqueado por uma esquadra inglesa durante a guerra da América Central entre Liberais e Conservadores em 1849.

San Salvador. Fundada em 1525, é a capital do país. Seu nome original era Quetzalcoatitán, que significa “Terra de Quetzal”. San Salvador é uma cidade tipicamente industrial e comercial. Nela está localizada a maior parte das fábricas, assim como o comércio em geral e oficinas governamentais. A capital oferece para seus visitantes parques naturais, interessantes museus, ruínas de civilizações antigas e outras variadas atrações.

Santa Ana

A segunda cidade em importância do país, fundada pelo bispo Fray Villalpando em 1708. Originalmente se chama Sihuatehuacán, “Cidade de Feiticeiros”.

É uma cidade tradicional que concorre com a capital mostrando sempre um aspecto impetuoso, com grandes comércios e atividades industriais. Está encravada na zona cafeteira mais transcendente e tem, nos seus arredores, várias plantações de café, centros de turismo, igrejas cheias de historias e as ruínas arqueológicas mais importantes do país.

História

A conquista do território salvadorenho começa em 1524 e conclui em 1542, quando foi incorporado à Real Audiência e logo à Capitania Geral da Guatemala, junto a Chiapas e outros países da América Central.

A INDEPENDÊNCIA - 1810-1840

O sacerdote José Matías Delgado encabeçou a primeira tentativa emancipadora em 1811, mas não foi até que a Capitania Geral de Guatemala proclamou sua independência, em 15 de setembro de 1821, quando El Salvador foi independente.

No entanto, Guatemala votou, pela anexação da América Central, ao Império que Agustín de Iturbide tinha proclamado em México. Os salvadorenhos se opuseram, o qual provocou a invasão de tropas mexicanas. Durante a formação da Federação também San Salvador liderou a oposição às tentativas centralistas do presidente da entidade federativa, Francisco Morazán. As Províncias Unidas de Centroamérica se dissolveram em 1938.

O DOMÍNIO CONSERVADOR - 1840-1880

Neste período as lutas entre conservadores e liberais marcaram o desenvolvimento do país, bem como os confrontos com Guatemala, uma vezes por tentar reconstruir a união centroamericana e outras por evitar o predomínio guatemalteco envelope ao zona.

A OLIGARQUIA DO CAFÉ - 1880-1931

Assentado o regime liberal e apoiado no auge exportador do café, El Salvador viveu uma época de tranqüilidade apoiado no domínio da elite cafeeira, conhecida como as 14 famílias.

A INSTABILIDADE POLÍTICA - 1931-1979

O desgaste do regime oligárquico cafeeiro e as tensões sociais surgidas a raiz da crise do 29 deram lugar ao estabelecimento da ditadura de Maximiliano Hernández Martínez (1931-1944) que reprimiu com dureza a sublevação indígena do ano 1932.

O general Hernández Martínez foi derrocado em 1944 por um movimento cívico-militar e quatro anos mais tarde o tenente coronel Óscar Osorio se converteu no novo homem forte, apoiado no Partido Revolucionário de Unificação Democrática (PRUD). Seu governo se caracterizou por uma política de fomento do setor industrial. As contradições internas dentro do regime propiciaram a queda de seu sucessor o coronel José María Lemus, em 1960.

Em 1961, o coronel Julio Adalberto Rivera apoiado no Partido de Conciliação Nacional (PCN) transformou-se no novo homem forte. Pese ao desenvolvimento econômico que experimentou o país, surgiram partidos opositores, em especial a democracia cristã, que reclamaram uma abertura democrática e o final da fraude.

O PERÍODO DEMOCRÁTICO - 1979-2005

A queda do regime militar em 1979 desembocou num primeiro período de transição marcado pela presença da guerrilha da Frente Farabundo Martí para a Libertação Nacional. A guerra civil que viveu o país fez fracassar as tentativas reformistas do presidente José Napoleão Duarte (1984-1989) durante cujo mandato, apesar das dificuldades, consolidou-se a democracia.

Foi seu sucessor, Alfredo Cristiani, da de direita Aliança Republicana Nacionalista (AREIA), quem depois de superar a ofensiva guerrilheira de 1989, conseguiu a assinatura da paz com o FMLN em 1992, que se transformou no referente da esquerda salvadorenha uma vez abandonadas as armas.

Desde 1989 governa ininterruptamente AREIA, pois a Cristiani lhe sucederam Armando Calderón Sol (1994-1999), Francisco Flores (1999-2004), sob cujo governo se dolarizou a economia salvadorenha, e Antonio Saca quem assumiu a presidência no ano 2004.

Fonte: www.ciberamerica.org

El Salvador

El Salvador é um país da América Central.

A capital é São Salvador.

A principal religião é o Cristianismo (Catolicismo).

A principal língua é o Espanhol.

El Salvador conseguiu a independência da Espanha em 1821 e da Federação da América Central em 1839. Uma guerra civil de 12-anos, que custou cerca de 75.000 vidas, foi encerrada em 1992, quando o governo e os rebeldes de esquerda assinaram um tratado que previa por reformas militares e políticas.

El Salvador é o menor e mais densamente povoado país da América Central. Ele faz fronteira com a Guatemala, a oeste, por Honduras no norte e leste, e pelo Oceano Pacífico no sul. San Salvador, a cidade capital, significa "Santo Salvador" em Espanhol. Ela foi a primeira cidade Espanhola na região, estabelecida depois de uma vitória Espanhola de 1.525 sobre os Índios Pipil na véspera da festa Católica Romana de São Salvador. Mais tarde, o povo da região escolheu o nome El Salvador para seu país.

Terra

El Salvador é a única nação da América Central sem litoral no Mar do Caribe.

A costa do Pacífico se estende por 190 milhas (307 km) da fronteira com a Guatemala no oeste ao Golfo de Fonseca, a leste. Poucos bons portos podem ser encontrados ao longo de seu comprimento.

As planícies costeiras são estreitas e descontínuas, fazendo um cenário muito interessante.

As montanhas baixas que cobrem a maioria de El Salvador são de origem vulcânica. A montanha mais alta, Santa Ana Volcano, atinge uma altitude de apenas 7.825 pés (2.385 m).

El Salvador é uma terra de vulcões: duas fileiras paralelas deles se estendem de uma extremidade do país para a outra, dominando a paisagem.

Embora os vulcões causem a morte e a destruição durante as erupções, em geral eles têm sido mais uma bênção do que uma maldição. A camada profunda de cinza vulcânica e lava desintegrada que cobre os altiplanos formou um solo poroso ideal para o plantio de café. Infelizmente, algum do solo foi contaminado por resíduos tóxicos e pesticidas.

Clima

É continuamente quente e úmido ao longo da costa do Pacífico; as temperaturas no planalto são um pouco mais confortáveis. As temperaturas diurnas são em média 81 °F (28 °C), refrescando a cerca de 65 °F (18 ° a 20 °C) durante a noite. A estação chuvosa se estende de Maio a Outubro; chuvas fortes ocorrem no final da tarde ou à noite todos os dias durante estes meses. É seco e poeirento durante o resto do ano, com frequente escassez de água.

Drenagem

El Salvador tem apenas um grande rio, o Lempa. Ele flui primeiro para o leste através de uma fenda no vale criado pela falha (quebra das camadas de rocha), e depois faz uma curva acentuada para o sul a fluir através de ainda outra fenda de vale. Duas grandes barragens ao longo do comprimento do rio criam grandes reservatórios que são utilizados para gerar eletricidade e fornecer água para irrigação. Cerca de 463 milhas quadradas (1.200 km²) de terra em El Salvador são irrigados. O maior lago do país, Ilopango, a leste da capital da nação, está situado na cratera de um antigo vulcão.

Recursos

A pressão da população é tão grande em El Salvador que a maioria das florestas tropicais do país desapareceu, cortada para lenha ou clareada para cultivo.

Apenas 6 por cento da terra permanecem arborizados. Infelizmente, a destruição generalizada da floresta acelerou a erosão do solo, fazendo algumas terras inadequadas para a agricultura.

Exceto por uma pequena quantidade de ouro e prata, El Salvador não tem depósitos minerais significativos. Seus solos férteis são seu recurso natural mais valioso. O potencial de energia hidrelétrica e geotérmica também representam recursos importantes, como o faz a população de camarão nas águas rasas da costa.

Cidades

San Salvador

A capital do país e maior cidade, San Salvador está localizada nas terras altas no extremo oeste do país. A população da área metropolitana de San Salvador é mais de três vezes maior do que a da cidade central. Fundada em 1525 pelos conquistadores Espanhóis, San Salvador foi movida por seis vezes antes de ter sido estabelecida no seu local atual em 1659. Um terremoto em 1854 destruiu quase todas as autênticas construções coloniais da cidade, e bairros inteiros foram enterrados sob os deslizamentos de terra causados pelo desmatamento das encostas montanhosas circundantes após um terremoto devastador em 2001.

San Salvador é o local da universidade nacional e do Museu Nacional, que contém magníficos artefatos de pedra das civilizações pré-Colombianas Maia e Pipil de El Salvador. (As ruínas Maias de Tazumal estão perto da cidade). Muitas fábricas são encontradas a leste da cidade na área industrial de Ilopango, onde têxteis, vestuário, calçado, bebidas, alimentos processados, produtos metálicos, químicos e farmacêuticos são fabricados.

San Miguel

A segunda-maior cidade de El Salvador é San Miguel, cerca de 85 milhas (136 km) leste de San Salvador. A cidade desempenha um papel importante como um mercado e centro de serviços para a área envolvente, que se especializa em algodão e café, e é um importante centro de algodão têxtil também.

Outras cidades

Santa Ana, 34 milhas (55 km) a oeste de San Salvador ao longo da Rodovia Inter-Americana, é a terceira-maior cidade do país. Muitas plantações de café são encontradas nas proximidades. Muitas pessoas trabalham nas usinas onde os grãos de café são preparados para o mercado, ou em qualquer das várias fábricas têxteis na cidade. Acajutla, o principal porto para o oeste e central de El Salvador, tem um porto de águas profundas que controla cerca de 40 por cento das exportações de café da nação. A cidade também é uma popular estância balneária.

A maior refinaria de petróleo de El Salvador (usando petróleo importado principalmente da Venezuela) está localizada em Acajutla. Cutuco / La Unión, no Golfo de Fonseca, lida com a maior parte do comércio exterior do país - principalmente as exportações de algodão e café. Grande parte do algodão é exportado para o Japão. A cidade também tem uma pequena base naval.

Locais de Interesse

O Parque Balboa, 7,5 milhas (12 km) do centro de San Salvador, é conhecido por suas muitas trilhas que serpenteiam através de grandes extensões de flora exuberante. O um pouco menor Jardim Botânico de La Laguna tem o status único de ser o único jardim do gênero no mundo localizado na cratera de um vulcão extinto. O cênico Lago Ilopango é um local popular para a pesca, natação, e canoagem. A costa do Pacífico é forrada com muitas praias vulcanicas de areia negra. A interessante igreja colonial em Panchimalco Indian Village foi designada um monumento histórico nacional.

Outro ponto fascinante é a remota Floresta da Nuvem Montecristo, localizada no ponto onde as fronteiras de El Salvador, Honduras e a Guatemala se encontram. O mais recente Parque Nacional El Imposible de El Salvador é considerado a mais importante área natural do país. Localizado perto da fronteira com a Guatemala, é o lar de mais de 400 espécies de árvores e 500 espécies de aves.

População

Os quase 6 milhões de pessoas de El Savador estão lotadas em uma área do tamanho de Massachusetts (EUA). Poucos Índios permanecem no país hoje. Entre 80 e 90 por cento das pessoas são mestiços, um termo Espanhol utilizado para descrever as pessoas que apresentam uma mistura de traços Europeus e Indígenas.

A taxa de natalidade do país é bastante elevada. Isto - combinado com uma taxa de mortalidade que caiu nos últimos anos devido a melhorias nos cuidados de saúde, saneamento e dieta - teria produzido uma taxa de crescimento da população 50 por cento superior à média mundial, se não fosse pelo fluxo constante de pessoas deixando o país.

El Salvador tem uma população jovem: 40 por cento do total daqueles que ficam para trás são menores de 14 anos. O governo Salvadorenho está agora tentando enfrentar o desafio de prover as escolas e professores suficientes para todos esses jovens - um objetivo difícil, considerando a pobreza do país e os problemas do analfabetismo.

O Catolicismo Romano tem sido a religião dominante em El Salvador desde a colonização Espanhola. Durante as últimas décadas, no entanto, muitas pessoas se converteram a várias denominações Protestantes.

Bem mais da metade de todos os Salvadorenhos vivem em áreas rurais. A maioria dos moradores rurais são trabalhadores que trabalham por baixos salários em culturas para exportação em fazendas de grandes proprietários; outros são agricultores de subsistência cultivando alimentos para si e para suas famílias. Mais da metade desses trabalhadores rurais e agricultores são considerados subempregados.

O Salvadorenho típico pode ser descrito como um campesino (lavrador), que vive em uma pequena aldeia. Ele e sua esposa têm, em média, três a quatro filhos.

O campesino pode ter um pequeno pedaço de terra fora da aldeia, mas não é grande o suficiente para sustentar uma família. Ele deve trabalhar por salários em dinheiro como diarista em uma plantação de café nas proximidades apenas para sobreviver. Ele sabe como ler um pouco, mas sua esposa não. Para o jantar, eles podem comer pupusas (pequenas tortillas de milho recheadas com feijão e queijo ou salsicha), juntamente com arroz e feijão. Ambos gostam de ouvir canciones populares (música folk) em seu rádio transistor AM, mas não têm geladeira nem televisão.

Economia

Na década de 1990, a economia de El Salvador cresceu a uma taxa anual de 5 por cento, mantendo-se à frente do crescimento da população. Infelizmente, a riqueza permanece mal distribuída, e a maioria das pessoas são muito pobres. Em Janeiro de 2001, a economia sofreu um golpe devastador por um terremoto centrado na costa que matou centenas de pessoas e destruiu casas, empresas, fazendas e a infra-estrutura como estradas e usinas de energia.

Agricultura e Pesca

A agricultura é uma parte crítica da economia. Cerca de 25% das terras do país é cultivável, mas menos de 10% é usada para o cultivo de culturas. O setor agrícola emprega cerca de 40 por cento da força de trabalho e representa cerca de 24 por cento do produto interno bruto. Os produtos agrícolas constituem 66% das exportações da nação.

O café tem sido uma cultura de exportação significativa desde 1870, e agora é responsável por quase metade de todas as receitas de exportação. As melhores terras do café são encontradas em altitudes acima de 2.300 pés (700 m) em torno dos flancos da linha sul dos vulcões. 33% da safra do café inteira é cultivada nas terras altas a oeste e sul de Santa Ana. Apesar de um programa de reforma-agrária, um pouco do café ainda é cultivado em grandes propriedades. A propriedade desses imóveis foi dividida entre muitas pessoas para evitar a desapropriação. Trabalhadores migrantes vêm para as propriedades para ajudar na colheita, que começa em Dezembro. Seu trabalho suplementa o dos trabalhadores permanentes que vivem em pequenas aldeias nas terras da propriedade.

O algodão é a segunda-mais-importante exportação e alimenta a extensiva indústria têxtil do país. A maioria das fazendas de algodão estão no leste de El Salvador. Grandes e modernas usinas de açúcar fizeram do açúcar uma importante exportação desde os 1960s. O sisal, usado na fabricação de fibras, é cultivado em vários lugares.

As culturas alimentares incluem o arroz, milho, feijão e sementes oleaginosas. Os camponeses usam a cana para fazer bolos de açúcar mascavo (panela) para venda no mercado interno.

Quase 30 por cento da área terrestre total do país é de pastagens permanentes, onde grandes rebanhos de gado pastam alegremente sobre as espécies nutritivas da grama importada da África. Nenhuma outra nação da América Central tem uma maior densidade de gado do que El Salvador. Infelizmente, a criação de gado, em comparação com a agricultura de culturas, exige o uso de terrenos extensos - uma má opção em um país com tal escassez severa de terra. Algumas autoridades afirmam que a redistribuição de terras em combinação com o uso mais-intensivo da terra ajudaria a resolver os problemas econômicos do país.

Manufatura

O processamento de alimentos é a indústria líder de El Salvador. Os bens manufaturados são vendidos principalmente para o mercado interno, embora pequenas exportações de alimentos processados, têxteis e vestuário para os países vizinhos gerem alguma receita do exterior. A manufatura responde por cerca de 15 por cento da força de trabalho nacional e quase 25 por cento do produto interno bruto. El Salvador é considerado uma das nações mais industrializadas da América Central. A disponibilidade de energia hidrelétrica tem contribuído para este crescimento, que continua a um ritmo acelerado.

Transporte e Comércio

El Salvador tem uma rede de auto-estrada razoavelmente boa. Cerca de 20 por cento das auto-estradas e estradas são pavimentadas. O sistema ferroviário de bitola estreita deteriorou-se em grande medida. Grande parte das exportações de café viajam quer por comboio ou caminhão através da Guatemala para transbordo via Caribe.

A revitalização do Mercado Comum Centro-Americano (MCCA) aumentou o comércio regional. Em 1993, o grupo de seis países membros (o Panamá não é membro do CACM) assinaram um acordo para criar uma zona de livre-comércio regional. Todos os direitos comerciais entre El Salvador, Guatemala, e Honduras foram abolidos em 1994. Estes esforços foram mais tarde suplementados para deslocar-se em criar uma zona de livre-comércio abrangendo os sete países da América Central, a República Dominicana e o Chile. Para atrair novos investidores de seu parceiro comercial-chefe, os Estados Unidos, El Salvador adotou o dólar dos EUA como uma segunda moeda em 1 de Janeiro de 2001.

Economia - visão geral

O menor país da América Central geograficamente, El Salvador tem a terceira maior economia da região. Com a recessão global em 2009, o PIB real contraiu 3,1%. A economia começou uma recuperação lenta em 2010 na parte de trás de exportação melhorada e números de remessas. As remessas foram responsáveis por 17% do PIB em 2011 e foram recebidos por cerca de um terço de todas as famílias. Em 2006, El Salvador foi o primeiro país a ratificar a República Dominicana-Central American Free Trade Agreement (CAFTA-DR), que reforçou a exportação de alimentos processados, açúcar e etanol, e apoiou o investimento no setor de vestuário em meio asiático aumento competição. El Salvador tem promovido um ambiente de comércio e de investimento aberto e embarcou em uma onda de privatizações que se estendem até telecomunicações, distribuição de energia elétrica, bancos e fundos de pensão. O Governo de El Salvador manteve a disciplina fiscal durante a reconstrução pós-guerra e de reconstrução após terremotos e furacões em 2001, em 1998 e 2005. Impostos cobrados pelo governo incluem um imposto sobre o valor acrescentado (IVA) de 13%, o imposto de renda de 30%, os impostos especiais sobre o consumo de álcool e cigarros, e direitos de importação. O IVA representaram cerca de 51,7% do total das receitas fiscais em 2011. Calculado de acordo com o Fundo Monetário Internacional (FMI) padrões, a dívida pública externa de El Salvador em dezembro de 2011 foi de cerca de 12.950 milhões dólares, ou 57,3% do PIB. Dívida total de El Salvador público não-financeiro inclui a dívida do setor público, a dívida do setor financeiro público, ea dívida do banco central. Em 2006, El Salvador e do Millennium Challenge Corporation (MCC) - uma agência do Governo dos Estados - assinou um de cinco anos, 461 milhões dólares compacto para estimular o crescimento econômico e reduzir a pobreza na região norte do país, a zona de conflito primário durante a guerra civil , através de investimentos em educação, serviços públicos, desenvolvimento empresarial e infra-estrutura de transporte. Em dezembro de 2011, o MCC aprovou a elegibilidade de El Salvador para desenvolver uma proposta para um segundo compacto, para apreciação.

Governo

O governo nacional de El Salvador é composto por três poderes: executivo, legislativo e judiciário. O presidente, que é o chefe de estado e o de governo, serve um mandato de cinco-anos. O Legislativo, ao contrário dos Estados Unidos, tem uma única câmara, com os membros eleitos para mandatos de três-anos.

O país está dividido em 14 departamentos. O sistema legal baseia-se no direito Civil e no Direito Romano. Todas as pessoas maiores de 18 anos podem votar.

História

Quando os Espanhóis chegaram no início dos 1500s, milhares de Índios viviam no que é agora El Salvador. Esses povos, com a sua economia baseada no cultivo do milho, sabiam tecer e fazer louça de barro, tinham um sistema de escrita hieroglífica, e estavam informados sobre a astronomia e a matemática.

As tropas Espanholas lideradas por Pedro de Alvarado logo subjugaram os povos indígenas. Muitos foram mortos como resultado da guerra ou da escravidão; outros morreram por exposição às doenças Européias a que tinham pouca resistência. A conquista acabou em 1525, apenas um ano depois de ter começado; a área hoje conhecida como El Salvador permaneceu sob o domínio Espanhol até 1821. A falta de ouro, no entanto, atraiu poucos colonos Espanhóis à região. A economia colonial baseava-se no cultivo e na exportação do cacau.

San Salvador foi o berço da luta da América Central pela independência da Espanha - o lugar onde o Padre José Matías Delgado primeiro clamou por liberdade.

A independência foi conseguida em 15 de Setembro de 1821. Depois de inicialmente se juntar com a Guatemala, Honduras, Nicarágua e Costa Rica para formar as Províncias Unidas da América Central, com San Salvador como sua capital, El Salvador decidiu em 1840 separar-se da federação. Quatorze famílias dominavam o país na época, forçando os agricultores sem terra a trabalhar por salários miseráveis. A elite da classe-alta - juntamente com o exército - continuou a governar a nação nas décadas que se seguiram, apesar de várias rebeliões sem sucesso pelos pobres.

Nas décadas de 1950 e 1960, a terra tornou-se tão escassa e a situação economica tornou-se tão terrível em El Salvador que 300.000 Salvadorenhos atravessaram ilegalmente em Honduras. Muitos retornaram em 1969, alegando maus-tratos pelos Hondurenhos. Aconteceu que nesse momento as equipes dos dois países estavam jogando entre si as fases eliminatórias do torneio da Copa do Mundo de futebol. A disputa levou El Salvador a invadir o território de Honduras e bombardear seus aeroportos.

Honduras rapidamente revidou, e a chamada "Guerra do Futebol" acabou em menos de 100 horas. Em seus desdobramentos, as relações foram azedadas entre os dois vizinhos por mais de uma década, e a maioria dos posseiros Salvadorenhos foram forçados a deixar Honduras.

A situação política, social e econômica se deteriorou ainda mais durante a década de 1970. As tentativas de reforma através das urnas foram subvertidas pela fraude, e muitas pessoas em El Salvador tornaram-se convencidas de que a reforma através dos meios democráticos não seria possível. Grupos de esquerda, aproveitando esse descontentamento social, começaram uma guerra civil em 1979 que durou até 1992.

Desde então, o cessar-fogo tem sobrevivido sem uma violação. Os rebeldes dissolveram sua estrutura militar e se tornaram um partido político legalizado. O exército se desmobilizou, reduzindo os níveis de força a partir de uma alta de guerra de 63.000 para o nível de 32.000 que foi requerido pelo acordo de paz. O processo de paz foi monitorado por uma missão de paz das Nações Unidas (ONU).

No entanto, a situação em El Salvador permaneceu instável. Os funcionários do governo e os membros das forças armadas que foram considerados culpados de abusos dos direitos humanos foram anistiados. A eleição presidencial de 1994, vencida por Armando Calderón Sol da direitista Aliança Republicana Nacionalista (ARENA), foi marcada pela fraude eleitoral, ameaças e assassinatos, e muitos problemas políticos e sociais ainda dividem o país.

Calderón Sol se comprometeu a implementar as mudanças prometidas no acordo de paz, porém, e os ex-rebeldes assumiram seu novo papel como o maior grupo de oposição no Legislativo. O candidato da ARENA Francisco Flores ganhou as eleições presidenciais de 1999. Ele foi sucedido pelo candidato da ARENA Tony Saca depois das eleições presidenciais de 2004.

Mauricio Funes, um jornalista de televisão e candidato do partido dos ex-rebeldes, a Frente de Libertação Nacional Faribundo Martí (FMLN), venceu as eleições presidenciais de 2009.

James N. Snaden

Fonte: Internet Nations

El Salvador
República de El Salvador
Nome oficial República de El Salvador
Capital San Salvador
Nacionalidade salvadorenha
Idioma oficial espanhol
Religião católica (78,2%)
Território 20.742 km2
Moeda colón (também o dólar americano é usado como moeda corrente)
População 6.237.662 (julho de 2001, estimativa)
População urbana 49% (2001)
Taxa de crescimento demográfico 2% ao ano (1995-2000)
PIB (em milhões de dólares) 13.200 (2000)
Renda per capita US$ 1.850 (1998)
Crescimento do PIB 2,99% (2000)
Força de trabalho 3 milhões (1998)
Exportações (em milhões de US$) 38
Importações (em milhões de US$) 330
Principais cidades San Salvador (1.400.000 hab - estimativa, 2001), Soyapango (251.811 hab), Santa Ana (237.587 hab), San Miguel (222.096 hab), Ahuachapán (100.176 hab)
Produção agrícola
Principais produtos café, cacau, cana-de-açúcar, arroz, milho e feijão
Pecuária eqüinos, bovinos, suínos e aves.
Produção industrial
Principais indústrias alimentícia, bebida, petrolífera, tabaco, produtos químicos, têxtil e moveleira. Riquezas do solo: petróleo, sal marinho, calcário, ouro e prata.
Principais parceiros comerciais EUA, Costa Rica, Guatemala, Honduras, México, Venezuela, Alemanha, Japão.

História

A civilização de El Salvador data por volta de 1500 A.C., de acordo com evidências nas ruínas de Tazumal e Chalchuapa. Os primeiros habitantes foram os pocomames, lencas e pipiles, que se fixaram nas regiões Central e Oeste do país em meados do século XI. Os pipiles se tornaram um dos primeiros grupos de índios a abolir os sacrifícios humanos. A cultura era muito parecida com a de seus vizinhos astecas.

A primeira tentativa dos espanhóis de conquistar a região, em 1524, foi rechaçada pelos guerreiros pipiles, que expulsaram Pedro de Alvarado. Porém, já no ano seguinte, Alvarado retornou e conseguiu derrotar os nativos. A partir daí, a região passou a ser controlada pela Capitania Geral da Guatemala, até 1821.

Naquele ano, El Salvador e outras províncias centro-americanas declararam a independência da Espanha, e vária delas aderiram ao México, em 1822.

El Salvador se opôs à decisão, insistindo na autonomia dos países da América Central. Tropas guatemaltecas foram enviadas ao país com o objetivo de forçar El Salvador a compor a união, mas acabaram derrotadas.

Em 1823, uma revolução mexicana expulsou do poder o imperador Agustin Iturbide e formou um novo congresso, que votou a favor da independência das províncias centro-americanas. Naquele ano, cinco estados da região formaram as Províncias Unidas Centro-Americanas. Quando a federação foi dissolvida, em1838, El Salvador se transformou em república independente.

Geografia

Menor país da América Central, El Salvador, localizado no Sudoeste da América Central, limita-se ao Norte e a Leste com Honduras, a Oeste com a Guatemala e ao Sul com o oceano Pacífico. É a nação mais densamente povoada da América Central, com média de 265 pessoas por km2. É o único país da região que não é banhado pelo oceano Atlântico.

Existem em El Salvador cerca de 25 vulcões (os principais deles são o Paz, o Guascorán e o Lempa), que tornam o solo bastante fértil, principalmente nas encostas, onde se concentra a atividade agrícola e está boa parte dos centros urbanos. Desde a chegada dos espanhóis aos dias de hoje já foram registradas erupções do Santa Ana (ou Ilamatepec), San Salvador (Quezaltepeque) e San Miguel (Chaparratique).

Alguns dos vulcões mais altos são o Santa Ana (2.365m acima do nível do mar); San Vicente (Chichontepec), com 2.181m; e o San Miguel (Chaparrastique), com 2.129m.

O clima de El Salvador é regido por duas principais estações: a úmida, que corresponde ao inverno e dura de maio a outubro; e a seca (verão), de novembro a abril. A temperatura em todo país é estável durante todo o ano, com máximas de 30º e 34ºC e mínimas de 16º e 9ºC à noite.

Política

El Salvador é uma República Presidencialista, formada por 14 Departamentos. O Poder Legislativo é unicameral, composto por 84 membros eleitos para mandato de 3 anos.

A Constituição em vigor é de 1983.

Economia

Cerca de 90% das atividades econômicas de El Salvador estão nas mãos da iniciativa privada, que vem imprimindo ao país crescimento médio de 5 % ao ano, desde 1990.

Devido à guerra civil nos anos 80 e à estagnação, o PIB ainda não chegou ao nível da década de 70. No início dos anos 90, o governo, como apoio do Fundo Monetário Nacional (FMI), lançou programas de desregulamentação econômica e de estabilização fiscal.

Hoje, a economia do país está direcionada mais para a industrialização, principalmente fabricação de produtos manufaturados. Grande parte do déficit está sendo enxugada com as remessas de divisas feitas pelo enorme contingente de salvadorenhos que trabalha no exterior.

Os principais itens de exportação do país são café, açúcar, camarão e têxteis; os de importações incluem bens de consumo, bens intermediários, matérias-primas e bens de capital.

Fonte: www.portaljapao.org.br

El Salvador

Nome oficial: República de El Salvador (República de El Salvador).

Nacionalidade: salvadorenha.

Data nacional: 15 de setembro (Independência).

Capital: San Salvador.

Cidades principais: San Salvador (422.570), Soyapango (251.811), Santa Ana (202.337), San Miguel (182.817), Mejicanos (145.000) (1992).

Idioma: espanhol (oficial).

Religião: cristianismo 97,2% (católicos 78,2%, protestantes 17,1%, outros cristãos 1,9%) outras 2,8% (1995).

Geografia

Localização: América Central. 
Hora local: -3h. 
Área: 21.041 km2. 
Clima: tropical. 
Área de floresta: mil km2 (1995).

População

Total: 6,3 milhões (2000), sendo eurameríndios 94%, ameríndios 5%, europeus ibéricos 1% (1996). 
Densidade: 299,42 hab./km2. 
População urbana: 46% (1998).
População rural: 54% (1998).
Crescimento demográfico: 2% ao ano (1995-2000). 
Fecundidade: 3,17 filhos por mulher (1995-2000). 
Expectativa de vida M/F: 66,5/72,5 anos (1995-2000). 
Mortalidade infantil: 32 por mil nascimentos (1995-2000). 
Analfabetismo: 21,3% (2000). 
IDH (0-1): 0,696 (1998).

Política

Forma de governo: República presidencialista. 
Divisão administrativa: 14 departamentos. 
Principais partidos: Aliança Republicana Nacionalista (Arena), Frente Farabundo Martí de Libertação Nacional (FMLN), de Conciliação Nacional (PCN), Democrata-Cristão (PDC). 
Legislativo: unicameral - Assembléia Nacional, com 84 membros eleitos por voto direto para mandato de 3 anos. 
Constituição em vigor: 1983.

Economia

Moeda: colón salvadorenho.
PIB: US$ 11,9 bilhões (1998). 
PIB agropecuária: 12% (1998). 
PIB indústria: 28% (1998). 
PIB serviços: 60% (1998). 
Crescimento do PIB: 5,2% ao ano (1990-1998). 
Renda per capita: US$ 1.850 (1998). 
Força de trabalho: 3 milhões (1998). 
Agricultura: Principalmente o café, cana-de-açúcar, milho, feijão e arroz. 
Pecuária: eqüinos, bovinos, suínos, aves.
Pesca: 11 mil t (1997). 
Mineração: sal marinho, calcário, ouro, prata. 
Indústria: alimentícia, química, bebidas, têxtil, refino de petróleo. 
Exportações: US$ 1,3 bilhão (1998). 
Importações: US$ 3,1 bilhões (1998). 
Principais parceiros comerciais: EUA, Costa Rica, Guatemala, Honduras, México, Panamá, Alemanha e Japão.

Defesa

Efetivo total: 24,6 mil (1998). 
Gastos: US$ 157 milhões (1998).

Fonte: www.portalbrasil.net

El Salvador

Geografia

Localizado na América Central, El Salvador é delimitada a sul pelo Oceano Pacífico. Seu planalto central tem muitos vulcões, o ponto mais alto, o Monte Cristo (2418 metros). No litoral, a terra é baixo, mas estreito (25 km). Alguns rios percorrem o país como o Rio Lempa.

Países fronteiriços:

Oeste: Guatemala
Norte: Honduras

Independência: 15 Setembro 1821 (da Espanha)

Governo: República

Capital: San Salvador

Idiomas:

Oficial: Espanhol
Nahuatl habitual

Área: 21 041 km ²

População: 6.880.000 pessoas

Moeda nacional: Colon (SCV)

Dia Nacional: 15 de setembro (Proclamação da Independência de 1821)

Clima

O clima é tropical: a estação seca dura de novembro a abril ea estação chuvosa, de maio a outubro.

Dependendo da região, o clima pode variar: em altitude, é fresca, enquanto nas terras baixas, o ar está mais quente.

Saúde

Nenhuma vacina necessária. Atualizado Gerais vacinas recomendadas (poliomielite, tétano, difteria ...). E os termos e duração da estadia, a febre tifóide, a hepatite B ea raiva. Evite beber água da torneira.

Destaque

Lago Coaepeque localizado em uma cratera é um belo lugar para dar uma lufada de ar fresco e admirar os vulcões próximos.

Na costa, as praias são lindas e agradáveis.

A aldeia de La Palma é também a ver com casas cobertas com pinturas coloridas, obras do artista Fernando Llort.

Note, no entanto, que o país é conhecido por sua criminalidade. É aconselhável ficar dentro dos limites do hotel.

Fonte: www.continent-americain.com

El Salvador

Nome Oficial: República de El Salvador

Organização do Estado: República Presidencialista

Capital: San Salvador

Área: 21.040 km²

Idioma: Espanhol

Maiores cidades: San Salvador, Soyapango, Santa Ana, San Miguel

População: 6.587.541 (est. julho de 2004)

Unidade monetária: Colón

Menor país da América Central, El Salvador é limitado pela fronteira com Honduras ao norte e a leste, com a Guatemala a oeste e pelo Oceano Pacífico ao sul.

O país é coberto de vulcões, que tornam o solo bastante fértil, principalmente nas encostas, onde se desenvolve a agricultura e se concentra boa parte da população. É o país mais densamente povoado da América Central, com uma média de 265 pessoas por km². A grande maioria da população (94%) é composta de mestiços de origem espanhola e indígena.

O clima de El Salvador engloba duas principais estações: a úmida e a seca. A estação úmida corresponde ao inverno e dura de maio a outubro, enquanto a seca corresponde ao verão e vai de novembro a abril. As temperaturas não apresentam variações significativas ao longo do ano, com máximas de 30º e 34ºC e mínimas de 16º e 19ºC à noite.

Sistema Político

El Salvador é dividido administrativamente em 14 departamentos: Ahuachapan, Cabanas, Chalatenango, Cuscatlan, La Libertad, La Paz, La Union, Morazan, San Miguel, San Salvador, Santa Ana, San Vicente, Sonsonate e Usulutan.

Poder Executivo: O Presidente da República é eleito a cada cinco anos.

O gabinete é formado pelos seguintes Ministérios: das Relações Exteriores, do Interior, da Defesa Nacional, da Fazenda, da Economia, da Agricultura e Pecuária, do Meio Ambiente, da Saúde Pública, da Educação, do Trabalho, das Obras Públicas e da Segurança Pública.

O Presidente Elias Antônio Saca, da Aliança Republicana Nacionalista (ARENA), tomou posse em 1º de junho de 2004.

Poder Legislativo: A cada três anos, são eleitos, pela via direta, os 84 membros que compõem a Assembléia Nacional (unicameral).

O país conta com dois partidos políticos principais: Aliança Republicana Nacionalista (ARENA) e Frente Farabundo Martí de Libertação Nacional.

Poder Judiciário: Corte Suprema, cujos juizes são selecionados pela Assembléia Nacional.

Economia

Indicadores Econômicos

PIB: PPP US$ 14,8 bilhões (est. 2003)
PIB per capita: US$ 2.277 (2002)
Inflação: 2,1% (est. 2003)
Desemprego: 6,5% - mas a taxa de subempregos é significativa na economia (est. 2003)

Principais Setores na Composição do Produto Interno Bruto:

Agricultura: 9,4%
Indústria: 31,2%
Serviços: 59,3%

Exportação

US$ 3,162 bilhões (est. 2003) 
Pauta de exportação: 
maquila, café, açúcar, camarão, texteis e produtos químicos.
Destino:
 EUA, Guatemala, Honduras, Nicarágua e Costa Rica (2003)

Importação

US$ 5,7 bilhões (est. 2003)
Pauta de importação: 
bens de consumo, bens intermediários, matérias primas, bens de capital.
Origem: EUA, Guatemala, Costa Rica, Honduras.
Principais parceiros comerciais: 
EUA, Costa Rica, Guatemala, Honduras, México, Venezuela, Alemanha, Japão.

Política Externa

A poítica externa salvadorenha é caracterizada por significativa congruência com as posições adotadas pelos Estados Unidos. O embaixador americano no país teria afirmado, recentemente, que El Salvador e os Estados Unidos são sócios que compartilham fronteiras, ainda que existam países no meio. Importante razão para a proximidade é o grande número de salvadorenhos residentes nos Estados Unidos, calculado hoje em mais de dois milhões.

Aproximações comerciais têm sido feitas, nos últimos anos, com o México, Chile e República Dominicana, culminando na assinatura de TLC’s. O país vem buscando, também, maior estreitamento nas suas relações políticas e comerciais com o Canadá e a União Européia.

Fonte: www.geocities.com

El Salvador

Capital: San Salvador

População: 6.5 (2003), 9.8 (2050)

Superfície: 21.041 km²

Geografia e Ambiente

Localização e coordenadas geográficas: Situado na América Central entre os 13º Norte e 88º Oeste.

Superfície: 21.041 Km².

Fronteiras: Encontra-se limitado a Norte e a Oeste com a Guatemala, a Norte e a Este com as Honduras e a Sul e Oeste com o Oceano Pacífico.

Descrição física do território e clima: El Salvador caracteriza-se por um clima quente e subtropical. A costa é particularmente quente e as temperaturas baixam em direção ao interior do país. O período de chuvas ocorre entre Maio e Outubro. As montanhas de Metapán e de Chalatenango ocupam o extremo setentrional, existindo a sul o Vale do rio Lempa, por detrás do qual surge uma cordilheira de mais de vinte vulcões. Ultrapassada a cadeia vulcânica, encontra-se uma estreita faixa que se estende por toda a costa do Pacífico. Como resultado da atividade vulcânica, a terra tem uma espessa camada de lava e cinzas vulcânicas, que a tornam muito fértil para alguns cultivos como é o caso do café. As terras baixas estendem-se tanto a norte como a sul da cordilheira montanhosa.

Rede Hidrográfica: A Hidrografia salvadorenha está definida pelo sistema fluvial do Rio Lempa (320 km), que compreende o lago de Guija, com os seus afluentes Cusmapa, Ostúa e Angue; desaguam no Rio Lempa os rios Suquiapa, Nixapan ou Sucio, Acelhuate, Titihuapa e Acahuapa pela margem direita; o Sumpul, Guarajambala, Torola e Jaitique pela orla esquerda. Desaguam diretamente no Oceano Pacífico os rios Paz, Grande de Sonsonate, Jiboa, Grande de San Miguel e Goascorán. Existe uma quantidade de lagos e lagoas no território salvadorenho que o tornam acolhedor e que enriquecem a paisagem. Muitas lagoas estão repletas de lendas como a Lagoa de Cuzcachapa na Chalchuapa.

Elevações: A maior parte do território é vulcânica.

Os vulcões mais altos são: Santa Ana de 2.365 metros de altura, San Vicente de 2.182 metros e San Salvador de 1.943 metros.

El Salvador
Vulcão Santa Ana

Catástrofes naturais: Atividade vulcânica frequente e destrutiva, porém nem todos os vulcões se encontram ativos.

Os vulcões ativos são: Santa Ana, Izalco, San Salvador, San Miguel e a Caldera Del Lago Iiopango.

Problemas ambientais: Desflorestação; erosão; poluição da água; contaminação do solo.

Acordos Internacionais Ambientais: Tratado da Biodiversidade; Tratado para a proteção das Mudanças Climáticas; Tratado que protege as espécies em vias de extinção; Protocolo de Kyoto para as Mudanças Climáticas; Tratado de Proibição de Testes Nucleares; Proteção da Camada de Ozono; Tratado do Mar.

Cultura e Sociedade

Língua oficial: Espanhol.

Línguas e idiomas: A língua oficial é o Espanhol, porém grupos minoritários falam o nahuati.

Taxa de literacia: 71.5% da população com idade de 15 anos ou superior sabe ler e escrever.

População: 6.500.000 habitantes (estimativa do PNUD da ONU para 2002).

Densidade populacional: 286 habitantes por km².

Cidades mais populosas: A capital é San Salvador tem 422.600 habitantes, Santa Ana tem 202.300 habitantes e San Miguel 128.000 habitantes e Mejicanos 145.000 habitantes. (1993)

Estrutura etária e Rácio de comparação sexual: Abaixo dos 14 cerca de 37.4 % da população, havendo 1.04 homens por cada mulher, dos 15 aos 64 anos cerca de 57.5 % da população, havendo 0.9 homem por cada mulher, acima dos 65 anos cerca de 5.1 % da população, havendo 0.82 homens por cada mulher. No total há 0.95 homens por cada mulher (estimativas de 2002)

Crescimento natural anual: 1.83% (estimativa de 2002).

Taxa de natalidade: 28.3 nascimentos por 1.000 habitantes (estimativa de 2002).

Taxa de mortalidade: 6.1 mortes por 1.000 habitantes (estimativa de 2002).

Taxa de mortalidade Infantil: 27.58 mortes por 1.000 nados vivos (estimativa de 2002).

Taxa de expectativa de vida: 66.72 anos para os homens e 74.11 anos para as mulheres (estimativas de 2002).

Religião: Embora não seja, nominalmente religião oficial, o catolicismo beneficia dum reconhecimento constitucional.

Existem outras seitas cristãs, destacando-se as seitas: fundamentalistas, protestantes, mormons e também as testemunhas de Jeová.(1993).

Política e Governo

Independência: Desde o dia 15 de Setembro de 1821, libertando-se da conquista, ocupação e colonização de Espanha.

Nome oficial: República de El Salvador.

Capital: San Salvador.

Constituição: De 23 de Dezembro de 1983.

Caracterização generalista do sistema legal: Baseado na lei espanhola.

Divisões administrativas: 14 Departamentos - Ahuachapan, Cabanas, Chalatenango, Cuscatlan, La Libertad, La Paz, La Union, Morazan, San Miguel, San Salvador, Santa Ana, San Vicente, Sonsonate, Usulutan.

Feriados nacionais: 15 de Setembro - Dia da Independência.

Tipo de governo: República Multi-partidária

Sufrágio: A partir dos 18 anos, sendo universal e obrigatório.

Poder executivo: A Constituição de 1983 restabeleceu a eleição do presidente da República de forma democrática para um mandato de cinco anos.

Poder legislativo: Com a promulgação da Constituição de 1983, a Assembleia Constituinte passou a designar-se Assembleia Legislativa unicameral, cujos 84 membros exercem um mandato de três anos podendo ser reeleitos.

Poder Judicial: Os membros do órgão máximo judicial, a Corte Suprema de Justiça, são eleitos pela Assembleia Legislativa.

Participação em Organizações Internacionais: Banco Centro Americano de Integração Econômica; Comissão Econômica das Nações Unidas para a América Latina e Caribe; Organização das Nações Unidas para a Alimentação e Agricultura; Banco Inter-Americano de Desenvolvimento; Agência Internacional de Energia Atómica; Banco Internacional para a Reconstrução e o Desenvolvimento; Organização da Aviação Civil Internacional; Confederação Internacional das Centrais Sindicais Livres; Fundo Internacional para o Estudo da Meteorologia da Radiação; Federação Internacional das Sociedades da Cruz Vermelha e do Crescente Vermelho; Organização Internacional do Trabalho; Fundo Monetário Internacional; Organização Marítima Internacional; Organização Internacional de Polícia Criminal; Comité Olímpico Internacional; Organização Internacional das Migrações; Organização Internacional da Standarização; União Internacional das Telecomunicações; Associação de Integração Latino-Americana; Movimento dos Não-Alinhados; Organização dos Estados Americanos; Agência para a Proibição das Armas Nucleares na América Latina e no Caribe; Tribunal Permanente de Arbitragem; Organização das Nações Unidas; Conferência das Nações Unidas para o Comércio e Desenvolvimento; Organização das Nações Unidas para a Educação a Ciência e a Cultura; União Postal Universal; Federação Mundial das Uniões de Comércio; Organização Mundial de Saúde; Organização Mundial da Propriedade Intelectual; Organização Meteorológica Mundial.

El Salvador
Catedral em Santa Ana

Economia

Recursos Naturais: Energia hidráulica, energia geo-térmica, petróleo.

Uso da Terra: 27% da terra é arada, dessa cerca de 8% tem colheitas permanentes, 29% tem pastos permanentes, 5% são explorações florestais e 31% enquadram-se adstritos a outros usos indiferenciados ( CIA Fackbook de 2001)

Principais produtos agrícolas: Café, bananas, arroz, feijão, milho, açúcar, azeitona, algodão, carne bovina, produtos de primeira necessidade. (CIA Fackbook de 2001)

Terra Irrigada: 1.200 Km² (dados de 1993).

P.N.B. per capita: 1.810 USD (1997).

Taxa de crescimento médio anual do P.N.B.: 3.5% (entre o período de 1990 a 1997).

Produto Interno Bruto: 11.264 Milhões de USD (1995).

Crescimento médio anual do P.I.B.: 5.6% (entre o período de 1990 a 1997).

Estrutura da Produção: Agricultura – 12.9%; Industria – 27.6%; Serviços – 59.5% (1997).

Estrutura da Procura: Consumo Público – 9%; Consumo Privado – 86.5%; Investimento Bruto – 15%; Poupança Bruta – 4.5%; Exportações – 24.3% (1997).

Balança Comercial

Total das Exportações: 2.741 Milhões de USD (1997). 
Crescimento anual das exportações: 12.1% (entre o período de 1990 a 1997). 
Principais produtos exportados: café, açúcar, têxteis, produtos químicos, minerais e metais e eletricidade. (1997 - Guia do Mundo; 2000 - CIA Fackbook de 2001) 
Total das Importações: 3.929,9 Milhões de USD (1997). 
Crescimento anual das importações: 18.7% (entre o período de 1990 a 1997). 
Principais produtos importados: bens de consumo, combustíveis, minerais e metais, produtos químicos, material de transporte, eletricidade (1997 - Guia do Mundo; 2000 - CIA Fackbook de 2001) 
Saldo: -1.1889 de USD (1997) (1997). 
Principais parceiros Iberófonos: Nas exportações (por ordem de importância) – EUA, Guatemala, Honduras, Costa Rica; nas importações (por ordem de importância) – EUA, Guatemala, México e Costa Rica - (2000) 
Grau de abertura econômica: 59.2% (1997).

População ativa e emprego

População ativa estimada: 2.490 habitantes (1997). 
Taxa de atividade da população ativa estimada: 42% (1997). 
Distribuição do Emprego: Agricultura – 36%; Industria – 21%; Serviços – 43% (1997). 
Taxa de Desemprego: 8%.

Energia

Produção total de energia comercial: 2.6 milhões de toneladas de equivalente de petróleo ou E.P.(1999).

Produção total de eletricidade: 3.641 mil milhões de KWh (1999).

Consumo total de energia: 4.1 milhões de toneladas de E.P..

Consumo total de eletricidade: 3.638 mil milhões de KWh (1999).

Consumo per capita de energia: 699.9 quilos de Equivalente a Carvão (1996).

Importação liquida de energia: - 35.8 % .

Percentagem da produção interna de eletricidade com utilização de energias renováveis: Hidroeléctrica - 41% e outras energias renováveis (biomassa) 13.34 (1999 - CIA Fackbook de 2001).

Receitas públicas em relação ao P.N.B.: 18.5% (1996).

Despesas públicas em relação ao P.N.B.: 14.9% (1996).

Despesa pública em saúde: 2.4% do P.I.B. (1997).

Despesa pública em educação: 2.2 % (1999).

Ultima taxa média anual da inflação disponível: 2.5% (1999).

Moeda: Colon Salvadorenho.

Transportes, Comunicações e Multimédia

Extensão dos caminhos-de-ferro: 562 Km (1995).

Extensão e tipo de estradas: Total da extensão - 10.029 km; Pavimentadas – 1.986 km; Não pavimentadas – 8.043Km (1996).

Cursos de água navegáveis: Não temos dados.(2000).

Portos, cais e marinas: Acajutla, Puerto Cutuco, La Libertad, La Union, Puerto El Triunfo.

El Salvador
A capital San Salvador

Número e tipo de aeroportos, aeródromos e pistas de aviação locais: 4 aeroportos com pistas pavimentadas, sendo que 1 tem pista pavimentada com comprimento acima dos 3.047 m, 1 pista pavimentada com comprimento entre os 1.524 m e os 2.437 m, 2 de pistas pavimentadas com comprimento entre os 914 m e os 1523 m; 79 aeroportos com pistas não pavimentadas, sendo que 17 pistas não pavimentadas com comprimento entre os 914 m e os 1523 m e 62 abaixo dos 914 m (CIA Fackbook de 2001)

Número de linhas telefônicas em uso: 380.000 (1998).

Número de telefones móveis: 40.163 (1998).

Indicativo internacional de telefone e fax: 00503

Número e tipo de jornais: 6 jornais diários (1997).

Tiragem média dos jornais: 48 exemplares por 1000 habitantes (1997).

Número e tipo de estações de rádio: 191 estações de rádio transmitindo 161 em A.M., 30 em FM (1999 - CIA Fackbook de 2001)

Número de aparelhos de rádio: 2.75 Milhões (1997).

Número de estações de televisão: 5 (1997).

Número de televisores: 600.000 (1997).

Número de fornecedores de acesso à internet: 4 (2000).

Número de utilizadores de internet: 40.000 (2000).

Domínio internacional da internet: .co

Defesa Nacional

Despesa pública militar: 1.1% do P.N.B. (1996).

Gastos militares em percentagem do P.N.B.: 0.7% (1999).

Em Dólares: 112 Milhões de USD (1999).

Idade mínima de incorporação: 18 anos.

Sistema Militar: Obrigatório.

Divisão das Forças Armadas em ramos: Exercito; Marinha; Força Aérea (CIA Fackbook de 2001).

Número de homens incorporados nas Forças Armadas: Não temos dados.

Divisão das Forças Militarizadas em ramos: Não temos dados.

Número de homens incorporados nas Forças Militarizadas: Não temos dados.

Homens disponíveis para ingressarem nas forças armadas: 1.500.712 entre os 15 e os 49 anos (dados de 2002).

Homens disponíveis para o serviço militar: 951.715 entre os 15 e os 49 anos (dados de 2002).

Homens que chegam anualmente à idade da incorporação: 68.103 (estimativa de 2002).

Outros dados

Formalidades gerais de entrada: Passaporte e visto de entrada para 30 dias, para certos países não é requerido visto. É conveniente ir-se vacinado contra a cólera, as hepatites A, B e D, a malária e a febre tifóide.

Formalidades de entrada especiais para o espaço Iberófono: Os cidadãos dos E.U.A., Espanha e Portugal não necessitam de visto para entrar no país salvo se pretenderem permanecer mais de 90 dias.

Feriados nacionais importantes: 1 de Janeiro - Dia de Ano Novo; 16 de Janeiro - Acordos de Paz; 29 de Março - Sexta-feira Santa; 1 de Maio - Dia do Trabalhador; 30 de Junho - Dia de Feriado; 4 de Agosto - Festa de San Salvador; 15 de Setembro - Dia da Independência; 12 de Outubro - Dia de la Raza; 2 de Novembro - Festa dos Finados; 5 de Novembro - Primeiro Apelo pela Independência; 25 de Dezembro - Natal.

Pesos e medidas: Sistema métrico; Corrente eléctrica de 110V, 60 Hz.

Fonte: www.geolingua.org

El Salvador

Nome completo: República de El Salvador

População: 6,2 milhões (ONU, 2011)

Capital: San Salvador

Área: 21.041 km ² (8.124 milhas quadradas)

Grande língua: Espanhol

Principal religião: Cristianismo

Expectativa de vida: 68 anos (homens), 77 anos (mulheres) (ONU)

Unidade monetária: Dólar EUA e El Salvador cólon

Principais exportações: exportações de montagem offshore, café, açúcar, camarão, têxteis, produtos químicos, energia elétrica

RNB per capita: EUA 3380 dolares (Banco Mundial, 2010)

Domínio da Internet:. Sv

International código de discagem: 503

Perfil

El Salvador, que é espanhol para "o salvador" - ou Jesus Cristo - foi destruída pela guerra civil e uma sucessão de desastres naturais.

O pequeno país é o estado mais densamente povoado no continente das Américas e é altamente industrializada. Mas a desigualdade social e uma susceptibilidade a terremotos moldaram muito do moderno El Salvador.

Na década de 1980 El Salvador foi devastado por uma guerra civil. Isto foi provocado por grande desigualdade entre uma pequena elite e ricos, que dominou o governo ea economia, e que a maioria esmagadora da população, muitos dos quais viviam - e continuam a viver - na miséria abjeta.

A guerra deixou cerca de 70.000 mortos e causou danos no valor de US $ 2 bilhões, mas também trouxe importantes reformas políticas.

Em 1992, um acordo de paz das Nações Unidas mediado acabou com a guerra civil, mas, logo depois de El Salvador começou a se recuperar quando foi atingido por uma série de desastres naturais, nomeadamente o furacão Mitch, em 1998, e terremotos, em 2001.

Estes deixou pelo menos 1.200 mortos e mais de um milhão de outros sem-teto.

A economia depende fortemente do dinheiro enviado para casa pelos salvadorenhos que vivem em os EUA. Pobreza, guerra civil, os desastres naturais e os seus deslocamentos conseqüentes deixaram sua marca na sociedade de El Salvador, que está entre os mais de alta criminalidade nas Américas.

Gangues de rua violentas, conhecidas como "maras", foram descritas pelo ex-presidente Saca como um "problema regional que requer soluções regionais". Um dos grupos mais famosos foi iniciado na década de 1980 por imigrantes salvadorenhos em os EUA.

El Salvador tem uma das taxas mais altas do mundo de assassinatos, com 71 por 100.000 habitantes nos últimos anos.

A cronologia dos principais acontecimentos:

1524 - aventureiro espanhol Pedro de Alvarado vence El Salvador.

1540 - Resistência Indígena finalmente esmagada e El Salvador se torna uma colônia espanhola.

1821 - El Salvador ganha a independência da Espanha. Conflito segue sobre a incorporação do território em império mexicano em crioulo geral Agustin de Iturbide.

1823 - El Salvador se torna parte das Províncias Unidas da América Central, que também inclui a Costa Rica, Guatemala, Honduras e Nicarágua.

Independência

1840 - El Salvador se torna totalmente independente após a dissolução das Províncias Unidas da América Central.

1859-1863 - Presidente Gerardo Barrios introduz o cultivo do café.

1932 - Cerca de 30.000 pessoas são mortas durante a repressão de uma revolta camponesa liderada por Agostinho Farabundo Marti.

Guerra civil

1961 - de direita Partido de Conciliação Nacional (PCN) chega ao poder depois de um golpe militar.

1969 - El Salvador ataca e luta de uma breve guerra com Honduras após a expulsão de milhares de imigrantes ilegais de El Salvador Honduras.

1977 - Guerrilla atividades pelo Marti Farabundo de esquerda Frente de Libertação Nacional (FMLN) intensificar em meio a relatos de aumento de violações dos direitos humanos por parte das tropas do governo e os esquadrões da morte; General Carlos Romero presidente eleito.

1979-1981 - Cerca de 30 mil pessoas são mortas pelo exército lastreados esquadrões da morte de direita.

1979 - General Romero deposto em golpe por oficiais reformistas que instalar uma junta militar-civil, mas isso não coibir exército apoiado violência política.

1980 - O arcebispo de San Salvador e ativista dos direitos humanos Oscar Romero assassinado; José Napoleão Duarte se torna o primeiro presidente civil desde 1931.

1981 - França e México reconhecem a FMLN como força política legítima; EUA continua a assistir El governo salvadorenho cujo exército continua a apoiar esquadrões da morte de direita.

1982 - de extrema-direita Aliança Republicana Nacional (Arena) vence as eleições legislativas marcadas pela violência.

1984 - Duarte vence eleição presidencial.

1986 - Duarte começa busca por acordo negociado com FMLN.

1989 - ataques da FMLN intensificar; outro candidato Arena, Alfredo Cristiani, eleito presidente em eleições que se acredita ter sido fraudada.

Paz e desastres naturais

1991 - FMLN reconhecido como partido político, governo e FMLN sinal acordo de paz patrocinado pela ONU.

1993 - Governo declara anistia para os implicados pela comissão patrocinada pela ONU em violações dos direitos humanos.

1994 - candidato Arena Armando Calderón Sol eleito presidente.

1997 - FMLN faz progresso nas eleições parlamentares; esquerdista Hector Silva eleito prefeito de San Salvador.

1999 - Arena candidato Francisco Flores bate ex-guerrilheiro Facundo Guardado na eleição presidencial.

2001 Janeiro, Fevereiro - terremotos matar 1.200 pessoas e tornar outro sem-teto de um milhão.

Julho de 2002 - EUA tribunal detém dois aposentados, baseadas nos generais do exército salvadorenho responsáveis pelas atrocidades da guerra civil, ordens deles para compensar as vítimas que trouxeram caso.

Agosto de 2003 - 360 soldados salvadorenhos despachado para o Iraque.

De dezembro de 2003 - El Salvador - junto com Honduras, Nicarágua, Guatemala - concorda com um acordo de livre-comércio com os EUA. O governo ratifique o pacto em dezembro de 2004.

Saca na presidência

Março de 2004 - candidato Arena Tony Saca vence as eleições presidenciais.

Março de 2005 - de direitos humanos da OEA votos judiciais para reabrir uma investigação sobre o massacre de 1981 de centenas de camponeses na aldeia de El Mozote, considerado como uma das piores atrocidades da guerra civil.

Outubro de 2005 - Milhares fogem como o vulcão Ilamatepec, também conhecido como Santa Ana, entra em erupção. Dias depois, dezenas de pessoas são mortas como tempestade tropical Stan varre.

Março de 2006 - El Salvador é o primeiro país da América Central para implementar um acordo de livre comércio regional com os EUA.

Abril de 2006 - El Salvador e Honduras vizinhos inaugurar sua fronteira recém-definido. Os países disputavam a fronteira disputada em 1969.

2007 Janeiro - 21 presos são mortos em um motim em uma prisão de segurança máxima a oeste da capital.

Fevereiro de 2007 - Três membros do partido governante Arena são assassinados na Guatemala. Há suspeitas de que um sindicato do crime organizado está por trás dos assassinatos.

El Salvador
Posição de El Salvador sobre o "Anel de Fogo" do Pacífico torna propensa a erupções vulcânicas e terremotos

De janeiro de 2008 - Mais de 400 juízes realizar um protesto de rua sobre acusações de corrupção feitas contra quatro de seus colegas.

2009 Janeiro - O ex-movimento rebelde FMLN surge como maior partido nas eleições parlamentares, embora menos do que uma maioria. Visto como preparação para a eleição presidencial em março.

De fevereiro de 2009 - Arena do partido no poder ganha maior número de lugares nas eleições locais apesar das pesquisas que favorecem a FMLN oposição.

Funes eleito

2009 Março - O ex-marxista rebelde Mauricio Funes do partido FMLN vence as eleições presidenciais, marcando a primeira vez em duas décadas que um presidente de esquerda, foi eleito dentro

Junho de 2009 - Mauricio Funes toma posse como presidente. Restaura relações diplomáticas com Cuba.

Novembro de 2009 - Mais de 140 pessoas são mortas e milhares ficaram desabrigadas em deslizamentos de terra e inundações.

Junho de 2010 - Quatorze pessoas mortas em dois ataques por membros de gangues suspeitos em ônibus públicos na capital, San Salvador, no mesmo dia.

2011 Setembro - EUA acrescenta El Salvador e Belize para sua lista de países considerados grandes produtores ou rotas de trânsito de drogas ilegais.

2011 Outubro - Chuvas torrenciais causam enchentes na América Central, matando várias pessoas em El Salvador.

2011 Dezembro - desculpa-se do governo para massacre guerra civil de mais de 1.000 poeple na cidade de El Mozote.

2012 Março - governo Funes sofre revés em eleições parlamentares que dão a direita uma vitória estreita.

Fonte: news.bbc.co.uk

El Salvador

HISTÓRIA

A população de El Salvador é quase 90% mista de de índios e espanhóis. Cerca de 1% é indígena; poucos índios mantiveram seus costumes e tradições.

O povo do país são em grande parte católicos romanos - embora grupos protestantes estão crescendo - e espanhol é a língua falada por virtualmente todos os habitantes. A cidade capital de San Salvador tem cerca de 1,4 milhões de pessoas, um 48% estimado da população de El Salvador vive em áreas rurais.

Antes da conquista espanhola, a área que é agora El Salvador era composta de dois grandes estados indianos e principados vários. Os habitantes indígenas foram os Pipils, uma tribo de nômades Nahua estabelecidos há muito tempo no México central. No início de sua história, que se tornou um dos poucos grupos indígenas mesoamericanos abolir o sacrifício humano.

Caso contrário, a sua cultura era semelhante ao dos seus vizinhos astecas. Restos de cultura Nahua ainda são encontrados em ruínas, como Tazumal (perto Chalchuapa), San Andres (nordeste da Armênia), e Joya De Ceren (norte de Colon).

A primeira tentativa espanhola de subjugar esta área falhou em 1524, quando Pedro de Alvarado foi forçado a recuar por guerreiros pipil.

Em 1525, ele retornou e conseguiu trazer o distrito sob controle da Capitania Geral da Guatemala, que manteve a sua autoridade até 1821, apesar de uma revolução abortada em 1811.

Independência

Em 1821, El Salvador e as outras províncias centrais americanos declararam sua independência da Espanha. Quando estas províncias se juntaram com o México no início de 1822, El Salvador resistiu, insistindo na autonomia para os países da América Central. Tropas da Guatemala enviadas para reforçar a união foram expulsas de El Salvador em junho de 1822.

El Salvador, temendo incorporação no México, pediu ao Governo dos EUA para um Estado. Mas em 1823, uma revolução no México deposto imperador Augustin Iturbide, e um novo congresso mexicano votou para permitir que as províncias da América Central para decidir seu próprio destino. Naquele ano, as Províncias Unidas da América Central foi formada por cinco países da América Central sob o general Manuel José Arce.

Quando esta federação foi dissolvida em 1838, El Salvador tornou-se uma república independente. História inicial de El Salvador como um Estado independente - como com os outros na América Central - foi marcado por revoluções freqüentes, não até que o período 1900-1930 foi de relativa estabilidade alcançada. A elite econômica governou o país em conjunto com os militares, e da estrutura de poder foi controlado por um número relativamente pequeno de ricos proprietários de terras, conhecidas como as 14 famílias.

A economia, à base de café cresce, prosperou ou sofrido como o preço mundial de café oscilou. A partir de 1932 - o ano do golpe de Estado do general Maximiliano Hernández Martínez depois de sua brutal repressão da resistência rural - até 1980, apenas um presidente salvadorenho temporário era um oficial do exército. Periódicas eleições presidenciais raramente foram livres nem justas.

De militar para o civil

A partir dos anos 1930-70s, os governos autoritários empregados repressão política e reforma limitada para manter o poder, apesar das armadilhas da democracia. Durante os anos 1970, a situação política começou a desvendar. Na eleição presidencial de 1972, os adversários do regime militar unidos sob José Napoleão Duarte, líder do Partido Democrata Cristão (PDC).

Em meio a fraude generalizada, o movimento de Duarte reforma ampla foi derrotada. Protestos subsequentes e uma tentativa de golpe foram esmagados, e Duarte exilado. Estes eventos corroída esperança de reforma através de meios democráticos e convenceu aqueles que se opõem ao governo que a insurreição armada era a única forma de alcançar a mudança.

Como conseqüência, os grupos de esquerda capitalizando em cima de descontentamento social ganhou força. Em 1979, a guerra de guerrilha de esquerda havia estourado nas cidades e no campo, lançando o que se tornou uma guerra de 12 anos civil. Um ciclo de violência tomou conta como esquadrões da morte de direita de vigilantes em milhares turno mortos.

Os salvadorenhos mal treinados Forças Armadas (ESAF), também envolvido na repressão e assassinatos indiscriminados. Após o colapso do regime de Somoza, na Nicarágua, que ano, o Governo sandinista novo fornecido grandes quantidades de armas e munições para cinco grupos guerrilheiros salvadorenhos.

Em 15 de outubro de 1979, a reforma de mentalidade oficiais militares e líderes civis derrubou o governo de direita do general Carlos Humberto Romero (1977-1979) e formou uma junta revolucionária. PDC líder Duarte entrou para a junta em março de 1980, levando o governo provisório até as eleições de Março de 1982. A junta militar iniciou um programa de reforma agrária e nacionalizou os bancos e comercialização de café e açúcar.

Os partidos políticos foram autorizados a funcionar novamente, e em 28 de março de 1982, salvadorenhos eleita uma nova Assembléia Constituinte. Após a eleição, a autoridade foi transferida pacificamente a Álvaro Magana, o presidente provisório escolhido pela assembléia.

A Constituição de 1983, redigida pela assembléia, fortaleceram os direitos individuais, as garantias estabelecidas contra a prisão provisória excessiva e buscas, estabeleceu uma forma republicana de governo pluralista, fortaleceu o poder legislativo e independência judicial reforçada.

Ele também codificada direitos trabalhistas, em especial dos trabalhadores agrícolas. As reformas recém-iniciados, porém, não satisfez os movimentos guerrilheiros, que tinham unificados sob os auspícios de Cuba - enquanto cada um manteve sua estatuto de autonomia - como a Frente Farabundo Marti Nacional de Libertação Nacional (FMLN).

Duarte ganhou a eleição 1984 presidencial contra direitista Roberto D'Aubuisson da Aliança Republicana Nacionalista (ARENA), com 54% dos votos e se tornou o primeiro presidente eleito livremente de El Salvador, em mais de 50 anos. Em 1989, Alfredo Cristiani ARENA venceu as eleições presidenciais com 54% dos votos. Sua inauguração em 1 de junho de 1989, marcou a primeira vez que o poder passou pacificamente de um líder eleito livremente civil para outro.

O fim da Guerra Civil

Após a sua inauguração, em junho de 1989, o presidente Cristiani chamado para o diálogo direto para terminar a década de conflito entre o governo e os guerrilheiros. Um processo de diálogo sem mediação envolvendo reuniões mensais entre os dois lados foi iniciado em setembro de 1989, com duração até o FMLN lançou uma ofensiva sangrenta, em todo o país em novembro daquele ano.

No início de 1990, a pedido dos presidentes da América Central, as Nações Unidas se envolveram em um esforço para mediar conversações diretas entre os dois lados. Após um ano de pouco progresso, o governo ea FMLN aceitou um convite do Secretário-Geral para atender na cidade de Nova York. Em 25 de setembro de 1991, os dois lados assinaram o Acordo de Nova York.

Concentrou-se o processo de negociação em uma fase e criou a Comissão para a Consolidação da Paz (COPAZ), composto por representantes do governo, da FMLN, e partidos políticos, com a Igreja Católica e observadores da ONU. Em 31 de dezembro de 1991, o governo ea FMLN rubricado um acordo de paz sob os auspícios do então secretário-geral Perez de Cuellar.

O acordo final, chamou os Acordos de Chapultepec, foi assinado na Cidade do México em 16 de janeiro de 1992. A nove meses de cessar-fogo entrou em vigor 1 de fevereiro de 1992, e nunca foi quebrado. A cerimônia realizada em 15 de dezembro de 1992, marcou o fim oficial do conflito, em simultâneo com a desmobilização dos últimos elementos da estrutura militar da FMLN e início da FMLN como partido político.

Fonte: www.worldrover.com

El Salvador

Raramente visitado, El Salvador é um pequeno país no coração da América Central que recupera aos poucos a sua tranquilidade após anos de guerra civil.

Da capital San Salvador à montanhosa Suchitoto, do surf na rebelde La Libertad, na costa do Pacífico, às pirâmides Maia em San Andrés, El Salvador é um destino pouco explorado, de gente afável e conversadora, que vale a pena conhecer.

Economia

Dados Gerais
Produto Interno Bruto (PIB) (US$) 13.600 milhões de dólares americanos (2000)
PIB Per Capita (US$) 2.080 (2000)
PIB por setor econômico
Agricultura 12,9% (2000)
Indústria 27,6% (2000)
Serviços 59,5% (2000)
Orçamento Nacional
Receita 2.200 milhões de dólares americanos (2000)
Gasto Público 1.299 milhões de dólares americanos (2000)
Unidade Monetária 8,70 cólons salvadorenhos (C) consiste em US$ 1 americano
Exportação Café, cana-de-açúcar, camarão
Importações Matéria-primas, bens de consumo, bens de capital
Principais parceiros comerciais (exportações) Estados Unidos, Guatemala, Costa Rica, Alemanha
Principais parceiros comerciais (importações) Estados Unidos, Guatemala, México, Venezuela, Alemanha 
Agropecuária O café é o principal produto de exportação; outros produtos: cana-de-açúcar, arroz, milho, feijão, milhete, sementes oleaginosas, carne bovinas, laticínios, camarão; não se caracterizando auto-suficiente em alimentos.
Indústrias Processamento de Alimentos, Bebidas, Petróleo, Produtos não metálicos, Tabaco, Produtos, Químicos, Produtos Téxteis, Móveis
Recursos Naturais Energia hidrelétrica, energia geotérmica, petróleo.

Perspectivas Econômicas

O país está consciente da necessidade de manter um ambiente atrativo para os investimentos e na atualidade conta com magníficas condições quanto à sua estabilidade macroeconômica; seu crescimento sustentável numa taxa de inflação de um só dígito, incrementa as exportações, estando a balança de pagamento positiva em US$ 96,1 mi.

Esforços têm sido envidados com sucesso para combater a pobreza, para melhorar as condições de saúde, moradia, educação e emprego. A taxa de alfabetização chega a inacreditáveis 84%.

A última década trouxe resultados surpreendentes, consagrando a economia Salvadorenha, a mais dinâmica e moderna da América Central.

Indústrias

Tipos de indústrias existentes em El Salvador:

- Processamento de Alimentos;

- Bebidas;

- Petróleo;

- Produtos não metálicos;

- Tabaco;

- Produtos Químicos;

- Produtos Téxteis;

- Móveis;

Dados Geográficos

Dados Geográficos
Nome oficial República de El Salvador
Capital San Salvador
Área 21.041km² 
8.124mi²
Áreas Urbanas (População)
San Salvador 1.985.300 (estimativa 2000)
Soyapango Não disponível
Santa Ana 551.300 (estimativa 2000)
San Miguel 480.300 (estimativa 2000)
Mejicanos 131.972 (1992)
Nueva San Salvador 116.575 (1992)
Delgado 104.790 (1992)
Apopa 100.763 (1992)
População 6.276.000 (estimativa 2000)
Taxa de Crescimento Populacional
1,9% (2000)
Densidade Demográfica 273 habitantes por km²
708 habitantes por mi²
Urbanização
% de população rural 41,6% (2000)
% de população urbana 58,4% (2000)
Expectativa de Vida Total 69,7 anos (1998)
Mulheres 73,2 anos (1998)
Homens 66,3 anos (1998)
Grupos étnicos Mestiços 94% 
Indígenas 5% 
Brancos 1%
Idiomas Espanhol, Náuatle, Inglês
Religiões Católica ou Romana 75% 
Protestante e outras 25%
NOTA: Os grupos protestantes são muito ativos em todo o país; no final de 1992, havia cerca de 1 milhão de protestantes evangélicos em El Salvador.
CÓDIGO DO PAÍS 503

Política

Política
Forma de Governo República
Independência 15 de setembro de 1821
Constituição 20 de dezembro de 1993
Direito de Voto Universal com idade de 18 anos
Partidos Políticos Não disponível
Presidente Atual Elias Antonio Saca

Arqueologia

A terra Salvadorenha é pródiga em sítios históricos e lugares de interesses arqueológicos.

El Salvador
Sítio Arqueológico - El Salvador

Principais Sítios Arqueológicos

Joya de Serén

Localizada a 35 km ao ocidente de San Salvador. Declarado como Patrimônio da Humanidade pela Unesco é considerado um dos Sítios mais conservados do continente. Há vestígios que esta cidade ainda permanece instacta e os especialistas continuam investigando em busca de seus tesouros arqueológicos escondidos.

Localização

Localizada em San Juan Opico, a meia hora de San Salvador.

Valle de Zapolitan

Sítio que revela minuciosos detalhes e estilo de vida dos antigos povos daquela região.

Chalchuapa

Centro Cultural que floresceu entre 300 a.c. e 1.200 d.c..

É uma das zonas arqueológicas mais notáveis, com 5 centro cerimoniais: Pampe e EL Trapiche ao norte; Tazumal ao sul; As Vitórias ao noroeste e Casa Blanca ao centro. Desse conjunto, Tazumal pelo seu tamanho e estrutura é considerado de maior importância.

Também existem alguns museus e serviços para os turistas com esculturas de pedra, cerâmica. É possível encontrar nestes museus evidencias arqueológicas que permitem um maior conhecimento sobre a presença dos olmecas, toltecas, maias e pipiles, primeiros moradores do continente.

Turismo

ATRAÇÕES TURÍSTICAS

A terra salvadorenha é rica em sítios históricos e lugares de interesse arqueológico, assim como santuários de preservação de flora e fauna, praias, montanhas, rios e lagos. Um autêntico universo de zonas de grande beleza que oferece ao visitante diversas opções, como o mais extremo contato com a vida natural, o repouso e a contemplação da paisagem.

Sol, praia e diversão

Não existem ao longo do Pacífico centroamericano praias mais belas e cálidas que as de El Salvador. A Costa do Sol é um lugar onde passar bem é obrigatório.

Nela encontram-se os melhores hotéis de praia onde você poderá praticar esportes aquáticos como a pesca, jet sky, windsurf, voley de praia ou se preferir, saborear deliciosos coquetéis e mariscos que lhe abrem o apetite a toda hora.

Bosques Protegidos e Ecoturismo

Não deixe de visitar o Parque Nacional de El Cerro Verde, Montecristo, El Cerro, El Pital e Miramundo, assim como o incomparável e maior parque salvadorenho o Parque El Impossible em Ahauchapán, que lhe oferece uma área de mais de 13.000 hectares de território a 1.000mts do nível do mar, com mais de 260 espécies de passáros, 40 mamíferos, 400 variedades de árvores e inúmeros insetos, répteis e plantas.

O Parque de Montecristo lhe oferece maravilhosas paisagens entre as fronteiras de El Salvador, Guatemala e Honduras. Aqui vivem uma grande variedade de espécies de plantas e animais, entre eles o passáro "El Quetzal". Também há um parque de orquídeas, bromélias e outras flores.

Turismo Rural

El Salvador além de suas belas praias e sua gente, se caracteriza por ser um país da América Central com a mais extensa cadeia vulcânica. Este é um dos maiores atrativos para ser visitado.

Os vulcões mais visitados do território salvadorenho são: Izalco e Sonsonate, a 45 minutos de San Salvador, que durante muitos anos permaneceu em atividade contínua, sendo conhecido pela maioria dos pescadores como: "El Faro del Pacífico". Na zona ocidental encontramos o Vulcão de Santa Ana, propício para praticar caminhada de aventura, assim como o vulcão Chingo, sempre na região ocidental de Santa Rita.

Caminhando ao Oriente do país, encontra o vulcão de Chichontepec entre as regiões de La Paz e San Vicente, e em San Miguel, El Chaparrastique, cujo o clima frio contrasta com o clima árido, próprio da zona oriental.

Arte e Cultura

El Salvador
Parque Balboa

A Cultura Salvadorenha é resultado da combinação das tradições indígenas, com suas crenças, mitos e visão do mundo muito particular, da cultura espanhola trazida por colonizadores e da África proveniente dos escravos. Com o passar dos anos essas culturas se interligaram ao ponto de fazer nascer novas e enriquecedoras tradições combinando o patrimônio dos seus formadores.

Atualmente, o país se orgulha de contar com notáveis artistas nos ramos da literatura, como Salvador Salazar Arrué (Salarrué), Claudia Lars, Claribel Alegría e o músico Roque Dalton.

Também conta com figuras destacadas na pintura, na música e no teatro, assim como uma verdadeira escola de artesãos de barro e madeira.

El Salvador goza de uma animada vida cultural com numerosas galerias de arte que oferecem interessantes amostras de pintura e temporadas de música sinfônica, onde participam artistas notáveis, nacionais e internacionais de teatro e dança; os centros culturais mantém uma constante programação artística e cultural ao longo do ano.

Fonte: www.consuladoelsalvadornabahia.com.br

Sobre o Portal | Política de Privacidade | Fale Conosco | Anuncie | Indique o Portal