Breaking News
QUESTION 1 You have a hybrid Exchange Server 2016 organization. Some of the mailboxes in the research department are hosted on-premises. Other mailboxes in the research department are stored in Microsoft Office 365. You need to search the mailboxes in the research department for email messages that contain a specific keyword in the message body. What should you do? A. From the Exchange Online Exchange admin center, search the delivery reports. B. Form the on-premises Exchange center, search the delivery reports. C. From the Exchange Online Exchange admin SY0-401 exam center, create a new In-Place eDiscovery & Hold. D. From the Office 365 Compliance Center, create a new Compliance Search. E. From the on-premises Exchange admin center, create a new In-Place eDiscovery & Hold. Correct Answer: E QUESTION 2 You have an Exchange Server 2016 organization. You plan to enable Federated Sharing. You need to create a DNS record to store the Application Identifier (AppID) of the domain for the federated trust. Which type of record should you create? A. A B. CNAME C. SRV D. TXT Correct Answer: D QUESTION 3 Your company has an Exchange Server 2016 200-310 exam Organization. The organization has a four- node database availability group (DAG) that spans two data centers. Each data center is configured as a separate Active Directory site. The data centers connect to each other by using a high-speed WAN link. Each data center connects directly to the Internet and has a scoped Send connector configured. The company's public DNS zone contains one MX record. You need to ensure that if an Internet link becomes unavailable in one data center, email messages destined to external recipients can 400-101 exam be routed through the other data center. What should you do? A. Create an MX record in the internal DNS zone B. B. Clear the Scoped Send Connector check box C. Create a Receive connector in each data center. D. Clear the Proxy through Client Access server check box Correct Answer: AQUESTION 4 Your network contains a single Active Directory forest. The forest contains two sites named Site1 and Site2. You have an Exchange Server 2016 organization. The organization contains two servers in each site. You have a database availability group (DAG) that spans both sites. The file share witness is in Site1. If a power failure occurs at Site1, you plan to mount the databases in Site2. When the power is restored in Site1, you Cisco CCNP Security 300-207 exam SITCS need to prevent the databases from mounting in Site1. What should you do? A. Disable AutoReseed for the DAG. B. Implement an alternate file share witness. C. Configure Datacenter Activation Coordination (DAC) mode. D. Force a rediscovery of the EX200 exam network when the power is restored. Correct Answer: C QUESTION 5 A new company has the following: Two offices that connect to each other by using a low-latency WAN link In each office, a data center that is configured as a separate subnet Five hundred users in each office You plan to deploy Exchange Server 2016 to the network. You need to recommend which Active Directory deployment to use to support the Exchange Server 2016 deployment What is the best recommendation to achieve the goal? A. Deploy two forests that each contains one site and one site link. Deploy two domain controllers to each forest. In each forest configure one domain controller as a global catalog server B. Deploy one forest that contains one site and one site link. Deploy four domain controllers. Configure all of the domain controllers as global catalog servers. C. Deploy one forest that contains two sites and two site links. Deploy two domain controllers to each site in each site, configure one domain controller as a global catalog server D. Deploy one forest that contains two sites and one site link. Deploy two domain controllers to each site. Configure both domain controllers as global catalog servers Correct Answer: C QUESTION 6 How is the IBM Content Template Catalog delivered for installation? A. as an EXE file B. as a ZIP file of XML files C. as a Web Appli cati on Archive file D. as a Portal Application Archive file Correct Answer: D QUESTION 7 Your company has a data center. The data center contains a server that has Exchange Server 2016 and the Mailbox server role installed. Outlook 300-101 exam anywhere clients connect to the Mailbox server by using thename outlook.contoso.com. The company plans to open a second data center and to provision a database availability group (DAG) that spans both data centers. You need to ensure that Outlook Anywhere clients can connect if one of the data centers becomes unavailable. What should you add to DNS? A. one A record B. two TXT records C. two SRV records D. one MX record Correct Answer: A QUESTION 8 You have an Exchange Server 2016 EX300 exam organization. The organization contains a database availability group (DAG). You need to identify the number of transaction logs that are in replay queue. Which cmdlet should you use? A. Test-ServiceHealth B. Test-ReplicationHealth C. Get-DatabaseAvailabilityGroup D. Get-MailboxDatabaseCopyStatus Correct Answer: D QUESTION 9 All users access their email by using Microsoft Outlook 2013 From Performance Monitor, you discover that the MSExchange Database\I/O Database Reads Average Latency counter displays values that are higher than normal You need to identify the impact of the high counter values on user connections in the Exchange Server organization. What are two client connections 400-051 exam that will meet performance? A. Outlook on the web B. IMAP4 clients C. mobile devices using Exchange ActiveSync D. Outlook in Cached Exchange ModeE. Outlook in Online Mode Correct Answer: CE QUESTION 10 You work for a company named Litware, Inc. that hosts all email in Exchange Online. A user named User1 sends an email message to an Pass CISCO 300-115 exam - test questions external user User 1 discovers that the email message is delayed for two hours before being delivered. The external user sends you the message header of the delayed message You need to identify which host in the message path is responsible for the delivery delay. What should you do? A. Review the contents of the protocol logs. B. Search the message tracking logs. C. Search the delivery reports 200-355 exam for the message D. Review the contents of the application log E. Input the message header to the Exchange Remote Connectivity Analyzer Correct Answer: E QUESTION 11 You have an Exchange Server 2016 organization. The organization contains three Mailbox servers. The servers are configured as shown in the following table You have distribution group named Group1. Group1 contains three members. The members are configured as shown in the following table. You discover that when User1 sends email messages to Group1, all of the messages are delivered to EX02 first. You need to identify why the email messages sent to Group1 are sent to EX02 instead. What should you identify? A. EX02 is configured as an expansion server. B. The arbitration mailbox is hosted 300-320 exam on EX02.C. Site2 has universal group membership caching enabled. D. Site2 is configured as a hub site. Correct Answer: A
Home / Bem-Estar / Florais de Minas

Florais de Minas

PUBLICIDADE

Florais de Minas

OsFlorais de Minasalém de trabalhar as emoções equilibram os chacras. Descubra o poder curativo das flores que vêem das montanhas de minas.

A Essência Curativa das Flores

A natureza é realmente uma mãe protetora, ela nós dá a cura para várias doenças e com suas infinitas fórmulas. A terapia floral é uma delas. Um sistema de cura que não visa apenas tratar a doença isoladamente e sim o doente, seu estado energético, mental e consequentemente o emocional. Hoje já existem pelo mundo várias publicações científicas que comprovam que o estado mental negativo de uma pessoa é responsável pelo surgimento de várias doenças. Como tudo no universo é formado por energia em suas variadas formas e vibrações já é possível equilibrarmos nossos corpos sutis, aura e chacras através dos Florais de Minas, pesquisados por Breno Marques Da Silva e Ednamara Batista Vasconcelos e Marques.

A terapia com os Florais de Minas foi desenvolvida e baseada nos princípios e na admiração dos seus pesquisadores pelo trabalho do Dr. Edward Bach, pioneiro da terapia floral, o criador dos florais de Bach. Os Florais de Minas foram pesquisados em 1989 nas proximidades da cidade mineira de Itaúna, MG, vêm conquistando terapeutas florais e consumidores cada vez pelos seus resultados satisfatórios e também pelo seu padrão de qualidade. Neste especial estarei fazendo uma analogia entre os chacras, desequilíbrios e essências dos florais minas que ajudarão a restaurar a vibração harmoniosa. Essas associações são bastante comuns na prática diária dos terapeutas florais e energéticos como reiki.

Os chacras são centros vitais de energia presente no homem e nos animais. Natural da filosofia hinduísta “Chackra” significa roda de luz, centro de energia vital.

Para quem deseja aprofundar-se no assunto estarei sugerindo obras para leitura no final. A principio estaremos fazendo uma analogia entre os setes chacras principais e a terapia com os Florais de Minas.

Vamos começar nosso estudo pelo chacra básico ou raiz. Está localizado na base da coluna. Seu aspecto espiritual é a percepção de si mesmo enquanto ser humano. Se este chacra não vibra em harmonia nos tornamos inseguros, temos medo, fobias, pânicos, falta a coragem e confiança na vida. Fisicamente este chacra governa a glândula endócrina supra-renal responsável pela liberação de cortisona. Na falta de harmonia deste, ficam alteradas as funções vitais dos órgãos, rins, bexiga, reto e coluna vertebral. Para ajudar no equilíbrio uso da fitoessência Securitat é indicado. Formulada por um conjunto de 14 essências florais e microdoses de tinturas fitoterápicas. Deverá ser usado na fração de 4 a 8 gotas, 3 vezes ao dia em via oral ou sublingual. A mesma posologia é indicada para os florais sugeridos para o equilíbrio dos demais chacras discriminados abaixo. Com uma semana já dá para perceber seus efeitos no campo de energia. Outra sugestão, indicada pelos criadores dos Florais de Minas é a Fórmula do primeiro chacra composta por 9 essências.

O 2º Chacra

Conhecido como o chacra sacral, está localizado abaixo do abdômen, tendo como aspecto espiritual o auto-respeito, auto valorização. Quando em desequilíbrio perdemos nossa criatividade na relação afetiva, temos sentimentos de possessividade e falta de comunhão. As glândulas endócrinas; ovários e testículos ficam alterados com seu desequilíbrio, o que compromete a função dos intestinos, útero, próstata, ovários e testículos. Duas essências de Minas irão ajudar equilibrar esse centro, Basilicum, ajudará a tratar as crises, sobrecargas, inadequação e problemas sexuais E o Hibiscus que trabalhará a fusão da energia, aliviando frigidez, impotência e restaurando o potencial criativo da relação. Há também a fórmula do segundo chacra, composta por 6 essências dentre elas o hibiscus.

O 3º Chacra

O plexo solar, localizado no epigástrico, abaixo das costelas, tendo como aspecto espiritual a auto-estima,a noção do próprio valor, quando em equilíbrio valorizamos o nosso próprio eu do contrário apresentamos ao mundo ressentimentos, culpa, sentimos que não somos valorizados além de alterar as funções da glândula endócrina, pâncreas. Tem coisas que acontecem ao nosso redor que a digestão é mesmo difícil! Com desequilíbrio deste, há alterações no bom funcionamento do fígado, baço, estômago, intestino delgado. O floral Fuchsia além de servir como um ansiolítico restabelece a vitalidade dos órgãos associados a este chacra e respectivamente com o corpo mental, a terceira camada a aura que vibra de diferentes cores conforme nossas emoções. O floral camelli associado ajuda a manter uma vibração de pensamentos altruístas e o despertar do amor incondicional. Você também poderá optar pela Fórmula do terceiro chacra composta por 8 essências dos florais de Minas.

Florais de Minas

O 4º Chacra

Conhecido como o chacra do coração por localizar no centro do peito e tendo um aspecto espiritual bastante complexo o amor por si mesmo. Através desde aprendemos o que é dar e receber o amor. E se esse chacra se desgoverna nos tornamos amargurados, ressentidos, a solidão se torna presente. A glândula endócrino timo e a própria funcionalidade do coração ficam comprometidos se há uma baixa de vibração energética deste chacra. A combinação das essências florais tropaeolum, aleluia e amaranthus (vou batizá-las de chama trina) ajudam a equilibrar e manter os padrões de pensamentos em harmonia com os princípios do amor, fé que despertam o poder do Pai, Filho e Espírito Santo que tudo abençoa e cura. No sagrado coração de Jesus e Maria brilham no centro do chacra cardíaco a vibração do amor incondicional para o mundo, o amor que tudo cura, que tudo se eleva. Há também pronto o floral para o terceiro chacra composta por 9 essências.

O 5º Chacra

Sua localização na garganta. Seu aspecto espiritual a auto-expressão e a criatividade. Quando está em vibração harmoniosa conseguimos aceitar as mudanças e temos boa capacidade diante as escolhas. Do contrário sofremos e temos frustração, desenvolvem-se problemas na glândula tireóide, alterações pulmonares, garganta e intestino. A essência Floral de Minas Sinapsis trabalha a energia da criatividade ajudando a perceber os aspectos da própria onipotência interna, o que permite o afloramento da criatividade e o despertar da fé. Há também a Fórmula do quinto chacra é composta por seis essências que ajudarão no processo de verbalização.

O 6º Chacra

Sua localização entre as sobrancelhas, testa. Seu aspecto espiritual é desenvolver o senso de responsabilidade. Esse chacra trabalha a intuição, visão e o nosso equilíbrio. Quando desgovernado apresentamos confuso, apáticos à vida, captamos a energia negativa de outras pessoas ou de ambientes para o nosso campo energético, aura. A glândula hipófise está relacionada com esse chacra como também o bom funcionamento dos órgãos olhos, cabeça e sínus. A essência do floral Emília ajudará a trabalhar a energia da conexão do despertar da consciência e dos níveis intuitivos, alinhando a integração global com a individualidade mediante o despertar da voz interna. A essência Fícus também é um coadjuvante seu uso ameniza as alterações psicossomáticas, dores internas, cefaléias, náuseas, vertigens que são sinais físicos do desequilíbrio do 6º chacra. Outra opção indicada pelos canalizadores dos florais de minas é a Fórmula para o sexto chacra composta por seis essências.

O 7º Chacra

Sua localização o centro da cabeça, o aspecto espiritual o despertar da consciência de si mesmo. A necessidade básica deste chacra é a aceitação da vida.

Trabalha a vibração da paz. A glândula pineal recebe e troca energia com esse centro e quando em desarmonia surgem alterações diversas nas células nervosas e no cérebro. Exemplos: Mal de Parkinson, Esquizofrenia, Alzheimer e Esclerose Múltipla. Como esse chacra aprendemos que é importante termos uma conexão com valores espirituais e trabalhar com a fé. Em momentos de desespero é comum a gente colar nossas mãos em cima da cabeça e dizer : “Meu Deus!”, “Não sei o que fazer!” A essência Floral Mimosa ajudará no resgate da fé e na superação dos medos além de fazer vibrar a energia nos estados de doenças nervosas, doenças crônicas e durante uma hospitalização. O floral Psidium, trabalhará a energia mental restaurando as vibrações celulares e no regate da fé. Há também a Fórmula para o sétimo chacra.

Fonte: www.sulmix.com.br

Florais de Minas

OsFlorais de Minasinspiram-se, diretamente, no sistema proposto pelo Dr. Edward Bach, na Inglaterra, nos anos trinta, utilizando-se, porém, essências de flores da região de Minas Gerais.

A literatura registra terem sido os remédios florais aqui descritos utilizados, por curtos e longos intervalos, sendo que os efeitos observados foram sempre suaves e bem apreciados.

Não há registro de contraindicações, efeitos colaterais, nem interações medicamentosas com medicações alopáticas ou homeopáticas.

Como no caso dos Florais de Bach, cada Floral de Minas pode ser usado, individualmente, ou em combinação com outros.

A dosagem padrão é de 4 gotas, 4 a 6 vezes ao dia, de preferência colocadas sob a língua, podendo ser alterada.

Prefira sempre as recomendações de seu terapeuta ou psicólogo.

Florais de Minas

Florais de Minas

Indicações de uso

Medo

AMBROSIA Temem a escassez de recursos vitais e o fracasso; falta de fé
BIPINATUS Pânico, terror, medo emergencial e agudo; pesadelos
MIMOSA Medos de coisas concretas; hipocondria; gagueira; timidez
PASSIFLORA Medos vagos, de origem desconhecida, enurese noturna
PLANTAGO Medo da vida, dos riscos e até das próprias fantasias
PSIDIUM Impulsividade exacerbada, medo de descontrole e de auto-destruição
SAMBUCUS Medo de falhar e de descontrolar-se fisicamente
TRIMERA Ansiedade e aflição com relação ao bem-estar de terceiros

Desinteresse

ANIL Enfraquecimento intelecto-sensorial; aceitação da velhice; esclerose
MADRESSILVA Incapacidade de superar eventos passados, saudosismo
MARGARITES Visão fragmentada; dificuldade de correlacionar eventos, fatos
MOMÓRDICA Idéias fixas, mentalidade ruminativa e indesejável
MYOSOTIS Incapacidade de recuperar-se de uma perda afetiva
ROSA CANINA Resignados e apáticos, conformados com a adversidade
ROSMARINUS Afastamento da realidade perceptiva, fantasia e sonho
SALVIA Dificuldade em assimilar as experiências da vida; repetição de erros
SINAPSIS Tristeza, deseperança, melancolia, sem causa definida
SEMPERVIVUM Esgotamento físico e psíquico; estados depressivos

Influenciabilidade

CALÊNDULA SILV. Indivíduo extremista, radical, tipo “oito-ou-oitenta”
CAMELLI Faltos de amor; vingativos, ciumentos, possessivos, desconfiados
DIANTHUS Hipersensibilidade a tudo que ocorre a seu redor
FUCHSIA Ansiosos que dissimulam, com uma falsa alegria, sua tortura interna
ICARO Ambiciosos ao extremo e necessitados de constante reconhecimento;
IPOMEA Necessidade constante de estímulo, de êxtases, de inusitado
LANTANA Harmoniza e reequilibra o comportamento do indivíduo no grupo
LINUM Fortes expansões da consciência devidas a experiências muito duras
MILLEFOLIUM Mudanças difíceis ou dolorosas; transição
ORELLANA Comportamento sanguíneo ou colérico forte
PASTORIS Retraimento, falta de sociabilidade, isolamento pessoal
RUTA Personalidade subserviente, sem força de vontade
SILENE Personalidades que sempre falseiam suas atitudes perante terceiros
VERNONIA Inconformados com sua posição na sociedade, grupo ou família

Solidão

HELIANTHUS Energias excessivamente absorvidas em sí mesmo
IMPATIENS Rápidos na ação e no pensamento, que não aceitam ser dirigidas
NICOCIANA Personalidades destemidas, valentes, fortes, aventureiras
PIPERITA Indivíduos física e mentalmente lentos
TABEBUIA Para quando se requer toda a energia direcionada para a auto-cura
TROPAEOLUM Vaidosos, orgulhosos, arrogantes, frios emocionalmente

Desalento, Desconforto

AGAVE Corajosos e fortes, mas exaurIdos; escondem o cansaço
AGERATUM Purificação,sublimação das emoções durante os sonhos;
ARISTOLÓQUIA Sentimento de culpa, de pecado e inferno; autopunição
ARNICA CAMPESTRE Traumatismos, dores internas, cicatrização
ARTEMÍSIA Depurativo psíquico de largo espectro; eliminação de toxinas
BASILICUM Confusão; desordem mental; inadequação
CASSIA Vergonha, autocondenação, face a situações públicas e sociais
HELIOTROPIUM Estados temporários de angústia extrema e melancolia
HIBISCUS Dificuldades de entendimento com o parceiro, conflitos
JASMINUM Ajuda a vencer a resistência de romper com certos hábitos
LACRIMA Favorece o surgimento de idéias benevolentes e sentimentos nobres
LAVANDULA Pessoas que não conseguem finalizar seus projetos
LILIUM Harmoniza aspectos femininos e masculinos, maternidade e trabalho
LUCERIS Conflitos emocionais ou desconforto mental
MALUS Vergonha de alguma parte do corpo ou aparência em geral;
PINUS Sentimentos de culpa e auto-condenação; remorsos
TAGETES Emergências inesperadas; choques emocionais
VIOLA Falta de confiança nos relacionamentos de grupo
ZANTE Desgosto com relação a sua identidade sexual
ZINNIA Mal-humor, amargura, negativismo

Fonte: www.apothecarium.com.br

Florais de Minas

Florais de Minas

As essências florais não são nem alopatia, nem homeopatia, nem fitoterapia. São compostos energéticos (das flores) cujos princípios ativos não são químicos mas, eletromagnéticos. Sua proposta é predominantemente preventiva e atuam através das questões emocionais.

Criado pelo inglês Dr. Edward Bach no início deste século, o novo sistema tinha por princípio “…tratar a personalidade e não a enfermidade…”. Devido a traumas e repressões, conscientes ou inconscientes, passamos a negar certos desejos, emoções e acontecimentos, tentando mantê-los longe da lembrança, criando máscaras ou véus que encobrem o verdadeiro “eu”. Tais atitudes, a princípio, são uma boa defesa, pois diminuem momentaneamente o sofrimento emocional.

Entretanto, se tentarmos manter indefinidamente bloqueado o acesso a determinados fatores psíquicos que nos são dolorosos, arcaremos com um alto preço: a somatização, ou seja passaremos para o corpo tudo aquilo que tentamos esconder do nosso consciente. Desse modo, as chamadas “doenças” não são vistas como um mal em si, nem como meros acasos, mas sim, como verdadeiros avisos que, inconscientemente, passamos para nós mesmos de que algo falta ser compreendido. Enquanto não resolvermos este algo, não será possível reverter verdadeiramente o desequilíbrio.

Sem que haja a ampliação da consciência, todo  e qualquer tratamento, por melhor que pareça, será um mero paliativo , mascarando e retardando os sintomas ou, ainda, simplesmente desviando a manifestação da desarmonia para outra parte do corpo.

Florais de Minas

Os Florais de Minas são um conjunto de essências extraídas de flores das regiões montanhosas do Quadrilátero Ferrífero de Minas Gerais, pesquisados pelo Dr. Breno Marques da Silva, graduado e pós graduado em Farmácia e Engenharia.

As técnicas empregadas na preparação das essências são semelhantes àquelas descobertas pioneiramente pelo médico Dr. Eduardo Bach, na década de trinta.

As essências Florais de Minas (84)  são estruturadas e classificam-se de acordo com os agrupamentos mentais propostos peo Dr. Bach. Ou seja, existem florais para o medo, para a incerteza, para a falta de interesse nas circunstâncias, para a preocupação excessiva, para a super sensibilidade, para o desalento e para a solidão.

As descrições de cada essência são personalizadas e, como na homeopatia clássica, procura-se tratar o indivíduo e não somente os sintomas físicos.

A base da terapia com os Florais de Minas está no reino vegetal, pois este segue sua trilha evolutiva refletindo sempre o reino humano, porém em total harmonia.

As espécies vegetais representam personalidades simbolicamente análogas àquelas encontradas entre os  homens, todavia, são elas essencialmente puras. As flores representam o estado de máxima expansão da alma vegetal, o ponto de maior aproximação desse reino conosco. A planta “observa” o ambiente à sua volta por intermédio dos pequenos brotinhos. Quando percebe que numa dada direção, as condições são favoráveis, ela cresce através dos caules, ramos e folhas.

Todavia, quando isso não é assim, há ali uma certa desistência. A planta decide “desencarnar” naquele ponto e trocar de ambiente. Porém, toda a experiência do vegetal fica acumulada e disponível na flor que, constantemente opina sobre a beleza do viver.

Martha Follain

Fonte: www.floraisecia.com.br

Florais de Minas

Florais de Minas

Perguntas Frequentes sobre a Terapia Floral e o Sistema Florais de Minas

1) O que a Organização Mundial da Saúde (OMS) profere sobre a Terapia Floral?

Atualmente esta modalidade de tratamento encontra-se difundida em todo o mundo e recebe o aval da Organização Mundial de Saúde (OMS) que assim se pronuncia: “Cada remédio trata uma determinada pessoa e uma condição particular. O uso de todos estes remédios (florais) está amplamente distribuído pelo mundo em pequena escala.

Eles são excelentes para o autocuidado, sendo totalmente sem efeitos colaterais e não oferecem perigo caso um remédio errado seja prescrito”.

2) Os florais são considerados medicamentos?

A OMS reconhece os florais como uma terapia complementar. Os florais não são legalmente considerados medicamentos! Eles não substituem, em hipótese nenhuma, as indicações e o tratamento médico. Em caso de persistência de sintomas físicos é necessário procurar o médico.

3) Se os florais não são medicamentos, então o que são?

Os florais são uma espécie de suplemento especial, uma bebida saudável, para ser tomada em poucas gotinhas, que têm se mostrado eficazes na manutenção de uma melhor qualidade de vida, através do equilíbrio, harmonia e bem-estar da alma e do corpo.

4) Em que os Florais de Minas se aparam para ditar o efeito de uma determinada essência floral?

A pesquisa dos Florais de Minas é ancorada nas várias seções do conhecimento humano. Ao investigarmos uma determinada planta, sempre nos amparamos nos arquétipos universais: etimologia, mitologia, lei das assinaturas, lei da complementaridade, conhecimento popular, indígena, botânico, farmacológico, etc. A observação empírica e prática dos efeitos de uma essência floral em determinada pessoa é o elemento que corrobora as indicações preliminares colhidas no reservatório universal de conhecimentos.

5) Quais as indicações mais comuns para a utilização dos florais?

Os florais são indicados para os mais variados distúrbios mentais, emocionais e comportamentais. Existem essências florais para conferir equilíbrio ao indivíduo em diversas situações, quando acometidos por carência afetiva, ciúmes, mágoas, baixa autoestima, sentimento de inferioridade, narcisismo, dificuldades de relacionamento, autoritarismo, dificuldade de aprendizagem, pessimismo, ruminação mental, indecisões, pesadelos, medos diversos, descontrole emocional, impulsividade, letargia, impaciência, depressão, insônia, ira, raiva, agressividade, sentimentos de solidão, etc.

6) Como agem os florais? Quais os efeitos para o corpo e a alma?

Os florais agem equilibrando e harmonizando os pensamentos e as emoções, e seus efeitos se tornam visíveis a nível comportamental. Os resultados se mostram muitas vezes rapidamente, causando surpresa a todos. Outras vezes, eles se manifestam gradativamente, mas são sempre aparentes para a própria pessoa ou para aqueles de seu círculo de convivência.

7) Os florais possuem efeitos parecidos com os da homeopatia?

Embora em seus métodos de fabricação as essências florais apresentem algum parentesco com a homeopatia, seus efeitos são em geral mais rápidos, profundos e duradouros, além de praticamente isentos de catarses, agravamentos e efeitos colaterais.

8) Qual o modo de ação dos florais no organismo?

Os florais agem em nossas potencialidades latentes. De certa forma poderíamos dizer que não são eles que curam, mas acionam as reservas internas de autocura, fazendo manifestar em nós as virtudes que estavam adormecidas.

9) Posso utilizar os florais de forma preventiva contra doenças?

Em razão da sua atuação nos corpos mais sutis (mental e emocional), os florais funcionam como excelente preventivo de males que podem se instalar a nível orgânico/físico.

10) Existeumtempo máximo para utilização dos florais?

Não há restrições quanto ao tempo de uso dos florais.

11) Existe uma idade ideal para começar a utilizar os florais?

Podemos nos beneficiar da terapia floral nos mais variados momentos e em diversas circunstâncias, desde o primeiro instante da vida até o último suspiro.

12) Os florais possuem contra-indicações ou algum tipo de interação com outros medicamentos?

Os florais não apresentam contra-indicações, efeitos colaterais ou interações com medicamentos alopáticos, homeopáticos ou com outras substâncias, alimentos ou bebidas.

13) Os produtos Florais de Minas possuem alguma hipersensibilidade eletromagnética?

Até então, nossas observações, pesquisas e experimentos não confirmam que os florais sejam sensíveis ou que perdem o efeito – como afirmam sobre os produtos homeopáticos – se expostos às ondas eletromagnéticas. No entanto, por ainda não existirem aparelhos que consigam medir estas “sutilezas energéticas”, recomendamos que se evite, dentro do possível, a exposição dos florais aos campos eletromagnéticos.

14) As essências dos Florais de Minas podem ser utilizadas juntamente com outras essências de outros sistemas florais?

Não há problema de se usar essências dos Florais de Minas junto com outras essências de outros sistemas florais produzidos dentro dos princípios metodológicos propostos pelo Dr. Bach.

15) Os benefícios da Terapia Floral são reais ou preciso ter alguma crença para que os efeitos ocorram?

Os benefícios da terapia floral acontecem independentemente da credibilidade ou sugestionabilidade de quem os utiliza. Prova disto está em sua larga e eficaz ação na veterinária, em recém-nascidos, em deficientes mentais e em pessoas em estado de coma.

16) Como é a consulta realizada porumterapeuta floral?

Trata-se de uma entrevista que se destina à indicação dos florais e que é bem semelhante à do homeopata. O terapeuta, a fim de selecionar as diversas essências florais adequadas para cada circunstância e personalidade, precisa entender as particularidades individuais, os anseios e dilemas internos. Ele deve inteirar-se sobre as questões emocionais pelas quais passa o indivíduo, sua maneira de pensar, de conviver consigo próprio e com os demais. É prudente que ele verifique a sua ligação a episódios do passado, sua adesão ao momento atual, bem como suas perspectivas futuras.

17) Qual a duração ideal de um tratamento com a mesma fórmula floral?

Em geral, recomenda-se um prazo médio de dois meses para uma mesma fórmula floral. Isto não impede que neste meio tempo se faça alguma alteração ou acréscimo na formulação. Em alguns casos, se torna necessário prolongar o uso, enquanto em outros, mesmo antes de dois meses os resultados positivos já se fazem presentes. Cada caso é um caso em particular dentro da terapia floral, não havendo, portanto, a prevalência de regras determinísticas. Mesmo que bem antes do tempo esperado já se observe a melhoria pretendida, é aconselhável continuar o tratamento por mais algum tempo a fim de consolidá-lo.

18) Com tanta diversidade de essências florais, como fazer corretamente a escolha?

Diante de tanta variedade e extensão das essências florais, a conduta adequada é priorizar. Ou seja, devem ser observadas quais as questões mais importantes apresentadas, ou quais as essências representam melhor a personalidade da pessoa a ser tratada. Diante de uma lista de essências florais escolhidas, é sempre razoável fazer uma hierarquia ordenando aquelas essências florais que são as mais prioritárias. Tendo em conta o grau de importância e a urgência de cada essência floral, a escolha de um elenco delas poderá feita de modo adequado. Dois fatores principais favoreceram a boa prática da terapia floral: conhecer, sabendo distinguir uma essência floral de outra, e saber realçar o que realmente é relevante na situação ou personalidade apresentada.

19) Qual o número máximo de essências florais que deve existiremuma fórmula floral solução-de-uso?

Em verdade não há um número máximo de essências florais para compor uma dada fórmula. No entanto, aconselha-se um limite máximo de nove a dez (9-10) essências.

20) Ao utilizar as fórmulas compostas na manipulação da fórmula floral solução-de-uso, como devo fazer a contagem das essências florais?

As fórmulas compostas (Buquê de 9 Flores, Fórmulas dos Chakras, Fórmula de Exame, etc) devem ser consideradas como uma unidade em si, como se fossem uma essência de uma única flor.

21) Qual conservante deve ser utilizado ao manipular a fórmula floral solução-de-uso? Quais observações são importantes para a escolha do conservante adequado?

Geralmente emprega-se o conhaque destilado de uvas (brandy) como conservante. No caso especial de pessoas hipersensíveis ou que precisam abster-se do álcool, ou recém-nascidos, pessoas fazem uso de medicamentos alopáticos do tipo anticonvulsivantes (antiepilépticos), portadores de severos males gástricos, hepáticos ou renais, é conveniente não usar qualquer veículo conservante alcoólico.

Neste caso, a fórmula floral solução-de-uso isenta de conservantes deve ser armazenada sob refrigeração, tomando-se cuidados especiais no manuseio, visto que o prazo de validade da mesma se torna bem mais reduzido.

22) Como substituir o conservante alcoólico da fórmula floral solução-de-uso pela água?

Caso o usuário necessite abster-se de álcool ou bebidas alcoólicas, basta utilizar o mesmo procedimento de preparo, porém, empregando 100% de água mineral e conservando o frasco na geladeira.

23) Ao utilizar a água como conservante, quais os cuidados devo ter?

Observe atentamente, com o passar dos dias, se não há formação de precipitações, resíduos, mofo ou bolor, ou se não surgiram alterações no gosto ou no cheiro do produto. Caso apareçam estes sinais de deterioração bacteriológica, interrompa o uso e descarte o produto, sem reutilizar o frasco. Prepare novamente a mesma fórmula e mantenha a atenção.

24) Como preparar a fórmula floral solução-de-uso?

a)Obtenha frascos de vidro âmbar de 30 mL com conta-gotas, esterilizados.

b)Preencha o frasco âmbar, 30 mL, com o veículo. Este veículo geralmente é uma solução de 80% de água mineral e 20% de conhaque-brandy destilado de vinho. Como sugestão pode utilizar as marcas: Napoleon, Macieira, Domecq.

c)Adicione as essências florais necessárias e especificadas na fórmula, utilizando 2 gotas das essências simples e 4 gotas das essências compostas ou de acordo com o padrão proposto pelos Florais de Minas: 2, 4, 7, 14 ou 21 gotas da solução-estoque (de cada essência indicada). Esse padrão está bem explicado e justificado nos cursos ministrados pelos pesquisadores e professores dos Florais de Minas.

d)Agite bem.

e)Rotule. Neste rótulo deve ser informado: o nome do usuário, posologia, composição, data de fabricação, data de validade, modo de conservação, endereço/contato do local onde foi preparada tal fórmula.

25) Qual é a posologia padrão para se tomar a fórmula floral solução-de-uso conforme ensinamentos do Dr. Bach?

A posologia padrão é de 4 gotas sublinguais 4 a 6 vezes ao dia. Outras posologias têm se mostrado também eficazes na prática da terapia floral.

26) Pode-se aumentar a dosagem?Emquais circunstâncias?

Em situações emergenciais é recomendável aumentar a frequência com que se toma a fórmula de uso (de hora em hora, de 10 em 10 minutos, etc), conforme indicação do terapeuta floral. A quantidade de gotas em cada tomada permanece sempre a mesma: 4 gotas sublinguais.

27) Qual o intervalo máximo entre uma tomada e outra da fórmula floral solução-de- uso?

Através de repetidas análises de bioeletrografia (Foto Kirlian) observase que o intervalo entre uma e outra dose não deve ser maior que 6 horas. Vale enfatizar que a obediência à posologia é fundamental para se obter os efeitos esperados.

28) Qual o prazo de validade da fórmula floral solução-de-uso?

Preparada com o veículo de conservação na proporção de 80% de água mineral para 20% de conhaque destilado de uvas, a validade é de cerca de 90 dias, desde que sejam obedecidas as normas usuais de conservação (manter o frasco em local fresco e ventilado, ao abrigo do sol ou calor excessivo; se possível, manter na geladeira; evitar o contato da cânula com os dedos, com a boca ou saliva; manter o frasco bem lacrado).

29) Posso fazer uso concomitante de mais de uma linha de produtos Florais de Minas?

Não há impedimentos de se usar concomitantemente uma fórmula floral solução-de-uso junto com Fi-Florais ou Fi-Essências.

30) Quantos Fi-Florais ou Fi-Essências podem ser usados ao mesmo tempo?

Em geral, adota-se um limite máximo de dois ou três fi-produtos (Fi- Florais e Fi-Essências) simultaneamente, mesmo que a pessoa já esteja utilizando uma fórmula floral solução-de-uso.

Florais de Minas

31) O que são Florais Cromáticos?

Os Florais Cromáticos de Minas representam mais um recurso terapêutico para o uso da cor no bem-estar geral, com a particularidade e a especialidade de se utilizar um produto que segue as divisões infinitesimais, típicas da essência floral. Agem de modo semelhante às tradicionais essências florais. Os Florais Cromáticos se apresentam na forma dos “Buquês Cromáticos” e são fórmulas florais, prontas para uso, compostas por essências florais de flores da mesma cor e suas variações.

32) Qual a diferença básica dos Buquês Cromáticos em relação às fórmulas compostas pelas Essências Florais?

A diferença está no padrão arquetípico geral e, consequentemente, no foco das indicações e nos resultados esperados. Enquanto uma Essência Floral pura realça e torna explícito terapêuticamente todo o simbolismo, o mito e o arquétipo da flor, um Buquê Cromático coloca em primeiro plano o arquétipo da cor

33) Qual a diferença dos Florais Cromáticos em relação à cromoterapia tradicional?

Pelo fato da cor do Buquê Cromático não ser física, mas sim sutil, vibracional, estabelece-se uma importante diferença entre os Florais Cromáticos e a cromoterapia tradicional. Os Buquês Cromáticos obedecem a princípios quânticos e a leis das polaridades, sendo eficazes e seguros em qualquer circunstância, não havendo riscos de congestão interna por excesso de cor.

34) Os Buquês Cromáticos precisam ser preparados para uso?

Não. Os Buquês Cromáticos já se apresentam prontos para o uso interno.

35) Qual é o modo de uso dos Buquês Cromáticos?

A posologia padrão é de 4 gotas sublinguais 4 vezes ao dia. A frequência de uso pode ser ampliada para um maior número de vezes ao dia, dependendo das exigências de cada caso.

36) Os Buquês Cromáticos podem ser usados juntos com outro tratamento floral, homeopático, alopático ou vibracional?

Os Buquês Cromáticos podem ser usados concomitantemente com outras formulações florais, bem como junto com quaisquer outros produtos vibracionais, homeopáticos ou alopáticos.

37) Como escolher adequadamente o Buquê Cromático?

A escolha do Buquê Cromático mais apropriado pode ser feita utilizando basicamente a intuição pessoal do próprio usuário ou do terapeuta. Outro caminho é feito mediante o simbolismo da cor, descrito na literatura pertinente. É importante levar em conta também na escolha do Buquê Cromático, a predileção ou a repulsa pessoal que se tem por determinada cor.

38) Como utilizar as Fórmulas dos Chakras?

As Fórmulas dos Chakras podem ser utilizadas e preparadas da mesma maneira que as fórmulas florais compostas: 4 gotas da SE (soluçãoestoque) para 30 mL de veículo.

39) Existem pesquisas científicas acerca dos Florais de Minas? Onde posso encontrá-las?

Monografias, dissertações e teses sobre os florais em geral e sobre os Florais de Minas em particular estão disponíveis em várias academias e no acervo bibliográfico de nossa instituição. Os resultados das pesquisas científicas conduzidas em nossos laboratórios têm sido publicados em veículos de divulgação especializados em terapia floral e em nossos cursos.

Fonte: www.floraisdeminas.com.br

Conteúdo Relacionado

 

Veja também

Veganismo

Veganismo

PUBLICIDADE O veganismo é um sistema de crenças que considera que os animais não devem …

Ergonomia

Ergonomia

PUBLICIDADE Definição Ergonomia é o processo de projetar ou organizar locais de trabalho, produtos e sistemas …

eletroterapia

Eletroterapia

PUBLICIDADE A eletroterapia é o uso terapêutico da eletricidade para tratamento médico. Este tipo de …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload the CAPTCHA.

300-209 exam 70-461 exam hp0-s41 dumps 640-916 exam 200-125 dumps 200-105 dumps 100-105 dumps 210-260 dumps 300-101 dumps 300-206 dumps 400-201 dumps Professor Messer's CompTIA N10-006 exam Network+