Breaking News
Home / Biografias / João Maimona

João Maimona

PUBLICIDADE

Nascimento: 8 de Outubro de 1955.

Naturalidade: Kibocolo, Maquela do Zombo.

João Maimona – Vida

João Mamona
João Maimona

Nasceu a 8 de outubro de 1955, em Quibocolo, município de Maquela do Zombo, na província do Uíge.

Em 1961 fez parte de um contingente de Angolanos refugiados na atual República do Zaire.

Estudou Humanidades Científicas em Kinshasa e em 1975 ingressou na Faculdade de Ciências do “Campus” também em Kinshasa, tendo só em 1976 regressado ao país.

Em 1978 fixou residência na província do Huambo onde licenciou-se em Medicina Veterinária.

É diplomado em Estudos Superiores Especializados de Virologia Médica e Epidemiologia Animal, pelo Instituto Pasteur de Paris e pela Ecole Nationale Veterinaire d’Alfort, França.

É quadro do Ministério de Agricultura e do Desenvolvimento Rural e desempenhou as funções de Diretor Nacional do Instituto de Investigação Veterinária (I.I.V.), de 1991 a 1993.

Seus textos encontram-se em diversas publicações periódicas no país e no estrangeiro.

Em 1984 venceu no concurso de literatura do INALD o prêmio SAGRADA ESPERANÇA de poesia e como conseqüencia viu logo publicado o seu primeiro livro intitulado, TRAJETÓRIA OBLITERADA.

É assistente da Universidade Agostinho Neto.

Em 1987, foi distinguido com a medalha de bronze no concurso internacional de poesia, organizado pela Academia Brasileira de Letras, na cidade do Rio de Janeiro. Tem colaboração dispersa pela imprensa angolana e estrangeira.Figura na Antologia No Caminho Doloroso das Coisas (1988).

É deputado à Assembleia Nacional.

É membro fundador da Brigada Jovem de Literatura do Huambo e é igualmente membro da União dos Escritores Angolanos.

Obra poética

João Mamona

Trajetória Obliterada, 1984, Luanda, INALD;
Traço de União, 1987, Luanda, União dos Escritores Angolanos;
As abelhas do dia, 1988, Luanda, União dos Escritores Angolanos;
Quando se ouvir o Sino das Sementes, 1993, Luanda, União dos Escritores Angolanos;
Idade das Palavras, 1997.

“As Colheitas do Senhor Governador”, de João Maimona, lançada em Setembro de 2010, em Luanda, segundo o escritor, contém elementos de ficção teatral e de realidade do quotidiano angolano e outros países, tais como a corrupção, promiscuidade e poligamia.

“São fragmentos que se enquadram tanto na realidade de Angola como de outras nações”, disse o autor, acrescentando que estes elementos devem merecer a reflexão da sociedade para que haja uma correção dos mesmos, de forma a proporcionar harmonia e progresso.

De acordo com João Maimona, no livro, que tem mil exemplares publicados, também há capítulos que abordam a incompetência na gestão da coisa pública. “Se o objeto público não for bem tratado, o cidadão fica marginalizado e aí…”, salientou.

Por sua vez, o escritor Albino Carlos salientou que João Maimona “é uma das penas da literatura angolana que sempre surpreendeu o seu leitor”.

Na sua opinião, O livro é um libelo que vem fazer uma crítica social e um alerta a alguns fenómenos que a sociedade angolana enfrenta ultimamente.

João Maimona – Biografia

João Mamona

“inventei alegorias. Palavras cobrindo sublavras: eram metáforas quando meus dedos cantaram o rosto do meu retrato e concebi o lúmem atravessado por silêncios”

In Idade das Palavras.

Nascido em Kibokolo, Maquela do Zombo, província do Uíge, João Maimona, é atualmente deputado da Assembleia Nacional, pela Bancada do MPLA

Estudou humanidade cientifica em Kinshasa, República Democrática do Congo. Em 1978, fixou residência na província angolana do Huambo, onde licenciou-se em Medicina Veterinária.

“as palavras que desciam uma e outra . a síncope/ da realidade não podia silenciar o sismo e os rios/ d’africa que espreitavam subúrbios:/ o sonho apaixonado de um destino comum”

In Festa da Monarquia

João Maimona é diplomado em estudos superiores especializados em virologia médica e epidemiologia animal, pelo institut pasteur de Paris e pela École Nationale Vétérinaire d´Alfort, na França.

Poeta, ensaísta e crítico literário, foi membro fundador da Brigada jovem de literatura no Huambo.

Foi laureado duas vezes com um dos mais prestigiados prémios nacionais, o prémio Sagrada Esperança, com as obras Trajetória Obliterada (1984) e Idade das Palavras (1996).

Em 1987 foi distinguido com a medalha de bronze no concurso internacional de poesia organizado pela academia brasileira de letras, na cidade do Rio de Janeiro.

Sua obra poética é objeto de estudo em diversas universidades, nomeadamente na Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa (Portugal) e na Pontifícia Católica de Minais Gerais (Brasil).

“fiz voar uma noite consciente/ apenas/ uma lágrima imensa deixei cair/ á beira da palavra perfeita/há uma noite que sobrevive em cada lágrima”.

In Idade das Palavras.

Figura em distintas antologias em Angola, Portugal, Brasil, Espanha, Bélgica, França e Macedónia. Alguns dos poemas seus foram objeto de tratamento no âmbito da escultura, numa belíssima amostra de intertextualidade protagonizada pelo escultor angolano Massongi Afonso, um dos mais proeminentes nomes das artes plásticas angolanas, intitulada O falar das Máscaras. Poesia e escultura, exposição essa que sob os auspícios da Alliance Française de Luanda, esteve aberta ao público durante o mês de Abril de 2000, na associação dos franceses de Angola.

João Maimona é autor de 7 obras, nomeadamente: Trajetória Obliterada (Poemas ? 1985), Les Roses Perdeus de Cunene (Poemas ? 1985), Traço de União (Poemas ? 1987), Diálogo com a Peripécia (teatro ? 1987), As Abelhas do Dia (Poemas ? 1988).

Fonte: betogomes.sites.uol.com.br/www.uea-angola.org

Veja também

Kim Jong-un

Kim Jong-un

PUBLICIDADE Biografia de Kim Jong-un Líder Militar e Ditador Famoso como: líder supremo da Coreia …

Angela Merkel

Angela Merkel

PUBLICIDADE Nome: Angela Merkel Ocupação: Chanceler da Alemanha Data de nascimento: 17 de julho de 1954 Educação: Universidade de …

Gilberto Freyre

PUBLICIDADE Biografia Nascimento: 15 de março de 1900, Recife, Pernambuco Falecimento: 18 de julho de 1987, Recife, …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload the CAPTCHA.