Breaking News
Home / Turismo / Zaragoza

Zaragoza

A Cidade

PUBLICIDADE

No passado foi cidade romana, ostentando o nome completo de seu fundador, César Augusto (chamando-se então Caesar Augusta de onde deriva seu atual nome), no século I a.C.

No século VIII se converteu em importante centro muçulmano chamado Medina Albaida Sarakosta, apenas passando a mãos cristãs em 1118 – quando Alfonso I a tomou e converteu em capital do reino de Aragón.

A partir do final do século XIX, tornou-se foco de imigração rural, atraída pela industrialização da cidade.

Atualmente, Zaragoza é a quinta maior cidade da Espanha em número de habitantes, que são mais de 600.000. É a capital da Comunidade Autônoma Aragonesa.

Clima

O clima de Zaragoza é continental, pouco chuvoso. As temperaturas se situam entre os 2º e 11ºC no inverno e entre os 17º e 31ºC no verão.

Transporte

Zaragoza dispõe de um aeroporto interligando-a a Madrid, Barcelona, Santa Cruz de Tenerife e Palma de Mallorca, além de vôos regulares a Frankfurt.

Por linhas ferroviárias e rodoviárias, Zaragoza está interligada a importantes cidades espanholas como Madrid, Barcelona, Valencia, Sevilla, Málaga, Huesca e Teruel. A cidade oferece também um amplo serviço de táxis e uma boa frota de ônibus municipais.

Bibliotecas Públicas

Casa das Culturas

Além de biblioteca, é ponto de referência para estrangeiros e imigrantes, oferecendo informações e ajudas em termos de trabalho, moradia e saúde.

Tempo Livre

Museus

Museu de Zaragoza

Museu Paleontológico

Pontos Turísticos

Muralhas Romanas

A muralha romana protegia um perímetro de 3 km da antiga Caesar Augusta. Suas torres são semicirculares, com um diâmetro de cerca de 8 metros. Data, provavelmente, do século II ou III.

Palácio de Aljafería

Um dos monumentos mais importantes do período muçulmano, data do século XI. Sofreu algumas reformas e modificações ao longo do tempo, das quais a mais radical foi a executada pelos reis católicos em 1492. Atualmente, uma parte de suas dependências é sede da Corte de Aragón.

Basílica del Pilar

A basílica reúne obras de grande valor artístico como a cúpula da capela, pintada por Antonio Gonzáles Velázquez, bem como o alto-relevo da Assunção, de Carlos Saura, localizado atrás da capela. De sua torre tem-se uma vista panorâmica da cidade. .

Fonte: www.universia.com.br

Zaragoza

Turismo em Zaragoza – Espanha

Já pensou em visitar um belo destino que te faça viajar no tempo?

Se tiver vontade de conhecer algo assim, é preciso que você vá urgentemente até Zaragoza na Espanha para poder sentir tudo isso e ver muito mais o que o local pode lhe oferecer.

A situação geográfica de Saragoça é excepcional, pois se encontra a meio-caminho entre Madrid, Barcelona,Valência e Bilbao, distando cerca de 300km das cada uma das três. O turismo na região ainda é pouco explorado.

O ponto de partida é Albarracín. Aliás, não se preocupe com o meio de locomoção, basta alugar um carro e tudo se resolverá, ou pegar o trem de alta velocidade que parte de Madri e você poderá curtir Zaragoza por inteiro. Aqui estão o castelo local e da Torre do Andador datados do século IX.

Só pode-se chegar até eles a pé, já que as vielas são estreitas e íngremes. Mas todo o esforço valerá a pena quando você ver esses pelos monumentos. Há ainda uma catedral e o palácio episcopal. Reserve um bom tempo para esse local, já que atrações é o que não faltarão.

Ainda no mesmo local, você pode percorrer a Serra de Albarracín e ver as pinturas rupestres e o aqueduto romano; tudo muito bem conservado e protegido pelas formações rochosas; uma verdadeira viagem no tempo.

Perto dali, você pode ir até Toledo, uma das cidades mais modernas de Zaragoza. Por detrás de suas muralhas é possível ver a belíssima arquitetura como a Catedral do Salvador, fundada em 1200. Tudo por lá é totalmente conservado.

No topo da cidade fica a ruína do castelo local. Você deve prestar atenção, já que as visitas ao local são guiadas e com hora marcada, então vá bem cedo e compre o bilhete do primeiro horário para não demorar a voltar a Zaragoza.

Se não conseguir adentrar o castelo, vá até a Torre Blanca que você terá uma bela visão do castelo e ainda poderá ver as inúmeras obras de arte, já que o local hoje em dia é uma bela galeria.

Zaragoza
Zaragoza

E para quem gosta de uma caminhada pela natureza, a dica é Rodeno. As trilhas por aqui são bem sinalizadas e você pode caminhar tranquilamente pela natureza e ver as pinturas rupestres e os Toricos del Prado de Navazo que são touros brancos que foram achados no local em 1892.

A melhor dica que você pode ter de Zaragoza é não ter pressa para ver nada, aproveite cada segundo e abra bem os olhos para não perder nada. E não se esqueça de fazer uma visita monitorada a Catedral do Salvador e também dar um pulo no Parque Cultural de Albarracín.

Todas as visitas em Zaragoza podem ser guiadas, alias aconselha-se que de fato você opte por uma visita guiada; já que assim é mais fácil conhecer a história local e desfrutar de tudo que há de melhor no local.

Por favor não deixem de visitar o Palácio de la Aljaferia em estilo mudéjar.Por fim e um dos pontos turísticos mais visitados em Zaragoza, guarde algumas horas para uma visita a Basilica del Pilar de Zaragoza, com certeza será um dos locais inesqueciveis da cidade!

Fonte: www.bigviagem.com

Zaragoza

Zaragoza

Zaragoza foi uma cidade romana no passado, ostentando o nome completo de seu fundador, César Augusto.

No século VIII converteu-se em um importante centro muçulmano chamado Medina Albaida Sarakosta, passando a ser cristã apenas em 1.118, quando Alfonso I a tomou e a transformou em capital do reino de Aragon.

É a quinta maior cidade da Espanha, porém até recentemente seus mais de 650 mil habitantes tinham a cidade só para eles.

Apesar de ser uma animada cidade antiga com muitos monumentos históricos e alguns bares de tapas excelentes, poucos turistas queriam ir até lá. Mas esta situação está mudando graças ao novo trem de alta velocidade que liga Zaragoza á Madri em duas horas.

O clima de Zaragoza é continental, pouco chuvoso. As temperaturas se situam entre os 2o e 11oC no inverno e entre 17o e 31oC no verão.

Você não pode deixar de visitar a Basílica del Pilar, que reúne obras de grande valor artístico, como a cúpula da capela, pintada por Antonio Gonzáles Velázquez, bem como o alto-relevo da Assunção, de Carlos Saura, localizado atrás da capela. De sua torre você tem um vista panorâmica da cidade. A entrada é gratuita.

O Palácio de Aljafería que é um dos monumentos mais importantes do período muçulmano, atualmente parte de suas dependências são sede da Corte de Aragon. E as muralhas Romanas que protegiam um perímetro de 3 km da antiga Caesae Augusta.

Zaragoza é uma cidade para se conhecer a pé, você pode ir de uma ponta a outra caminhando.

Fonte: wupi.tumblr.com

Zaragoza

Saragoça, Espanha

Saragoça situa-se no ponto mais elevado do Vale do Ebro, no Centro-Norte de Espanha.

As paisagens circundantes causam um enorme impacto: cheias de pitorescas povoações com antiquíssimos costumes populares. A cidade propriamente dita é uma moderna cidade europeia.

Saragoça foi fundada ha mais de 2000 anos, albergando alguns dos mais espampanantes monumentos do país. Ibéricos, godos, romanos, árabes, judeus e cristãos deixaram aqui a sua marca. Poderá ainda apreciar alguns edifícios barrocos espanhóis muito importantes.

O centro histórico ou “El Casco Antiguo” é onde é possível encontrar os monumentos históricos de Saragoça. Os diferentes estilos de edifícios, palácios e igrejas refletem a diversidade histórica dos povos que habitaram estas terras.

Um dos principais locais que deve ser venerado é a Catedral gótica de la Virgen María e a Basílica del Pilar.

A influência muçulmana pode ser admirada em toda a cidade.

Aqui pode ser apreciada uma das interpretações mais importantes da arte muçulmana situada fora da Andaluzia: o Palácio árabe del Aljafería. O palácio é também o berço do Parlamento de Aragão.

Nem toda a cidade de Saragoça são edifícios históricos. Há muitas coisas para fazer e para ver.

Há muitos cinemas, museus, concertos de jazz e flamenco. Saragoça tem também uma cinemateca onde são exibidos filmes clássicos todas as semanas. A paisagem circundante é esmagadora durante todo o ano, sendo perfeita para as atividades ao ar livre.

Os saragoçanos são muito enérgicos, extrovertidos e amigáveis. Passam muito do seu tempo falando nas ruas e bebendo em “barras” e cafés ao ar livre.

Saragoça é igualmente uma cidade universitária. A população jovem assegura que a vida nocturna seja dinâmica e alegre, especialmente aos fins-de-semana.

Fonte: spain.costasur.com

Zaragoza

Zaragoza pode ser a quinta cidade da Espanha e a capital de Aragon mas, até recentemente, seus 650 mil habitantes tinham o local todo só para eles.

Apesar de ser uma animada cidade antiga com muitos monumentos históricos e alguns excelentes bares de tapas, poucos turistas cogitavam explorar o nordeste espanhol.

Essa situação está mudando graças ao novo trem de alta velocidade que liga a cidade à Madri – que agora está a menos de duas horas da estação .

Zaragoza

Zaragoza

Zaragoza

Zaragoza

Fonte: www.clmturismo.com.br

Zaragoza

Milagre Eucarístico de ZARAGOZA

ESPANHA, 1427

No Milagre Eucarístico de Zaragoza, na Hóstia consagrada roubada por uma mulher cristã para fazer um feitiço de amor, apareceu o Menino Jesus.

Nos arquivos da Câmara Municipal da cidade de Zaragoza ainda hoje se conserva o documento que descreve detalhadamente o Milagre e na Catedral, na capela de “San Dominguito de Val”, encontra-se uma antiga pintura que mostra o Prodígio com uma descrição minuciosa do evento.

Zaragoza
Catedral de Zaragoza

Zaragoza
Pintura antiga que retrata o Milagre presente na Catedral da SEO, Capela de San Dominghito de Val. Existe também uma lápide na parede em frente que narra o Prodígio

Zaragoza
Um dos lados externos da Catedral

Zaragoza
Capela do Santo Cristo

Zaragoza
Parte de trás do coro da SEO

Este Milagre Eucarístico ocorreu na cidade de Zaragoza em 1427, quando o Bispo era Dom Alfonso Arthuela.

O Padre Dorner, arquidiácono da cidade deixou um relatório do acontecimento: “Uma mulher casada consultou nesta cidade um mago mouro, para pedir-lhe uma solução ao seu problema: fazer com que o marido, que era de índole muito violenta, não a tratasse com tanta dureza. O mago lhe disse que para mudar o temperamento do marido ela tinha primeiro que trazer-lhe uma Hóstia consagrada.

A mulher, que era muito supersticiosa, foi à igreja de São Miguel, confessou-se e comungou, mas com astúcia diabólica, tirou a Hóstia da boca, colocou-a num cofrinho e levou-a à casa do mago.

Quando abriram o cofre, se assustaram porque dentro não estava mais a Hóstia mas um pequeno menino rodeado de luz. O mago disse à mulher que levasse o cofrinho com o menino à sua casa, queimasse tudo e lhe trouxesse as cinzas.

A mulher, sem escrúpulos, fez como lhe havia sido ordenado, mas para a sua surpresa, apesar de que o cofre tivesse ficado totalmente queimado, o menino permanecia ileso. Aterrorizada e fora de si, a mulher correu à casa do mago para contar-lhe o que tinha acontecido.

O mouro depois de ter escutado toda a história começou a tremer de medo de um castigo do céu. Decidiram então, ir à Catedral para contar tudo ao Bispo Dom Alonso, confessar-se e implorar para o mouro, o Santo Batismo.

O Bispo consultou diversos prelados e teólogos da diocese para aclarar os fatos e decidiu finalmente de levar o Menino Milagroso da casa da mulher à catedral com uma solene procissão.

Toda a cidade saiu às ruas para unir-se à procissão e todos ficaram muito emocionados e comovidos ao ver aquele maravilhoso Menino passar.

Quando a procissão chegou na Catedral, conduziram o Menino Milagroso ao Altar da capela de São Valério para que o povo pudesse admirá-lo e venerá-lo.

No dia seguinte, enquanto o Bispo celebrava a Santa Missa no Altar de São Valério ocorreu um segundo Milagre:pronunciadas as palavras da consagração, no lugar do Menino apareceu uma Hóstia que foi imediatamente consumada pelo Prelado.

Graças a este Milagre Eucarístico, em todo o povo de Zaragoza se avivou a devoção ao Santíssimo Sacramento”.

Este é o documento conservado nos arquivos da Câmara Municipal.

Fonte: www.therealpresence.org

Veja também

Hino Nacional da República Democrática do Congo

Debout Congolais PUBLICIDADE Debout Congolais (Levanta congolês) é o hino nacional da República Democrática do …

Locais Turísticos da República Democrática do Congo

BRAZZAVILLE PUBLICIDADE É um lugar muito interessante, muito verde, com uma Basílica, Mercados e o …

República Democrática do Congo

PUBLICIDADE O território que hoje leva o nome de República Democrática do Congo tem sido habitada por …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload the CAPTCHA.