Breaking News
QUESTION 1 You have a hybrid Exchange Server 2016 organization. Some of the mailboxes in the research department are hosted on-premises. Other mailboxes in the research department are stored in Microsoft Office 365. You need to search the mailboxes in the research department for email messages that contain a specific keyword in the message body. What should you do? A. From the Exchange Online Exchange admin center, search the delivery reports. B. Form the on-premises Exchange center, search the delivery reports. C. From the Exchange Online Exchange admin SY0-401 exam center, create a new In-Place eDiscovery & Hold. D. From the Office 365 Compliance Center, create a new Compliance Search. E. From the on-premises Exchange admin center, create a new In-Place eDiscovery & Hold. Correct Answer: E QUESTION 2 You have an Exchange Server 2016 organization. You plan to enable Federated Sharing. You need to create a DNS record to store the Application Identifier (AppID) of the domain for the federated trust. Which type of record should you create? A. A B. CNAME C. SRV D. TXT Correct Answer: D QUESTION 3 Your company has an Exchange Server 2016 200-310 exam Organization. The organization has a four- node database availability group (DAG) that spans two data centers. Each data center is configured as a separate Active Directory site. The data centers connect to each other by using a high-speed WAN link. Each data center connects directly to the Internet and has a scoped Send connector configured. The company's public DNS zone contains one MX record. You need to ensure that if an Internet link becomes unavailable in one data center, email messages destined to external recipients can 400-101 exam be routed through the other data center. What should you do? A. Create an MX record in the internal DNS zone B. B. Clear the Scoped Send Connector check box C. Create a Receive connector in each data center. D. Clear the Proxy through Client Access server check box Correct Answer: AQUESTION 4 Your network contains a single Active Directory forest. The forest contains two sites named Site1 and Site2. You have an Exchange Server 2016 organization. The organization contains two servers in each site. You have a database availability group (DAG) that spans both sites. The file share witness is in Site1. If a power failure occurs at Site1, you plan to mount the databases in Site2. When the power is restored in Site1, you Cisco CCNP Security 300-207 exam SITCS need to prevent the databases from mounting in Site1. What should you do? A. Disable AutoReseed for the DAG. B. Implement an alternate file share witness. C. Configure Datacenter Activation Coordination (DAC) mode. D. Force a rediscovery of the EX200 exam network when the power is restored. Correct Answer: C QUESTION 5 A new company has the following: Two offices that connect to each other by using a low-latency WAN link In each office, a data center that is configured as a separate subnet Five hundred users in each office You plan to deploy Exchange Server 2016 to the network. You need to recommend which Active Directory deployment to use to support the Exchange Server 2016 deployment What is the best recommendation to achieve the goal? A. Deploy two forests that each contains one site and one site link. Deploy two domain controllers to each forest. In each forest configure one domain controller as a global catalog server B. Deploy one forest that contains one site and one site link. Deploy four domain controllers. Configure all of the domain controllers as global catalog servers. C. Deploy one forest that contains two sites and two site links. Deploy two domain controllers to each site in each site, configure one domain controller as a global catalog server D. Deploy one forest that contains two sites and one site link. Deploy two domain controllers to each site. Configure both domain controllers as global catalog servers Correct Answer: C QUESTION 6 How is the IBM Content Template Catalog delivered for installation? A. as an EXE file B. as a ZIP file of XML files C. as a Web Appli cati on Archive file D. as a Portal Application Archive file Correct Answer: D QUESTION 7 Your company has a data center. The data center contains a server that has Exchange Server 2016 and the Mailbox server role installed. Outlook 300-101 exam anywhere clients connect to the Mailbox server by using thename outlook.contoso.com. The company plans to open a second data center and to provision a database availability group (DAG) that spans both data centers. You need to ensure that Outlook Anywhere clients can connect if one of the data centers becomes unavailable. What should you add to DNS? A. one A record B. two TXT records C. two SRV records D. one MX record Correct Answer: A QUESTION 8 You have an Exchange Server 2016 EX300 exam organization. The organization contains a database availability group (DAG). You need to identify the number of transaction logs that are in replay queue. Which cmdlet should you use? A. Test-ServiceHealth B. Test-ReplicationHealth C. Get-DatabaseAvailabilityGroup D. Get-MailboxDatabaseCopyStatus Correct Answer: D QUESTION 9 All users access their email by using Microsoft Outlook 2013 From Performance Monitor, you discover that the MSExchange Database\I/O Database Reads Average Latency counter displays values that are higher than normal You need to identify the impact of the high counter values on user connections in the Exchange Server organization. What are two client connections 400-051 exam that will meet performance? A. Outlook on the web B. IMAP4 clients C. mobile devices using Exchange ActiveSync D. Outlook in Cached Exchange ModeE. Outlook in Online Mode Correct Answer: CE QUESTION 10 You work for a company named Litware, Inc. that hosts all email in Exchange Online. A user named User1 sends an email message to an Pass CISCO 300-115 exam - test questions external user User 1 discovers that the email message is delayed for two hours before being delivered. The external user sends you the message header of the delayed message You need to identify which host in the message path is responsible for the delivery delay. What should you do? A. Review the contents of the protocol logs. B. Search the message tracking logs. C. Search the delivery reports 200-355 exam for the message D. Review the contents of the application log E. Input the message header to the Exchange Remote Connectivity Analyzer Correct Answer: E QUESTION 11 You have an Exchange Server 2016 organization. The organization contains three Mailbox servers. The servers are configured as shown in the following table You have distribution group named Group1. Group1 contains three members. The members are configured as shown in the following table. You discover that when User1 sends email messages to Group1, all of the messages are delivered to EX02 first. You need to identify why the email messages sent to Group1 are sent to EX02 instead. What should you identify? A. EX02 is configured as an expansion server. B. The arbitration mailbox is hosted 300-320 exam on EX02.C. Site2 has universal group membership caching enabled. D. Site2 is configured as a hub site. Correct Answer: A
Home / Origami / Dobraduras Básicas de Origami

Dobraduras Básicas de Origami

PUBLICIDADE

Como acontece para os símbolos, serão aqui mantidos os termos em Inglês utilizados para classificar as dobras uma vez que é assim que as dobras são chamadas em todos os diagramas.

Waterbomb Base

Dobraduras Básicas de Origami
Origami simples usando a técnica Waterbomb Base

A Waterbomb base é utilizada em muitas dobras tradicionais. Para a fazer, primeiro dobre o papel a meio, quer horizontalmente, quer verticalmente, depois vir o papel ao contrário.

Agora dobre a meio pelas linhas diagonais (juntar o canto do papel com o canto oposto). Junte a linha média dos quatro lados formados pelas dobras diagonais e depois achate o papel com duas abas para cada lado.

Preliminary Fold

Dobraduras Básicas de Origami
Origami simples usando a técnica Preliminary Fold

A Preliminary Fold é outra forma básica (como, por ser uma etapa para outra bases, como são a Bird Base e a Frog Base, é chamada de Preliminary Fold e não de Preliminary Base).

Pode ser feita virando uma Waterbomb Base ao contrário ou pode ser feita da seguinte forma: Dobre as diagonais primeiro, depois vir o papel ao contrário e dobre o papel a meio, horizontalmente e verticalmente. Junto os 4 cantos do papel e achate o papel deixando duas abas de cada lado.

Inside Reverse Fold

Dobraduras Básicas de Origami
Origami simples usando a técnica Inside Reverse Fold

A Inside Reverse Fold é uma forma de mudar a direcção de uma aba de uma forma mais permanente e sólida do que simplesmente dobra-la. Uma Inside Reverse Fold é indicada com uma Mountain Fold na camada da aba mais próxima do nós e uma Valley Fold na camada da aba mais distante de nós de esta estiver visível.

Existe também uma seta de empurrar (Push Here) apontando para a “coluna” da aba. Muitas vezes esta dobra é referida como apenas Reverse Fold. Para fazer uma Inside Reverse Fold, primeiro dobrar a aba (ambas camadas, a mais próxima e a mais distante) ao longa da linha de dobra indicada e depois desdobrar.

Isto serve para enfraquecer o papel na linha da dobra e para marcar já onde se vão fazer as dobras. Para fazer depois a Reverse Fold propriamente dita, separe as camadas (a mais próxima afastar da mais distante) e empurrar com o dedo na coluna da aba conforme indica a seta de “Push Here” modendo assim a aba para baixo e entre as abas.

Achate depois o papel. Conforme se vai tornando mais experiente vai ganhando a capacidade de dispensar o primeiro passo de dobrar e desdobrar passando de imediato à Reverse Fold, mas se é um iniciante então o primeiro passo ajuda muito.

Outside Reverse Fold

Dobraduras Básicas de Origami
Origami simples usando a técnica Outside Reverse Fold

A Outside Reverse Fold, que está directamente relacionada com a Inside Reverse Fold, é também uma forma de mudar a direcção de uma aba. Enquanto que a Inside Reverse Fold vira a aba através das suas bordas abertas, a Outside Reverse Fold vira-a na direcção oposta.

Uma Outside Reverse Fold é indicada com uma Valley Fold na camada mais próxima do papel e uma Mountain Fold na camada mais distante do papel, se visível) e seta mostrando a direcção do movimento do papel. Para Fazer uma Outside Reverse Fold, primeiro dobre e desdobre a aba ao longo da linha de dobra que se pretende para enfraquecer e moldar o papel.

Depois, separe as duas camada de papel e como que enrole a aba à volta do resto do modelo. Achate o papel. Tal como numa Inside Reverse Fold, até se tornar experiente, a primeira etapa de dobrar e desdobrar ao longo da linha de dobra que se pretende ajuda muito e deve ser feita.

Em muitas situações em que é difícil ver a camada de papel mais afastada é frequente apenas aparecer uma seta a uma Valley Fold na camada mais próxima (ultimo desenho).

Incorporando uma Reverse Fold

Dobraduras Básicas de Origami
Origami simples usando a técnica Incorporando uma Reverse Fold

Ás vezes é requerido que se “Incorpore uma Reverse Fold” quem se dobra uma camada a meio. É isto que se pretende.

Crimp

Dobraduras Básicas de Origami
Origami simples usando a técnica Crimp

Uma Crimp é utilizada para mudar a direcção de uma aba, ou de um ponto, e formar estruturas como bicos de aves, focinhos de animais, orelhas, ancas e patas. Existem vários tipos de Crimp.

Neste tipo de Crimp (acima) o papel é enrugado a partir de um ponto na borda aberta (na parte de baixo do papel que tem a bordas livres) e passa para cima de uma pedaço de papel pelo zig zag alternado de Valley Fold com Mountain Fold.

Este tipo de dobra é mostrado com os símbolos de configuração de borda (ver secção de símbolos).

Dobraduras Básicas de Origami
Origami simples usando a técnica Crimp

Neste tipo de Crimp mostrada acima, o papel passa por cima de outra parte papel mas na zona onde tem a dobra (neste caso, na parte de cima onde invés de ter duas camada livres tem um pico de uma montanha digamos assim).

Dobraduras Básicas de Origami
Origami simples usando a técnica Crimp

Neste terceiro caso, acima, o papel passa por cima de outro pedaço de papel mas quer em cima, quer em baixo, isto é, quem na zona de bordas abertas, quer na zona onde tem a dobra.

Se dermos atenção à execução, quer do segundo exemplo, quer do terceiro, vemos que são resultado de duas Inside Reverse Fold sequenciais. O segundo exemplo é descrito abaixo com duas Reverse Fold.

Dobraduras Básicas de Origami
Origami simples usando a técnica Crimp

Rabbit Ear Fold

Dobraduras Básicas de Origami
Origami simples usando a técnica Rabbit Ear Fold

Uma Rabbit Ear é uma forma de estreitar ou contrair uma aba de papel e assim mudar a sua direcção. É indicada com 3 Valley Fold que se encontram num ponto e uma quarta Mountain Fold emergindo desse ponto (primeiro desenho na linha de cima e terceiro desenho na linha de baixo).

Quase sempre, a aba é um triângulo e as três Valley Fold são a meio dos 3 ângulos do triângulo. Desta feita, uma forma para começar a fazer esta dobra é dobrando nas linhas que dividem os ângulos do triângulo a meio (desenhos da linha de cima).

Depois basta juntar dois lados do triângulo (habitualmente pressionando os dedos em dois dos lados do triângulo e com um dos bicos do triângulo a apontar para a mão) e depois dobrar, quebrar, o bico formado dobrando-o para um dos lados (primeiro desenho da segunda linha).

Leve a nova aba formada até abaixo e achate o papel. Como é mostrado no desenho, uma Rabbit Ear com as mesma 3 Valley Fold, pode tomar duas direções diferentes.

Num diagrama são indicadas setas mostrando o movimento que o papel deve levar. Além disso a localização da Mountain Fold também é diferente. Os desenhos de baixo mostram alguns exemplos de Rabbit Ear utilizados.

Dobraduras Básicas de Origami
Origami simples usando a técnica Rabbit Ear Fold

Squash Fold

Dobraduras Básicas de Origami
Origami simples usando a técnica Squash Fold

Uma Squash Fold é uma forma de converter uma aba já dobrada em duas. É indicada com uma Valley Fold, uma Mountain Fold a meio da aba e uma seta de “Empurrar Aqui” apontando para a borda que é para espalmar (primeiro desenho).

Para fazer uma Squash Fold, separe as camada abertas (fácil de meter um dedo por baixo da aba) e achate a aba de forma que a linha da sua borda (a borda que é apontada pela seta) fique exatamente sobreposta na linha na primeira Valley Fold, a dobra que é feita na base da aba. O ponto marcado com X ajudará a entender.

Swivel Fold

Dobraduras Básicas de Origami
Origami simples usando a técnica Swivel Fold

Neste exemplo temos uma simples Swivel Fold. Este tipo de dobra é utilizada em muitas pregas, frisos, rugas e Squash Fold.

Quando uma Squash Fold é feita enquanto de incorpora uma Swivel Fold numa camada de papel adjacente, um tipo de Swivel Fold é conseguido. É o que acontece no exemplo abaixo.

Dobraduras Básicas de Origami
Origami simples usando a técnica Swivel Fold

A Swivel Fold é uma forma de apertar uma aba sem mudar a sua direcção. É indicada por duas Valley Fold que se encontram num ponto com uma Mountain Fold entre eles (Primeiro diagrama).

Como na maioria da outras dobras, isto é mais fácil de conseguir se dobrar primeiro ao longo da linha que pretende incluindo ambas camadas da aba e depois desdobrar, enfraquecendo o papel.

As duas Valley Fold são depois feitas ao mesmo tempo e a Mountain Fold é feita quando se achata o papel. O ponto marcado com X nos desenhos ajuda a compreender.

Petal Fold (aplicada a um ponto)

Dobraduras Básicas de Origami
Origami simples usando a técnica Petal Fold, aplicada a um ponto

Uma Petal Fold é uma forma de ao mesmo tempo apertar um ponto em largura e aumenta-lo em comprimento. É indicada com uma Valley Fold e duas Mountain Fold que formam entre elas um triângulo e mais duas setas de Empurrar, uma em cada lado da Petal Fold (primeiro desenho).

Habitualmente as Mountain Fold são linhas que dividem ângulos a meio, neste caso, dividem o ângulo entre a linha da borda e a linha do meio do modelo.

Assim, e a exemplo das outras dobras, primeiro começa-se por dobrar e desdobrar. Neste caso vamos dobrar ao longa das linhas que dividem os ângulos a meio como é referido acima.

Depois de fazer estas duas dobras é que se vai fazer a correspondente Valley fold que liga o ponto onde as duas primeiras dobras encontram as bordas externas de cima.

A seguir de desdobrar todas a pré dobras feitas até agora, levanta-se o bico da aba que se quer fazer a Petal fold utilizando a Valley Fold feitas (terceiro desenho) e simultaneamente utiliza-se as dobras que dividem os ângulo a meio para pôr a bordas de fora para dentro. Vendo os pontos marcados com X ajuda a entender que acabam por se encontrar no meio do modelo.

Petal Fold (aplicada a uma borda)

Dobraduras Básicas de Origami
Origami simples usando a técnica Petal Fold, aplicada a uma borda

Também é possível obter-se um ponto ou um bico a partir de uma borda utilizando uma Petal Fold. Para fazer este tipo de Petal Fold, primeiro dobre e desdobra nas linhas que dividem os ângulos a meio (segundo desenho).

Depois levante a borda fazendo uma Valley Fold a partir do local onde as dobras feitas inicialmente se iniciam em cima (terceiro desenho).

Empurre agora o lados para dentro e achate o papel. Novas duas Valley Fold são feitas no momento que se achata a borda resultado num bico nessa mesma borda. Atente aos pontos marcados com X, conforme a Petal Fold é feita ele passam dos lados para se encontrarem no centro do modelo.

Inside Petal Fold

Dobraduras Básicas de Origami
Origami simples usando a técnica Inside Petal Fold

Uma Inside Petal Fold é uma mudança da convencional Petal Fold aplicada a uma borda. Faça primeiras dobras de dobrar e desdobrar como se fosse para a Petal Fold convencional aplicada a uma borda e depois levante a borda para juntar os dois lados de fora no meio (segundo desenho).

Depois segure com os dedos os dois lados da Petal Fold e afaste os dois lados (terceiro desenho). Empurre o meio da borda para dentro do modelo enquanto torna a juntar os lados do modelos.

Eu aconselho, para fazer esta dobra, a primeiro fazer exactamente como uma Petal Fold aplicada a uma borda até ao fim e depois então afastar os lados do modelo como é mostrado no terceiro desenho e depois inverter apenas algumas dobras (umas que eram Valley Fold passam a Mountain Fold) escondendo assim o bico que é formado na etapa final da Petal Fold convencional por baixo do modelo.

Double Rabbit Ear

Dobraduras Básicas de Origami
Origami simples usando a técnica Double Rabbit Ear

Uma Double Rabbit Ear é uma forma de encurtar um ponto mudando a sua direcção e que é mais seguro e firme que uma Rabbit Ear convencional (tem a mesma relação para uma Rabbit Ear que uma Reverse Fold tem para uma Valley Fold).

É indicada da mesma forma que uma Rabbit Ear só que as Valley Fold são substituídas por Mountain Fold (e a pequena Mountain Fold passa a Valley Fold) e uma seta de Empurrar indica o movimento do papel (primeiro desenho).

É possível de isto ser feito num único passo, mas é mais fácil se feito em dois passos. Primeiro, Squash Fold o ponto na direção indicada (segundo desenho).

A seguir fazer uma Petal Fold nesse mesmo ponto passando-o do lado direito para o lado esquerdo (terceiro desenho) e depois torna-lo a dobrar para a direita fazendo uma Valley Fold e sem desdobrar a Petal Fold feita.

Por fim juntar os dois lados da zona que foi espalmada dobrando-a a meio. O resultado é mesmo que tivesse feito duas Rabbit Ear, uma de cada lado, ou seja uma Double Rabbit Ear.

Open Sink

Dobraduras Básicas de Origami
Origami simples usando a técnica Open Sink

Open Sink é forma de esconder um ponto que não tem bordas livres, abertas, e por isso não podem ser aplicadas Reverse Fold. É indicada por uma seta sem preenchimento e sem cauda direcionada ao ponto que é para ser afundado e uma Mountain Fold no local onde é dobra é para ser feita (primeiro desenho).

Para fazer uma Open Sink, primeiro dobre e desdobre ao longo da linha que é para dobrar (ajuda se dobrar e desdobrar em ambas direcções, para trás e para a frente, várias vezes até, para enfraquecer o papel).

Depois, com cuidado, separe as bordas que se encontram no ponto e, com o dedo, empurre para baixo exatamente no bico mais acima (terceiro desenho) começando a achatar o papel.

Continue a achatar o papel até à linha onde fez as primeiras dobras e depois pressione o parte do meio para baixo enquanto fecha de novo o papel (como indicado no quarto desenho). Quando bem feito, todas a bordas que se conseguem no final estão bem alinhadas acima.

Closed Sink

Dobraduras Básicas de Origami
Origami simples usando a técnica Closed Sink

É também uma forma de esconder um ponto mas aqui consegue-se travar as bordas desse ponto todas juntas. Uma Closed Sink é indicada por uma seta com preenchimento e sem cauda apontando na direcção do ponto que é para afundar e uma Mountain Fold na linha que é para dobrar (primeiro desenho).

Para a fazer, comece por dobrar e desdobrar a linha pretendida (como para a Open Sink) mas agora invés de pressionar o bico de cima deixando o papel achatar, esconde-se esse bico segurando com os dedos num dos lados todas as camadas excepto uma que vai ser separada das outras de forma a que se obtenha uma forma cônica.

Depois, começando por um dos lados, empurre para baixo um dos lados (quarto desenho) de forma a começar a inverter. O mais difícil e começar a inverter.

Depois do ponto começar a inverter empurrar para baixo até estar completamente invertido. Nenhuma das bordas iniciais são visíveis quando a Closed Sink está completa. O último desenho mostra a distribuição das camadas por dentro do modelo.

Closed Wrap

Esta dobra está relacionada com as Closed Sink. O diagrama de baixo indica como fazer uma forma simples para depois praticar sobre ela.

Dobraduras Básicas de Origami
Origami simples usando a técnica Closed Wrap

Uma Closed Wrap é indicas com uma seta que vem de trás da aba para a frente, isto que dizer que a parte de trás do papel é para ser trazida para a frente. (Primeiro diagrama).

O que distingue uma Closed Wrap de outras manobras de tirar o papel de trás para a frente é que neste caso o papel por trás é continuo, não uma borda livre para agarrar e trazer para a frente.

Para fazer a Closed Wrap puxa-se um dos lados do modelo para fora com dois dedos (segundo desenho) e depois empurra-se a parte de fora, de cima, mais próxima de nós, para baixo do lado do modelo que afastamos (terceiro desenho).

A esquina da aba vai formar tipo uma depressão, uma cova, um bolso e assim ficar escondida dentro dessa cova.

Dobraduras Básicas de Origami
Origami simples usando a técnica Closed Wrap

Fonte: homepage.oninet.pt

Conteúdo Relacionado

 

Veja também

Origami de Tsuru

Origami de Tsuru

Origami de Touro

Origami de Touro

Origami de Sapo

Origami de Sapo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload the CAPTCHA.

300-209 exam 70-461 exam hp0-s41 dumps 640-916 exam 200-125 dumps 200-105 dumps 100-105 dumps 210-260 dumps 300-101 dumps 300-206 dumps 400-201 dumps Professor Messer's CompTIA N10-006 exam Network+