Breaking News
Home / História Geral / Mitos das Virtudes Democráticas

Mitos das Virtudes Democráticas

Platão e o mito da Idade de Ouro

PUBLICIDADE

Platão usa o mito de Hesíodo, dando-lhe um significado político: existem cinco formas de governo correspondem a cinco formas de alma (República, VIII, 445 e 544 e ss.)

monarquia ou aristocracia é uma vontade perfeitamente justo e bom ideal, que no século XVIII o filósofo-rei desempenhado pelo “déspota esclarecido”

o “timocracia” corresponde a uma fase em que a busca de honras começa a misturar-se com a busca da justiça;

a oligarquia substitui dinheiro para honrar;

democracia corre o risco de dar livre curso à expressão igual de todos os desejos.

Desejos e interesses individuais, eventualmente, eles milagrosamente desaparecer e misturar tão bem quanto possível, no interesse público? Esta aposta estatística será desenvolvido entre outros por Rousseau, no Contrato Social.

Finalmente tirania é o desastre da democracia como uma concentração em excesso de homem (u (/ Brij) e a ausência de limites (para a) / Peiron),isto é, sem o desejo lei.

Mas estas cinco formas de governo e tipos de homens (cinco é um número simbólico para Platão: o pentad) é derivada de uma tríade básica: as três funções da alma, a razão (para logistiko / n ), raiva (qumoeide / d) e desejo (to e) piqumhtiko / n), o que corresponde

os três “estágios” do corpo: a cabeça, o coração, o estômago;

as três virtudes, sabedoria, coragem e temperança;

as três funções básicas sociais: o judiciário, os guardiões da lei e produtores;

os três metais: ouro, prata, e bronze e ferro são agrupadas.

Platão desenvolve tanto a idéia de um ciclo de declínio, a tirania que representa a vitória da esterilidade e da morte, ea idéia de um possível retorno da monarquia.

Para ele, a monarquia é a idade de ouro, enquanto que a democracia é, com a mesma ambivalência que Hesíodo, com a idade de ferro considerado assim como o caos apocalíptico e da violência, ou realista quanto possível para o indivíduo e da sociedade para encontrar um equilíbrio entre liberdade e justiça no trabalho da terra para Hesíodo, na atribuição de tarefas para Platão.

Se não houver nenhum metal correspondência explícita para os outros três sistemas poderiam, em um beliscão, ver os dois regimes intermediários entre monarquia e democracia, ou seja, timocracia ea oligarquia, deslocamentos sucessivos (orgulho e esquecimento dos deuses em timocracia, a guerra de clã na oligarquia) correspondente aos metais intermediários.

Quanto à tirania, é apenas a derrubada completa dos valores da monarquia, mantendo a aparência: o regime de um sem os valores da justiça e do bem comum.

Na política (291d), Platão apresenta no exterior, nativo Elea, que analisa as constituições das cidades, tendo critérios mais concretos “número de cidadãos, a riqueza ou a pobreza, a coerção ou a liberdade, ou não as leis escritas leis “(J.-F. Mattei, p. 71).

A combinação é bastante diferente:

A monarquia ea tirania é o governo de um, aristocracia e oligarquia o governo de poucos e democracia o governo de muitos.

As duas primeiras fases têm um lugar e de acordo com que a justiça prevaleça ou não o excesso, a própria democracia tem seu anverso e reverso.

L’Étranger pede explicitamente três lendas aparentemente não relacionados:

lenda da idade de ouro associado com o reinado de Cronos

a maldição de Atreu e Tiestes, também ligado ao ouro, de alguma forma:

Atreu Artemis promete oferecer o mais belo animal do rebanho. Agora vem um cordeiro para o abate e velo de ouro que ele detém o velo em uma urna. O Velocino de Ouro é um símbolo de poder: a esposa de Atreu Atreu, Aerope, Thyestes amor, irmão dá-lhe secretamente fleece. Atreu Thyestes oferece a volta de energia que tem o velocino de ouro. Para punir Thyestes, Zeus lhe pergunta se ele daria o seu reino, se o sol mudou seu curso. Thyestes, duvidando do poder de Deus, concorda. O curso das estrelas é revertida (cf. v Eurípides Electra 699-730).

Finalmente, a lenda de autoctonia, os atenienses que afirma ser o filho da Terra (ghgenei = j).

The Stranger mostra que estas três lendas convergem e são ligados a duas direções alternadas de rotação do universo que vivemos e relatórios para o reinado de Zeus, e na ordem inversa que prevaleceu tempo Kronos, podendo no futuro depois de um castigo divino, inverter o curso do cosmos. Zeus é, portanto, considerado como um piloto, o piloto de Todos (sempre pantoj = o (kubernh / thj, 272 e3).

L’Étranger tem a sequência de ciclos como se segue:

primeira inversão cancelou o primeiro a humanidade: os homens e os animais começaram a desaparecer em seguida, rejuvenescer (270d);

começa a idade de Cronos, onde o filho nascido da Terra: é a felicidade da idade de ouro, quando o homem não tem memória (272a2), ao contrário da idade de Zeus que seguem;

um segundo desastre dizimado o filho da Terra por uma regressão à infância. É neste ponto que é a punição de Atreu e Tiestes, a luta entre os dois irmãos, com semelhanças com a luta entre Zeus e Cronos (Thyestes come seus filhos como Cronos);

O quarto passo é o reinado de Zeus, o que não é o mundo mais liberdade e plenitude, mas o mundo precisa (xrei = a) e memória (mnh / mh).

Essa visão de mundo cíclico é a de estoicismo. Portanto, não é surpreendente ver nas versões romanas do mito na época de Augusto, por um lado, a idéia de um retorno à idade de ouro, relacionado com a visão cíclica da história, nos outros platônicos traços manuais, como o contraste entre a lei escrita ea lei não escrita.

Fonte: www.cndp.fr

Mitos das Virtudes Democráticas

Platão, num dos seus diálogos, o Protágoras, ou os Sofistas, reproduz o seguinte mito, narrado pelo filósofo Protágoras a Sócrates, que duvidava ser a política uma atividade ao alcance de todos:

“O homem, ao participar das qualidades divinas (a sabedoria das artes úteis e o domínio do fogo), foi primeiramente o único animal que honrou os deuses e se dedicou a construir altares e imagens das deidades: teve, além disso, a arte de emitir sons e palavras articuladas, inventou as habitações, os vestidos, o calçado, os meios de abrigar-se e os alimentos que nascem da terra.

Apetrechados dessa maneira para a vida, os seres humanos viviam dispersos, sem que existisse nenhuma cidade; assim, pois, eram destruídos pelos animais, que sempre, em todas as partes, eram mais fortes do que eles, e seu engenho, suficiente para alimentá-los, seguia sendo impotente para a guerra contra os animais; a causa disso residia em que não possuíam a arte da política (Politike techne), da qual a arte da guerra é uma parte.

Buscaram, pois, uma maneira de reunir-se e de fundar cidades para defender-se. Mas, uma vez reunidos, feriam-se mutuamente, por carecer da arte da política, de forma que começaram de novo a dispersar-se e a morrer.

Zeus lhes envia o pudor e a justiça

Então Zeus, preocupado ao ver nossa espécie ameaçada de desaparecimento, mandou Hermes trazer para os homens o pudor e a justiça (aidós e dikê), para que nas cidades houvesse harmonia e laços criadores de amizade.

Hermes, pois, perguntou a Zeus de que maneira deveria dar aos humanos o pudor e a justiça: “Deverei distribuí-los como as demais artes? Estas se encontram distribuídas da seguinte forma: um só médico é suficiente para muitos profanos, o mesmo ocorre com os demais artesãos.

Será essa a maneira pela qual deverei implantar a justiça e o pudor entre os humanos ou deverei distribuí-los entre todos?” “Entre todos”, disse Zeus, que cada um tenha a sua parte nessas virtudes, já que se somente alguns as tivessem, as cidades não poderiam subsistir, pois neste caso não ocorre como nas demais artes; além disso, estabelecerás em meu nome esta lei, a saber: que todo homem incapaz de ter parte na justiça e no pudor deve ser condenado à morte, como uma praga da cidade.” (PLATÃO “Protágoras ou os Sofistas” In: Obras Completas. Madri: Aguilar, 1974, pp. 168/9.)

Mitos das Virtudes Democráticas
Zeus distribuiu pudor e justiça a todos

Fonte: educaterra.terra.com.br

Veja também

Populismo

Populismo

PUBLICIDADE Definição O Populismo são idéias políticas e atividades destinadas a receber o apoio das pessoas comuns, …

Populista

Populista

PUBLICIDADE Definição Populista, em geral, é uma ideologia ou movimento político que mobiliza a população …

Corrida Espacial

Corrida Espacial

PUBLICIDADE Definição A corrida espacial da Guerra Fria (1957 – 1975) foi uma competição na exploração do …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload the CAPTCHA.