Breaking News
QUESTION 1 You have a hybrid Exchange Server 2016 organization. Some of the mailboxes in the research department are hosted on-premises. Other mailboxes in the research department are stored in Microsoft Office 365. You need to search the mailboxes in the research department for email messages that contain a specific keyword in the message body. What should you do? A. From the Exchange Online Exchange admin center, search the delivery reports. B. Form the on-premises Exchange center, search the delivery reports. C. From the Exchange Online Exchange admin SY0-401 exam center, create a new In-Place eDiscovery & Hold. D. From the Office 365 Compliance Center, create a new Compliance Search. E. From the on-premises Exchange admin center, create a new In-Place eDiscovery & Hold. Correct Answer: E QUESTION 2 You have an Exchange Server 2016 organization. You plan to enable Federated Sharing. You need to create a DNS record to store the Application Identifier (AppID) of the domain for the federated trust. Which type of record should you create? A. A B. CNAME C. SRV D. TXT Correct Answer: D QUESTION 3 Your company has an Exchange Server 2016 200-310 exam Organization. The organization has a four- node database availability group (DAG) that spans two data centers. Each data center is configured as a separate Active Directory site. The data centers connect to each other by using a high-speed WAN link. Each data center connects directly to the Internet and has a scoped Send connector configured. The company's public DNS zone contains one MX record. You need to ensure that if an Internet link becomes unavailable in one data center, email messages destined to external recipients can 400-101 exam be routed through the other data center. What should you do? A. Create an MX record in the internal DNS zone B. B. Clear the Scoped Send Connector check box C. Create a Receive connector in each data center. D. Clear the Proxy through Client Access server check box Correct Answer: AQUESTION 4 Your network contains a single Active Directory forest. The forest contains two sites named Site1 and Site2. You have an Exchange Server 2016 organization. The organization contains two servers in each site. You have a database availability group (DAG) that spans both sites. The file share witness is in Site1. If a power failure occurs at Site1, you plan to mount the databases in Site2. When the power is restored in Site1, you Cisco CCNP Security 300-207 exam SITCS need to prevent the databases from mounting in Site1. What should you do? A. Disable AutoReseed for the DAG. B. Implement an alternate file share witness. C. Configure Datacenter Activation Coordination (DAC) mode. D. Force a rediscovery of the EX200 exam network when the power is restored. Correct Answer: C QUESTION 5 A new company has the following: Two offices that connect to each other by using a low-latency WAN link In each office, a data center that is configured as a separate subnet Five hundred users in each office You plan to deploy Exchange Server 2016 to the network. You need to recommend which Active Directory deployment to use to support the Exchange Server 2016 deployment What is the best recommendation to achieve the goal? A. Deploy two forests that each contains one site and one site link. Deploy two domain controllers to each forest. In each forest configure one domain controller as a global catalog server B. Deploy one forest that contains one site and one site link. Deploy four domain controllers. Configure all of the domain controllers as global catalog servers. C. Deploy one forest that contains two sites and two site links. Deploy two domain controllers to each site in each site, configure one domain controller as a global catalog server D. Deploy one forest that contains two sites and one site link. Deploy two domain controllers to each site. Configure both domain controllers as global catalog servers Correct Answer: C QUESTION 6 How is the IBM Content Template Catalog delivered for installation? A. as an EXE file B. as a ZIP file of XML files C. as a Web Appli cati on Archive file D. as a Portal Application Archive file Correct Answer: D QUESTION 7 Your company has a data center. The data center contains a server that has Exchange Server 2016 and the Mailbox server role installed. Outlook 300-101 exam anywhere clients connect to the Mailbox server by using thename outlook.contoso.com. The company plans to open a second data center and to provision a database availability group (DAG) that spans both data centers. You need to ensure that Outlook Anywhere clients can connect if one of the data centers becomes unavailable. What should you add to DNS? A. one A record B. two TXT records C. two SRV records D. one MX record Correct Answer: A QUESTION 8 You have an Exchange Server 2016 EX300 exam organization. The organization contains a database availability group (DAG). You need to identify the number of transaction logs that are in replay queue. Which cmdlet should you use? A. Test-ServiceHealth B. Test-ReplicationHealth C. Get-DatabaseAvailabilityGroup D. Get-MailboxDatabaseCopyStatus Correct Answer: D QUESTION 9 All users access their email by using Microsoft Outlook 2013 From Performance Monitor, you discover that the MSExchange Database\I/O Database Reads Average Latency counter displays values that are higher than normal You need to identify the impact of the high counter values on user connections in the Exchange Server organization. What are two client connections 400-051 exam that will meet performance? A. Outlook on the web B. IMAP4 clients C. mobile devices using Exchange ActiveSync D. Outlook in Cached Exchange ModeE. Outlook in Online Mode Correct Answer: CE QUESTION 10 You work for a company named Litware, Inc. that hosts all email in Exchange Online. A user named User1 sends an email message to an Pass CISCO 300-115 exam - test questions external user User 1 discovers that the email message is delayed for two hours before being delivered. The external user sends you the message header of the delayed message You need to identify which host in the message path is responsible for the delivery delay. What should you do? A. Review the contents of the protocol logs. B. Search the message tracking logs. C. Search the delivery reports 200-355 exam for the message D. Review the contents of the application log E. Input the message header to the Exchange Remote Connectivity Analyzer Correct Answer: E QUESTION 11 You have an Exchange Server 2016 organization. The organization contains three Mailbox servers. The servers are configured as shown in the following table You have distribution group named Group1. Group1 contains three members. The members are configured as shown in the following table. You discover that when User1 sends email messages to Group1, all of the messages are delivered to EX02 first. You need to identify why the email messages sent to Group1 are sent to EX02 instead. What should you identify? A. EX02 is configured as an expansion server. B. The arbitration mailbox is hosted 300-320 exam on EX02.C. Site2 has universal group membership caching enabled. D. Site2 is configured as a hub site. Correct Answer: A
Home / Biologia / Classe Crinoidea

Classe Crinoidea

PUBLICIDADE

Classe Crinoidea é a classe mais primitiva e mais antiga e consiste nos lírios do mar.

Classe Crinoidea
Movimentação de extensão e flexão dos braços do lírio-do-mar, provocados por um
simples toque procurando captar alguma presa para alimentar-se

Os crinóides ou lírios-do-mar, talvez sejam os menos conhecidos entre os equinodermos provavelmente porque sua freqüência em nossos mares é bem menor do que a dos demais representantes.

Ocorrem em profundidades variadas sobre substratos duros comorochas e corais.

Têm cores variadas e um conjunto de braços que se assemelha a penas partindo de um cone central onde existem estruturas encarregadas de permitir que o animal se agarre ao substrato onde se encontra.

Algumas espécies têm capacidade de natação, utilizando para isso seus longos braços.

Alimentam-se basicamente do plâncton recolhido por seus braços.

Os crinóides

Classe Crinoidea
Lírio-do-mar (Comanthina) “cruzou os braços” após ter-se alimentado

Os crinóides (Lírio-do-mar) são membros de um grupo muito antigo de equinodermes sésseis pedunculados.

A maior parte destes animais, como as Comátulas, permanecem pedunculados ao longo da sua vida, sendo o seu movimento caracterizado pelo rompimento do pedúnculo e posterior arrastamento através dos seus braços.

Os Crinóides, quer estejam pedunculados ou móveis, apresentam sempre a face oral para cima, dando-lhes o anel de braços em torno da boca um aspecto de flor.

Possuem pelo menos 10 braços, mas algumas espécies têm até 40 e outras 200.

Os braços têm uma fila de projeções, as pínulas, dando-lhes o aspecto de penas de ave. Uma faixa ambulacral corre ao longo de cada braço e ramifica-se para as pínulas. Esta faixa contém pés ambulacrários dispostos em tríades que reagem à presença das mais pequenas partículas de alimento, dobrando-se para dentro, arrastando as partículas para a faixa, onde ficam presas em muco, sendo depois varridas para a boca através de cílios.

Os gâmetas desenvolvem-se em algumas das pínulas, que se rompem, lbertando os gâmetas, nas alturas da desova. As larvas que nadam livremente acabam por assentar no fundo onde desenvolvem o pudúnculo e a coroa.

Classe Crinoidea – Equinodermos

Estes equinodermos semelhantes a flores vivem desde abaixo da linha de maré baixa até profundidades abissais.

O corpo é um pequeno cálice em forma de taça, de placas calcáreas, ao qual estão presos 5 braços flexíveis que se bifurcam formando 10 ou mais extremidades estreitas. Alguns possuem um pedúnculo longo, que fixa o crinóide ao fundo do mar .

Boca e orifício retal estão presentes na superfície oral.

Alimentam-se de plâncton e de detritos, colhidos pelos tentáculos e dirigidos à boca pelos cílios.

Exemplo

Classe Crinoidea
Lírio do Mar

Classe Crinoidea – Espécies

Os Crinoidea ocorrem do Ártico à Antártica, e em todas as profundidades.

As espécies não pedunculadas vivem sobre substrato consolidado, ou são epibiontes de antozoários e algas, por exemplo.

Já os pedunculados podem ser encontrados em todos os tipos de substrato.

Classe Crinoidea
Lírio do Mar

Nessa classe encontramos animais conhecidos vulgarmente como “lírios-do-mar“.

Possuem o corpo caliciforme, munido ou não de pedúnculo. As formas pedunculadas, possuem uma haste com a qual se fixam a um suporte qualquer.

No topo do pedúnculo encontram-se peças calcárias formando o cálice no interior do qual abrigam-se as partes moles do animal.

Das margens do cálice partem os braços com numerosas ramificações laterais, chamadas pínulas que se estendem por todo o comprimento do braço.

Boca e orifício retal estão na superfície superior do disco, o orifício retal freqüentemente em um cone elevado.

Os crinóides não pedunculados são de movimentação livre isto é, são capazes de nadar. O alimento é constituído principalmente de plâncton, colhidos pelos tentáculos e dirigidos pelos cílios à boca.

Essa classe é considerada a mais primitiva dos Echinodermatas. Embora atualmente existam poucas espécies, fora muito abundante em eras geológicas remotas.

Classe Crinoidea – Lírio do Mar

Classe Crinoidea
Lírio do Mar

Classe Crinoidea
Lírio do Mar

Os membros da classe Crinoidea, que inclui os lírios-do-mar pedunculados e fixos e os crinóides apedunculados e livres, são os únicos equinodermos viventes nos quais a superfície oral está dirigida para cima. Esta condição também é verdadeira para a maioria dos equinodermos do Paleozóico.

A coroa dos crinóides pedunculados e apedunculados é composta de múltiplos braços ao redor de um forte cálice central, que é coberto por uma parede membranosa oral, o tégmen. O tégmen contém a boca no centro e o orifício retal para um lado.

A multiplicidade de braços resulta da ramificação basal de um arranjo originalmente pentâmero. Os braços possuem numerosos ramos laterais pequenos (pínulas) e a superfície oral de todos os ramos, incluindo as pínulas, contém um sulco ambulacrário ciliado.

Fortes ossículos fazem parte do pedúnculo relativamente sólido, dos cirros, dos braços e das pínulas.

Fortes ossículos também estão localizados dentro da parede do cálice.

Os lírios-do-mar sésseis podem flexionar o pedúnculo e desenrolar os braços quando estão se alimentando. Os comatulídeos se fixam com os cirros e rastejam e nadam com os braços.

Os crinóides são comedores de suspensões e os pés ambulacrários, ao entrarem em contato com o zooplâncton ou outras partículas suspensas, efetuam movimentos, levando as partículas para o sulco ambulacrário. Os cílios ambulacrários transportam as partículas envoltas em muco ao longo dos braços até a boca. Os braços são mantidos como um funil ou, quando uma corrente, como um leque circular ou plano. Os múltiplos braços e pínulas proporcionam a área necessária para este tipo de alimentação.

Os gametas são produzidos nos braços, que também são os locais de incubação, quando isto ocorre.

O desenvolvimento resulta em uma larva vitelária em forma de barril. A metamorfose ocorre após a instalação e fixação. Os comatulídeos passam por um estágio pedunculado (pentacrinóide) antes da coroa libertar-se.

Os crinóides, vulgarmente conhecidos como lírios-do-mar, possuem um esqueleto calcário maciço, e foram particularmente abundantes nos mares paleozóicos, originando bancadas espessas de calcário.

Classe Crinoidea
Lírios do Mar

Geralmente fixam-se ao fundo do mar por um pé flexível – o pedúnculo – circular ou pentagonal, formado por numerosas peças – os entroques.

No topo do pedúnculo surge o cálice, ou teca, provido de braços que filtram os alimentos da água. Após a morte, o esqueleto usualmente desmonta-se em múltiplos ossículos.

Existem desde o Câmbrico médio estando de uma forma geral representados nas rochas jurássicas da região do Baixo Mondego. Nestas são mais abundantes nas unidades do Jurássico inferior.

Lírios do Mar – Fotos

Classe Crinoidea
Lírios do mar (crinóides)

Classe Crinoidea
Lírios do mar

Classe Crinoidea
Lírios do mar

Classe Crinoidea
Lírios do mar

Fonte: www.vivaterra.org.br/www.geocities.com/educar.sc.usp.br

Conteúdo Relacionado

 

Veja também

Terra Primitiva

Terra Primitiva

PUBLICIDADE O que é terra primitiva? A história da Terra diz respeito ao desenvolvimento do …

Respiração Branquial

Respiração Branquial

PUBLICIDADE O que é respiração branquial? As brânquias ou guelras são órgãos da respiração, são …

Mecanismos de Feedback

Mecanismos de Feedback

PUBLICIDADE O que são mecanismos de feedback? Um mecanismo de feedback é um processo que usa …

Um comentário

  1. Parabéns a quem fez o site e o conteúdo, estava muito legal continuem assim.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload the CAPTCHA.

300-209 exam 70-461 exam hp0-s41 dumps 640-916 exam 200-125 dumps 200-105 dumps 100-105 dumps 210-260 dumps 300-101 dumps 300-206 dumps 400-201 dumps Professor Messer's CompTIA N10-006 exam Network+