Breaking News
Home / Turismo / Taiti

Taiti

PUBLICIDADE

Taiti é a maior ilha da Polinésia Francesa, um território ultramarino francês localizado no Arquipélago da ilhas da Sociedade, o sul do Oceano Pacífico. Sua capital é Papeete. Em todo o território compreende 1,042 km ² e seu ponto mais alto é o Monte Orohena.

Em 2002 a ilha tinha 169 674 habitantes, que tinham como atividade principal a indústria de turismo. A língua oficial é o francês.

Taiti

História

Embora a ilha fosse descoberta em 1606 pelo explorador espanhol Pedro Fernández de Quirós, o primeiro ocidental que visitou foi Samuel Wallis, que desembarcou na ilha em 19 de junho de 1767, e deu o nome de Ilha Rei George em homenagem ao seu Rei George III da Inglaterra. Alguns meses mais tarde, Louis Antoine de Bougainville desembarcou e deu o nome de “Nouvelle-Cythère”.

A Coroa de Espanha, pelo vice-rei do Peru Manuel de Amat y Juniet, decidiu tomar posse da ilha em 1772, basicamente para controlar a expansão de outros poderes e evangelizar. Enviou uma primeira expedição liderada por Domingo de Boenechea nativo de Guetaria, em 1772-1773, que parte do porto de Callao.

A mais notável dessas expedições foi a elaboração de um soldado da marinha Jornal Maximo Rodriguez, cobrindo um período de 12 meses, que conta muitos detalhes etnológicos taitianos do século XVIII, sendo o documento mais antigo e completo preservado.

Finalmente, em 1842, o Almirante Abel Aubert Du Petit-Thouars forçado a Rainha Pomare IV a aceitou o protetorado da França.

Taiti Hoje

Os taitianos são os cidadãos com acesso a direitos civis e políticos franceses completos. Tanto a linguagem Taitian como francês são utilizados pelos habitantes da ilha. Taiti é parte da Polinésia Francesa ( Polynésie Française ), cujo status é o de um território semi-autônomo da França com a sua própria montagem, presidente, orçamento e leis.

A influência da metrópole se limita a fornecer subsídios, educação e segurança. O atual presidente da Polinésia Francesa, Oscar Temaru, é a favor da completa independência da França. No entanto, apenas cerca de 20% da população é a favor dessa ideia.

Taiti
Cachoeira Vaimahuta, Taiti.

Durante uma conferência de imprensa em junho 2006, como parte da segunda Reunião França-Oceania, o presidente Jacques Chirac disse que não acredita que a maioria dos taitianos queriam a independência. Ele referiu-se a afirmar que mantém a porta aberta para um possível referendo no futuro, sem especificar quando.

Eleições para a Assembleia da Polinésia Francesa foram realizadas em 23 de maio de 2004. Em um resultado surpreendente, a independência progressiva coalizão Oscar Temaru formou um governo com uma maioria de apenas um assento no parlamento (ganhou 29 cadeiras contra 28 do Partido Conservador, liderado por Gaston floose).

Em outubro do mesmo ano, o partido entrou com uma moção de censura contra o governo, provocando uma crise política. Um grande ponto de discórdia é se o governo nacional francês pode ou não pode usar seu poder excepcional para convocar eleições antecipadas para um novo governo local, em caso de uma grave crise política.

Cultura e economia

Taiti
Heiva Festival Cultural Anual em Papeete.

O pintor francês Paul Gauguin viveu no Taiti em 1890, refletindo em suas obras as paisagens e as pessoas da ilha. Hoje, Papeari moradia tem um pequeno museu com obras de Gauguin. Taiti tem uma universidade, a Universidade de Polynésie Française.

No entanto, o turismo é a atividade mais importante, especialmente nas ilhas de Bora Bora e Moorea. Todo mês de julho o festival Heiva em Papeete celebra a cultura polinésia e da comemoração dotomada da Bastilha na França.

O cultivo de pérolas negras também é uma importante fonte de renda. A maioria das pérolas são exportadas para Japão, Europa e Estados Unidos.

Recentemente, tem havido uma forte pressão para reviver o modo de vida tradicional e redescobrir velhos costumes culturais. Os instrumentos musicais incluem tradicional pahu, o Toere ( bateria ) e uma espécie de flauta de nariz.

Os violões e cavaquinhos foram introduzidos pelos europeus, mas entraram no folclore local tem semelhança suficiente para a música popular do Havaí, porque são duas culturas intimamente relacionados na língua e costumes.

O vestido típico para dançar ( Tamure ) reapareceu na vida dos polinésios, mas, infelizmente, a arte da capa ), praticada em todo o Pacífico, e raramente é usado.

Localização Geográfica / Administrativa

Arquipélago Society Islands
Oceano Pacífico
País França
Coletividade ultramarina Polinésia Francesa
Superfície 1,045 km ²
Pico 2.241 m ( Mont Orohena)
Capital Papeete (131.695 hab.)
População 178.133 habitantesem janeiro
Densidade 170 hab. / Km ²
Gentio Taitian / a

Taiti

Referências

1. (francês) Institut Statistique de Polynésie Française (ISPF). ” a população Recensement 2007 “(PDF). Retirado em 2 de dezembro de 2007.

Fonte: es.wikipedia.org

Taiti

No Taiti, a maior do arquipélago das Ilhas Sociedade, na Polinésia Francesa, as flores de rara beleza, a herança do povo polinésio, as danças exóticas e o artesanato chamam a atenção dos visitantes.

De clima tropical, tráfego confuso e belíssimas paisagens, a região tem, entre seus pontos turísticos, o Jardim Botânico, com uma bela seleção da vegetação tropical, além do Museu Paul Gauguin, com fotos, documentos e reproduções de suas obras.

O artista, que passou algum tempo e morreu na Polinésia Francesa, é uma figura muito lembrada no país. Sua faixa litorânea de águas azuis oferece atrações como mergulho, banhos de mar e resorts luxuosos com praias particulares.

Entre as faixas de areia públicas, valem uma parada: Plage de Toaroto, Papenoo Beach e a ilha de Moorea, que fica há alguns minutos do Taiti e também possui uma bela costa. Outras atividades possíveis vão de trekkings a rotas em off-roads, pesca e passeios a beira-mar.

Em Papeete, principal cidade do Taiti, as fazendas de pérolas, onde pode-se mergulhar para ver de perto o cultivo das ostras, revelam-se um programa encantador. Nestes lugares, as pérolas também são vendidas em maravilhosas peças, como brincos e colares.

O Taiti não é um destino barato, em todos os aspectos, tal o isolamento do resto do mundo e a grande demanda de turistas de todo o mundo, inclusive aqueles que realizam exóticos casamentos ao pé da areia, com muitas flores e um inesquecível pôr-do-sol.

A região oferece também inúmeras ondas excelentes para os praticantes de windsurfe, kitesurfe, body boarding e o velho surfe. Nas temidas ondas de Teahupo’o, com seu lip gordo fechando em um tubo cavernoso, muitos profissionais da elite profissional já ficaram para trás, esfolados nos recifes de corais. Ondas igualmente agradáveis e menos arriscadas estão em Matavi e Point Venus.

Como Chegar

A maioria dos voos que tem a Polinésia Francesa como destino rumam direto ao Aeroporto Internacional de Fa’a (PPT), próximo a Papeete. Companhias como Air France (www.airfrance.com), Lan (www.lan.com) e Air Taiti Nui (www.airTaitinui.com) operam voos a partir da Europa, América do Norte e América do Sul.

Como Circular

Distâncias curtas entre ilhas próximas são prazerosamente cobertas com veleiros, catamarãs, ferries ou iates. Estes podem ser alugados ou compartilhados com agências localizadas nos hotéis, resorts ou em cidades maiores.

As reservas devem ser feitas, preferencialmente, com boa antecedência. Para rumar para ilhas mais distantes, a melhor opção são monomotores e bimotores de companhias como Air Moorea (www.airmoorea.com) e Air Taiti (www.airTaiti.com).

Esta última oferece seis passes combinados válidos por 28 dias para quem for visitar múltiplos arquipélagos na Polinésia Francesa. Há valores diferenciados para franquear bagagens até 20 e 50 kg.

Informações ao Viajante

Línguas: Francês e Taitiano
Moeda: Franco CFP
Visto: Não é necessário
Embaixada oficial no Brasil: SES Av. das Nações, lote 04, quadra 801 – Brasília – DF (61) 3222-3999 – www.ambafrance-br.org/
Melhor época para visitar: Pelo menos para os surfistas, de abril a setembro as ondas estão mais altas.

Fonte: viajeaqui.abril.com.br

Veja também

Hino Nacional da República Democrática do Congo

Debout Congolais PUBLICIDADE Debout Congolais (Levanta congolês) é o hino nacional da República Democrática do …

Locais Turísticos da República Democrática do Congo

BRAZZAVILLE PUBLICIDADE É um lugar muito interessante, muito verde, com uma Basílica, Mercados e o …

República Democrática do Congo

PUBLICIDADE O território que hoje leva o nome de República Democrática do Congo tem sido habitada por …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload the CAPTCHA.