Facebook do Portal São Francisco Google+
+ circle
Home  Thiago de Mello  Voltar

Thiago de Mello

 

Nascimento: 30 de março de 1926, Barreirinha, Paraná do Ramos.

Thiago de Mello - Vida

Thiago de Mello
Thiago de Mello

Thiago de Mello, nascido em 1926 no estado do Amazonas, Brasil, é o poeta mais representativo e célebre da Amazônia.

Ministro da Cultura do Estado do Amazonas e tem servido, em muitas ocasiões, em postos diplomáticos importantes em vários países, incluindo Chile e Bolívia.

Sua carreira literária começou em 1951 com a publicação de seu livro Silencio e Palavra (Silêncio e Palavra).

Desde então, seu turbilhão e criatividade maravilhosa continuou inabalável. A coleção Vento Geral reúne uma dúzia de livros publicados antes de 1981.

Sua voz poética foi traduzido para muitas línguas, incluindo Inglês, espanhol, francês e alemão.

Em 1970, nos Estados Unidos, Geo Pflaum Publisher publicou uma seleção de seus poemas intitulada O que conta é a Vida. Sua obra foi traduzida para o espanhol por amigo de Thiago de Mello, Pablo Neruda, e por Mario Benedetti.

Thiago de Mello - Em seus ensaios, poemas, e em seu ativismo social e político - sempre foi um defensor apaixonado da sua região natal, e exaltou-lo como uma reserva ecológica chave para toda a humanidade.

Poesia

Silêncio e Palavra, 1951
Narciso Cego, 1952
A Lenda da Rosa, 1956
Faz Escuro, mas eu Canto, 1965
A Canção do Amor Armado, 1966
Poesia comprometida com a minha e a tua vida, 1975
Os Estatutos do Homem, 1977
Horóscopo para os que estão Vivos, 1984
Mormaço na Floresta, 1984
Vento Geral – Poesia 1951-1981, 1981
Num Campo de Margaridas, 1986
De uma Vez por Todas, 1996

Prosa

A Estrela da Manhã, 1968;
Arte e Ciência de Empinar Papagaio, 1983
Manaus, Amor e Memória, 1984
Amazonas, Pátria da Água, 1991
Amazônia — A Menina dos Olhos do Mundo, 1992
O Povo sabe o que Diz, 1993
Borges na Luz de Borges, 1993

Thiago de Mello - Biografia

Thiago de Mello
Thiago de Mello

Thiago de Mello trouxe as influências de sua terra natal Amazônia para sua música, utilizando instrumentos como o Boca do Mato, boca-de-barro e pau de chuva, construído com pedaços de madeira e outros materiais rústicos.

Ele teve suas composições gravadas por Paul Winter, Sharon Isbin, Paquito d'Rivera, Cláudio Roditi, Carlos Barbosa Lima, Tibério Nascimento e Richard Kimball.

Thiago de Mello participou em dois registros nomeados para os Grammy Awards, Hearts & Minds, por Susannah McCorkle, e, como compositor, em Sonhos de um Mundial, por Sharon Isbin.Brother do poeta Thiago de Mello, Thiago de Mello (ambos usam apenas seus sobrenomes) mudou-se para New York NY em 1966, perturbado pela situação política no Brasil, estreando na cena como intérprete de bossa nova em clubes da mesma cidade.

Em 1970 ele fundou a Sociedade guitarra das Nações Unidas, tendo sido seu diretor para os próximos 10 anos.

Sua Amazon (1973) teve a participação de Dom Salvador (piano), Airto Moreira (percussão), Cláudio Roditti (trompete), Paulo Moura (ventos) e Don Payne (baixo).

Em 1985, ele participou da Corrente da guitarra no Carnegie Hall (Nova Iorque, NY).

Em 1986 e 1987 ele era um convidado Paul Winter em suas performances, sendo também um convidado especial para Carlos Barbosa Lima em seu show de 1988 realizado no Carnegie Recital Hall (Nova Iorque NY), comemorando seus 30 anos como instrumentista profissional.

Três anos mais tarde ele se apresentou novamente com Barbosa Lima Smith Square de São João (Londres, Inglaterra) e em Berkeley e Monterey (CA).

Em 1992, ele participou de outro concerto na Smith Square de São João, desta vez com Barbosa Lima, Laurindo de Almeida e da Orquestra Wren de Londres.

Na cimeira ecológica mundo Rio Eco 1992, realizada no Rio de Janeiro com Paul Winter e Oscar Castro-Neves.

Com Sharon Isbin (guitarra) e Paul Winter (saxofones) gravou Journey to the Amazon, com seis de suas composições e também seus arranjos.

O álbum liderou as paradas de world music de Tower Records, sendo eleito pela Downbeat como o melhor reedição de 1999.

Em 1998, seu primeiro LP, Amazon, cujas fitas mestre tinha sido destruído em um incêndio, foi recuperada e reeditado na Europa e no Brasil, alcançando o primeiro lugar da carta do mundo Tower Records.

Thiago de Mello também escreveu trilhas sonoras para teatro (The Well of Living Waters, The Visit, saia do rei, de Marti para Pietri, crescendo acima gótico, Carioca, Twelfth Night and Broadway Melody 1492), cinema (Quem vai ajudar pequenos Paulo e Meninos da pradaria inverno) e dança (Recurrent Insomnia / Manágua).

Em 2000 lecionou os cursos de Verão da Escola de Música de Brasília, tendo realizado no Teatro Nacional daquela cidade.

No Rio de Janeiro ele acompanhou Ithamara Koorax em seu show de Bossa Nova Meets Drum'n'bass no Bar do Tom.

Thiago de Mello - Poesia

Thiago de Mello
Thiago de Mello

"A poesia de Thiago de Mello mostra seu envolvimento com os dramas e desafios da sua época. Thiago é um dos poucos poetas em quem biografia e entrelaçam trabalho, criando um todo orgânico. Seus livros são retratos evocativos de um itinerário através de existência e poesia. Várias vezes o poeta foi forçado a lutar, para si mesmo o exílio; ele é um lutador que sempre foi fiel aos seus princípios, a sua verdade e suas quimeras. Ele usou a poesia como seu comércio, e na literatura, encontrou a justificação para a sua vida. Por outro lado, fez-se através da poesia. É significativo que, forçados a escolher entre a segurança de uma profissão estável e a insegurança material daqueles que vivem por escrito verso, ele escolheu poesia. "

"Depois de na fase inicial da poesia predominantemente lírico, Thiago de Mello, o famoso poeta brasileiro, tornou-se popular principalmente para os poemas inspirados por sua atividade Política contra o regime militar instalada no Brasil em 1964. Durante esse período, ele refugiou-se primeiro no Chile, onde viu a queda de Salvador Allende, e mais tarde, vivendo como refugiado político, na Alemanha, França e Portugal. Voltando ao Brasil, ele decidiu estabelecer-se em sua terra natal, na margem do grande rio Amazonas, e tornou-se um defensor da floresta húmida equatorial, sua fauna e flora ameaçada por predatória sobre-exploração. De Barreirinha ele viaja frequentemente para várias partes do Brasil e América Latina, inspirando a luta dos brasileiros sensíveis a respeitar e proteger a floresta. "Sérgio Bath

Fonte: www.smith.edu/www.allmusic.com

Sobre o Portal | Política de Privacidade | Fale Conosco | Anuncie | Indique o Portal