Facebook do Portal São Francisco
Google+
+ circle
Home  Origami  Voltar

Origami

A palavra Origami vem de Oru = dobrar mais Kami = papel.

A junção acabou por formar Origami e significa a arte de produzir figuras a partir de folhas de papel.

O Origami tradicional surgiu no Japão por volta do século IX e não se usava cola ou tesoura.

As figuras formadas eram sempre animais ou objetos do cotidiano.

Alguns autores acreditam que desde o século VI os monges japoneses já praticavam algumas dobraduras.

Essas dobraduras foram depois sendo transmitidas através das gerações, apenas entre as famílias nobres, até porque o papel era uma coisa cara e rara.

Em 1797 foi publicado um livro chamado Senbazuru Orikata que pode ser traduzido por "como dobrar mil graças". A partir daí o Origami passou a ser uma matéria regular nas escolas japonesas.

Origami

Origami

Origami

Origamis representando objetos diversos eram queimados em rituais nos funerais japoneses como forma de possibilitar aos mortos, adquirirem coisas de que precisavam.

Da mesma maneira, cédulas imitando dinheiro verdadeiro e colocadas em envelopes vermelhos confeccionados com técnicas de Origami eram queimadas nos casamentos para atrair a fortuna.

Diz a lenda ainda que quem fizer 1000 tsurus pensando em uma mesma coisa, obterá o que deseja. É só você experimentar.

No Japão, todos os anos no dia 6 de agosto, milhares de Tsurus são depositados no mausoléu erigido em homenagem aos que morreram na tragédia atômica de Hiroxima, para que isso nunca mais volte a acontecer.

Tsuru
Tsuru - Ave simbólica do Origami.

O Origami arquitetônico forma figuras em três dimensões e foi uma evolução natural do Origami puro. A primeira aplicação, ou talvez mesmo a primeira motivação, foi a confecção das lanternas de papel utilizadas na iluminação das casas de chá, no antigo Japão. Mas quem achar que tudo no Origami tem uma origem e uma história muito antiga, está errado.

Origami

Origami

Origami

Esses cartões que formam figuras tridimensionais quando abertos, comuns em nossos dias, nasceram também no Japão, mas muito mais recentemente. Masahiro Chatani resolveu preparar cartões de ano novo para os amigos e criou essa nova técnica. A idéia obteve imediato sucesso e ele logo fez uma exposição, em Tóquio, dos seus trabalhos. Isso no século passado. Dito assim parece que faz também muito tempo, mas na verdade foi em 1982.

Origami

Origami

Origami

Todos nós já fizemos Origamis. Se a sua primeira reação foi dizer "eu não", melhor lembrar o seu tempo de criança. Na escola eu fazia aviõezinhos de papel que lançava, clandestinamente, no meio da aula. Divertia-me com aquilo e devo ter deixado de aprender muitas coisas por conta dos meus inocentes e simplórios Origamis. Também fiz barquinhos de papel na minha infância e chapéus. Lembro-me que todas as crianças colocavam os chapéus feitos com folhas de jornal e saiamos cantando "marcha soldado, cabeça de papel..." Também se faziam balões, mas esses eu nunca aprendi como eram feitos. Minha especialidade eram os aviõezinhos.

Origami

Origami

Origami

O Origami tem lá as suas regras. A folha de papel deve ser quadrada e sem cortes mas freqüentemente essa regra milenar não é respeitada. As técnicas usadas hoje deixariam os mestres japoneses da antiguidade humilhados. Se antigamente a representação de um inseto era uma grande conquista, hoje insetos anatomicamente quase perfeitos são coisas comuns entre os Origamistas. Houve uma grande evolução através dos tempos. Já os aviõezinhos da minha infância não evoluíram nada. Continuam simples e divertidos do mesmo jeito.

Fonte: www.cyberartes.com.br

voltar 123456789avançar
Sobre o Portal | Política de Privacidade | Fale Conosco | Anuncie | Indique o Portal