Breaking News
Home / Biologia / Tarântula

Tarântula

PUBLICIDADE

Existem cerca de 700 tipos, ou espécies, de tarântulas.

As Tarantulas são encontradas nas florestas e selvas da América do Sul e Central, na África e na parte sul da América do Norte.

Muitas Tarantulas vivem em tocas subterrâneas.

Muitas Tarantulas vivem em covas subterrâneo.

Mesmo que elas não tecem teias as Tarantulas usam sua seda para fazer portas ou paredes macias para sua toca ou casas em forma de túnel em árvores.

As Tarântulas são caçadoras noturnas e atacam suas presas. Elas comem insetos, besouros e gafanhotos.

Os predadores que a tarântula tem medo são das doninhas, gaviões, corujas, gambás e serpentes. Seu pior inimigo é a Aranha Vespa.

O que é

É uma aranha de índole mansa que, ao ser descoberta, prefere fugir, sendo que, às vezes, após frustadas tentativas de fuga, coloca-se numa posição semelhante à da armadeira, sem no entanto atingir o grau de agressividade desta.

Tamanho: seu comprimento total vai até 2 cm, tendo pernas de 2,5 a 3 cm.

Apresenta uma coloração acinzentada, tendo na face dorsal do abdomem uma seta preta, característica dessa aranha.

Conhecida também como aranha de jardim e aranha de grama, vive nos gramados, jardins, campos e prados, nas proximidades de lagoas, etc.

A picada da tarântula não é muito profunda, causando uma dor tolerável.

O veneno age apenas a nível de tecido (ação proteolítica), não ocorrendo intoxicação de espécie alguma. Na região, aparece uma tumefação, seguida de vermelhidão e arroxeamento e, finalmente, úma pequena ferida. Após alguns dias, há uma necrose do tecido, que custa a sarar, deixando uma cicatriz indelével.

Não há, portanto, perigo de vida e a aplicação de soro não se faz necessária. Deve-se apenas tratar o local com pomadas antinflamatórias, anti-histamínicas e antibióticas.

Tarântula
Tarântula

LYCOSA (tarântula, aranha de jardim)

Aranha-de-grama, habitam gramados e jardins.

Não causam problemas sérios.

Não causam problemas sérios.

Tamanho: corpo – 3cm; envergadura – 5cm.

Desenho negro em forma de flexa no abdome.

Aranhas errantes, não constroem teias.

Tarântula
Tarântula

Nome Científico: Lycosa tarantula

Outros Nomes: aranhas de grama e de jardim,

Nome em inglês: wolfspiders

Origem do Nome: O nome pode ter-se originado na cidade de Tarento, na Itália, onde Lycosa torentula era abundante ou segundo Hecker de Torrantola, o que rasteja no chão.

Comprimento: até 2,5 cm. Os machos abanam os pedipalpos durante o namoro.

Cor: marrom-amarelada no corpo e pernas

FILO: Arthropoda
CLASSE: Arachnida
ORDEM: Araneae
FAMÍLIA: Lycosidae

Distribuição geográfica: Estão espalhadas por todo o mundo, até mesmo nas montanhas altas e no ártico.

Descrição

A família caracteriza-se pela disposição dos oito olhos em três filas, a primeira mais próxima da borda das quelíceras com quatro, a segunda com dois e a terceira com dois. São aranhas astutas, caçadoras , ágeis e capturam suas presas no pulo e matam-na com sua peçonha.

Onde são encontradas

São encontradas com grande facilidade nos campos, á beira de piscinas, nos gramados dos jardins, sob os arbustos e cercas vivas ou ao lado dos muros divisórios. Gostam de expor-se ao sol da tarde e, temperatura abafada e dias nublados tornam-nas ativas. É bastante freqüente em sítios ou fazendas, mesmo nas imediações do homem.

Acidentes

A maioria dos acidentes é bastante benigna, e só em casos raros verifica-se destruição da pele em torno da picada. A ação do veneno pode ou não ser necrosante, dependendo da profundidade da picada e tecido atingido.

Sintomas

A dor é muito aguda mas passageira, aos poucos o membro ferido começa a inchar, ao mesmo tempo em que a dor volta. No dia seguinte nota-se um edema considerável com derrame sangüíneo que transparece sob a pele e no centro aparece a picada pela presença de uma crosta escura. A vítima pode sentir coceira no local da picada mas, por via de regras o estado geral é bom.

No dias seguintes o edema aumenta e pode ocupar todo o membro e, algumas vezes aparecem pequenas bolhas. Pouco a pouco a crosta aumenta, um sulco de eliminação se forma e uma placa de tecido necrosado. A cura é lenta e deixa uma cicatriz indelével e freqüentemente retrátil e dolorosa. Pode ocorrer febre, náuseas, vômitos e dores de cabeça.

Tratamento

Soro antiloxoscélico

Antigamente, os europeus do sul acreditavam que uma pessoa picada por uma das espécies de tarântula européia, só sararia se executasse uma dança frenética, a tarantela. Hoje, sabe-se que a tarântula européia não é absolutamente venenosa. Sua picada causa apenas febre na vítima.

Existem cerca de 2000 espécies de tarântulas, espalhadas por todo o mundo, até mesmo nas montanhas altas e no ártico. As tarântulas andam pelo chão, de vez em quando sobem pelas plantas, à procura de insetos. Elas não tecem teias para apanhar a presa. Quando não estão caçando, escondem-se debaixo das pedras ou tocas.

A tarântula fêmea prende seu saco de ovos ao corpo com os filhos secretados pelas glândulas fiandeiras. Quando os filhotes nascem, a mãe os carrega nas costas. Se um deles cai sobe de novo pelas pernas da mãe.

As tarântulas têm tato bem desenvolvido. Elas podem ser criadas como bicho de estimação, mas precisam receber água quando vivem em cativeiro.

IMPORTANTE

Toda pessoa agredida por aranhas deve ser encaminhada ao Pronto Socorro e se possível levar a aranha para identificação. Lembre-se sempre que a rapidez de atendimento em acidentes com qualquer animal Peçonhento pode significar a diferença entre a vida e a morte.

A auto medicação pode ser fatal e não deve ser realizada. Procure sempre um médico e o pronto socorro mais próximo.

Tarântula
Tarântula

Durante muito tempo acreditou-se, no sul da Europa, que uma pessoa picada pela tarântula seria tomada de extrema melancolia e poderia mesmo morrer se não se entregasse a uma dança frenética, a tarantela, capaz de eliminar o veneno pela transpiração.

Tanto o nome do agente causador do suposto distúrbio quanto o da dança derivam do topônimo Taranto, cidade italiana.

Tarântula é qualquer aranha da família dos terafosídeos, pertencente à ordem dos araneídeos.

Assim se designou inicialmente, na Europa, a Lycosa tarentula, então muito comum em Taranto.

Essa espécie, cujo corpo mede 2,5cm de comprimento, não tece teias, mas persegue suas presas para caçá-las.

Várias espécies da família dos terafosídeos ocorrem no sudoeste dos Estados Unidos, no México e na faixa tropical da América do Sul.

Alimentam-se geralmente à noite, quase sempre de insetos, mas às vezes também de pequenas rãs, sapos e camundongos.

As tarântulas do sudoeste dos Estados Unidos, do gênero Aphonopelma, podem medir até cinco centímetros (corpo) e 12,5cm com as patas estendidas. Corpo e patas são escuros e peludos.

Encontrada nos estados americanos da Califórnia, do Texas e do Arizona e no norte do México, a Eurypelma californicum é a tarântula mais comum da América do Norte.

As tarântulas sul-americanas medem cerca de 7,5cm, tecem grandes teias e alimentam-se de pequenos pássaros.

As tarântulas vivem no solo ou em árvores, e seus movimentos são lentos. Muitas delas escondem-se em tocas no solo.

São inofensivas para o homem e podem ser treinadas como animais de estimação, mas se provocadas costumam dar dolorosas picadas.

A maior parte das espécies vive cerca de um ano, mas algumas tarântulas chegam a viver até vinte anos.

Fonte: www.kidzone.ws/www.cienciamao.usp.br/biomania.com

Veja também

Algas Dinophytas

Algas Dinophytas

PUBLICIDADE O que são algas dinophytas? As algas dinófitas, pertencem ao Filo Dinophyta e a …

Endoderma

PUBLICIDADE Definição de endoderma Endoderma ou Endoderme é a mais interna das três camadas germinativas, …

Alelos Múltiplos

PUBLICIDADE O que são alelos múltiplos? Os alelos múltiplos ou polialelia são casos em que …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload the CAPTCHA.