Facebook do Portal São Francisco Google+
+ circle
Home  Granada  Voltar

Granada

GRANADA, FANTASIA DA IMAGINAÇÃO

Uns dos paraísos tropicais mais acariciados pelos turistas são sem dúvida Granada. Uma sorte de combinação mágica entre as praias de águas turquesas e os bosques impregnados de vida silvestre faz-se sentir que o sonho de sua existência é produto da imaginação.

Este pequeno Estado independente está formado por uma ilha principal, escoltada pelo Caribe e umas trintas minúsculas ilhas e cavernas, parte dos meridianos de Granadadinas. A vida aqui, não está rodeada pela maioria turística, sim por, grupos especiais de gente que vem conviver com os moradores nativos. Não encontrará cassinos nem parques de atrações, nem ruas iluminadas com lâmpadas de neón cheias de gente eufórica, fazendo ruidos toda a noite. Em Granada, a diversão se vive de um modo diferente.

ALFÂNDEGA E DOCUMENTAÇÃO

Passaporte regularizado, passagem de volta, e recursos financeiros suficientes. Não há necessidade de visto para o período até 90 dias.

CLIMA

Clima tropical temperado com chuvas próprias da região, breves e intensas de junho a novembro. Possibilidades durante o período de chuvas.

EQUIPAMENTOS DE VIAGEM

Recomenda-se roupas leves de algodão, calçados confortáveis, capas de chuva, óculos de sol, protetor solar e repelentes contra os insetos.

IDIOMA

O idioma oficial é o inglês, também fala-se o inglês- crioulo.

ELETRICIDADE

A corrente elétrica é de 220/240 volts a 50Hz.

MOEDA E CÂMBIO

A moeda oficial é o Dólar do Caribe Oriental (XCD). Um XCD equivale a 100 centavos. Existem moedas de 1, 2, 5, 10, 25 50 centavos. Cédulas de 1, 5, 20 e 100 dólares.

EMERGÊNCIA - SAÚDE - POLICIAMENTO

Não há necessidade alguma de vacinação nem de certificado médico para ingressar a Granada, a menos que proceda de áreas infectadas. Para emergências médicas ou policiais é mais recomendável solicitar ajuda nas recepções dos hotéis. Pode-se utilizar os cartões de crédito internacionais para pagamento nos hotéis e restaurantes mais importantes.

CORREIOS E TELEFONIA

O serviço de chamadas oferece Granada Telecomunicações em Carenage, St. George está aberta de segunda a quintas-feiras das 8 às 15: 30 horas e nas sextas feiras até às 16: 30 horas. Nos povoados também pode encontrar pequenos escritórios dos correios. Para chamar a Granada tem que marcar 00-1-809 seguido pelo número desejado.

FOTOGRAFIA

É importante que leve o material necessário para tirar as fotografias. Lembre-se que para fotografar alguém em particular deve consultá-la antes.

HORÁRIO COMERCIAL

Os bancos abrem das 8 às 12 horas, de segunda à quinta-feira. As sextas-feiras têm um horário das 8 às 12 horas e de 12: 30 às 17 horas. Os comércios atendem das 8 às 12 horas.

GORJETAS

Cobra-se 19% na maioria dos hotéis e restaurantes.

TAXAS E IMPOSTOS

Existe uma taxa de aeroporto, na saída.

LOCALIZAÇÃO GEOGRÁFICA

Ligada aproximadamente a 150 quilômetros da ilha de Trinidad, em pleno Mar Caribe, este arquipélago está composto basicamente por três ilhas, as quais Granada é a principal, com um território de 385 quilômetros quadrados. A ilha de Carriacou encontra-se aproximdamente a 25 quilômetros ao norte, com uma dimensão de 42 quilômetros quadrados; seguida pela Pequena Martinica, que conta com 200 hectares de superfície.

FLORA E FAUNA

A parte de algumas rochas ao norte, o território em sua maioria montanhoso, com muitos bosques e com numerosos rios e riachos. O canteiro central está conformado por muitos cumes, alguns dos quais contém crateras. Algumas árvores ultrapassam os 20 metros de altura e entre as mais destacadas podemos anotar as castanheiras, helechos gigantes, as caiobas vermelhas e as orquídeas. Devido as pequenas extensões de territórios que conformam as ilhas, a produção de mamíferos é quase inexistente.

Entre os animais mais representativos da fauna temos a tartaruga carey, a foca monje do Caribe, o forgeador de Semper, o cantador dourado de Barbados, o milano de Granada, o mirlo aquático de Santa Luzia, o loro ou papagaio imperial, a pomba de Granada, o papagaio variopinto e o de São Vicente.

HISTÓRIA

DADOS HISTÓRICOS

Cristovão Colombo foi o primeiro europeu a pisar em Granada em sua terceira viagem em 1498. Durante as guerras do século XVIII, em muitas ocasiões o território passou de mão em mão entre os britânicos e os franceses, até que finalmente foi cedida ao Rreino Unido em 1783.

O governo que foi instaurado seguiu o mesmo que Westminster e está formado por um Primeiro Ministro e seu Gabinete. Em 1958 a ilha ingressa a Federação das Ilhas Índias Ocidentais Britânicas e em 3 de março de 1967, entra fazendo parte dos Estados Associados as Antilhas Britânicas, em um regime aotônomo.

Seia anos depois forma uma nov nação com Guiana, Dominica, São Cristovão – Nevis, Santa Luzia e São Vicente, firmando a Declaração de Granada em 1974, obtendo a plena independência da Grã-Bretanha.

Governo de Nova Jóia

Depois de cinco anos o movimento Nova Jóia toma o poder, formando um Governo Popular Revolucionário, e nomeia como primeiro ministro Bishop, que estabelece relações diplomáticas com Cuba. Em 1980 firma-se um tratado com Moscou através do qual, permite-se que os aviões soviéticos podessem aterrisar no novo aeroporto, que foi construído com a ajuda de Cuba em Point Salinas; este feito cresceu a tensão com os Estados Unidos.

Em 1983 Bishop e três de seus ministros são assassinados pelo exército e o General Hudson Austin decreta o toque de queda, anunciando a criação de um Conselho Militar Revolucionário. Cinco dias mais tarde invandem a ilha tropas dos Estados Unidos, Antiga Barbados, Jamaica, Dominica, Santa Luzia e São Vicente e controlam a situação até a retirada do Conselho em 2 de novembro do mesmo ano.

Últimos Acontecimentos

Em 1988 Granada, Dominica, Santa Luzia e São Vicente e as Granadinas decidem seguir seus próprios planos, a unificação política e dois anos mais tarde efetiva-se a eliminação de restrições para viajar entre eles. Em 1990 o Congresso Democrático Nacional ganha as eleições parlamentares e Nicholas Brathwaite é nomeado Primeiro Ministro. Cinco anos depois, Keith Mitchell assume o cargo.

ARTE E CULTURA

A música tradicional da região do Caribe também é uma mistura de influências dos imigrantes da África e Europa, com as tradições arraigadas do ambiente tropical das Antilhas. Durante muito tempo, a música foi fonte de diálogo e expressão entre os povos, hoje, alguns mentém certos códigos entendidos pelos nativos.

O calypso nasceu na ilha de Trinidad e é uma mistura de rítmos africanos, hispânico-africano e versos em inglês com estruturs francesas. Os temas de que tratam as canções com este rítmo são cotidianos como o amor, o sexo, a política, etc.

O reggae é oriundo da Jamaica e é uma produção bastante jovem, está relaciondo ao culto religioso rastafari, cujo Messias foi o último imperador da Etiópia, Haile Selassie. Este rítmo musical desenvolveu-se de um antiga forma de música folk com elementos musicais africanos, porém com idéias trazidas da Índia e Europa. Também, tem influências tomadas da rumba, do limbo e do calypso.

A dança chamada limbo tem sua origem nos antigos ritos tribais africanos introduzidos pelos imigrantes trazidos das culturas Dahomey e os Ashanti. Com seu estabelecimento nas Antilhas desenvolveram novas formas de expressão do corpo ao rítmo da música como a rumba, o merengue ou a clenda de influência afro-francesa.

Fonte: www.rumbo.com.br

Granada

"Uns dos paraísos tropicais mais acariciados pelos turistas são sem dúvida Granada. Uma sorte de combinação mágica entre as praias de águas turquesas e os bosques impregnados de vida silvestre."

Granada
Granada

Diversão

Pode-se realizar esportes como o golfe e o tênis em instalações que encontram-se aos arredores dos principais hotéis. Também pode-se praticar os esportes aquáticos como o salto, o mergulho, o esqui ou patinação aquática.

Transporte

Pode-se realizar esportes como o golfe e o tênis em instalações que encontram-se aos arredores dos principais hotéis. Também pode-se praticar os esportes aquáticos como o salto, o mergulho, o esqui ou patinação aquática.

Gastronomia

Entre os pratos mais tradicionais da ilha destacam-se o lambi, que são caracóis preparados de diversas maneiras, também é muito popular a sopa de Callaloo, que é elaborado com folhas parecidas com espinhas. Existe também um molho muito particular que é elaborado com as patas do porco e seu nome é soue e uma variedade de sorvetes exóticos de abacate ou noz moscada.

Dinheiro

O Dólar do Caríbe Oriental, também chamado de Dólar das Caraíbas, possui código ISO 4217 XCD é a moeda corrente de oito membros da Organização dos Estados do Caríbe Oriental. Sua abreviatura é EC$, mas é informalmente abreviada apenas com o símbolo de cifrão ($).

Capital de Granada (Saint Georges)

A capital de Granada chama-se Saint Georges é uma cidade que está separada por uma pequena ponta rochosa, que divide a localidade em duas partes: a Bay Town (a área do porto) e o bairro de Carenage (uma plataforma portuária, rodeada de casas velhas e construções rígidas que datam do século XVIII E XIX).

Aquí, destacam-se a visita ao Museu Nacional de Granada (antiga prisão francesa que aloja decobertas arqeuológicas de índios ciboney, arawak e caribe) e o Jardim Botânico (com um zoológico em miniatura); atravessar o Túnel Sendal (que comunica a duas partes da cidade); percorrer Bay Town pela rua comercial de Melville Street e Market Square (mercado de especiarias e artesanato), encontrar-se com a beleza de Church Street e conhecer a igreja presbiteriana Saint Andrew; admirar as instalações do Forte George’s (antigo Fort-Royal e sede da Polícia local) e Forte Frederick (1783).

Clima

Clima tropical temperado com chuvas próprias da região, breves e intensas de junho a novembro. Possibilidades durante o período de chuvas.

Idioma

O idioma oficial é o inglês, também fala-se o inglês- crioulo.

Eletricidade

A corrente elétrica é de 220/240 volts a 50Hz.

Fonte: www.souturista.com.br

Granada

Nome oficial: Granada (Grenada).

Nacionalidade: granadina.

Data nacional: 7 de fevereiro (Independência).

Capital: St. George's.

Cidade principal: St. George's (4.439) (1991).

Idioma: inglês (oficial), francês dialetal.

Religião: cristianismo 95,4% (católicos 57,8%, protestantes 37,6%), outras 4,6% (1995).

Geografia

Localização: América Central, mar do Caribe.
Hora local:
-1h.
Área:
344 km2.
Clima:
tropical.

População

Total: 100 mil (1998), sendo afro-americanos 82%, eurameríndios 13%, indianos 3%, europeus meridionais 2% (1996).
Densidade:
279,07 hab./km2.
População urbana:
37% (1998).
População rural:
63% (1998).
Crescimento demográfico:
1% ao ano (1998).
Fecundidade:
3,6 filhos por mulher (1999).
Expectativa de vida M/F:
69/76 anos (1999).
Mortalidade infantil:
23 por mil nascimentos (1998).
Analfabetismo:
15% (1992).
IDH (0-1):
0,785 (1998).

Política

Forma de governo: Monarquia parlamentarista.
Divisão administrativa:
8 conselhos locais e 1 cidade.
Principais partidos:
Novo Partido Nacional (NNP), Congresso Nacional Democrático (NDC), Trabalhista Unido de Granada (Gulp).
Legislativo:
bicameral - Senado, com 13 membros indicados pelo governador-geral (10 em consulta com o primeiro-ministro e 3 com o líder da oposição); Casa dos Representantes, com 15 membros eleitos por voto direto para mandato de 5 anos.
Constituição em vigor:
1974.

Economia

Moeda: dólar do Caribe do Leste.
PIB:
US$ 343 milhões (1998).
PIB agropecuária:
8% (1998).
PIB indústria:
22% (1998).
PIB serviços:
70% (1998).
Crescimento do PIB:
5% ao ano (1998).
Renda per capita:
US$ 3.250 (1998).
Agricultura:
Principalmente noz-moscada, cardamomo, banana e cacau.
Pecuária: s
uínos, ovinos, caprinos, aves.
Pesca:
1,4 mil t (1997).
Indústria:
alimentícia (condimentos e óleo de castanha), vestuário.
Exportações:
US$ 21 milhões (1997).
Importações:
US$ 166 milhões (1997).
Principais parceiros comerciais:
EUA, Reino Unido e Trinidad e Tobago.

CULTURAIS

Granada é uma país-ilha do Caribe, localizado logo a costa marítima da Venezuela, ao imediatamente ao norte da região norte do continente sul-americano.

Granada possui um povo multiétnico, com fortes raízes no continente africano.

Seu idiomo é o inglês.

Entre as suas muitas características culturais notáveis do povo granadiano estão a sua hospitalidade e alegria.

Dentro desse quadro o carnaval é celebrado anualmentee tem atingido fama internacional atraindo turistas de todo o mundo.

PAN AMERICANO

No esporte, o atletismo conquistou o reconhecimento. Futebol, tênis, basquete e críquete são esportes em ascensão na ilha. E 2007 marca, pela primeira vez na história, Granada como sede da Copa do Mundo de Críquete.

O Comitê Olímpico de Granada foi criado em 1984, mesmo ano da primeira participação nos Jogos Olímpicos de Los Angeles. No Pan, conquistou duas medalhas em toda a história. Mas Granada só abandonou a lista dos países sem pódio em Santo Domingo, em 2003, quando conquistou uma prata e um bronze, ambas no atletismo.

Mesmo com os bons resultados do atletismo e da natação nos Jogos do Caribe, o boxe é o esporte de grandes ídolos no país. Godfrey Jones e Shane Joseph estão entre os nomes mais conhecidos da ilha. Mas o principal pugilista é Andy Grant, que esteve presente em Santo Domingo. Além de ser um esportista exemplar, Grant é o principal modelo do país, e a torcida feminina está a favor dele.

Fonte: www.portalbrasil.net

voltar 123456avançar
Sobre o Portal | Política de Privacidade | Fale Conosco | Anuncie | Indique o Portal