Breaking News
Home / Biologia / Bolacha da Praia

Bolacha da Praia

PUBLICIDADE

Bolacha da Praia é uma espécie de equinodermos.

É assim chamado por causa de sua forma plana, oval.

Bolacha da Praia
Bolacha da Praia

Bolacha da Praia
Bolacha da Praia

Nome científico: Encope sp.
Família: Mellitidae
Filo: Echinodermata
Classe:
Echinoidea
Ordem: Clypeasteroida

Características gerais

Enterrada superficialmente na areia do fundo do mar, onde vive, a Bolacha da Praia respira através de pés ambulacrários especiais, modificados em brânquias.

Alimenta-se de partículas orgânicas que retira da areia ou do lodo por ingestão direta do substrato.

Animal achatado, parente da estrela-do-mar, habita regiões entremarés.

Durante as marés baixas se enterra na areia.

Bolacha da Praia (Leodia sexiesperforata) é caracterizado por ter um tamanho entre 4,8 e 14,5 cm de diâmetro.

É um equinoderme que vive no fundo de areia. Algumas têm umas fendas para deixar a água passar e assim elas não se quebram.

Habitat

Eles podem ser encontrados em diferentes habitats: praias com areia ou fundo de pedras, recifes de coral e áreas costeiras tropicais e subtropicais

Bolacha da Praia
Bolacha da Praia ( Encope emarginata )

As Bolacha da Praia costumam ser encontradas parcialmente enterradas na areia da praia.

Alimentam-se de pequenas particulas orgânicas encontradas na areia ou lodo. As fendas servem para passagem de água para que elas não partam-se na correnteza.

Bolacha da Praia – Anatomia

Bolacha da Praia
Bolacha da Praia – Anatomia

Bolacha da Praia – Classe Echinoidea

Bolacha da Praia
Bolacha da Praia

Na classe Echinoidea, o corpo esférico ou achatado não se estende formando braços.

A superfície é coberta por espinhos móveis os quais articulam-se com uma carapaça de ossículos suturados.

As áreas ambulacrárias contendo os pés ambulacrários alternam-se com áreas interambulacrárias organRadas em meridianos em torno do corpo.

As placas da carapaça são perfuradas para a saída de gametas e para a passagem dos canais que conectam os pés ambulacrários com as ampolas. Uma placa genital funciona como madreporito.

Relacionado à presença de uma rígida carapaça esquelética está o fato de que a parede do corpo carece de uma camada muscular interna.

Pedicelárias pedunculadas tridentadas dão proteção contra organismos que por ventura se instalem na superfície do corpo.

Bolacha da Praia
Bolacha da Praia

Os equinóides regulares ou ouriços-do-mar estão em geral adaptados para viverem sobre substratos firmes.

Acredita-se que o corpo radial globoso provido de longos espinhos seja primitivo para a classe. Os ouriços-do-mar movem-se por meio de pés ambulacrários e impulsos dos espinhos.

A maior parte dos ouriços-do-mar alimenta-se raspando algas, organismos incrustantes e detritos de superfícies duras.

O aparelho raspador é um órgão complexo composto por numerosos ossículos, cinco dos quais funcionando como dentes.

Cinco pares de evaginações orais (brânquias) atuam nas trocas gasosas.

Bolacha da Praia
Bolacha da Praia

Os equinóides irregulares estão adaptados para cavarem através de substratos moles.

O corpo é coberto por um grande número de diminutos espinhos.

Os espinhos são úteis, não apenas para locomoção e escavação, como também para manter o sedimento afastado da superfície do corpo.

A forma grandemente achatada das Bolacha da Praia é, provavelmente, uma adaptação para escavações rasas.

Relacionando aos seus hábitos cavadores, o mesmo ambúlacro é sempre dirigido para frente e desenvolveram-se graus variados de bilateralidade secundária.

Em todos os equinóides irregulares o orifício retal moveu-se para fora do centro aboral em direção á margem posterior ou da lúnula posterior.

Nas Bolacha da Praia a boca permanece no centro da superfície oral; nos ouriços cordiformes, todo o centro oral dirigiu-se para frente.

Os equinóides irregulares são largamente comedores de depósitos. Os pés ambulacrários são utilizados para coleta de alimento (ouriços cordiformes) ou para transporte de alimento (Bolacha da Praia).

Nos equinóides irregulares, pés ambulacrários aborais modificados (pctalóides) atuam nas trocas gasosas.

A larva dos equinóides é um equinoplúteo. A metamorfose ocorre mais para o final da existência planctônica e na época da instalação, mas não há um estágio fixado.

Bolacha da Praia – Fotos

Bolacha da Praia
Bolacha da Praia ( Leodia sexiesperforata )

Bolacha da Praia
Bolacha da Praia

Bolacha da Praia
Bolacha da Praia

Bolacha da Praia
Bolacha da Praia

Fonte: www.vivaterra.org.br/www.geocities.com

Veja também

Algas Dinophytas

Algas Dinophytas

PUBLICIDADE O que são algas dinophytas? As algas dinófitas, pertencem ao Filo Dinophyta e a …

Endoderma

PUBLICIDADE Definição de endoderma Endoderma ou Endoderme é a mais interna das três camadas germinativas, …

Alelos Múltiplos

PUBLICIDADE O que são alelos múltiplos? Os alelos múltiplos ou polialelia são casos em que …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload the CAPTCHA.