Facebook do Portal São Francisco Google+
+ circle
Home  Berílio  Voltar

Berílio

 

História

O berilo gemas e esmeralda são as duas formas de berílio silicato de alumínio, Be3Al2 (SiO 3) 6.

O mineralogista francês Abbé René-Just Haüy pensei que eles poderiam abrigar um novo elemento, e ele perguntou Nicholas Louis Vauquelin, analisá-las e ele percebeu que abrigava um novo metal e ele investigou-lo.

Em fevereiro 1798 Vauquelin anunciou a sua descoberta na Academia Francesa e nomeado o glaucinium elemento (glykys gregas = doce) porque seus compostos era doce.

Outros preferiram o nome de berílio, com base na pedra preciosa, e este é agora o nome oficial.

Berílio metálico foi isolado em 1828 por Friedrich Wöhler em Berlim e de forma independente por Antoine-Brutus Alexandere-Bussy em Paris, ambos os quais extraiu-lo a partir de cloreto de berílio (BeCl 2) fazendo reagir este com potássio.

Berílio Be é um metal alcalino terroso pertencente ao segundo grupo da Tabela Periódica.

O berílio ocorre nos minerais berilo (3 BeO. Al2O3.6 SiO2) e crisoberilo (BeO. Al 2O3).

A esmeralda, a água marinha e o berilo são as gemas dos silicatos de alumínio e berílio.

O metal é extraído a partir da mistura fundida de BeF2 / NaF por eletrólise ou por redução de magnésio por BeF2.

É usado na manufatura de ligas de Be – Cu que são utilizadas em reatores nucleares como refletores e moderadores devido à sua pequena seção transversal.

O óxido de berílio é usado em cerâmicas e em reatores nucleares.

O berílio e seus compostos são tóxicos e podem causar graves doenças pulmonares e dermatites.

O metal é resistente à oxidação pelo ar devido à formação de uma camada de óxido mas reage com os ácidos clorídrico e sulfúrico diluídos.

Os compostos de berílio apresentam forte caráter covalente.

O elemento foi isolado independentemente pelos pesquisadores F. Wohler e A. A. Bussy em 1828.

Berílio
Berilos lapidados originários dos Estados de Minas Gerais, Bahia e Rio Grande do Norte.
A variação na cor é conseqüência de variedade na composição

Berílio
Cristal de esmeralda de 8 cm, do estado da Bahia.
A esmeralda é um aluminossilicato que adquire a cor verde devido
à presença de impurezas de cromo

Berílio
Amostra de água marinha de 450 gramas. A água marinha também é um
aluminossilicato e a cor azulada deve-se à presença de pequenas quantidades de ferro.

Símbolo - Be

Número atômico: 4
Massa atômica: 9.012182 amu
Ponto de fusão: 1278,0 ° C (K 1551,15, 2332,4 ° F)
Ponto de ebulição: 2970,0 ° C (3.243,15 K, 5378,0 ° F)
Número de prótons / Elétrons: 4
Número de nêutrons: 5
Classificação: Alcalinoterrosos
Densidade @ 293 K: 1,8477 g / cm3
Cor: cinza
Data da descoberta:
1798
Descobridor: Fredrich Wohler
Nome de Origem: A partir do berilo mineral
Usos: naves espaciais, mísseis, aviões
Obtido a partir de: berilo, chrysoberyl

Estrutura atômica

Berílio

Número de níveis de energia: 2

Primeiro Nível de energia: 2
Segundo Nível de energia: 2

Usos

Berílio é usado em ligas com cobre ou níquel para fazer giroscópios, molas, contatos elétricos, ponto-de soldagem eletrodos e ferramentas que não produzam faíscas. Misturando berílio com estes metais aumenta sua condutividade elétrica e térmica.

Outras ligas de berílio são usados ? como materiais estruturais para aeronaves de alta velocidade, mísseis, veículos espaciais e satélites de comunicação.

Berílio é relativamente transparente aos raios-X de modo folha de berílio ultra-fino está encontrando uso em litografia de raio-X.

Berílio também é usado em reatores nucleares como um refletor ou moderador de nêutrons.

O óxido tem um ponto de fusão muito elevado tornando-se útil no trabalho nuclear, bem como com aplicações cerâmicas.

O Berílio é usado em engrenagens e rodas dentadas particularmente na indústria da aviação.

Propriedades físicas

Berílio é duro, um metal frágil com uma superfície branco-acinzentado.

É o denso (mais claro) do metal menos que pode ser utilizado na construção.

O seu ponto de fusão é de 1287 ° C (2349 ° F) e o ponto de ebulição é estimada ser de cerca de 2.500 ° C (4.500 ° F).

A sua densidade é de 1,8 gramas por centímetro cúbico.

O metal tem uma elevada capacidade calorífica (que pode armazenar calor) e condutividade térmica (que pode transferir o calor de forma eficiente).

Curiosamente, o berílio é transparente aos raios X. Os raios X passam através do metal sem serem absorvidos.

Por esta razão, berílio é por vezes utilizado para fazer as janelas para máquinas de raios-X.

Propriedades quimicas

Berílio reage com ácidos e com água para formar hidrogênio gás.

Ele reage rapidamente com o oxigênio no ar para formar óxido de berílio (BeO).

O óxido de berílio forma uma película fina sobre a superfície do metal que impede que o metal de reagir com o oxigênio adicional.

Fonte: www.rsc.org/www.chemicalelements.com/www.cdcc.sc.usp.br/www.chemistryexplained.com

Sobre o Portal | Política de Privacidade | Fale Conosco | Anuncie | Indique o Portal