Facebook do Portal São Francisco
Google+
+ circle
Home  História Do Futebol  Voltar

História do Futebol

Origens

Nos finais da Idade Média e séculos posteriores desenvolveram-se nas Ilhas Britânicas e em zonas circunvizinhas distintos tipos de jogos de equipe, os quais eram conhecidos como códigos de futebol. Estes códigos foram se unificando com o passar do tempo, mas foi na segunda metade do século XVII que ocorreram as primeiras grandes unificações do futebol, que deram origem ao rúgbi (futebol americano), ao futebol australiano, etc. e ao desporto que hoje é conhecido em grande parte do mundo como futebol.

Os primeiros códigos britânicos se caracterizavam por terem poucas regras e por sua extrema violência. Um dos mais populares foi o futebol escolar. Por esta razão o futebol escolar foi proibido na Inglaterra por um decreto do Rei Eduardo III, que alegou ser um desporto não-cristão, e a proibição perdurou por 500 anos. O futebol escolar não foi a única forma de jogo da época; de fato existiram outras formas mais organizadas, menos violentas e inclusive que se desenvolveram fora das Ilhas Britânicas. Um dos jogos mais conhecidos foi o calcio fiorentino, originário da cidade de Florência, na Itália, no período da renascença, no século XVI. Este desporto influenciou em vários aspectos o futebol atual, não somente por suas regras, mas também pelo ambiente de festa em que se jogavam estes encontros.

Unificações do século XIX

Os clubes britânicos se dividiram em relação ao jogo denominado rúgbi, e enquanto vários decidiram segui-lo, outros decidiram rejeitá-lo, devido ao fato que nestes a prática de não tocar a bola com a mão era mais aceita. Entre estes últimos se encontravam os clubes de Eton, Harrow, Winchester, Charterhouse e Westminster. Em meados do século XIX foram dados os primeiros passos para unificar todos as regras e formas de jogo do futebol em um único desporto. A primeira tentativa foi em 1848, quando na Universidade de Cambridge, Henry de Winton e John Charles Thring convocaram membros de outras escolas para regulamentar um código de regras, o Código Cambridge, também conhecido como as Regras de Cambridge. As regras tinham uma semelhança significativa com relação as regras do futebol atual. Talvez o mais importante de todos foi a limitação das mãos para tocar a bola, passando a responsabilidade de mover a mesma aos pés. O objetivo do jogo era fazer passar uma bola entre dois postes verticais e debaixo de uma fita que os unia, ato chamado gol, e a equipe que marcava mais golos era a vencedora. Também foi criada uma regra de impedimento similar à atual. Os documentos originais de 1848 se perderam, mas é conservada uma cópia das regras do ano 1856.

Entre 1857 e 1878 foi utilizado um conjunto de regras de futebol que também deixaria características ao futebol moderno: o Código Sheffield, também conhecido como as regras de Sheffield. O código, criado por Nathaniel Creswick e William Prest, adotou regras que ainda hoje são utilizadas, como o uso de um travessão (poste horizontal) de material rígido, no lugar da fita que se usava até o momento. Também foi adotada a utilização de tiros livres, escanteios e arremessos laterais como métodos de reintrodução da bola ao jogo.

Embora estas unificações de futebol levaram a vários avanços para a criação do futebol moderno, 26 de outubro de 1863 é considerado por muitos como o dia do nascimento do futebol moderno.

Nesse dia, Ebenezer Cobb Morley iniciou uma série de seis reuniões entre 12 clubes de distintas escolas londrinas na Taberna Freemason's, com o objetivo de criar um regulamento de futebol universal e definitivo, que tivesse a aceitação da maioria. Concluídas as reuniões, em 8 de dezembro, onze dos doze clubes chegaram a um consenso para estabelecer 14 regras do novo regulamento, o qual recebeu o nome de association football, para diferenciá-lo de outras formas de futebol da época. Somente o clube Blackheath se negou a apoiar a criação destas regras, e acabou mais tarde se tornando um dos criadores de outro famoso desporto, o rúgbi.

O regulamento utilizado como base para o futebol foi o Código Cambridge, exceto dois pontos do mesmo, que eram considerados de muita importância para as regras atuais: o uso das mãos para transportar a bola e o uso dos tackles (contato físico brusco para tomar a bola do rival) contra os adversários. Este foi o motivo do abandono do clube Blackheath. Com o tempo o futebol e o rúgbi foram se distanciando e acabaram por serem reconhecidos como dois desportos distintos.

Junto da criação do novo conjunto de regras foi criada a Football Association, órgão que rege até hoje o futebol na Inglaterra. Nessa época, os estudantes das escolas inglesas desenvolveram as abreviaturas rugger e soccer (derivado de "association"), para designar a ambos desportos: o rúgbi e o futebol, respectivamente. Este último termo é majoritariamente utilizados para designar o futebol nos Estados Unidos.

Primeiros eventos

Já com as regras do futebol bem definidas, começou-se a disputar os primeiros jogos e torneios com esta nova modalidade. Em 30 de novembro de 1872, Escócia e Inglaterra disputaram a primeira partida oficial entre seleções nacionais, jogo que acabou num empate sem golos. A partida foi disputada no Hamilton Crescent, atual campo de críquete, em Partick, Escócia.

Entre janeiro de março de 1884 foi disputada a primeira edição do British Home Championship, que até seu fim foi o torneio entre seleções mais antigo da história. O primeiro título foi ganho pela Escócia.

Em 20 de julho de 1871, um jornal britânico propôs a criação de um torneio que fosse organizado pela Football Association, o primeiro passo para a criação da Copa da Inglaterra. Esse ano, a Football Association era composta por 30 equipes, mas somente 15 decidiram participar da primeira edição do torneio, a FA Cup 1871-1872, que foi ganha pelo Wanderers F.C. A primeira competição de liga chegou na temporada 1888/1889 com a criação da Football League. Participaram 12 equipes afiliadas à FA, e cada uma jogou 22 partidas. Este torneio foi vencido pelo Preston North End Football Club, que conseguiu o feito de vencer invicto.

Expansão internacional


A Seleção Britânica de Futebol venceu o primeiro campeonato internacional entre seleções.Com o passar dos anos, o futebol expandiu-se rapidamente nas Ilhas Britânicas, surgindo assim novas associações de futebol além da inglesa, as quais representavam as quatro regiões constituintes da então Reino Unido da Grã-Bretanha e Irlanda: a Scottish Football Association (Escócia, fundada em 1873), a Football Association of Wales (País de Gales, 1875) e a Irish Football Association (Irlanda, 1880). No final dos anos 1880 o futebol começou a expandir-se rapidamente fora do Reino Unido, principalmente devido à influência internacional do Império Britânico.

Os primeiros países a possuirem suas próprias associações de futebol fora das Ilhas Britânicas foram os Países Baixos a a Dinamarca, em 1889, a Nova Zelândia, em 1891, a Argentina em 1893, o Chile, a Confederação Helvética e a Bélgica em 1895, a Itália em 1898, a Alemanha e o Uruguai em 1900, a Hungria em 1901, a Noruega em 1902 e a Suécia em 1904.

O auge do futebol a nível mundial motivou a criação da FIFA em 21 de maio de 1904. As associações fundadoras foram as da Bélgica, da Espanha, Dinamarca, França, Países Baixos, Suécia e Suíça. As quatro associações de futebol do Reino Unido, as chamadas Home Nations, se opuseram à criação desse órgão.[20] Devido ao crescimento do futebol, a FIFA havia anunciado a primeira competição internacional de seleções para 1906, mas devido a problemas internos de várias associações a mesma não foi realizada. O futebol já havia sido apresentado ao mundo por meio de uma série de encontros de exibição durante os Jogos Olímpicos de 1900, 1904, 1906 (jogos intercalados), todos a nivel de clubes, até que a edição de 1908 recebeu pela primeira vez uma competição de seleções. A medalha de ouro foi para a Seleção Britânica.

Em 1916 foi fundada a Confederação Sul-Americana de Futebol, que nesse mesmo ano organiza a primeira edição do Campeonato Sulamericano de Futebol, atual Copa América. Este torneio se mantém até hoje como o mais antigo da história do futebol entre seleções nacionais, dos que ainda existem. Nessa primeira edição participaram: Argentina, Brasil, Chile e Uruguai, que foi o campeão.

A Primeira Guerra Mundial fez atrasar o desenvolvimento do futebol, mas as edições de 1924 e 1928 dos Jogos Olímpicos revitalizaram o desporto, particularmente as atuações da seleção uruguaia. Este novo crescimento do futebol fez com que a FIFA confirmasse em 28 de maio de 1928 em Amsterdã a realização de um campeonato mundial de seleções, cuja sede seria confirmada em 18 de maio de 1929 no congresso de Barcelona. Uruguai foi escolhido como a sede da primeira edição da Copa do Mundo, que ocorreu no ano do centenário da primeira Constituição uruguaia.

A seleção uruguaia tornou-se o primeiro campeão da história da competição. A segunda edição do torneio ocorreu em 1934, na Itália, e foi utilizada pelo ditador Benito Mussolini como propaganda de seu regime. A competição foi marcada pela intervenção de Mussolini, que fez de tudo para que a seleção italiana obtivesse o título, inclusive com ameaças aos árbitros da final. A terceira edição do torneio também foi marcada por Mussolini, que antes da final entre a Itália e a Hungria enviou um telegrama a sua seleção ameaçando os jogadores de morte. Finalmente a seleção azzurra, que vestiu um uniforme completamente preto representando o Partido Nacional Fascista, venceu a final por 4 a 2.

A Segunda Guerra Mundial também teve um efeito similar sobre o futebol. Em 1946 as Home Nations, que haviam se desfiliados da FIFA depois da Primeira Guerra Mundial, voltaram ao organismo internacional. 10 de maio de 1947 é considerada uma data de vital importância para o ressurgimento da FIFA e do futebol mundial, graças à realização da partida amistosa entre a seleção do Reino Unido e uma seleção de jogadores europeus, o Resto da Europa XI, no denominado Jogo do Século. O encontro foi disputado em Hampden Park, Glasgow, Escócia, diante de 135.000 espectadores. O time britânico venceu o jogo por 6 a 1, e a arrecadação da partida foi doada à FIFA para ajudá-la em sua refundação.

A primeira edição da Copa do Mundo FIFA depois da Segunda Guerra Mundial ocorreu no Brasil em 1950. A conquista da seleção uruguaia no lembrado Maracanaço coroou uma revitalização da FIFA e do futebol mundial.

Consolidação

Ryan Valentine marca para o Wrexham durante um jogo da Football League Two.A segunda metade do século XX foi a época de maior crescimento do futebol. O futebol sulamericano já se encontrava organizado desde 1916, ano no qual foi fundada a Confederação Sul-Americana de Futebol, mas o desporto em outras regiões começaria a se organizar nos anos 1950 e 60. Em 1954 o futebol europeu e asiático passou a ser regido pela União das Associações Europeias de Futebol (UEFA) e a Confederação Asiática de Futebol (AFC) respectivamente. Na África, foi fundada a Confederação Africana de Futebol (CFA) em 1957; na América do Norte, a Confederação de Futebol da América do Norte, Central e Caribe (CONCACAF) en 1961; e por último na Oceania, a Confederação de Futebol da Oceania (OFC) em 1966. Estas organizações se afiliaram à FIFA sob o estatuto de confederações.

Paralelamente às criações das novas confederações iniciaram-se as disputas dos primeiros torneios regionais de seleções, exceto a Confederação Sul-Americana de Futebol, que já disputava seu Campeonato Sulamericano de Seleções desde 1916. Em 1956 a AFC realizou a primeira edição da Copa da Ásia, e no ano seguinte a CFA organizou a Copa Africana de Nações. Em 1960 foi criado o Campeonato Europeu de Futebol (Eurocopa), que agrupa as seleções da UEFA. Por sua vez, a CONCACAF organizou pela primeira vez a Copa CONCACAF em 1963, que mais tarde seria substituída pela Copa Ouro. A Confederação de Futebol da Oceania foi a última a criar seu próprio torneio, a Copa das Nações da OFC, realizada pela primeira vez em 1973.

Devido à criação das confederações começaram-se a disputar os primeiros campeonatos internacionais a nível de clubes, sendo a primeira de seu tipo a Liga dos Campeões da UEFA, que reunia os campeões das principais ligas dos países da UEFA a partir de 1955. Cinco anos mais tarde se iniciou a Copa Libertadores da América, evento máximo para clubes de futebol afiliados à CONMEBOL, que foi disputada pela primeira vez em 1960. Nesse mesmo ano foi disputada a primeira edição da Copa Intercontinental, que reuniu os campeões de ambos torneios. Este torneio foi substituído em 2005 pela Copa do Mundo de Clubes da FIFA, campeonato que já havia tido uma edição em 2000. Este torneio passou a ser disputado por representantes de todas as confederações.

Enquanto isso, a Copa do Mundo FIFA se consolidou como o evento desportivo de maior importância no mundo inteiro, inclusive superando em audiência os próprios Jogos Olímpicos.

Influência no mundo

Popularidade

Segundo uma pesquisa realizada pela FIFA no ano de 2006, aproximadamente 270 milhões de pessoas no mundo estão ativamente envolvidos no futebol, incluindo jogadores, árbitros e diretores. Destas, 265 milhões jogam o desporto regularmente de maneira profissional, semi-profissional ou amadora, considerando tanto a homens, mulheres, jovens e crianças. Este valor representa cerca de 4% da população mundial. A confederação com maior porcentagem de pessoas ativamente envolvidas com o futebol é a CONCACAF, com cerca de 8,53% da população. Em contrapartida, na região da AFC esta porcentagem é de somente 2,22%. A UEFA tem uma porcentagem de participação de 7,59%; a CONMEBOL, de 7,47%; a OFC, de 4,68%; e a CFA, de 5,16%. Existem mais de 1,7 milhões de equipes no mundo e aproximadamente 301 000 clubes.

O país com mais jogadores que regularmente atuam (exceto crianças) é a China Continental, que possui 26,1 milhões de futebolistas. Em seguida vêm: Estados Unidos (24,4 milhões), Índia (20,5 milhões), Alemanha (16,3 milhões), Brasil (13,1 milhões) e México (8,4 milhões). Por outro lado, a entidade com menor quantidade de futebolistas regulares (excetuando-se crianças) é Montserrat, com apenas 300 jogadores, seguido das Ilhas Virgens Britânicas (658), Anguila (760) e as Ilhas Turcas e Caicos (950).

Futebol feminino

O futebol feminino tem apresentado um crescimento lento atualmente, principalmente devido a obstáculos sociais e culturais que não permitem o ingresso pleno da mulher ao desporto.[24] O primeiro jogo feminino sob as regras de futebol do qual se tem registros ocorreu em 1892, na cidade escocesa de Glasgow. No final de 1921 o futebol feminino foi proibido na Inglaterra, ação não seguida por outros países do mundo. Em 1969 o futebol feminino voltou a ser realizado na Inglaterra, motivo pelo qual começou a se expandir fora do seu território. A primeira partida internacional de seleções de futebol feminino ocorreu em 1972, casualmente 100 anos depois do primeiro encontro masculino, onde a Inglaterra venceu a Escócia por 3 a 2.[26] Os primeiros torneios mundiais começaram a ser disputados nos anos 1990: a Copa do Mundo de Futebol Feminino a partir de 1991 e como desporto olímpico desde 1996.

Segundo uma pesquisa realizada pela FIFA, existem cerca de 26 milhões de jogadoras no mundo. Em média, para cada 10 futebolistas (de ambos sexos) existe uma jogadora no mundo.

Fonte: www.cde.ensino.eb.br

História do Futebol

A discussão sobre quem inventou o futebol atravessa os séculos. O mais provável é que o esporte tenha se originado na China, 2.600 antes de Cristo. Seu nome era kemari. Com a finalidade de treinar soldados, 16 jogadores se dividiam em duas equipes para jogar uma bola de couro, cheia de chinas e cabelos, de pé em pé, sem derrubar, dentro de duas estacas que ficavam fincadas no chão e ligadas por um fio de cera.

História do Futebol

Os gregos também se dizem criadores do esporte. Por volta do século I a.C., existiu o epyskiros, mais um jogo militar, disputado na cidade de Esparta, utilizando como bola uma bexiga de boi cheia de areia. O número de jogadores subiu para quinze por time.

O jogo grego chegou a Roma e, na Idade Média, transformou-se no harpastum, um jogo onde militares se dividiam em defensores e atacantes para disputar a partida. Foi na atual Itália, em 1529, que surgiu na nobreza o gioco del calcio, com 10 juizes e 27 jogadores de cada lado, com posições fixas e, pela primeira vez, sem poder dar socos e pontapés.Na segunda metade do século 17, o "gioco del calcio" foi para a Inglaterra. O terreno tinha de medir 120 por 180 metros e em suas extremidades havia dois postes de madeira, chamados de gol (do inglês "goal", que significa "objetivo").

Somente em 1660, na Inglaterra, surgem regulamentações. O tamanho do campo é fixado em 80 por 120 metros e os postes teriam um metro de largura. A bola era de couro, cheia de ar, e deveria passar entre os postes. O número de jogadores foi determinado. O futebol, a partir de então, passou a fazer parte do cotidiano dos estudantes e dos filhos dos nobres. Em 1868, surgiu o árbitro e a evolução começou a se acelerar. Apareceram apito, travessão, redes, pênalti e, principalmente, o número de jogadores que permanece até hoje: 11. Numa conferência realizada em Cambridge, em 1848, estabeleceu-se um código único de regras.

O mais antigo clube de futebol, o Notts County, apareceu em 1862, um ano antes da formação da Football Association, que pegou como base o regulamento de Cambridge. Neste mesmo ano, Escócia e Inglaterra empataram por 0 a 0 no primeiro jogo internacional. Pouco antes de se profissionalizar, o futebol viu seu primeiro torneio internacional: a Copa Interbritânica. Finalmente, em 1885, iniciava-se o profissionalismo no futebol. No ano seguinte era criado o International Board, entidade encarregada de fixar e eventualmente mudar as regras do jogo. Em 1897, um time inglês chamado Corinthians fazia sua primeira excursão fora da Europa, ficando uma temporada na África do Sul. Para organizar campeonatos, fundou-se em 1888 a Football League.

Em 1901, surgiu o limite das áreas e seis anos depois, a "lei do impedimento". Neste meio tempo, em 1904, a Federação Internacional de Football Association, a Fifa, foi fundada em Paris. Nos Jogos Olímpicos, o futebol foi admitido em 1908 e a primeira seleção a ser campeã foi a Inglaterra, que venceu a Dinamarca por 2 a 0.

O FUTEBOL NO BRASIL

Embora todos digam que quem trouxe o futebol para o Brasil foi o paulista Charles Miller, existem controvérsias sobre isto. No início da segunda metade do século 19, marinheiros europeus que atracavam nos portos brasileiros praticavam o esporte em nossas praias. No ano de 1882, os funcionários da São Paulo Railway teriam aprendido a jogar e praticavam o esporte após o serviço. No mesmo ano, o futebol se propagou pelas ferrovias chegando até a Leopoldina Raiway, no Rio. Porém, a data oficial que ficou gravada nos livros é a de 1884, ano em que Miller, o paulista do Brás, voltava da Inglaterra, onde tinha ido estudar, trazendo duas bolas, calções, chuteiras, camisas e a bomba para encher a bola.

História do Futebol

A primeira grande partida teria acontecido no ano seguinte, 1885, na Várzea do Carmo, em São Paulo. Os protagonistas eram dois times formados por ingleses radicados na capital paulista, funcionários da Companhia de Gás, de um lado, e da São Paulo Railway, do outro. O resultado do jogo foi 4 a 2 para a São Paulo Railway. Em pouco tempo, o esporte passava a interessar aos brasileiros. Em 1898, estudantes do Mackenzie College, em São Paulo, fundaram o primeiro clube brasileiro para a prática do futebol: a Associação Atlética Mackenzie. O São Paulo Athletic, clube de ingleses, logo organizou seu departamento de futebol. Seguiram-se o SC Internacional e o SC Germânia.

História do Futebol

Em 1900, surgiram o SC Rio Grande, no Rio Grande do Sul, e a AA Ponte Preta, em Campinas. Em 1902, foi realizado o primeiro Campeonato Paulista e o vencedor foi o São Paulo Athletic Club. Nesse ano, o Fluminense FC é fundado no Rio. Quatro anos depois, aconteceria a primeira partida internacional oficial no Velódromo, em São Paulo, entre a Seleção Paulista e uma seleção sul-africana. Os paulistas perderam por 6 a 0.

Em 1910, o Fluminense promoveu uma excursão do time do Corinthians da Inglaterra, que alcançou grandes vitórias em gramados brasileiros. Em homenagem a esse time inglês, foi fundado em São Paulo um clube que seria muito famoso no futuro: o Sport Club Corinthians Paulista. O Flamengo surgiu no Rio, em 1911, como time de futebol.

A primeira vitória brasileira no exterior aconteceu em 1913. O time do Americano, reforçado, fez 2 a 0 sobre o combinado de Buenos Aires. No ano seguinte, foi fundada a Federação Brasileira de Sports que, em 1916, passou a se chamar CBD (Confederação Brasileira de Desportos), reconhecida pela Fifa em 1923. Já a primeira partida profissional no Brasil só aconteceu em 1933 entre o Santos FC e o São Paulo FC. Sete anos depois, São Paulo ganhou o estádio do Pacaembu e, em 1948, foi lançada a pedra fundamental do Maracanã.

O Vasco se tornou o primeiro time brasileiro a vencer uma competição no exterior, ao ganhar o Torneio dos Campeões, em 1948, no Chile. A evolução culminaria em 1958, na Suécia, com a conquista pela primeira vez da Copa do Mundo. Quatro anos depois, o Brasil tornou-se bicampeão mundial, jogando novamente no Chile. Confirmando essa supremacia, o Santos FC ganhou seguidamente, em 1962/63, o campeonato mundial interclubes. No México, em 1970, a seleção brasileira realizou o grande sonho nacional: a conquista do tricampeonato mundial e a posse definitiva da Taça Jules Rimet. Um novo título mundial só viria em 1994, na Copa dos Estados Unidos.

CURIOSIDADES

As redes não são obrigatórias! Elas são utilizadas por puro bom senso.

As caneleiras são obrigatórias, mas as chuteiras não. Um jogador pode utilizar um calçado comum ou até mesmo jogar descalso, caso haja um consenso e todos fiquem descalsos também;

Se um assistente (bandeirinha) não estiver atuando corretamente, o árbitro pode expulsá-lo;

Se o jogo se encerrar cinco minutos ou mais antes dos 45 minutos regulamentes, os jogadores deverão retornar ao gramado para disputar os minutos restantes;

Se um jogador for expulso antes do apito de início de jogo, ele pode ser substituído;

Se um jogador cobrar um tiro de meta ou um tiro direto para seu próprio gol e a bola entrar, é escanteio e não gol;

Se o tiro de meta for cobrado e um jogador do time pegar a bola dentro da área não é pênalti, pois a bola não entrou em jogo. A cobrança será refeita. O mesmo acontece se o defensor fizer uma falta no adversário antes de a bola sair da área;

Se um jogador, na hora da cobrança do pênalti, der um toquinho para frente, o companheiro vier correndo e completar o lance para dentro do gol, o tento é válido. No entanto, se o toque for para trás, a cobrança é repetida;

Se o árbitro mandar repetir uma cobrança de penalidade, o jogador que fez a primeira cobrança pode ser substituído;

Na Copa da Turquia 92/93, o Galatasaray foi eliminado pelo Genclrbiligi após 34 cobranças de pênaltis. O placar final foi 17 a 16.

TERMOS POPULARES

Afiado

Ataque que joga com perfeição;

Aleijado

Jogador sem valor;

Aluga-se meio campo

Domínio absoluto de um time sobre outro;

Balaço

Chute muito forte;

Bamba

Jogo vencido por mera casualidade;

Bagaceiro

Último colocado;

Barba, cabelo e bigode

Três vitórias de um time sobre outro, nas diversas divisões, no mesmo dia;

Barrado

Jogador titular que perde a posição;

Bate-pronto

Lance em que um jogador chuta logo depois que a bola quica no campo;

Bequeira

Zaga;

Bicanca

Chuteira;

Bola e tudo

Gol que o atacante faz levando a bola até o gol;

Borboleta

Jogador que muda muito de clube;

Bilhar

Gramado bem cuidado;

Cabeça inchada

Torcedor triste com a derrota;

Caixa de fósforo

Estádio pequeno;

Cama de gato

Escorar o adversário nas costas;

Canja

Jogo fácil;

Carona

Torcedor que não paga ingresso;

Casca de ferida

Jogador chato na marcação;

Cavalaria

Jogo bruto do adversário;

Chorão

Jogador que reclama muito;

Costura

Jogada ofensiva de jogadores trocando a bola;

Doente

Torcedor fanático;

Encheu o pé

Bola chutada com força;

Engoliu

Goleiro que se deixa vencer;

Enterrou

Jogador que prejudica o time;

Entregou o jogo

Equipe que se fez derrotar;

Entregou os pontos

Time que se abate;

Entrou na lenha

Árbitro agredido por torcedores;

Espirrou

Chute que não pega bem na bola;

Fez número

Jogador que entrou sem uma boa participação;

Fogo de palha

Time que vence mas ninguém confia na seqüência;

Foguete

Chute rápido;

Folgada

Vitória tranqüila;

Forra

Revide;

Freguês

Aquele que perde com frequência do outro;

Furão

Jogador que chuta em falso;

Gato

Jogador com idade alterada;

Galo de zona

Time forte no seu campo;

Jogo limpo

Jogo correto;

Jogo sujo

Jogo desleal;

Jogo roubado

Resultado de uma má arbitragem;

Jogou pedrinhas

Jogou mal;

Juvenil de bigodes

Jogador adulto em equipes juvenis;

Lambuja

Gol de vantagem em apostas;

Lavada

Grande derrota;

Lavou

Derrotou;

Mandou o jogo

Time que domina a partida;

Maquinha

Jogador dinâmico;

Marreta

Carga com os ombros;

Martelada

Forte cabeçada;

Massa

Jogador robusto;

Pau a pau

Jogo equilibrado;

Pega

Partida de grande rivalidade;

Pelada

Futebol de rua;

Pelotaço

Chute forte;

Peludo

Goleiro ou atacante com sorte;

Peneira

Goleiro vencido várias vezes, seleção de novos jogadores;

Perna de pau

Jogador medíocre;

Pixotada

Jogador com falhas de uma criança;

Pregado

Jogador ou time esgotado;

Puxada

Chutar de costas para qualquer lugar;

Puxeta

Chutar de costas para o gol;

Rifou

Clube que dispensou o jogador, chutar bola para longe;

Ripada

Jogo violento;

Rixa

Encontro de forte rivalidade;

Rosário

Série de gols;

Roxo

Dedicado torcedor de um clube;

Sanduíche

Lance em que dois jogadores prensam um adversário;

Sem-pulo

Chute de primeira, sem que a bola quique no chão;

Sentou na bola

Jogador que zomba do adversário;

Sopa

Jogo fácil;

Sururu

Conflito;

Tabuleiro

Campo gramado;

Tampinha

Jogador miúdo;

Tourada

Jogo bruto;

Tapetão

Vitória obtida através de recurso aos tribunais;

Tijolo

Chute forte para o gol;

Tirambaço

Chute forte;

Trivela ou três-dedos

Chute com efeito;

Xerife

Jogador que é uma autoridade em sua área;

Zebra

Um time fraco ganha de um forte.

Fonte: www.gazetaesportiva.net

voltar 1 2 3 4 5 6 avançar
Sobre o Portal | Política de Privacidade | Fale Conosco | Anuncie | Indique o Portal