Breaking News
Home / Esportes / Rivellino

Rivellino

PUBLICIDADE

 

Rivellino

Nome completo: Roberto Rivellino

Nascimento: São Paulo, 1/1/1946

Clubes onde jogou

Corinthians
Fluminense
El Helal

Títulos

Campeão do Torneio Rio-São Paulo (1966) pelo Corinthians
Campeão Carioca (1975 e 1976) pelo Fluminense
Campeão da Copa do Rei (1979)
Campeão da Copa da Arábia Saudita (1980 e 1981)
Campeão da Minicopa (1972)
Campeão Mundial (1970) pela seleção brasileira
Jogos pela seleção brasileira: 121
Gols pela seleção brasileira: 43

Foi um excelente lançador e um exímio cobrador de faltas. A potência de seu chute de perna canhota lhe rendeu o apelido de “Patada Atômica”.

Sempre temperamental dentro de campo, também era um excelente driblador e popularizou o chamado elástico, inventado pelo nissei Sérgio Echigo, companheiro no aspirantes do Corinthians. Foi o maior ídolo do argentino Maradona.

Iniciou a carreira no Corinthians em 1963, depois de ser rejeitado pela peneira do Palmeiras. Na época, tinha o apelido de “Malloca” e jogava pela equipe de aspirantes do clube.

Profissionalizou-se em 1965 e logo ganhou o status de ídolo e o apelido de “Reizinho de Parque”. Pelo Corinthians, conquistou o título de campeão do Torneio Rio-São Paulo de 1966.

Deixou o clube em 1974, brigado com a diretoria, mas mesmo assim é considerado um dos maiores ídolos da história do clube.

Em 1975, acertou sua transferência para o Fluminense. Estreou contra o Corinthians, que o havia dispensado meses antes, e marcou três gols na vitória de sua nova equipe por 4 a 1.

No mesmo ano de sua chegada ao Rio de Janeiro, conquistou o seu primeiro título estadual na carreira e, em 1976, repetiu o feito pela equipe carioca.

Em 1978, depois da Copa da Argentina, assumiu compromisso com o Al Helal, da Arábia Saudita, onde jogou por três anos e conquistou a Copa do Rei de 1979 e o bicampeonato da Copa da Arábia Saudita de 1980 e 1981.

Tentou voltar para o Brasil para defender o São Paulo, mas foi impedido por uma cláusula de seu contrato com o time estrangeiro e decidiu encerrar a carreira.

Com a seleção brasileira, Rivelino disputou as Copas do Mundo de 1970, no México, quando sagrou-se tricampeão, de 1974, na Alemanha (quarto lugar), e de 1978, na Argentina (terceiro lugar).

Marcou 43 gols nas 121 partidas disputadas pelo Brasil, entre jogos oficiais e amistosos. Desde 1984, Rivellino comenta futebol pela televisão. Segue também a carreira de empresário e dá aulas de futebol para crianças, em São Paulo.

Fonte: futebol.bol.com.br

Veja também

Gilmar

Gilmar, Futebol, Jogador, Títulos, Goleiro, História, Clubes, Gols, Seleção Brasileira, Atuação, Mundial, Jogos, Carreira, Gilmar

Leônidas

Leônidas, Jogador, Futebol, Clubes, Títulos, Biografia, Capitão, Ídolo, Diamante Negro, Treinador, Vida, Carreira, Leônidas

Arthur Friedenreich

Arthur Friedenreich, Futebol, Jogador, Gols, Títulos, Campeão, Guinness Book, Clubes, Esporte, Morte, Arthur Friedenreich

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload the CAPTCHA.