Facebook do Portal São Francisco Google+
+ circle
Home  Quando surges na noite...  Voltar

Quando surges na noite...

Geraldo Bessa Víctor

Quando surges na noite, quando avanças
porque o som do batuque por ti chama,
teu corpo negro é chama que me inflama,
quando surges na noite, quando danças...

Quando danças, cantando as esperanças
e os desesperos todos de quem ama,
teu corpo negro é fogo que derrama
febre nas almas que repousam mansas.

Tu vens dançando (tudo em mim se agita)
e vens cantando (tudo em mim já grita),
quando surges em noite de queimada...

Depois, somos os dois, no mesmo abraço,
num batuque só nosso, num compasso
mais febril do que toda a batucada!

Sobre o Portal | Política de Privacidade | Fale Conosco | Anuncie | Indique o Portal