Facebook do Portal São Francisco Google+
+ circle
Home  Ununhexio  Voltar

Ununhexio

 

História

O elemento foi descoberto em 19 de Julho de 2000 por cientistas que trabalham no Instituto Conjunto de Pesquisa Nuclear em Dubna, Rússia, juntamente com cientistas do Departamento de Lawrence Livermore National Laboratory Energia dos EUA.

Os cientistas produziram Ununhexio bombardeando átomos de cúrio-248 com íons de cálcio-48.

Isto produziu Ununhexio-292, um isótopo com uma semivida de cerca de 0,6 milissegundos (0,0006 segundos) e quatro neutrões livres.

Elemento 116 Ununhexio- é provavelmente, um metal.

Símbolo - Uuh

O Ununhexio é um elemento de número atômico 116 e símbolo Uuh, radioativo, trata-se de um elemento sintético (não é encontrado livre na natureza), possívelmente metálico, sólido, possui uma meia vida muito curta, sua produção sintética é muito demorada, também conhecido como Eka-Polônio, não existem muitos dados sobre este elemento.

Tabela periódica ganha dois novos elementos

A tabela periódica ficou maior.

Dois elementos foram oficialmente aceitos depois de três anos de revisão pelas Uniões Internacionais de Química Pura e Aplicada (Iupac) e de Física Pura e Aplicada (Iupap): o Ununquádio e o Ununhéxio. Os nomes ainda são provisórios e fazem referência a seus números atômicos (114 e 116, respectivamente).

Os novos integrantes foram criados nos laboratórios de Dubna, na Rússia, e de Lawrence Livermore, nos EUA, e não existem na natureza – assim como qualquer elemento com o número atômico superior a 94. Os dois são metais mpesados, radioativos e instáveis que se dividem em fração de segundos.

Com o Ununquádio e o Ununhéxio será possível a criação de novos materiais. “Os dois novos elementos são sintéticos e podem servir para pesquisas sobre radioatividade”, explica a Profa. Dra. Kátia Richetto, coordenadora do laboratório de Química do Departamento de Engenharia Elétrica da Universidade de Taubaté (UNITAU).

O tema, além de chamar a atenção da comunidade acadêmica internacional, poderá cair nos vestibulares. Para entender melhor os dois componentes, a Profa. Kátia aconselha que os alunos se atualizem, frequentemente, buscando novas informações pela internet, por exemplo. “Existe sim a possibilidade de o assunto cair no vestibular”, afirma a professora.

Elemento 112: unúnbio (Uub)

Segundo comunicado do grupo do GSI, um átomo do elemento 112 foi inequivocamente detectado na noite de 9 de fevereiro de 1996.

Ele resultou da fusão de um átomo de chumbo (alvo) com um átomo de zinco acelerado a alta energia.

O nuclídeo 277 de unúnbio assim formado também foi identificado por meio da cadeia de decaimento por emissão de partículas alfa.

Ele decaiu após existir por 280 microssegundos, e a cadeia de decaimento terminou num átomo de férmio (elemento 100):

Ununhexio

Utilização

Este elemento não apresenta uso significativo ou representativo.

Fonte: www.unitauvest.com.br / qnesc.sbq.org.br

Sobre o Portal | Política de Privacidade | Fale Conosco | Anuncie | Indique o Portal