Breaking News
QUESTION 1 You have a hybrid Exchange Server 2016 organization. Some of the mailboxes in the research department are hosted on-premises. Other mailboxes in the research department are stored in Microsoft Office 365. You need to search the mailboxes in the research department for email messages that contain a specific keyword in the message body. What should you do? A. From the Exchange Online Exchange admin center, search the delivery reports. B. Form the on-premises Exchange center, search the delivery reports. C. From the Exchange Online Exchange admin SY0-401 exam center, create a new In-Place eDiscovery & Hold. D. From the Office 365 Compliance Center, create a new Compliance Search. E. From the on-premises Exchange admin center, create a new In-Place eDiscovery & Hold. Correct Answer: E QUESTION 2 You have an Exchange Server 2016 organization. You plan to enable Federated Sharing. You need to create a DNS record to store the Application Identifier (AppID) of the domain for the federated trust. Which type of record should you create? A. A B. CNAME C. SRV D. TXT Correct Answer: D QUESTION 3 Your company has an Exchange Server 2016 200-310 exam Organization. The organization has a four- node database availability group (DAG) that spans two data centers. Each data center is configured as a separate Active Directory site. The data centers connect to each other by using a high-speed WAN link. Each data center connects directly to the Internet and has a scoped Send connector configured. The company's public DNS zone contains one MX record. You need to ensure that if an Internet link becomes unavailable in one data center, email messages destined to external recipients can 400-101 exam be routed through the other data center. What should you do? A. Create an MX record in the internal DNS zone B. B. Clear the Scoped Send Connector check box C. Create a Receive connector in each data center. D. Clear the Proxy through Client Access server check box Correct Answer: AQUESTION 4 Your network contains a single Active Directory forest. The forest contains two sites named Site1 and Site2. You have an Exchange Server 2016 organization. The organization contains two servers in each site. You have a database availability group (DAG) that spans both sites. The file share witness is in Site1. If a power failure occurs at Site1, you plan to mount the databases in Site2. When the power is restored in Site1, you Cisco CCNP Security 300-207 exam SITCS need to prevent the databases from mounting in Site1. What should you do? A. Disable AutoReseed for the DAG. B. Implement an alternate file share witness. C. Configure Datacenter Activation Coordination (DAC) mode. D. Force a rediscovery of the EX200 exam network when the power is restored. Correct Answer: C QUESTION 5 A new company has the following: Two offices that connect to each other by using a low-latency WAN link In each office, a data center that is configured as a separate subnet Five hundred users in each office You plan to deploy Exchange Server 2016 to the network. You need to recommend which Active Directory deployment to use to support the Exchange Server 2016 deployment What is the best recommendation to achieve the goal? A. Deploy two forests that each contains one site and one site link. Deploy two domain controllers to each forest. In each forest configure one domain controller as a global catalog server B. Deploy one forest that contains one site and one site link. Deploy four domain controllers. Configure all of the domain controllers as global catalog servers. C. Deploy one forest that contains two sites and two site links. Deploy two domain controllers to each site in each site, configure one domain controller as a global catalog server D. Deploy one forest that contains two sites and one site link. Deploy two domain controllers to each site. Configure both domain controllers as global catalog servers Correct Answer: C QUESTION 6 How is the IBM Content Template Catalog delivered for installation? A. as an EXE file B. as a ZIP file of XML files C. as a Web Appli cati on Archive file D. as a Portal Application Archive file Correct Answer: D QUESTION 7 Your company has a data center. The data center contains a server that has Exchange Server 2016 and the Mailbox server role installed. Outlook 300-101 exam anywhere clients connect to the Mailbox server by using thename outlook.contoso.com. The company plans to open a second data center and to provision a database availability group (DAG) that spans both data centers. You need to ensure that Outlook Anywhere clients can connect if one of the data centers becomes unavailable. What should you add to DNS? A. one A record B. two TXT records C. two SRV records D. one MX record Correct Answer: A QUESTION 8 You have an Exchange Server 2016 EX300 exam organization. The organization contains a database availability group (DAG). You need to identify the number of transaction logs that are in replay queue. Which cmdlet should you use? A. Test-ServiceHealth B. Test-ReplicationHealth C. Get-DatabaseAvailabilityGroup D. Get-MailboxDatabaseCopyStatus Correct Answer: D QUESTION 9 All users access their email by using Microsoft Outlook 2013 From Performance Monitor, you discover that the MSExchange Database\I/O Database Reads Average Latency counter displays values that are higher than normal You need to identify the impact of the high counter values on user connections in the Exchange Server organization. What are two client connections 400-051 exam that will meet performance? A. Outlook on the web B. IMAP4 clients C. mobile devices using Exchange ActiveSync D. Outlook in Cached Exchange ModeE. Outlook in Online Mode Correct Answer: CE QUESTION 10 You work for a company named Litware, Inc. that hosts all email in Exchange Online. A user named User1 sends an email message to an Pass CISCO 300-115 exam - test questions external user User 1 discovers that the email message is delayed for two hours before being delivered. The external user sends you the message header of the delayed message You need to identify which host in the message path is responsible for the delivery delay. What should you do? A. Review the contents of the protocol logs. B. Search the message tracking logs. C. Search the delivery reports 200-355 exam for the message D. Review the contents of the application log E. Input the message header to the Exchange Remote Connectivity Analyzer Correct Answer: E QUESTION 11 You have an Exchange Server 2016 organization. The organization contains three Mailbox servers. The servers are configured as shown in the following table You have distribution group named Group1. Group1 contains three members. The members are configured as shown in the following table. You discover that when User1 sends email messages to Group1, all of the messages are delivered to EX02 first. You need to identify why the email messages sent to Group1 are sent to EX02 instead. What should you identify? A. EX02 is configured as an expansion server. B. The arbitration mailbox is hosted 300-320 exam on EX02.C. Site2 has universal group membership caching enabled. D. Site2 is configured as a hub site. Correct Answer: A
Home / Turismo / Território do Norte, Queensland

Território do Norte, Queensland

Darwin

PUBLICIDADE

É a capital do Estado, a entrada ao “Top End”, a última das cidades fronteriças. Trata-se de uma cidade moderna que surpreende pelo ambiente cosmopolita e o vanguardista das construções. Com aproximadamente 70 mil habitantes Darwim conta com numerosos grupos étnicos procedentes de todas partes do mundo.

O melhor é começar pelo Mall, uma zona pedestre da rua Smith e curiosear pelas lojas. Sobressaem a Catedral, o Templo Chinês, a Casa de Governo e o Museu Britânico australiano do Telégrafo.

Os Jardins Botânicos irão surpreender-lhe pelas mais de 400 espécies de plantas tropicais e orquídeas, enquanto em Aquascence poderá observar os peixes.

O Indo Pacific Marine é um excelente aquário onde pode-se ver corais, carangueijos, ouriços e uma rica variedade de peixes. Aqui mesmo encontra-se o Asutralian Pearling, um original museu onde mostra a história da procura de pérolas na zona.

Não deixe de ir ao Museu da Arte e da Ciência com ótimas coleções da arte aborígem e em geral da zona do Pacífico, no Museu de Aviação, no Museu Militar e no Fanny Bay Gaol, a antiga cadeia.

Katherine

Para dar-lhe uma idéia das distâncias e proporções em Northem Territory, apenas podemos dizer-lhe que entre Darwim e Alice Spring localizada em torno de 1.500 quilômetros.

Katherine a 315 quilômetros de Darwim é uma povoação próspera e ponto de partida para realizar excursões em seus arredores. Da cidade distingue-se seu Museu, com uma coleção de fotografias e diversas peças de interesse e a velha Estação de Trens, com a história dos caminhos-de ferro.

Não esqueça de visitar o cemitério de Katherine, estabelecido pelos pioneiros em 1934 e a School of the Air, a qual contém o maior aula do mundo.

Desde Katherine pode-se viajar para o sudoeste para desfrutar do rio Timber Creek. Toda a região do Rio Vitória é formosa, ali poderá visitar o Parque Nacional Gregory, onde é possível acampar, pescar e descansar e admirar os bosques de eucaliptos.

Não esqueça de dirigir-se ao Parque Nacional Keep River, onde as escarpadas rochas bordeam o rio refletindo toda a formosura da colorida paisagem nas águas tranquilas.

Alice Springs

Alice Springs está situada no centro do continente e situada no deserto. Com aproximadamente 20 mil habitantes, lembra os tempos dos primeiros pioneiros. Trata-se de uma cidade prazerosa e moderna em certo sentido, embora seu reduzido tamanho tenha interessantes construções.

A cordilheira que atravessa a região oferece impressionantes canhões, desfiladeiros e estações naturais de sonho. Para o oeste de Alice Springs, as Montanhas Macdonell, pela estrada Larapinta Highway, oferecem paisagens de arrepiar como os desfiladeiros Simpsom Gap ou Standley Chasm, onde aprecia-se como os rios, a golpe de paciência, criaram impressionantes canhões.

Uluru

A distância entre Alice Springs e Uluru (Ayers Rock) são perto de 450 quilômetros. Uluru, o monolítico maior do mundo, tem mais de 3 quilômetros de comprimento e quase 350 metros de altitude.

A grande rocha encontra-se no Parque Nacional do mesmo nome e é uma das zonas a concentrar um bom número de lugares sagrados para os aborígens. Desde o alto poderá observar o conjunto de pedras Kata Tjuta, conhecidas como “The Olgas”, uma impressionante formação de 36 cúpulas de rochas com altitudes de até 546 m.

Yulura é o pequeno povoado que serve de base para as excursões a Ayers Rock. Aqui encontrará todo o necessário, além de ser um lugar tremendamente acolhedor e hospitaleiro.

Queensland

Brisbane

A capital de Queensalnad, com aproximadamente um milhão e meio de habitantes, é uma cidade cosmopolita com um agradável clima. A cidade espalha-se às márgens do rio do mesmo nome e seus lugares de interesse estão muito concentrados. Desde Brisbane pode-se fazer excursões à Gold Coast e à Sunhine Cost, assim como, à Baia de Moreton.

Pode começar em City Hall, a construção mais célebre de Queensland, do ano 1930 e edificada com arenisca. O seu interior aloja uma biblioteca, um museu e uma galeria de arte.

De lado localiza-se Kings George Square. Entre os edifícios mais antigos encontra-se a Antiga Casa de Governo de 1862, a Casa do Parlamento de 1868 do estilo renascentista francês, o Treasury Building, convertido em Cassino, a Old St.

Stephen´s a igreja mais antiga da cidade, o Banco Nacional de 1885, a Casa do Governo de 1853, o Old Windmill and Observatory, um dos primeiros edifícios de 1828 e Commissariat Stores, um conjunto de construções e sede da Royal Historical Society of Queensland´s.

Já mais longe do centro, aconselhamos acercar-se a Earlystreet Historical Village, uma recriação dos tempos coloniais com edifícios daquela época. Entre as casas mais antigas de Brisbane encontra-se Newsteade Home de 1846, enquanto a casa do Museu Miegunyah Folk, distingue-se pela fina arquitetura de finais do século XIX.

No coração da cidade, do outro lado do rio, levanta-se o Centro Cultural de Queensland, impressionante complexo com o Performing Arts Complex, onde encontra-se o teatro lírico e a sala de concertos; o Museu de Queensland; a Galeria de Arte, com o melhor dos artistas australianos e a State Library, para quem gosta da leitura.

Entre os museus lhe aconselhamos a visita ao Museu de Arte Contemporânea, ao Sciencentre e ao Queensland Maritime Museun.

Não esqueça de ir a South Bank Parkland, onde celebrou-se a Expo de 1988. Tem sido convertido em um parque de atrações e de aventuras, e em seus 16 hectares encontrará cafeterias, bares, restaurantes, parques, santuários de bosques pluviais, mercados, etc.

Continuando com as áreas verdes, os Jardins Botânicos são uma delícia, enquanto que no Parque Wickham obterá excelentes panorâmicas da cidade. Já mais longe, em Mt. Coot-tha Park obtém-se vistas espetaculares. Nas saias do pequeno cume está o Planetário Thomas Brisbane.

Para quem desfruta de animais, nada melhor que ir ao Zoológico Alma Park, ao Santuário de Koalas Lone Pine ou bem ao Bunya Park, para ver koalas, cangurus, crocodilos ou emas.

A Baia de Moreton está formada pela saída ao mar do rio Brisbane, contando com numerosas ilhas. Moretom Ilhand, destaca pelo seu entorno selvagem, além de toda a superfície ser o Parque Nacional. Pode-se chegar com as rápidas embarcações ou em transbordador.

Gold Coas

Extende-se para o sul de Brisbane perto de 42 quilômetros desde Southport até Coolangatta, na fronteira com o estado de Nova Gales do Sul. O coração da zona é Surfers Paradise uma cidade intrincada entre as águas, pois por um lado o rio Nerang discorre a vontade e pelo outro, o mar. A cidade é chamada com esse nome porque é o paraíso dos surfistas.

As praias da costa (em direção sul) são: Broadbeach, Mermaid Beach, Burleigh Heads, Tallebudgera, Palm Beach, Currumbin, Tugun, Bilinga, Kirra e Coolangatta.

No interior da zona encontra-se a Cordilheira McPherson, um paraíso para quem gosta de caminhar. Entre os lugares de interesse encontra-se o Parque Nacional de Springbrook e o Tamborine Mountain.

Outras interessantes paisagens oferecem as Cascatas de Witches, Cedar, Cameron, o Parque Nacional Canhão Macrozamia e o Parque Thunderbird. Porém, o Parque Nacional Lamington é uma delícia ainda mais impressionante, pois conta com bosques sub-tropicais, belos desfiladeiros, cascatas, piscinas naturais e uma fauna e flora únicas. As zonas mais populares e acessíveis são Binna Burra e Green Mountains.

Sunshine Coast

A costa do norte, compreendida entre Brisbane e Nossa é conhecida como Sunshine Coast (Costa do Sol). À diferença da Gold Coast, esta zona oferece finas praias, paisagens naturais extraordinários e sobretudo, mais tranquilidade. Um destino favorito dos australianos.

O percurso pode começar por Ilha Bribie, seguindo por Caloundra, que é a primeira praia que aparece, seguida de Mooloolaba, com uma atmosfera especial por ser importante centro turístico. Aqui encontra-se Underwater World, o maior oceanário do Hemisfério Sul.

Continuando pelo norte se localiza, Mudjimba, Coolum Beach, Peregaim Beach, Marcus Beach, Sunshine Beach e Nossa, a meca dos surfistas na década dos 60. Conta com excelentes restaurantes, lanchonetes, bares, mas sobretudo é famosa pela sua proximidade ao Parque Nacional de Nossa e ao Parque Nacional de Cooloola.

A Baia de Hervey e a Ilha Fraser

Para o norte de Sunshine Coast localiza-se Hervey, o ponto de saída para a ilha Fraser. Para viajar à Ilha Fraser pode-se fazer pelo Ferry Croosing, pelo sul desde Rainbow Beach, ou desde Hervey. Trata-se de uma ilha com 120 quilômetros de longitude e 15 quilômetros de largura e, embora você não acredite, é a maior ilha de areia do mundo. Visite o Parque Nacional Great Sandy.

No extremo norte da ilha encontra-se um farol conhecido como Sandy Cape. Existem, por outro lado, uma boa rede de senderos para quem gosta das caminhadas. Desde Hervey Bay pode observar às baleias, o lugar é famoso pelas águas seguras e protegidas. Os pontos turísticos costeiros por excelência são Point Vernon, Pialba, Scarness, Torquay e Urangan. A cidade mais importante desta zona é Maryborough.

A Grande Barreira de Coral

A grande barreira de Coral (“The Reef”) é algo totalmente diferente. Esta maravilha, única no mundo, extende-se desde Gladstone até Torres Strait e tem sido declarada Patrimônio da Humanidade em 1981. Compõe-se de 2.900 arrecifes coralinos individuais situados ao longo de 2.000 quilômetros de costa.

Cairns é o ponto de partida de quase todas as excursões. Seguindo pelo litoral até o fim da barreira há numerosos pontos de apoio para esta aventura. Ao longo da barreira extendem-se numerosas ilhas. Passamos a enumerar de norte a sul algumas delas: Ilha Haggerstone, Ilha Lizard, Ilha Double, Ilha Green, Ilha Fitzroy, Ilha Dunk, Ilha Bedarra, Ilha Hinchimbrook, Ilha Orfeo, Ilha Magnetic, Ilha Hayman, Ilha Hook, Ilha Daydream, Ilha South Molle, Ilha Long, Ilha Hamilton, Ilha Lindeman, Ilha Brampton, Ilha Great Keppel, Ilha Heron, Ilha Lady Elliot, Ilha Fraser, Ilha Moreton.

A Costa Capricórnio

A região de Bundaberg e as Ilhas do Coral oferecem praias virgens, povoados costeiros encantadores, lugares históricos de interesse e maravilhas naturais de grande valor. Continuando para o norte e depois de passar por Bundaberg, inicia-se a zona conhecida como Costa Capricórnio a qual extende-se desde Jericho até o norte de Mackay e a Ilha de Great Keppel, na grande barreira de arrecife. Destacam os Parques Nacionais de Mount Castle Tower ao pé do Lago Awoonga, o de Deepwater e Eurimbula, com bosques de eucaliptos.

Frente á costa encontram-se pequenas ilhas como Tyron, North West, Wilson, Hoskym e Heron, esta última Parque Nacional onde os visitantes podem hospedar-se e desfrutar do submarinismo, mergulho, pesca, passeios pelos arrecifes e explorar a flora e fauna. Nas ilhas abundam numerosas aves, como as andorinhas de mar e os pássaros mutton.

O interior da região da Costa Capricórnio conta com esplêndidos Parques Nacionais como Blackdowm Tableland ou Carnarvom Gorge.

Whitsunday Coast

Esta bela costa chamada assim pelas brancas areias e as transparentes águas extende-se desde Mackay (“a capital da cana de açúcar” e a principal população), até Bowen, famosa pelo museu histórico e por ser um dos primeiros assentamentos costeiros ao norte de Rockhampton.

Sem dúvida é uma das regiões mais belas da costa de Queensland, sobretudo graças à presença de numerosas ilhas. As esplêndidas ilhas Whitsundays compreendem 74 ilhas paradisíacas tropicais.

Airle Beach, à qual chega-se desde Proserpine, é o principal centro turístico na terra firme da costa de Whitsundays. Townsville é a maior cidade tropical da Austrália, a terceira no estado de Queensland e um dos pontos principais para as excursões à grande barreira de arrecife. Por outro lado, Townsville é o único ponto para viajar a Magnetic Ilhand, a ilha mais visitada e popular da zona.

Cairns é a cidade mais importante do Great Barrier Reef e o ponto de partida de quase todas as excursões. Trata-se de uma cidade tropical excelentemente dotada para o turismo e com um ambiente cosmopolita, único na zona.

O centro está bem concentrado e por isso é aconselhável caminhar e ir descobrindo seus atrativos.

Aconselhamos fazer uma excursão ao interior, especialmente de trem, onde encontrará Kuranda, na direção ao Planalto de Atherton, uma aldeia conhecida por ser um importante centro artesanal aborigem. Muito perto, o Parque Nacional Barrom Gorge. Athertom Tableland (Tabuleiro de Atherton), distingue-se pelos povoados acolhedores como o mesmo Athertom desde onde pode-se viajar ao Lago Tinaroo.

O caloroso clima tropical fomenta um crescimento denso da vegetação. Na zona norte de Cairns localizam-se os bosques tropicais de Daintree e Cabo Tribulação, e ao sul o Palmerstom Highlands, catalogados Patrimônio da Humanidade em 1988.

Port Douglas é uma pitoresca vila, escolhida por muitos artistas como lugar de descanso e que na década dos 80 foi um dos principais pontos turísticos da zona. Conta com modestos museus e com o Rainforest Habitat, a nova atração da cidade. Para o norte, a Ilha Lizard, onde chegam vôos que partem de Cairns.

Cape York é uma das zonas mais despovoadas do Estado de Queensland, é além, o ponto situado mais ao norte da Austrália, a 150 quilômetros só da Ilha de Papúa Nova Guiné. Conhecida como a “Última Fronteira”, a península aloja belos parques nacionais onde se revezam selvas, montanhas ou pântanos.

Golfo de Carpentera

Se partimos do norte de Monte Isa ou de Cloncurry chegaremos ao Golfo de Carpentera, atravessando uma região de bonitas paisagens sulcados por um grande número de rios. Deve realizar uma parada no Parque Nacional Lawm Hill. A melhor época para fazer a viagem é de junho a setembro.

Em toda a zona do Golfo a pesca é excelente, existe uma grande colônia de crocodilos, e além, se desejar pode conseguir guias profissionais para lhe mostrar os lugares mais atrativos do Golfo. A Ilha Mornington, nas águas do Golfo, dispõe de um aeroporto, caso decida viajar para lá.

O Interior

A Rocha Pelada, a segunda rocha da Austrália e a maior rocha de granito descoberta são as maiores atrações do interior. Desde Charleville até Camooweal e de Cloncurry a Hughendem extende-se o Outback, é o coração e a alma da Austrália.

Uma vasta extensão avermelhada, a qual abrange mais de um milhão de quilômetros quadrados e é considerada a parte mais antiga da crosta terreste. A região guarda inumeráveis tesouros da natureza, segredos de culturas perdidas e monumentos dos começos da nossa terra.

É o lugar do nascimento de grande parte da história moderna da Austrália e é o mundo dos espíritos das lendas da “Era do Sonho” aborígem. Neste território tem-se encontrado numerosos restos de dinossauros, ossos e fósseis.

Uma das grandes atrações naturais do Outback são as Grutas Camooweal. Em Richmond encontrará as rochas da lua, impressionantes formações rochosas.

Fonte: www.rumbo.com.br

Territorio do Norte, Queensland

Território do Norte

População Total: 1,9 milhão de habitantes
Área Total: 1.349.129 km²
Clima: Tropical com períodos de seca entre maio e outubro
Verão: Clima quente e úmido (temperaturas entre 26ºC e 40ºC)
Inverno: Temperaturas entre 5ºC e 20ºC

Northern Territory ou Território do Norte é conhecido como a região do Outback (deserto de terra vermelha) que abriga o maior monólito do mundo, o Uluru (Ayres Rock). Venerado pelos povos aborígines, o Uluru encanta também os turistas com suas cores que mudam conforme a luz do dia, de acordo com o posicionamento do sol.

A cidade de Alice Springs é o principal ponto de partida para o Uluru e seus moradores estão sempre dispostos a ajudar os turistas a visitarem os melhores pontos turísticos de toda a região do Northern Territory.

A capital do território é a cidade de Darwin que tem em seu cenário belíssimas praias e baías desertas. Além disso, é possível visitar parques para observar gigantescos crocodilos de perto sem sair da cidade. Bem pertinho dali, tem-se acesso aos famosos parques nacionais como o Kakadu e Litchfield.

Queensland

População Total: 3,5 milhões de habitantes
Área Total: 1,8 mil km²
Clima: Subtropical
Verão: Dias quentes e ensolarados (temperaturas entre 21ºC e 34ºC)
Inverno: Ameno (temperaturas entre 10ºC e 25ºC)

Queensland, conhecido como o estado ensolarado, é um dos seis estados australianos localizado no nordeste do país. O estado ocupa uma área de cerca de 22% da Austrália continental.

A capital é Brisbane e outras cidades importantes do estado são Gold Coast, Cairns, Townsville e Rockhampton, todas situadas na costa.

O clima de Queensland é essencialmente tropical e permite a existência de vastas florestas tropicais próximas à costa. Já o interior do estado é seco e semidesértico.

Graças a seu clima e grande extensão da costa, o estado de Queensland é um destino bastante procurado por viajantes australianos e turistas estrangeiros.

As atrações principais do estado ensolarado são a Grande Barreira de Corais, uma das maravilhas naturais mais bem preservadas do globo terrestre, Fraser Island, a maior ilha de areia do mundo e a Gold Coast, costa que atrai turistas o ano inteiro em busca de praia e badalação. Além disso, o estado oferece ao viajante a oportunidade de conhecer outras praias maravilhosas e ilhas costeiras.

A capital, Brisbane, é a maior cidade do estado de Queensland. É também a maior cidade do país (em extensão), pois a maior área urbana do país é a cidade de Sydney, em NSW.

A cidade de Brisbane foi fundada pelos britânicos em 1825 e abriga aproximadamente 980 mil habitantes (em sua região central). Se levarmos em conta a população em sua região metropolitana, soma-se mais de 1,4 milhão de habitantes na cidade.

Fonte: www.helloaustralia.com.br

Conteúdo Relacionado

 

Veja também

Locais Turísticos de Burkina Faso

UAGADUGU (OUAGADOUGOU), A CAPITAL PUBLICIDADE É a capital de Burkina Faso e foi fundada há mais de …

Hino Nacional de Burkina Faso

Une Nuit Seule PUBLICIDADE Une Nuit Seule (também conhecido como L’Hymne de la Victoire ou Ditanyè) …

Bandeira de Burkina Faso

PUBLICIDADE A Bandeira de Burkina Faso é formada por duas listras horizontais, de igual largura, sendo a …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload the CAPTCHA.

300-209 exam 70-461 exam hp0-s41 dumps 640-916 exam 200-125 dumps 200-105 dumps 100-105 dumps 210-260 dumps 300-101 dumps 300-206 dumps 400-201 dumps Professor Messer's CompTIA N10-006 exam Network+