Facebook do Portal São Francisco Google+
+ circle
Home  Cortina  Voltar

Cortina

 

Os tipos de tecidos e materiais sintéticos para a fabricação das cortinas são bem variados. As cortinas fazem parte da decoração da casa, além de proteger da claridade são um efeito muito bonito dependendo do lugar em que está inserido. É preciso analisar alguns aspectos. Se a vista da janela for bonita, evite tons escuros ou estampas muito fortes. Tecidos leves são indicados.

Quando a intenção não é visualizar a vista da janela, somente para segurar a luz, pode-se utilizar um tecido diferenciado, mas grosso e um modelo com estampas que ajudem na decoração. Cores neutras e básicas são mais utilizadas para compor o ambiente de forma harmonica. Cores vibrantes acabam enjoando mais rápido.

Quando a intenção é somente ventilar o ambiente, pode-se focar na decoração com materiais diferenciados. Tecidos em veludo, cetim, linho são algumas opções.

Ambientes pequenos, cores claras e tecidos lisos são mais indicados, para não carregar o ambiente.

Tetos altos são indicados cortinas verticais e longas, elas se transformam num item decorativo compondo a decoração da casa.

A cortina longa é uma peça mais formal, sendo indicada para composição de salas de estar, quarto, home office. Cortinas longas são mais elegantes e ficam muito bonitas na composição de salas.

Em razão de leveza, as cortinas curtas podem ser usadas em quartos. Quando houver limitações no ambiente o modelo curto deve ser utilizado.

Nos ambientes clásssicos a cortina deve estar presente.

A conjugação de modelos de cortinas e persianas é aceitável, desde que sejam utilizadas em uma mesma janela ou porta.

Se o ambiente recebe muita luz utilize um tecido blackout, para bloquear a passagem de luz.

As persianas com abertura horizontal são mais eficientes no controle e direcionamento da luz.

Por Portal São Francisco

Cortinas ligeiras ou cortinas duplos?

Tecido unido ou com adereços?

Escolher bem as cortinas ideais não é tarefa fácil. E, apesar de parecer que a escolha de cortinas não seja muito importante para a decoração, não é bem assim, pois a cortina abafa um pouco a luz que é emitida para dentro de casa, fica em harmonia com o mobiliário, etc.

Decoração de interiores

Geralmente, as cortinas são o retoque final da decoração de interiores. Por regra geral, se escolhem depois dos móveis, da cor das paredes ou dos acessórios de decoração. Portanto, o seu estilo estará definido com o estilo da habitação, pelo ambiente que queremos criar. Por exemplo, móveis de desenhos modernos, irão melhor com estores coloridos. Nem tão pouco podemos pôr cortinas 100% sintéticas no estilo de decoração rústico.

Uma pergunta que seguramente muitos a fazem é se podemos colocar cortinas em todas as janelas da casa. Em princípio sim, mas claro, depende de casa caso.

As únicas janelas que não prestam para colocar cortinas são as pequenas, em que o melhor é colocar estores. Atualmente, existem métodos para colocar cortinas em todo o tipo de janelas, sejam elas circulares, etc.

Acerca do estilo e moda, nos dias de hoje estão muito na moda os tecidos finos e ligeiros como a linha. Acerca das cores, observamos uma tendência para as cores neutras, mas o branco e preto também estão muito na moda. Mas claro, e como já dissemos em outras ocasiões, o mais importante para definir o estilo das nossas cortinas é onde elas serão colocadas.

Na continuação vamos oferecer-te conselhos mais concretos, para que possas aproveitar ao máximo as vantagens que as cortinas te podem oferecer. Por exemplo, se tens uma habitação com pouca altura, é aconselhável utilizar cortinas com riscos verticais, que aumentam a sensação de altura. Pelo contrário, os riscos horizontais não vão nada bem se temos uma estância com o teto ou o chão irregular, porque os riscos darão ênfase a todas essas imperfeições.

Os enfeites das cortinas também devem ter-se muito em conta. Assim, as cortinas com grandes adereços só devem sem postas em grandes janelas luminosas, pois numa habitação pequena carregariam demasiado o ambiente e esta pareceria mais pequena ainda.

O problema principal das cortinas vem na altura de as lavar. Por causa do seu tamanho, muitas vezes não cabem na máquina de levar. É melhor levá-las à lavandaria na altura de as lavar. Se as lavas com a máquina de lavar de casa, deves saber que tens de fazê-lo individualmente e em frio. Não te esqueças de retirar todos os ganchos e argolas de fixação.

Fonte: www.i-decoracao.com

Sobre o Portal | Política de Privacidade | Fale Conosco | Anuncie | Indique o Portal