Facebook do Portal São Francisco Google+
+ circle
Home  5 Pandemias Históricas  Voltar

5 Pandemias Históricas

pandemias
Ilustração do século XIV, tendo como assunto a peste negra

A imprensa noticia a proliferação da gripe tipo A, mais conhecida como gripe suína.

Em virtude da rápida transmissão do vírus pelo mundo, a Organização Mundial de Saúde elevou o alerta de pandemia para o segundo nível.

O mundo já foi palco de cinco grandes pandemias causadas por proliferação de vírus.

Veja-as abaixo, em compilação postada pelo Neatorama:

01. A peste peloponesa

A primeira pandemia que se tem notícia foi descrita pelo historiador grego Tucídides.

m 430 aC, durante a guerra do Peloponeso entre Atenas e Esparta, uma grande peste dizimou cerca de 30.000 cidadãos de Atenas, o que equivalia a aproximadamente um terço dos atenienses.

onta Tucídides que as pessoas eram "subitamente atacadas por violentas dores de cabeça, vermelhidão e inflamação nos olhos. A garganta a ou língua sangravam, exalando um odor fora do normal. Depois vinha tosse, diarréia, espasmos e úlceras cutâneas."

Várias pessoas sobreviveram, mas muitas delas sem os dedos, cegos e até sem os órgãos genitais.

02. A peste de Antonine

Em 165 dC, o médico grego Galeno descreveu uma pandemia, cujos sintomas vitimaram Marcus Aurelius Antoninus, um dos imperadores romanos.

A doença chegou a matar cerca de 5.000 pessoas por dia em Roma.

03. A peste de Justiniano

Em 541-542 dC, uma doença mortal atingiu o Império Bizantino.

No auge da infecção, a doença, que ficou conhecida como Peste de Justiniano, matou cerca de 10.000 pessoas em Constantinopla.

A doença foi causada pela bactéria Yersinia Pestis, transmitida ao ser humano através das pulgas dos ratos-pretos.

Até o fim do surto, quase metade dos habitantes da cidade estava morta.

Historiadores acreditam que o surto dizimou um quarto da população na região Leste do Mediterrâneo.

Este surto, o primeiro de peste bubônica registrado na história humana, marcou o primeiro dos muitos focos da peste.

04. A peste negra

Depois da praga de Justiniano, houve muitos outros casos esporádicos de peste, mas nenhum tão grave como a Peste Negra do século XIV, que matou, na Europa, aproximadamente 25 milhões de pessoas, ou um quarto da população de então.

05. A gripe espanhola

Em março de 1918, o vírus influenza espalhou-se rapidamente por quase todo o mundo, atingindo cerca de 1 bilhão de pessoas.

Esta foi considerada a mais letal epidemia da história da humanidade: atingiu cerca de 100 milhões de pessoas, matando aproximadamente 20 milhões.

Fonte: www.nautilus.com.br

Sobre o Portal | Política de Privacidade | Fale Conosco | Anuncie | Indique o Portal