Breaking News
Home / Biologia / Flor-de-maio

Flor-de-maio

PUBLICIDADE

A flor-de-maio é um cacto que tem sua origem na  Mata Atlântica, no sudeste do Brasil. Ela cresce em rochas, troncos de árvores e galhos. Este cacto florestal e seus híbridos recebem esse nome devido à sua hibridização com outros cactos do mesmo gênero.

Essas plantas são populares para uso em vasos de plantas  devido ao seu cultivo fácil e ao tamanho, formato e cor de suas flores. As flores podem exigir solo fértil com sombra parcial. Evite a rega excessiva, pois promoverá a ocorrência de doenças e a completa decomposição das plantas.

NOME CIENTÍFICO: Schlumbergera truncata

NOME POPULAR: Flor de Maio

PORTE: Cerca de 30 a 60cm de altura

CICLO DE VIDA: Perene.

FLORES: Flores concentradas na extremidade dos artículos, amarelas, róseas, vermelhas ou brancas, formadas durante o outono-inverno. Suas flores são muito visitadas por beija-flores.

ILUMINAÇÃO: Deve receber o sol no início da manhã ou final da tarde. È preferível que não fique sob sol do meio–dia. Desenvolve-se bem em varandas ou sob a copa de árvores.

REGA: Deve ser regada a cada 2 dias pois a flor de Maio é muito sensível ao excesso de água. Se os vasinhos não tiverem uma boa drenagem e a terra ficar permanentemente umedecida ou encharcada, as raízes dos talinhos da planta começarão a apodrecer a partir da base. Uma reação comum da planta nessa situação é liberar raízes ao logo dos talos.

SUBSTRATO: Devem ser cultivadas em terra comum de jardim rica em matéria orgânica.

ADUBAÇÃO: NPK 4-14-8. Utilize uma colher de café como medida durante o verão. Procure colocar na beira do vaso afastado das raízes, para não prejudicar a planta.

PODA: Devem-se retirar flores secas e gominhos secos, mantendo assim a planta limpa e saudável.

MÉTODO DE PROPAGAÇÃO OU REPLANTE: 1-O caule da flor de maio é formado por vários “gominhos” suculentos e achatados. Torça esse caule delicadamente na junção de dois gomos, de maneira a separá-los.

2-Deixe os gominhos descansando em uma superfície qualquer, sem incidência direta do sol, durante dez dias. Esse prazo é suficiente para a cicatrização dos cortes.

3-Finalmente enterre metade dos gominhos em um recipiente com terra comum de jardim (não adubada) deixando receber apenas algumas horas de sol filtrado por dia e umedeça o solo duas vezes por semana.

4-Em quinze dias a planta já deverá estar bem enraizada.

Fonte: Equipe Portal São Francisco, www.veiling.com.br.

 

 

 

 

Conteúdo Relacionado

Veja também

Embrião

PUBLICIDADE Definição de Embrião Um embrião é um organismo nos estágios iniciais de crescimento e diferenciação, desde …

Risco Biológico

PUBLICIDADE Definição de Risco biológico Os perigos biológicos ou Riscos biológico são substâncias orgânicas que representam uma ameaça …

Carragenina

PUBLICIDADE Definição de Carragenina A carragenina é um aditivo alimentar comum extraído de algas vermelhas, usada principalmente …