Breaking News
Home / Turismo / La Romana

La Romana

PUBLICIDADE

La Romana é a terceira maior cidade da República Dominicana, com uma população estimada em 2010 em 130.426 dentro dos limites da cidade (população metropolitana: 214.109), dos quais 127.623 são urbanos e 2.803 são rurais. A cidade é capital do sudeste da província de La Romana , em frente à Ilha Catalina. O nome Romana vem de um equilíbrio que foi usado para pesar a mercadoria para exportação. Santa Rosa de Lima é a padroeira de La Romana.

O moderno Aeroporto Internacional de La Romana foi inaugurado em 2000. A cidade fica perto de várias outras cidades, como San Pedro de Macoris e da capital nacional, Santo Domingo de Guzmán. A cidade é um centro para a indústria do turismo em crescimento, com vários pontos resort locais próximos, como a praia de Bayahibe, Dominicus, Casa de Campo, e o número crescente de resorts de golfe que rodeiam a área.

La Romana
Vista do mar de La Romana

Bandeira Municipal de La Romana
Bandeira Municipal de La Romana

Escudo de La Romana
Escudo de La Romana

Turismo

La Romana tornou-se um dos destinos turísticos mais populares do país por causa das belas praias e da infra-estrutura turística que tem sido posto em prática.

Casa de Campo resort complexo é o carro-chefe do La Romana All Inclusive Resorts. Construído em 1975 pela Gulf ocidental, foi o destino de estreia no Caribe, ele viveu até a campanha publicitária. Em 1984, Casa de Campo foi comprada pela Central Romana Corporation, que é co-propriedade deThe Fanjul Irmãos.

Altos de Chavón é uma réplica de uma aldeia mediterrânica do século 16 localizado a poucos minutos de La Romana.

Casa de Campo International porto turístico (Muelle Turístico Internacional Casa de Campo), localizada na margem ocidental do rio La Romana ou Rio Dulce, tem sido utilizada principalmente para a atracação de navios comerciais, principalmente para o transporte de açúcar e melaço. A plataforma, na margem ocidental foi renovado e o canal do rio foi dragado a uma profundidade de 10,50 metros.

Inaugurada com a chegada do navio Costa Marina em dezembro de 2002, a Central Romana Corporação investiu EUA $ 12 milhões para ampliação do porto existente por mais de 40.000 metros quadrados. O porto é uma plataforma moderna e terminal portuário, com capacidade para dois grandes navios de cruzeiro modernos.

Hoje, as novas instalações possuem duas plataformas de encaixe (Leste Dock: 255 metros (837 pés) de comprimento, West Dock: 225 metros (738 pés) de comprimento), de 1.000 metros quadrados (11.000 pés quadrados) do terminal de passageiros e estacionamento que acomodam 24 autocarros.

Economia

La Romana não é uma típica cidade Dominicana, em vez disso, é uma cidade da empresa, com a Central Romana Corporação possuir a maior parte da cidade. É uma cidade com quase 100% de empregos, principalmente no turismo indústria ou com a Central Romana Corporation, a Zona Franca ( Zona Franca Romana ), ou uma das empresas de serviços.

La Romana
Romana del Oeste.

O Tabacalera de Garcia fábrica é atualmente uma das maiores fábricas de charutos do mundo, e foi detida pela maior empresa de marketing de charuto do mundo, Altadis, desde 1999. Três marcas famosas do mundo são produzidos em La Romana: Montecristo, H.Upmann , e Romeo y Julieta.

Esta cidade é caracterizada pela sua enorme influência em programas de turismo do país. Ele é repleto de belas praias e muitos hotéis e resorts. Há também muitas áreas suburbanas de crescimento e comunidades fortificadas. Esta cidade tem uma grande população. Ele não tem muitos pontos turísticos notáveis em termos de arquitetura ou espaços urbanos, tendo apenas 100 anos de idade. Ela cresceu muito rápido em comparação com o muito mais velho e de ritmo mais lento La Vega ou Seibo, que são cidades mais típicas Dominicana.

Referências

1. ^ superfície um nivel de municípios, Oficina Nacional de Estadística
2. ^ De la Fuente, Santiago (1976). Geografia Dominicana (em espanhol). Santo Domingo, República Dominicana: Editora Colegial Quisqueyana.
3. ^ Censo 2012 de Población y Vivienda, Oficina Nacional de Estadística

Fonte: en.wikipedia.org

La Romana

A terceira maior cidade da República Dominicana fica no sudeste do país. Com a Casa de Campo, um resort de alto luxo para férias, e a Altos de Chavon, uma vila de artistas em estilo medieval do século XV, essa comunidade produtora de açúcar próxima do rio Chavon oferece um ar cosmopolita nos trópicos. Artefatos de índios da tribo Taino estão em exposição no Museu Arqueológico e, em Altos de Chavon, lojas ecléticas vendem produtos de artesanato. Pegue um barco para visitar as locações de “Apocalypse Now” e “Rambo”

La Romana

La Romana

Fonte: www.tripadvisor.com.br

La Romana

La Romana é uma cidade no extremo sudeste da República Dominicana. A área ao longo da costa é principalmente tomada com vários resorts, principalmente resort Casa de Campo.

Turismo

La Romana é um dos destinos turísticos mais populares do país por causa das belas praias e da infra-estrutura turística que tem sido posto em prática.

La Romana Airport ( IATA : LRM ). Vôos regulares e charter chegam diariamente.

Outras alternativas são as seguintes:

Punta Cana Intl Airport (PUJ)
Las Americas International Airport, Santo Domingo (SDQ)

Comece ao redor

Do aeroporto, você sai para encontrar o seu representante de viagem ou o seu transporte organizado de várias empresas, ou você pode reservar o seu transporte para o aeroporto com antecedência, a partir do conforto de sua casa com:

? Aeroporto Dominicana Transfere um dos líderes da República Dominicana em transferências de aeroporto atendendo a todos os aeroportos e destinos turísticos. Você pode realmente obter uma cotação instantânea e reservar on-line em seu site automatizado. Aeroporto Dominicana escritório Transferências está localizado na cidade de Santo Domingo.

Uma forma muito popular de se locomover pela cidade é através de equitação motos, bem como gua guas. Gua Guas é outro nome para o ônibus. As motos são facilmente acessíveis devido ao fato de que as pessoas que eles andam sempre fora como táxis. O problema aqui é que os motociclistas vão exigir um preço alto em primeiro para as distâncias que você está indo.

Altos de Chavón

Esta “aldeia” foi feita replicando o estilo arquitetônico colonial do século 15. Tem muitos restaurantes, um museu com artefatos Taino, de tirar o fôlego vista para o Rio Chavon. Esta é uma réplica encantadora da cidade italiana que foi construída por um homem como um presente para sua filha. Além disso, artistas que vão de Sinatra para Cocoband tem realizado a sua grande anfiteatro. Ficar em um dos maiores resorts seria benefício de já ter tudo que você precisa, de alimentos, de jogos, de atividades. Isso não inclui no entanto outras atividades fora do resort.

O que fazer

La Romana tem muito para oferecer. Se você é uma pessoa da noite, você vai se surpreender com a variedade de opções diferentes. Para começar, em certas noites, resorts e moradores realizam atividades e jogos nas praias.

Há também um clube chamado Big Sur, muito popular. Está localizado na área Bayahibe. Você pode se divertir dançando merengue.

Com fome? Big Sur oferece uma grande variedade de alimentos. Portanto, não importa o que você faça, certifique-se de realmente explorar a vida noturna. Não uma pessoa da noite? Sem problemas. A lista de coisas que você pode fazer é interminável. Esta lista inclui snorkeling, mergulho, golfe, natação, compras, passeios, spa e muito mais. Se você é um fumante ou não, a fábrica de charutos Roman pode ser algo de interesse. Finalmente, se você tem o dinheiro e tempo, você pode querer visitar a capital da República Dominicana, Santo Domingo.

Comida

Comer em um lugar como La Romana é muito fácil com numerosas opções. Desde o resort food, dos restaurantes e bares locais, para os mercados e, finalmente, os vendedores andando por aí. Tudo o que você decidir fazer, certifique-se de saber o que você está comendo em caso de alergias.

Calamaris Fritos (lula frita) é um prato muito popular que muitos turistas desfrutam quando visitam La Romana. A comida varia, por isso, para que você possa encontrar as pessoas certas, certifique-se de fazer um pouco de pesquisa para encontrar os hotspots para certos tipos de alimentos.

Bebidas

Se você quiser beber hardcore e ter um bom tempo com a família e amigos, há muitos bares ao redor da área que servem cerveja e licor.

Resorts

Sunscape Casa del Mar, La Romana

Férias em Sunscape Casa del Mar são totalmente uma explosão. Dia e noite, a diversão nunca pára para famílias, solteiros e casais. Praia, piscinas, jardins bem cuidados, brisas tropicais, fabulosos restaurantes à la carte e bebidas tropicais fazem a estadia maravilhosa.

Canoa Coral by Hilton all-inclusive resort dispõe de uma espetacular praia e a menos de 30 minutos do Aeroporto Internacional de La Romana, bem como os famosos artistas da aldeia Altos de Chavón. Canoa Coral possui incríveis 532 quartos e suítes, cada um com vista para o mar ou para jardins tropicais. O hotel também tem quatro encantadoras vilas românticas com um jacuzzi privado no terraço.

Fonte: wikitravel.org

La Romana

Conheça a cidade de La Romana, na República Dominicana

Descubra os encantos do país para além do agito do tradicional destino de Punta Cana

La Romana
Cueva de Las Maravillas, caverna utilizada por índios Taínos, há 600 anos, para se proteger de tempestades e fazer rituais Foto: Ministério do Turismo da República Dominicana / Divulgação

Carlos Rollsing

Sol e mar sempre é bom. Se contar com a estrutura de resorts, com bares por perto, festas, esportes para todos os gostos, centros de hidromassagem, animação e a convidativa água azul do Caribe, melhor ainda. A combinação desses elementos se torna perfeita se a praia em questão estiver encravada na exuberante Punta Cana, na República Dominicana, um dos destinos mais procurados por brasileiros interessados em curtir as ilhas caribenhas.

Mas, às vezes, bate a vontade por um programa diferente. Um pouco de cultura e história cai bem para tornar o roteiro da viagem mais diversificado. No contexto da República Dominicana, que divide o território de uma ilha com o triste Haiti, a cidade de La Romana, praticamente desconhecida dos brasileiros, é opção para cumprir o papel de alternativa ao agito praiano de Punta Cana.

Com um grupo de jornalistas brasileiros que visitaram o país recentemente, peguei a rota de La Romana. O percurso é feito em menos de uma hora. No caminho, estradas bem pavimentadas e vazio no horizonte dos dois lados da pista, reflexo de áreas que foram desbravadas e entregues à iniciativa privada exclusivamente para preparar a recepção aos turistas.

Chegando a La Romana, o primeiro destino encantador é Altos de Chavon. Cidade cinematográfica construída por um estúdio hollywoodiano nos anos 1970, lembra uma vila medieval. No percurso até o local, deparamos com diversas lojas de suvenires, artesanato e grupos de cultura dominicana.

La Romana
Anfiteatro Altos de Chavon

As ruelas cercadas por prédios antigos e bem conservados de Altos de Chavon ficam no pico de uma pequena montanha. Do alto, é possível visualizar o leito de um rio. Aliás, foi em uma queda d’água próxima de Altos de Chavon que Sylvester Stallone gravou cenas para o filme Rambo II. Tomadas de Apocalypse Now, com Marlon Brando e direção de Francis Ford Coppola, também foram captadas no local.

O mais belo recanto do destino, porém, é o Anfiteatro de Altos de Chavon. Inspirado na arquitetura greco-romana, tem um palco ao ar livre, cercado por degraus de pedra que formam uma meia lua, com capacidade para 5 mil pessoas. Legendas como Julio Iglesias, Sting e Caetano Veloso se apresentaram nesse espaço.

Os gestores de Altos de Chavon prometem para breve um festival somente com músicos brasileiros no anfiteatro. A ideia, claro, é mostrar ao país que existe algo além de Punta Cana na República Dominicana, que cresce paulatinamente calcada no turismo, na plantação de cana de açúcar e tabaco e na indústria têxtil.

Caverna da beleza

Nas conversas com os simpáticos dominicanos, nenhum deles deixa de recomendar uma passagem pela Cueva de Las Maravillas, outra interessante opção turística de La Romana. Trata-se de uma caverna utilizada por uma tribo de cerca de 150 índios Taínos, há 600 anos, para se proteger de tempestades e fazer rituais. Por iluminadas escadas construídas exclusivamente para receber turistas, descemos 25 metros em relação à superfície para ingressar na penumbra da caverna.

Lá dentro, o cenário é exuberante. Estalagmites e estalactites assumem formatos belos e curiosos, aguçando a criatividade dos visitantes, que enxergam rostos humanos, feições e animais nas rochas. Também pudemos ver de perto dezenas das 500 pictografias que estão no local. O grau de realismo da Cueva de Las Maravillas é impressionante. Não é preciso caminhar muito para sentir pingos d’água caindo sobre nós, tampouco para perceber algum morcego voando logo abaixo do teto da caverna.

Em lugar de rara beleza, dezenas de goteiras concentradas mantêm um espelho d’água dentro da caverna. Turistas jogam moedas no manancial e fazem pedidos. O passeio fica mais interessante com os detalhados relatos dos guias – que, ao depararem com as pictografias, explicam os rituais dos Taínos. Alguns macabros, como a antiga tradição de enterrar com vida a mulher preferida do cacique depois da morte dele.

Definitivamente, existem atrações no país além de Punta Cana.

Fonte: zerohora.clicrbs.com.br

Veja também

Hino Nacional da República Democrática do Congo

Debout Congolais PUBLICIDADE Debout Congolais (Levanta congolês) é o hino nacional da República Democrática do …

Locais Turísticos da República Democrática do Congo

BRAZZAVILLE PUBLICIDADE É um lugar muito interessante, muito verde, com uma Basílica, Mercados e o …

República Democrática do Congo

PUBLICIDADE O território que hoje leva o nome de República Democrática do Congo tem sido habitada por …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload the CAPTCHA.