Breaking News
Home / Turismo / Polinésia Francesa

Polinésia Francesa

PUBLICIDADE

Polinésia Francesa – O Taiti e suas ilhas.

Polinésia Francesa

O mar é incomparável, super transparente, com anéis de corais e águas mansas, uma cordilheira de origem vulcânica submersa, da qual só se vêem os picos, o que nos brinda com vários tons de azul e verde.

É um aquário a céu aberto com uma infinidade de plantas e peixes. A paisagem é composta por montanhas, coqueiros verdes, praias de areias brancas, vegetação exuberante e várias espécies de flores. O clima é privilegiado. Os luxuosos resorts polinésios com bangalôs sobre a água, imensas piscinas, luaus e piqueniques à beira mar fazem desse lugar o sonho de consumo de milhares de pessoas.

Os nativos, sempre atenciosos, estampam um sorriso no rosto e coroas de flores na cabeça. É praticamente o paraíso na Terra ! .Casar no Tahiti é sinônimo de uma cerimônia especial com direito a preparação com roupas típicas, ritual para afastar os maus espíritos e para a purificação da união.

É realmente deslumbrante. E os casais apaixonados ainda contam com a garantia de ter muita música, dança, bebida, um jantar especial e o mais importante: uma lembrança para a vida toda.

A Polinésia Francesa é formada por 118 ilhas agrupadas em 5 arquipélagos: Sociedade, onde estão as ilhas mais conhecidas; Tuamotu, ilhas de coral em forma de anel; Marquesas, ilhas bem afastadas – ideais para ecoturismo; Austrais, clima mais fresco e poucos turistas; eGambier, isolada do turismo convencional pela dificuldade de acesso.

Polinésia Francesa

Taiti

É a ilha mais importante da Polinésia Francesa, onde fica a capital Papeete e o único aeroporto internacional. Embora tenha ótimas praias para o surf, não são de boa qualidade. Tahiti é também a ilha com maior atividade noturna e lugares de interesse cultural.

A península de Tahiti Iti, no lado oposto de Papeete, com montanhas, cascatas e selvas é ideal para o ecoturismo ou para os que querem um contato com o povo local. Mas é bom ficar atento, pois no local não há hotéis de turismo, apenas pousadas locais.

Polinésia Francesa
Bora Bora é sem dúvida a mais famosa dentre as ilhas da polinésia.

O maior atrativo é o colorido das águas, que brilham com tons inimagináveis de azuis, verdes e violeta. É também a ilha favorita dos casais em lua de mel ou aniversários de bodas.
Bora Bora tem as mais lindas praias de areia coralina, banhadas por uma mar espetacular. Estas praias estão em pequenas ilhas de recife, chamados de “motu” e na ilha central, no setor de Matira.

Polinésia Francesa
Moorea

Moorea é a ilha com melhor acesso desde Papeete. Apenas 18 Km de mar as separam.

Paisagens incríveis, vegetação espetacular, Moorea é perfeita para o ecoturismo, lua de mel, e para aqueles que buscam atividades completas.

Como não é necessário fazer deslocamento aéreo para acessar outras ilhas é a melhor opção para quem busca preços mais econômicos. Moorea é caracterizada por uma natureza exuberante, lindas montanhas e vales escarpados.

Na costa norte, duas baías profundas – Cook e Opunohu – penetram como fiordes no maciço montanhoso. E é justamente nesta costa que se localizam os hotéis e lugares turísticos. Moorea é talvez a ilha com maior riqueza cultural: artesanato, tatuagens, espetáculos folclóricos e galerias de arte.

Embora Bora Bora a supere pela exuberância do mar, a maioria dos visitantes concorda que as montanhas de Moorea ainda são as mais belas.

Polinésia Francesa
Huahine

Ilha cujas águas vão de encontro ao mar colorido da vizinha Bora Bora. Todas as praias são de areia branca e água turquesa. A praia de Avea está entre as mais lindas da Oceania.

O ambiente é especial e o pouco acesso dos turistas tornam a ilha ideal para férias sossegadas.Huahine também se destaca como a ilha com a maior quantidade de sítios arqueológicos.
Além de ótimas ondas para os surfistas avisados, o locar também exibe fantásticas condições para snorkeling.

Polinésia Francesa
Taha´a

Poucos turistas se interessam por esta ilha que mais lembra a Polinésia de tempos passados. É a ilha com menos urbanização do arquipélago da Sociedade. As aldeias são pequenas, o tráfego escasso, as lanchas e piraguas são o meio de transporte usual.

Quase não tem praias e a vegetação cresce até a costa. Taha´a é indicado para aqueles que buscam um lugar remoto e exclusivo, mas de fácil acesso. Atraem também iatistas que encontram águas protegidas para fundear.

Polinésia Francesa
Rangiroa

É o maior atol das ilhas Tuamotu. Inclui 240 ilhotas que se sucedem uma atrás da outra até perderem-se na bruma azulada. O mar de cor azul turquesa é seu grande atrativo. É também o local mais famoso de mergulho de toda a Polinésia. Em muitos desses mergulhos, podem-se avistar tubarões, golfinhos, napoleões, tartarugas, arraias, barracudas e etc.

O snorkeling é espetacular, seja flutuando nas águas interiores ou à deriva, impulsionado pela corrente do mar. Rangiroa é a ilha Tuamotu mais desenvolvida e de mais fácil acesso. Oferece grande variedade de atividades aquáticas e excursões.

Polinésia Francesa
Manihi

Poucos turistas visitam Manihi, mas os que visitaram consideram os momentos que passaram ali um dos mais memoráveis de toda a viagem. Em Manihi nasceu o cultivo da famosa pérola negra, que é um indicativo da pureza das águas.

Manihi é um atol ovalado com várias ilhotas, das quais só uma é habitada. Não tem caminhos, nem montanhas ou rios. Tudo gira em torno do mar e assim como Rangiroa, o mergulho é excelente!!

Dicas Úteis

Localização: Oceano Pacífico, a 7.940 km da cidade de Valparaíso no Chile.
Geografia: 118 ilhas e ilhotas agrupadas en 5 arquipélagos: A Sociedad, Tuamotu, Gambier, Marquesas e Australes.
Clima: Dezembro-Março registra níveis ligeiramente superiores de calor (média 27º C). Junho- Setembro é temporada mais fresca (média 25º C).
População: 220.000 habitantes, dos quais mais da metade vive na ilha de Tahiti. O padrão de vida é alto (salário mínimo de USD 1.520), o que evita os níveis de pobreza que se observam em outras ilhas tropicais.
Idiomas: Oficiais são o francês e o maohi (tahitiano). Na indústria turística se fala inglês e algo de espanhol e japonês.
Moeda: Franco francês do Pacífico (abreviado FCFP ou CFP).
Gorjetas: Não faz parte dos costumes tahitianos!!
Eletricidade: Corrente de 110 ou 220 volts, dependendo da ilha ou lugar de alojamento. Os hotéis possuem adaptadores.
Telefonia: O custo da chamada à América do Sul é de aproximadamente USD 7,50 via operadora.
Como chegar: Dois vôos semanais da LAN a partir de Santiago (quartas e domingos, voltando segundas e quintas). O vôo com escala na Ilha de Pascoa, demora entre 11-12 horas na ida e 9-10 no retorno. Papeete é o ponto de conexão com vôos para Japão, Austrália e Nova Zelândia.
Requisitos para ingresso: Brasileiros não necessitam de vistos para estadias até 3 meses.
Licença de motorista: São válidas as do país de origem desde que tenham pelo menos 1 ano desde a emissão. Idade mínima: 21 anos.
Impostos: Nossos pacotes turísticos incluem os impostos, exceto uma taxa de turismo cobrada por alguns municípios EME deve ser paga localmente. Estas taxas são as seguintes: Em Papeete, Faaa, Punaauia, Arue, Bora Bora, Huahine, Moorea, Raiatea, Tahaa, Tikehau e Rangiroa: 150 CFP por pessoa, por dia, nos hotéis classificados e equivalentes. Atenção: os menores de 12 anos viajando com os pais estão isentos de taxa de estadia. Impostos sobre cruzeiros: 500 CFP por pessoa, por dia.
Gastronomia: O prato típico é atum fresco marinado no leite de coco. Na festa tradicional Tamaara´a, é servido um banquete de carnes e verduras cozidas em um forno enterrado na areia. Peixes típicos da região são o mahi mahi, peixe papagaio, atum, bonito e peixe espada. É muito comum encontrar uma parrilhada de peixes em uma ilhota desabitada.
Conselho prático: Não esqueça o protetor solar.
Se fuma, leve os cigarros que necessita para toda sua estadia. No Tahiti o tabaco é muito caro.
Leve um par de sandálias de borracha para andar na praia, mesmo se estiver indo apenas dar um mergulho – os corais podem machucar. Em caso de corte, desinfete com suco de limão e procure um médico no hotel.
Documentos Necessários: Passaporte válido com mínimo de 6 meses. Não é necessário visto para a Polinésia Francesa.
Fuso Horário em relação ao Brasil: 7 horas a menos que o Brasil.
Horário Comercial: As lojas funcionam de 07:30 as 17:00 h de segunda a sexta e de 07:30 as 11:00 h aos sábados.
Bagagem: Nos trechos aéreos é permitido o transporte de 1 volume com no máximo 20 kg, mais 5 kg de bagagem de mão.
Hotéis: Normalmente o horário de Check-In é às 15 horas e Check-Out às 10 horas.
Roupa: O vestuário na polinésia é bastante informal.
Vida Noturna: A vida noturna é mais intensa em Papeete com várias opções de bares e restaurantes. Nas outras ilhas as opções são pequenas, sendo os bares e restaurantes dos hotéis os mais freqüentados. Há sempre nas ilhas um grupo local que a noite faz show típico nos hotéis.

Fonte: Drift Tur; Viajando a Dois; Expedition; /viajandoadois.com

Polinésia Francesa

Polinésia Francesa é um conjunto de ilhas que é um país estrangeiro ligado a França.

Localizado no sul do Oceano Pacífico, é meio caminho entre a Califórnia e a Austrália. Taiti e suas ilhas abrangem quatro milhões de quilômetros quadrados do oceano que é a mesma área que a União Européia.

No entanto, a terra acima do nível do mar representa para cerca de 4.000 quilômetros quadrados composto de 118 ilhas, agrupados em cinco arquipélagos (4 vulcânicas, um coral). Makatea na Polinésia Francesa é uma das três grandes ilhas de rocha fosfática no Oceano Pacífico – os outros são Banaba (Ilha Oceano) em Kiribati e Nauru.

Regiões

• Ilhas Marquesas
• Ilhas Tuamotu
• Ilhas Gambier
• Ilhas Tubuai (ou Ilhas Austrais)
• Ilhas da Sociedade, arquipélago da qual faz parte a ilha mais famosa, o Taiti

Cidades: Papeete

Entenda

Estas ilhas habitadas por centenas de anos antes de sua descoberta pelos exploradores ocidentais. Os britânicos descobriram o Tahiti em meados dos anos 1760 e o Capitão Cook visitou lá em 1769 para observar o trânsito de Vênus antes de embarcar para o sul e oeste em busca da lendária Terra Incognita Australus com o auxílio de um navegador da polinésia.

Durante os anos 1960 e 1970, o francês conduziu testes nucleares atmosféricos nas ilhas, principalmente no Atol de Mururoa. Mais tarde os testes mudaram, após protestos internacionais de outros países do Pacífico, incluindo uma flotilha de veleiros e um navio de guerra da Nova Zelândia para acompanhar os testes em 1974.

Os Testes continuaram no início de 1990, apesar das tentativas das perturbações feitas por ativistas ambientais. Em setembro de 1995, a França despertou protestos generalizados por retomar os testes nucleares no atol de Mururoa, após uma moratória de três anos.

Polinésia Francesa

Os testes foram suspensos em janeiro de 1996. Nos últimos anos, os habitantes da ilha têm estado a trabalhar no sentido da autonomia e independência econômica da França. No entanto, o processo é gradual e deverá tomar uma ou duas décadas para ocorrer.

Clima

Tropical, mas moderada. Perigos naturais: ocasionais tempestades ciclônicas em janeiro. Muito úmido. A temperatura média é de 27 ° C (80 ° F) e as águas das lagoas com média de 26 ° C (79 ° F) no inverno e 29 ° C (84 ° F) no verão. Mas não se preocupe, a maioria dos resorts e hotéis para os quartos têm ar condicionado ou refrigeração por ventiladores de teto.

O verão é de novembro a abril, com um clima mais quente e úmido e o inverno é de maio à outubro, quando o clima é ligeiramente mais frio e seco.

Chegar

Polinésia Francesa tem uma posição muito remota no Oceano Pacífico Sul, a menos que você já está lá, voando é a única opção. Há navios de cruzeiro e os navios de carga que viajam de Havaí e Nova Zelândia, mas nenhum em uma programação regular.

De avião

O flagcarrier da Polinésia Francesa é a Air Tahiti Nui e o principal aeroporto é o Aeroporto Internacional de Faa’a construído na lagoa, a cerca de 5 km a oeste de Papeete perto de vários grandes hotéis como Hotel InterContinental. Air Tahiti Nui voa internacionalmente para Tóquio, Osaka, Los Los, New York, Auckland, Sydney e Paris. Eles cooperam com a Air France, Japan Airlines, Air New Zealand e a Qantas. Também tem vôos regulares para o Taiti. LAN Chile voa duas vezes por semana de / para a Ilha de Páscoa, com ligações para Santiago de Chile.

Circulação

As pessoas vivem nas duas ilhas do Tahiti e Moorea. Estas ilhas têm redes de rua e de transportes públicos (incluindo infra-estrutura turística boa). Para ir de ilha em ilha, existem diversas opções:

De avião

Air Tahiti oferece vôos domésticos para outros destinos na Polinésia Francesa, e da Air Moorea faz vôos curtos para Moorea, várias vezes ao dia. Vôos charters, como Air Archipel estão disponíveis mediante pedido. Os helicópteros são outra opção.

De barco

Ferries (às vezes combinado barcos de carga e passageiros como o Aranui) de viagem entre a maioria das ilhas. Catamarãs e barcos fazem a travessia entre Tahiti e Moorea várias vezes por dia. Escunas e barcos de carga servem todas as ilhas habitadas de Papeete.

Dois navios de cruzeiros de luxo atendem atualmente as ilhas: o Paul Gauguin, que faz uma viagem de 7 dias regular em torno das sociedades, com viagens ocasionais para fora ao Tuamotu, Marquesas e as Ilhas Cook e Taiti, a princesa que faz itinerários semelhantes.

Uma ótima maneira de ver as ilhas, a menos que você esteja com um orçamento apertado. O Bora Bora Cruises é um navio mais íntimo com base nas ilhas Leeward. Ou para mais aventura, embarcquem na III Aranui.

Polinésia Francesa
Bandeira

Polinésia Francesa
Localização

Informações Básicas
Capital: Papeete
Governo: Território dependente
Moeda: franco CFP (XPF)
Área: 4.167 km²
População: 283 019 hab.
Idioma: Francês(oficial) e Reo ma’ohi (taitiano, marquesano, tuamotuano, mangareviano…)
Religião: protestantes 54%,catolicos romanos 30%
Eletricidade: 110-220V/60Hz
Código telefônico: +689
Internet: TLD .pf
Fuso horário: UTC-10

Veja

O Museu Gauguin (Musée Gaugin), cerca de 50 km de Papeete no Tahiti Nui contém artefatos do tempo de Gauguin no Taiti, incluindo reproduções de muitas de suas pinturas. O Museu do Taiti e suas ilhas, cerca de 15 quilômetros de Papeete, mostra realmente a grande história da polinésia, da cultura e da etnologia. Quem estiver interessado em antropologia ou a história da cultura polinésia deve ver este museu.

Para os amantes de pérolas, há também a Robert Wan Pearl Museum in Tahiti. Ilha de Tahiti – a maior ilha da Polinésia Francesa, abriga a capital Papeete, onde está a maior parte da população polinésia.

É a ilha mais agitada também, com uma intensa vida noturna e cultural, além de hotéis de luxo, Moorea – ilha de origem vulcânica, à 18km à oeste do Tahiti. O acesso é feito por avião (07 min) ou por catamarã (30 min). A maioria dos hotéis está no norte da ilha, mas há muito que se conhecer em todos os cantos de Moorea. Bora Bora – a mais bela ilha do Tahiti, famosa por seus visitantes célebres.

Rodeada de arrecifes e pequenas ilhotas chamadas Motu, Bora Bora destaca-se variação de cores de suas águas. A ilha principal abriga vilas nativas Rangiroa – uma fortaleza de corais formada por mais de 200 ilhotas, que resultam em uma lagoa com 68 km de comprimento e 25 de largura.

Possui as águas mais transparentes do Tahiti, e é considerado o melhor ponto de mergulho do Pacífico Tikehau – à 300km a noroeste da Ilha do Tahiti, tikehau tem forma ovalada e é muito procurada para mergulho. Huahine – uma ilha tranqüila que lembra o Tahiti de 20 anos atrás, ideal para um clima romântico.

É formada por duas ilhas unidas por uma ponte e circundada por um grande recife de corais, salpicado de ilhotas. Manihi – suas águas abrigam as mais famosas pérolas do Tahiti, além de uma fauna marinha abundante ideal para a prática do mergulho.

Compre: Esteja ciente de que tudo é muito caro na Polinésia Francesa. Então, se você visitar, levar muito dinheiro, pois você vai precisar dele.

Joias

As pérolas negras são a compra de alta gama nesta parte do mundo. Elas são lindas, variadas e de qualidade, assim o comprador deve ter cuidado. Há lotes de jóias de madre-pérola baratas que são presentes muito agradáveis.

A rara pérola negra varia de cor prata escura com cinza, com verde e rosa em destaque. Esta joia Tahitian é uma lembrança maravilhosa e única. Para os visitantes que desejam descobrir os segredos das pérolas do Taiti, uma visita a uma das fazendas de pérolas na ilha de Tahaa ou em uma das ilhas baixas no Tuamotu.

Gastronomia

Finos alimentos no Taiti e suas ilhas, é tipicamente um estilo singular de cozinhar com produtos frescos e exótica mistura. Há uma presença da cozinha européia, num cenário tropical. Cozinha asiática também acrescentou seus próprios gostos e texturas.

Peixes de todos os tipos, se o atum, bonito, mahimahi ou as muitas variedades de peixes da lagoa estão disponíveis de diversas maneiras: assado, cozido e cru. Os pratos principais são classificados peixe cru la Tahitienne que é marinado em suco de limão e leite de coco e muito popular chinês ma’a tinito (que é uma mistura de carne de porco, feijão, couve chinesa e macarrão).

Ocasiões, familiares e celebrações são o tempo necessário para um enorme tamara’a Tahiti (estilo festas Taiti), onde uma refeição composta de carne de porco, peixe, fruta-pão, inhame e banana Fe’i é envolto em folhas de bananeira e cozido no vapor em uma terra escavada sobre camadas de rochas quentes.

Os grandes hotéis organizam grandes noites de buffet que oferecem um vasto panorama da culinária local delícias acompanhadas de apresentações de dança tradicional.

Bebidas: Garrafas de água estão prontamente disponíveis. Sendo um território francês, o vinho é comum e fácil de encontrar. Como se trata de uma ilha tropical, uma infinidade de sucos de fruta como de abacaxi com leite e de coco podem ser encontrados em toda parte. Se você é um fã de cerveja, a cerveja Hinano será definitivamente a que você vai gostar de saborear e levar algumas latas para casa.

Segurança: Tahiti tem uma das menores taxas de criminalidade. Entretanto, pequenos delitos, como furtos podem ocorrer. Como um território ultramarino da França, a defesa e aplicação da lei são fornecidos pelas forças francesas (Exército, Marinha, Força Aérea) e pela GNR. Certifique-se de trazer as sandálias para andar no meio de corais na água e ao longo das praias ou qualquer tênis velho para que você não corte os pés nos corais ou peixe-pedra.

Saúde: O tratamento médico é geralmente bom. Dois grandes hospitais, bem como várias clínicas privadas oferecem 24 horas de serviços médicos. Nenhuma vacina é necessária.

Fonte: wikitravel.org

Veja também

Hino Nacional da República Democrática do Congo

Debout Congolais PUBLICIDADE Debout Congolais (Levanta congolês) é o hino nacional da República Democrática do …

Locais Turísticos da República Democrática do Congo

BRAZZAVILLE PUBLICIDADE É um lugar muito interessante, muito verde, com uma Basílica, Mercados e o …

República Democrática do Congo

PUBLICIDADE O território que hoje leva o nome de República Democrática do Congo tem sido habitada por …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload the CAPTCHA.