Breaking News
Home / Biografias / Valentim Magalhães

Valentim Magalhães

PUBLICIDADE

Nascimento: 16 de janeiro de 1859, Rio de Janeiro, Rio de Janeiro.

Morte: 17 de maio de 1903, Rio de Janeiro, Rio de Janeiro.

Valentim Magalhães – Vida

Valentim Magalhães
Valentim Magalhães

Valentim Magalhães, como quase todos os intelectuais de sua geração, foi um lutador pelo Abolicionismo e pela República.

Poeta e romancista, o cerne de sua atividade literária se deu, no entanto, no jornalismo, como diretor de A Semana, do Rio de Janeiro, jornal onde se congregaram os maiores nomes da juventude literária da época e no qual Valentim Magalhães participou de não poucas polêmicas.

Foi provavelmente esse caráter libertário que o levou à honra de escolher Castro Alves para patrono de sua cadeira.

Homenageava assim aquele que representou o apogeu e o fecho do nosso Romantismo, realizando, numa vida de apenas 24 anos, uma obra poética da altura insuperada na literatura brasileira, e dentro da qual encontraram lugar as mais generosas expressões da alma nacional.

Valentim Magalhães – Biografia

Valentim Magalhães
Valentim Magalhães

Valentim Magalhães, Antônio Valentim da Costa Magalhães, jornalista, contista, romancista e poeta, nasceu no Rio de Janeiro, RJ, em 16 de janeiro de 1859 e faleceu, na mesma cidade, em 17 de maio de 1903.

Era filho de Antônio Valentim da Costa Magalhães e de Maria Custódia Alves Meira.

Foi estudar Direito em São Paulo, e aí teve início sua vida agitada de escritor, boêmio e jornalista.

Colega de Silva Jardim, Raimundo Correia, Raul Pompéia, Luís Murat e Luís Gama, cedo começou a escrever poesia. Publicou seu primeiro livro, Cantos e lutas, ainda em São Paulo.

De volta ao Rio, já formado, ingressou no jornalismo. Dirigiu A Semana, que se tornou o baluarte literário dos jovens de então.

Além de literatura, esse periódico fazia propaganda da Abolição e da República.

Quase todos os que, mais tarde, teriam algum papel nas letras brasileiras – e que então começavam – colaboraram em A Semana.

Dedicando-se à poesia, ao conto, à crônica, ao romance, ao teatro, o que Valentim Magalhães fez, de fato, foi divulgar os novos pelo país.

Muito atacado, e muito defendido também, participou de inúmeras polêmicas, o que, em geral, prejudicou sua própria produção literária, no desejo de defender os outros.

Instituiu, em A Semana, uma “Galeria de Elogio Mútuo”, em que amigos íntimos escreviam uns sobre os outros.

Obras

Cantos e lutas, poesia (1897);
Quadros e contos (1882);
Vinte contos e fantasias (1888);
Inácia do Couto, comédia (1889);
Escritores e escritos (1894);
Bric-à-brac, contos (1896);
Flor de sangue, romance (1897);
Alma, crônicas (1899);
Rimário, poesia (1899).

Fonte: www.bibvirt.futuro.usp.br/www.machadodeassis.org.br

 

Veja também

Kim Jong-un

Kim Jong-un

PUBLICIDADE Biografia de Kim Jong-un Líder Militar e Ditador Famoso como: líder supremo da Coreia …

Angela Merkel

Angela Merkel

PUBLICIDADE Nome: Angela Merkel Ocupação: Chanceler da Alemanha Data de nascimento: 17 de julho de 1954 Educação: Universidade de …

Gilberto Freyre

PUBLICIDADE Biografia Nascimento: 15 de março de 1900, Recife, Pernambuco Falecimento: 18 de julho de 1987, Recife, …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload the CAPTCHA.