Breaking News
QUESTION 1 You have a hybrid Exchange Server 2016 organization. Some of the mailboxes in the research department are hosted on-premises. Other mailboxes in the research department are stored in Microsoft Office 365. You need to search the mailboxes in the research department for email messages that contain a specific keyword in the message body. What should you do? A. From the Exchange Online Exchange admin center, search the delivery reports. B. Form the on-premises Exchange center, search the delivery reports. C. From the Exchange Online Exchange admin SY0-401 exam center, create a new In-Place eDiscovery & Hold. D. From the Office 365 Compliance Center, create a new Compliance Search. E. From the on-premises Exchange admin center, create a new In-Place eDiscovery & Hold. Correct Answer: E QUESTION 2 You have an Exchange Server 2016 organization. You plan to enable Federated Sharing. You need to create a DNS record to store the Application Identifier (AppID) of the domain for the federated trust. Which type of record should you create? A. A B. CNAME C. SRV D. TXT Correct Answer: D QUESTION 3 Your company has an Exchange Server 2016 200-310 exam Organization. The organization has a four- node database availability group (DAG) that spans two data centers. Each data center is configured as a separate Active Directory site. The data centers connect to each other by using a high-speed WAN link. Each data center connects directly to the Internet and has a scoped Send connector configured. The company's public DNS zone contains one MX record. You need to ensure that if an Internet link becomes unavailable in one data center, email messages destined to external recipients can 400-101 exam be routed through the other data center. What should you do? A. Create an MX record in the internal DNS zone B. B. Clear the Scoped Send Connector check box C. Create a Receive connector in each data center. D. Clear the Proxy through Client Access server check box Correct Answer: AQUESTION 4 Your network contains a single Active Directory forest. The forest contains two sites named Site1 and Site2. You have an Exchange Server 2016 organization. The organization contains two servers in each site. You have a database availability group (DAG) that spans both sites. The file share witness is in Site1. If a power failure occurs at Site1, you plan to mount the databases in Site2. When the power is restored in Site1, you Cisco CCNP Security 300-207 exam SITCS need to prevent the databases from mounting in Site1. What should you do? A. Disable AutoReseed for the DAG. B. Implement an alternate file share witness. C. Configure Datacenter Activation Coordination (DAC) mode. D. Force a rediscovery of the EX200 exam network when the power is restored. Correct Answer: C QUESTION 5 A new company has the following: Two offices that connect to each other by using a low-latency WAN link In each office, a data center that is configured as a separate subnet Five hundred users in each office You plan to deploy Exchange Server 2016 to the network. You need to recommend which Active Directory deployment to use to support the Exchange Server 2016 deployment What is the best recommendation to achieve the goal? A. Deploy two forests that each contains one site and one site link. Deploy two domain controllers to each forest. In each forest configure one domain controller as a global catalog server B. Deploy one forest that contains one site and one site link. Deploy four domain controllers. Configure all of the domain controllers as global catalog servers. C. Deploy one forest that contains two sites and two site links. Deploy two domain controllers to each site in each site, configure one domain controller as a global catalog server D. Deploy one forest that contains two sites and one site link. Deploy two domain controllers to each site. Configure both domain controllers as global catalog servers Correct Answer: C QUESTION 6 How is the IBM Content Template Catalog delivered for installation? A. as an EXE file B. as a ZIP file of XML files C. as a Web Appli cati on Archive file D. as a Portal Application Archive file Correct Answer: D QUESTION 7 Your company has a data center. The data center contains a server that has Exchange Server 2016 and the Mailbox server role installed. Outlook 300-101 exam anywhere clients connect to the Mailbox server by using thename outlook.contoso.com. The company plans to open a second data center and to provision a database availability group (DAG) that spans both data centers. You need to ensure that Outlook Anywhere clients can connect if one of the data centers becomes unavailable. What should you add to DNS? A. one A record B. two TXT records C. two SRV records D. one MX record Correct Answer: A QUESTION 8 You have an Exchange Server 2016 EX300 exam organization. The organization contains a database availability group (DAG). You need to identify the number of transaction logs that are in replay queue. Which cmdlet should you use? A. Test-ServiceHealth B. Test-ReplicationHealth C. Get-DatabaseAvailabilityGroup D. Get-MailboxDatabaseCopyStatus Correct Answer: D QUESTION 9 All users access their email by using Microsoft Outlook 2013 From Performance Monitor, you discover that the MSExchange Database\I/O Database Reads Average Latency counter displays values that are higher than normal You need to identify the impact of the high counter values on user connections in the Exchange Server organization. What are two client connections 400-051 exam that will meet performance? A. Outlook on the web B. IMAP4 clients C. mobile devices using Exchange ActiveSync D. Outlook in Cached Exchange ModeE. Outlook in Online Mode Correct Answer: CE QUESTION 10 You work for a company named Litware, Inc. that hosts all email in Exchange Online. A user named User1 sends an email message to an Pass CISCO 300-115 exam - test questions external user User 1 discovers that the email message is delayed for two hours before being delivered. The external user sends you the message header of the delayed message You need to identify which host in the message path is responsible for the delivery delay. What should you do? A. Review the contents of the protocol logs. B. Search the message tracking logs. C. Search the delivery reports 200-355 exam for the message D. Review the contents of the application log E. Input the message header to the Exchange Remote Connectivity Analyzer Correct Answer: E QUESTION 11 You have an Exchange Server 2016 organization. The organization contains three Mailbox servers. The servers are configured as shown in the following table You have distribution group named Group1. Group1 contains three members. The members are configured as shown in the following table. You discover that when User1 sends email messages to Group1, all of the messages are delivered to EX02 first. You need to identify why the email messages sent to Group1 are sent to EX02 instead. What should you identify? A. EX02 is configured as an expansion server. B. The arbitration mailbox is hosted 300-320 exam on EX02.C. Site2 has universal group membership caching enabled. D. Site2 is configured as a hub site. Correct Answer: A
Home / Esportes / Movimentos da Capoeira

Movimentos da Capoeira

Defesas: cocorinha, esquivas, negativas, resistência;
Ataques Rodados:
armada, chapéu de couro, meia-lua, meia-lua de compasso, meia-lua solta, queixada;
Ataques Frontais:
bênção, chapa, esporão, martelo, ponteira;
Ataques Voadores:
armada, martelo voador, meia-lua solta, queixada, vôo do morcego;
Movimentacoes:
ginga, eu ia, rolê, fuga, troca, atravessa, meia volta, volta ao mundo;
Golpes de Mao:
abafador, asfixiante, cutilada, galopante, godeme, quebra-queixo;
Acrobacias:
aú, compasso, duplo S, eclipse, giro de cabeça, macaquinho, palhacinho, queda de rins, salto (uno, duplo e triplo e mortal), saudação, voador;
Desequilibrastes:
arrastão, bandas, chibata, rasteira, tesouradas, vingativas;
Especiais:
batida de frente, boca de calça, cabeçada, carrinho de mão, coice, trava de perna.

PUBLICIDADE

Exemplos:

Armada Martelo
Au Martelo Cruzado
Bencao Martelo Rodado
Cabecada Meia Lua de Compasso
Chapa Ponteira
Chapa de Costas Queda de Rins
Folha Seca Queixada
Macaco Role
Ginga

É a troca constante de base. É uma característica da capoeira que consiste na movimentação constante de braços e pernas executados pelo capoeirista, em movimentos de vai e vem, avanços e recuos, iludindo o adversário e buscando a melhor oportunidade para desferir seus golpes.

Armada

O capoeira executa um giro de todo o corpo, aparentemente dando as costas ao adversário, posicionando-se sobre a perna que se encontra à frente, arremessando a outra perna, em um movimento que completa o giro do corpo, tendo como objetivo a cabeça do oponente.

Benção

O capoeira ao aplicar a Bênção levanta a perna que se encontra atrás na ginga, puxa-a em direção a si e – num movimento rápido – empurra-a contra o peito do adversário, buscando atingi-lo com o calcanhar.

Cabeçada

Em uma posição semelhante à da esquiva, o capoeira projeta seu tronco para a frente, sobre uma perna flexionada servindo como base, buscando atingir o adversário com a cabeça.

Chapa de costas

Neste movimento o capoeira se abaixa até o solo, numa posição próxima à da meia lua de compasso, quando então desfere um golpe idêntico à chapa lateral, agora contando com o apoio das duas mãos ao solo e se aproveitando do fato de estar de costas para o adversário.

Chapa de lateral

Este movimento é executado de forma semelhante à Bênção. A perna é puxada pelo capoeira (joelho flexionado) e distendida em um gesto súbito, procurando atingir o oponente com a parte inferior do pé.

Chapa Giratória

Ao executar a chapa giratória o capoeira faz um giro de todo o corpo sobre uma perna base que se encontra à frente, dando as costas ao adversário. Neste momento, aproveitando o impulso do movimento de rotação do corpo, desfere vigoroso chute na posição da chapa lateral, em direção ao tronco do adversário.

Coice

Como se percebe pelo nome, o coice é um movimento onde o capoeira se apóia sobre os braços e desfere um potente chute duplo. As pernas são encolhidas e depois arremessadas contra o adversário.

Meia Lua de Compasso

Neste movimento o capoeira se abaixa até o solo, apoiando as duas mãos ao solo e desferindo um giro com a perna de trás, arremessando-a à altura do tronco do adversário. O giro é executado sobre a perna base, como se fosse um compasso. Durante todo o movimento a cabeça se encontra entre os braços, os olhos atentos ao adversário.

No treinamento básico, é útil a execução em seguida à resistência, exigindo um maior controle da meia-lua e mantendo o corpo bem próximo ao solo durante toda a movimentação.

Treinando contra-ataques à meia-lua, um movimento pouco convencional, porém de certa utilidade, é o de puxar a perna de apoio de quem arremessa o golpe, com a mão, provocando a interrupção e queda do capoeira.

Meia Lua de Frente

Ao fazer este movimento o capoeira descreve uma meia-lua com uma perna estirada, arremessada com o pé passando à altura do adversário e completando um semicírculo, para então voltar com o pé ao ponto inicial, retornando à ginga.

Meia Lua de solta

Neste movimento o capoeira faz um giro de tronco, preparando-se para executar a meia-lua solta. Em seguida arremessa o corpo num giro sobre uma perna flexionada, no ar, como se fizesse uma meia-lua de compasso acima do chão. Na execução do giro, o calcanhar da perna que descreve a meia-lua procura passar à altura da cabeça do oponente.

Negativa

Aqui o capoeira desce sobre uma perna, que flexionará sob o peso do corpo, ao abaixar-se. Com isto, temos o corpo sobre uma perna, apoiado no calcanhar, enquanto a ponta do pé (flexionada) firma a base no chão. A outra perna é lançada à frente, esticada, o calcanhar tocando o solo. O braço deste lado apóia a mão ao solo, garantindo ao capoeira três pontos de apoio e uma posição que permite locomoção rápida.

Geralmente os capoeiras aperfeiçoam a execução da negativa treinando a troca de negativas, que consiste em alternar sucessivamente os pontos de apoio do corpo, de um lado e de outro, em rápidos movimentos.

Parafuso

O capoeira executa um giro em tudo semelhante ao da armada. Quando a perna começa a efetuar o semicírculo, o capoeira dá um salto e desfere um pontapé lateral com a outra perna, girando no ar, graças ao impulso obtido durante toda a movimentação.

Queixada

Aqui o capoeira se posiciona defronte ao adversário, dá um passo lateral e em seguida, numa torção do tronco, arremessa a perna da frente, desferindo um movimento semicircular à altura da cabeça do adversário, prosseguindo a descida da perna até o solo.

Rabo de Arraia

No rabo de arraia o capoeira se aproxima do adversário e se atira ao solo, apoiado às mãos, lançando um dos pés em direção ao rosto do oponente, enquanto a outra perna dá equilíbrio ao movimento.

Vôo do Morcego

Na execução deste movimento o capoeira pula em direção ao adversário, com as pernas e braços encolhidos. No ar, as pernas são distendidas e os pés empurrados com força contra o oponente. Ao cair no solo, o capoeira amortece a queda com as mãos.

Fonte: neinga

Movimentos da Capoeira

O principal movimento da Capoeira é a Ginga,é dela que vai partir qualquer um dos 52 golpes da Capoeira,fora as combinações.

Na Capoeira de angola a ginga é diferente,é uma coisa mais malandra,eles não gingam mecanizado igual na Regional.

A movimentação da capoeira com certeza se modificou ao longo dos séculos.

Através dos registros históricos e crônicas, no entanto, é possível identificar alguns movimentos que permaneceram no decorrer do tempo, como a cabeçada, a rasteira e o rabo-de-arraia.

Um movimento que faz parte de todas as vertentes de capoeira é a ginga, homenagem dos capoeiristas à Rainha Nzinga, de Angola, guerreira temida por seus inimigos que ficou conhecida por sua habilidade nas negociações com portugueses e africanos, ora tendendo a um lado, ora a outro, negociando com malícia no jogo com seus adversários, mas muitas vezes também agindo de forma violenta contra eles.

Embora não seja um golpe, a ginga é o principal movimento da capoeira, o primeiro que um aluno aprende, dentro ou fora da roda.

Antes de mais, é necessário relembrar que este espaço de demonstração de movimentos básicos de Capoeira ser útil, não tem comparação ao treino com um Mestre de Capoeira.

Apenas em treinos de Capoeira se pode aprender esta verdadeira arte.

E é necessário explicar que seria impossível elaborar um reportório de todos os movimentos de Capoeira, visto que muitos ou são derivados ou combinações de outros movimentos.

Sequências do Meia Lua

Lado A Lado B  
Martelo-em-pé
Tesoura-no-chão-de-costas-sem-pulo-primeira-forma
Cabeçada, cruzeta
Martelo-no-chão
Chapa-no-chão-de-costas
Aú, godeme
Tesoura-no-chão-de-costas-sem-pulo-segunda-forma
Passa-pé-interno, chapa-no-chão-de-costas
Queda-de-quatro
Espelho,
rolê
Rolê
Martelo-no-chão
Bênção,
Bênção
Resistência
Martelo-em-pé, pisão-com-base
Cocorinha
Cabeçada, cruzeta
Queda-de-quatro, espelho
Variação-de-negativa
Martelo-no-chão
Rolê
Passa-pé-interno
Arpão
Aú, pisão-com-base
Cocorinha, bênção
Martelo-no-chão, chapa-no-chão-de-costas
Jogo-de-corpo
variação-de-negativa
Martelo-em-pé, godeme, arpão, rolê
Passa-pé-externo
Resistência, tesoura-no-chão-de-costas-sem-pulo-primeira-forma
Cabeçada, cruzeta
Meia-lua-prêsa, Chapa-no-chão-de-lado
Negativa, chapa-no-chão-de-lado

Cutila, armada
Cocorinha, meia-lua-de-compasso
Volta-ao-mundo, golpe Contra-golpe

OS MOVIMENTOS NA CAPOEIRA

Dividimos os movimentos, didaticamente, em golpes de ataque, defesa e movimentos especiais. Os de ataque podem ser efetuados com os pés, as mãos, decúbito, ou joelho, além da cabeça.

Ataque com os pés

Armada, arrastão, aús: Agulha, batido, chapa, chibata, com uma, duas, e sem as mãos, rolê, vai-e-vem, virado;
Bandas
: em-pé, jogada, traçada;
Bênção, chapas:
em-pé, no-chão-de-costas, no-chão-de-lado; chapéu-de-couro, chibatas:-presa e solta;
Coice,
compasso, compasso-vertical, cruzado, espelho, esporão, esse dobrado (duplo esse), gancho, macaco;
Martelos:
Mem-pé, no-chão, rodado (martelo-passado);
Meias-luas:
de-compasso, presa, solta, sem-apoio (voadora);
Passa-pés:
externo e interno; paulista;
Pisões:
arrastado-em-pé, arrastado-batendo, arrastado-empurrando, com-base, em-pé;
Ponta-pé-de-biqueira, ponteira, queixada, rabo-de-arraia, rasteiras:
de-meia-lua, no-chão;
Tesouras
: da-negativa, do-aú, de-costas, de-frente, no-chão, voadora; volta-por-cima, vôo-de-morcego.

Ataque com as mãos

Arpão-de-dedo, asfixiante, baianada, bênção de frente, bochecho, caçoá, cutila, dedos-nos-olhos, galopante, godeme, palma-de-mão, rasteiras: com uma e duas mãos; soco, tapa, telefone.

Defesa

Aú, caída-na-junta: da cocorinha e da negativa; calço, cocorinha, cruzeta, envergadura, escora, esquivas, negativas:-invertida e regular, defesa-de-dedo-no-olho, pulo, queda-da-boca-de-calça, queda-de-quatro, queda-do-coice, resistência, salta pescoço, tranco, variação-de-negativa, variação-de-negativa-de-angola.

Especiais

Arpão, arpão-de-giro, balões: de-costas, de-frente, de-lado; boca-de-calça, cabeçada, cintura desprezada, cotovelada, cruz, eu-ia, gravata-cinturada, helicóptero, mortal, palhaço, passo-da-cegonha, pisão, quebra-espinha, queda-de-rins, rinoceronte, tombo-da-ladeira, vingativa.

Especiais

Bananeira, corta-capim, finta, deslocamento na ginga, peões: mão e cabeça; volta-ao-mundo.

DESCRIÇÃO DE ALGUNS MOVIMENTOS

Golpes com as mãos

Arpão-de-dedos: Golpe desferido com as falanges médias semicerradas de uma das mãos.
Asfixiante: Golpe desferido com os dedos indicador e polegar em “L”, contra a garganta.
Bochecho: Dois godemes simultâneos aplicados contra a face.
Caçoá: Escala-de-mão desferida no calcanhar, defendendo-se de uma bênção.
Cruzeta: Golpe desferido com uma das mãos segurando o pulso da outra.
Cutila: Golpe desferido com a faca (região lateral) de uma das mãos fechada.
Dedos-nos-olhos: Golpe desferido com uma das mãos, usando os dedos indicador e médio contra os olhos do oponente.
Escala-de-mão: Golpe desferido com a palma de uma das mãos semicerrada.
Galopante: Golpe desferido com a frente de uma das mãos fechada.
Godeme: Golpe desferido com as costas de uma das mãos fechada.
Soco: Golpe desferido com as falanges de uma das mãos fechada.
Tapa: Golpe desferido com a palma de uma das mãos aberta.
Telefone: Galopantes ou tapas desferidos contra os ouvidos.

Golpe com os pés

Bênção

Golpe desferido frontalmente, batendo o calcanhar no oponente, com um dos pés (segundo a tradição oral o nome deve-se à reação de escravos quando obrigados a beijar a mão do senhor-de-engenho). Durante o movimento é feita a remada.

Martelos:

Martelo-em-pé: Golpe desferido em três momentos: inicia-se com uma das pernas encolhida lateralmente; o pé pode bater com a ponta, o peito ou a chapa, na frente. O retorno se dá da mesma forma que o início e, durante o movimento, há remada. O pé bate e volta.
Martelo-no-chão:
Parte-se da negativa, podendo-se terminar o movimento em pé ou continuar no chão. A caracterização do golpe consiste em arremessar o umbigo para cima e só colocar uma das mãos no chão após o pé, da perna mais encolhida (de base), atingir o alvo.
Martelo-passado (rodado):
Golpe desferido de pé (da posição vertical), passando o pé pelo alvo e continuando o giro do corpo, até a posição inicial.

Meias-luas:

Meia-lua-de-compasso: Golpe desferido com duas mãos no chão, batendo o calcanhar do pé que se encontra atrás, com a perna esticada. Isso é feito colocando-se a mão direita no chão, atrás do calcanhar esquerdo e vice-versa. É da torção do tronco que sairá a potência do golpe. Após o movimento, o praticante retorna à posição inicial.
Meia-lua-presa:
O mesmo movimento, com apenas um apoio de mão.
Meia-lua-solta:
Há três maneiras de se executar a meia-lua-presa sem apoio (aérea).

Marco Aurélio

Bibliografia

Monografia desenvolvida por João Couto Teixeira no Curso de Especialização no Ensino da Capoeira na Escola, Universidade de Brasília,1998.

Fonte: www.iesambi.org.br

Movimentos da Capoeira

Movimentos da Capoeira

Movimentos da Capoeira

Jogo

Movimentos da Capoeira

Tocando Atabaque

Movimentos da Capoeira

Aú de Costa

Movimentos da Capoeira

Meia-Lua

Movimentos da Capoeira

Rolê

Movimentos da Capoeira

Ginga

Movimentos da Capoeira

Macaco com queda de Rim

Movimentos da Capoeira

Movimentos da Capoeira

Movimentos da Capoeira

Movimentos da Capoeira

Movimentos da Capoeira

Peão

Movimentos da Capoeira

Macaco

Movimentos da Capoeira

Quebra de rim

Movimentos da Capoeira

Movimentos da Capoeira

Movimentos da Capoeira

Sequência

Movimentos da Capoeira

Saudação

Movimentos da Capoeira

Macaco

Fonte: capoeira_regional.vilabol.uol.com.br

Conteúdo Relacionado

 

Veja também

Arremesso de Peso

Arremesso de Peso

PUBLICIDADE O arremesso de peso é uma prova de atletismo moderno. A pessoa impulsiona uma …

História das Olimpíadas

História das Olimpíadas

Os Jogos Olímpicos começaram em 776 a.C. em Olímpia, na Grécia antiga, e duraram por mais de mil anos.

Rivellino

Rivellino

Rivellino, Roberto, Jogador, Futebol, Clubes, Títulos, Seleção Brasileira, Gols, Faltas, Cobrador de Faltas, Corinthians, Vida, Carreira, Rivellino

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload the CAPTCHA.

300-209 exam 70-461 exam hp0-s41 dumps 640-916 exam 200-125 dumps 200-105 dumps 100-105 dumps 210-260 dumps 300-101 dumps 300-206 dumps 400-201 dumps Professor Messer's CompTIA N10-006 exam Network+