Facebook do Portal São Francisco
Google+
+ circle
Home  Filo Chordata  Voltar

Filo Chordata

1. Introdução

Os cordados constituem um filo bastante heterogênio, abrangendo animais adaptados para a vidana água doca e salgada, na terra e no ar. São animais dotados de simetria bilateral, celomados, triblãsticos e segmentados.

Os cordados possuem características diferenciais e exclusivas que permitem o enquadramento de um animal neste grupo e que são encontradas pelo menos nos primeiros estágios de desenvolvimento as estruturas abaixo:

Notocorda ou córda dorsal: consiste em um bastão fibroso que confere sustentação ao corpo.

Fendas branquiais

São pequenos oríficios localizados na faringe e que se prestam à filtração de alimentos ou à respiração.

Tubo nervoso dorsal

O sistema nervoso ocupa posição dorsal e apresenta-se como um tubo nervoso longitudinal e único.

2. Origem

Um estudo comparativo entre invertebrados e protocordados mostrou que as formas larvais dos equinodermos (invertebrados) e dos hemicordados (protocordados) são, extremamente, parecidas, fato que serviu de argumento para se considerar os hemicordados aparentados com os equinodermos.

Portnato, os equinodermos devem ter dado origem aos hemicordados, e estes, por sua vez, podem ter originado os demais protocordados, que evoluíram até os vertebrados, segundo o esquema:

3. Divisão do Filo Chordata

O filo Chordata divide-se em quatro subfilos:

Hemichordata

Urochordata ou Tunicata

Cephalochordata

Euchordata ou Vertebrata

Os três primeiros subfilos( hemicodados, urocordados e cafacordados) correspondem aos cordados primitivos e, por isso, são considerados integrantes do grupo Protochordata( protocordados).

Os eucordados(vertebrados) dividem-se em dois grupos: Agnatha e Gnathostomata.

Os agnatos apresentam apenas uma classe: Cyclostomata;

Os gnatostomatos apresentam duas superclasses: Pisces (que compreende as classes Chondrichthyes ou peixes cartilaginosos e Osteichthyes ou peixes ósseos) e Tetrapoda (que compreende as classes Amphibia, Reptilia, Aves e Mammalia).

PROTOCORDADOS

Os protocordados (cordados inferiores) constituem um grupo de pequenos animais exclusivamente marinhos, que são considerados um elo de ligação entre os invertebrados e os vertebrados.

Os protocordadados têm certas características que permitem estabelecer diferenças entre eles e os vertebrados:

Não apresentam crânio (Acraniata) nem encéfalo

Não possuem coluna vertebral

Considerando o desenvolvimento da notocorda, os protocordados são divididos em três subfilos:

Hemichordata

Urochordata

Cephalochordata

EUROCORDADOS

Os eurocordados ou vertebrados têm como principal característica distintiva a presença da espinha dorsal ou coluna vertebral, formada por diversos segmentos ósseos chamados vértebras. Além disso, os vertebrados possuem um esqueleto compreendendo uma caixa craniana que envolve e protege o encéfalo (massa nervosa situada na cabeça e integrante do sistema nervoso central); daí o nome Craniata (craniados) que é aplicado aos animais desse grupo.

SUBFILO AGNATHA

São os vertebrados sem mandíbula. Os únicos representantes vivos pertencentes à classe Cyclostomata, na qual estão incluídas as lampréias. Os ciclostomados apresentam muitas características consideradas como primitivas, ou seja, as características que estavam presentes nos remotos ancestrais dos vertebrados. Uma lampréia possui o corpo alongado e circular, comprido lateralmente na parte caudal. Lembra muito uma enguia, mas é necessário não confundir os dois tipos de animais. As lampréias apresentam notocorda durante toda a vida.

Sua respiração é branquial.

Apresentam uma boca circular e carecem de mandíbula. Vivem tanto em água doce como salgada. São na maioria dos casos parasitas de peixes, nos quais aderem à pele através da boca e sugam sangue. Reproduzem-se nos rios com forte correnteza e passam por um estágio larval denominado "Ammocoetes".

SUBFILO GNATHOSTOMATA

São vertebrados com mandíbula, mais evoluídos que os agnatas.

Este grupo compreende as mais importantes divisões dos vertebrados, que podem ser resumidas em:

SUPERCLASSE PISCES

Animais com nadadeiras pares, respiração branquial e pele com escamas.

São os peixes. Divididos em duas classes mais importantes:

Classe Chondrichtyes

Peixes com esqueleto cartilaginoso, pele com escamas placódes e cinco a sete aberturas branquiais. Seus representantes são os tubarões, cações e raias.

Tubarão
Tubarão

Classe Osteichtyes

Peixes com esqueleto ósseo, pele com escamas ciclóides ou ctenóides e quatro pares de brânquias dentro de uma cavidade única, coberta pelo opérculo. Seus representantes são na maioria dos peixes viventes, por exemplo, sardinha, lambari, dourado, tainha, etc.

TETRAPODA

Vertebrados com quatro patas.

Apresentam pulmões, pele corneificada e esqueleto ósseo.

Divididos em quatro classe:

Classe Amphibia

Animais com pele úmida, fina e sem escamas. A maioria apresenta uma fase larval aquática e seus representantes são os sapos, rãs, salamandras, etc.

Sapo
Sapo

Classe Reptilia

Animais com pele seca, escamosa ou com placas córneas.

Seus representantes são os répteis: lagartos, cobras, jacarés, taratarugas, etc.

Classe Aves

Animais cobertos por penas. Seus membros anteriores são transformados em asas. Animais de sangue quente. Seus representantes são as aves, pássaros e passarinhos.

Classe Mammalia

Animais cobertos por pêlos; os filhotes mamam logo que nascem. Animais de sangue quente.

Seus representantes são os mamíferos, por exemplo: gato, ursos, boi, baleia, etc.

Fonte: br.geocities.com

Filo Chordata

Características Gerais dos Cordados

Evolução dos Cordados
Evolução dos Cordados

Os cordados constituem um filo extremamente diversificado quanto ao tamanho e ao aspecto geral de seus representantes.

Entre estes se incluem a ascídia e o anfioxo (cordados primitivos), além dos diferentes grupos de animais vertebrados: peixes, anfibios, répteis, aves e mamíferos.

O agrupamento de organismos tão diversos em um único filo baseia-se principalmente em aspectos do desenvolvimento embrionário.

Na fase de nêurula todos os cordados exibem o mesmo padrão básico de organização do corpo, sendo possível identificar as três estruturas que caracterizam o grupo: notocorda, fendas branquias e tubo nervoso dorsal.

Notocorda

Estrutura de sustentação, tecido conjuntivo modificado com fibras colágenas, é um tecido não muito rígido, flexível mas difícil de quebrar, as fibras se movimentam sem partir o tecido.

Possuem sistema nervoso formado por um tubo nervoso dorsal oco, apresentam a formação de fendas faríngeas perfuradas usadas principalmente para trocas gasosas e alimentação, além de reprodução, servem para a captação de oxigênio e limpeza do tubo digestivo; encontra-se uma cauda pós-anal muscular em algum período de vida do organismo;

Tubo Neural

Tubo de origem ectodérmica localizado na região dorsal do embrião, acima da notocorda. A partir do tubo neural desenvolve-se o sistema nervoso central dos cordados adultos;

Fendas Branquiais

Aberturas laterais da faringe; origem embrionária do sistema respiratório. Nos cordados aquáticos estas fendas dão origem às brânquias dos adultos. Nos demais cordados, cujos adultos possuem respiração pulmonar, as fendas branquiais se fecham durante o desenvolvimento.

Todas estas características aparecem em alguma fase da vida, ou seja, não necessariamente precisam ser todas aparentes, porém em alguma etapa do desenvolvimento embrionário o indivíduo apresentou todas as características descritas. Nos humanos não estão presentes todas estas características, porém estiveram presentes em algum momento.

Um dos critérios utilizados para classificar os cordados refere-se à substituição do tecido conjuntivo, que forma a notocorda, por tecido ósseo.

Em alguns cordados não ocorre esta substituição, sendo a notocorda a única estrutura de sustentação do corpo: são considerados cordados primitivos e reunidos no subfilo protochordata.

Os cordados em que ocorre esta substituição - a notocorda ser substituída pela coluna vertebral - estão reunidos no subfilo Vertebrata.

Os vertebrados são também denominados craniados, pois a porção anterior do sistema nervoso central - encéfalo - fica abrigada no interior de uma caixa óssea denominada crânio. Em oposição, os protocordados que não possuem crânio são chamados de acraniados.

Fonte: www.pucrs.br

voltar 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24 25 26 27 avançar
Sobre o Portal | Política de Privacidade | Fale Conosco | Anuncie | Indique o Portal