Breaking News
Home / Turismo / Bandeira da Estônia

Bandeira da Estônia

PUBLICIDADE

A bandeira nacional da Estônia é composto por três faixas horizontais iguais: de cima para baixo, azul , preto e branco.

Na Estônia, é muitas vezes referido como o “sinimustvalge”, que significa, literalmente, azul-preto-branco.

A bandeira nacional da Estônia ( estoniano: Eesti Lipp) é um tricolor com três faixas horizontais iguais de azul (superior), preto e branco.

O tamanho normal é de: 105 × 165 cm.

Em estoniano é coloquialmente chamado de “sinimustvalge” (literalmente “azul-preto-branco”), após as cores das bandas.

Bandeira da Estônia
Bandeira da Estônia

Bandeira da Estônia

A Bandeira da Estônia contém três listras horizontais iguais de azul (no topo), preto e branco.

O tamanho normal é de 105 × 165 cm.

Surgiu pela primeira vez aos olhos do público como a bandeira da Associação de Estudantes da Universidade Estoniana na Universidade de Tartu (em estoniano Tartu Ülikool, fundada em 1632), consagrada no salão do pastoriato de Otepää a 4 de Junho de 1884.

Mais tarde ficou associada ao nacionalismo estoniano e foi usada como bandeira nacional quando a Estônia se tornou independente a 24 de Fevereiro de 1918.

Foi formalmente adoptada a 21 de Novembro de 1918.

A invasão do país pela União Soviética em Junho de 1940 levou ao banimento da bandeira.

Foi removida da torre de Pikk Hermann a 21 de Junho de 1940, numa altura em que a Estônia ainda era formalmente independente.

A 22 de Junho, foi hasteada em conjunto com a bandeira vermelha e aí ficou até desaparecer a 27 de Julho.

Durante a ocupação alemã de 1941 — 1944, a bandeira foi aceite como a bandeira étnica dos estonianos mas não como a bandeira nacional. Quando os alemães retiraram em Setembro de 1944, a bandeira da Estônia voltou a ser hasteada.

A 22 de Setembro, a bandeira vermelha foi-lhe simplesmente adicionada, mas pouco tempo depois a bandeira azul-negra-branca desapareceu.

A bandeira permaneceu escondida até chegar a perestroika no fim dos anos 80 quando, a 24 de Fevereiro de 1989, a bandeira foi de novo hasteada na torre Pikk Hermann em Tallinn.

Foi readotada como bandeira nacional a 7 de Agosto de 1990, pouco depois de a Estônia ter readquirido a plena independência.

A interpretação inicial das cores era a seguinte:

O azul simboliza o céu, os lagos e o mar da Estónia e simboliza a lealdade às ideias nacionalistas.

O negro é a cor da terra do país e do manto nacional

O branco é a esperança do povo na felicidade e na luz.

Brasão de armas da Estônia

Brasão de Armas da Estônia
Brasão de Armas da Estônia

O brasão de armas da Estônia vem em dois formatos, um grande que mostra três leões azuis, gardant passant, em um escudo de ouro enquadrado em cada lado por dourada ramo da árvore de carvalho com as hastes dos ramos que cruzam na base do escudo.

O pequeno escudo é idêntico, exceto para os ramos dourados.

O projeto do escudo se origina a partir do século XII, quando o rei dinamarquês Valdemar II apresentou a cidade de Tallinn (Reval), com um brasão de armas semelhante à do estado da Dinamarca, mostrando três leões. Um motivo semelhante foi transposta para o brasão de armas da Província da Estônia, que foi aprovada por Catarina II, imperatriz da Rússia, em 4 de outubro de 1788.

O Parlamento (Riigikogu) da República da Estônia adoptou o brasão do estado em 19 de junho de 1925. Após a anexação forçada da Estónia pela União Soviética em 1940, este brasão de armas foi proibido.

O uso do brasão histórico de armas como o brasão do estado da República da Estônia foi re-aprovado em 7 de agosto de 1990.

A Lei de brasão do estado foi aprovada no dia 6 de abril de 1993.

Veja também

Hino Nacional da República Democrática do Congo

Debout Congolais PUBLICIDADE Debout Congolais (Levanta congolês) é o hino nacional da República Democrática do …

Locais Turísticos da República Democrática do Congo

BRAZZAVILLE PUBLICIDADE É um lugar muito interessante, muito verde, com uma Basílica, Mercados e o …

República Democrática do Congo

PUBLICIDADE O território que hoje leva o nome de República Democrática do Congo tem sido habitada por …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload the CAPTCHA.