Breaking News
Home / Literatura Infantil / Poema para uma criança mendiga

Poema para uma criança mendiga

PUBLICIDADE

Toc, toc, toc, toc…

Alguém bate na porta

Toc, toc, toc, toc…

Alguém bate na porta.

Eu abri a porta

Era uma criança

Toda suja, parecia um bicho

Fechei a porta apresada!

Toc, toc, toc, toc…

Alguém, de novo,

Bate na porta

Com mais força.

Eu abri a porta

Com uma moeda na mão

Ela recusou, queria um pão

Tinha fome de leão.

Por que temos medo da gente que anda suja e com roupas esfarrapadas?

Veja também

Livro das Donas e Donzelas

PUBLICIDADE Clique nos links abaixo para navegar no capítulo desejado: Minhas Amigas Natal Brasileiro Conventos …

Flores – Júlia Lopes de Almeida

Júlia Lopes de Almeida PUBLICIDADE Escrevo estas linhas pensando em minhas filhas. Elas me compreenderão …

Cenas e Paisagens do Espírito Santo

PUBLICIDADE Clique nos links abaixo para navegar no capítulo desejado: Capítulo I Capítulo II Capítulo …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload the CAPTCHA.