Breaking News
QUESTION 1 You have a hybrid Exchange Server 2016 organization. Some of the mailboxes in the research department are hosted on-premises. Other mailboxes in the research department are stored in Microsoft Office 365. You need to search the mailboxes in the research department for email messages that contain a specific keyword in the message body. What should you do? A. From the Exchange Online Exchange admin center, search the delivery reports. B. Form the on-premises Exchange center, search the delivery reports. C. From the Exchange Online Exchange admin SY0-401 exam center, create a new In-Place eDiscovery & Hold. D. From the Office 365 Compliance Center, create a new Compliance Search. E. From the on-premises Exchange admin center, create a new In-Place eDiscovery & Hold. Correct Answer: E QUESTION 2 You have an Exchange Server 2016 organization. You plan to enable Federated Sharing. You need to create a DNS record to store the Application Identifier (AppID) of the domain for the federated trust. Which type of record should you create? A. A B. CNAME C. SRV D. TXT Correct Answer: D QUESTION 3 Your company has an Exchange Server 2016 200-310 exam Organization. The organization has a four- node database availability group (DAG) that spans two data centers. Each data center is configured as a separate Active Directory site. The data centers connect to each other by using a high-speed WAN link. Each data center connects directly to the Internet and has a scoped Send connector configured. The company's public DNS zone contains one MX record. You need to ensure that if an Internet link becomes unavailable in one data center, email messages destined to external recipients can 400-101 exam be routed through the other data center. What should you do? A. Create an MX record in the internal DNS zone B. B. Clear the Scoped Send Connector check box C. Create a Receive connector in each data center. D. Clear the Proxy through Client Access server check box Correct Answer: AQUESTION 4 Your network contains a single Active Directory forest. The forest contains two sites named Site1 and Site2. You have an Exchange Server 2016 organization. The organization contains two servers in each site. You have a database availability group (DAG) that spans both sites. The file share witness is in Site1. If a power failure occurs at Site1, you plan to mount the databases in Site2. When the power is restored in Site1, you Cisco CCNP Security 300-207 exam SITCS need to prevent the databases from mounting in Site1. What should you do? A. Disable AutoReseed for the DAG. B. Implement an alternate file share witness. C. Configure Datacenter Activation Coordination (DAC) mode. D. Force a rediscovery of the EX200 exam network when the power is restored. Correct Answer: C QUESTION 5 A new company has the following: Two offices that connect to each other by using a low-latency WAN link In each office, a data center that is configured as a separate subnet Five hundred users in each office You plan to deploy Exchange Server 2016 to the network. You need to recommend which Active Directory deployment to use to support the Exchange Server 2016 deployment What is the best recommendation to achieve the goal? A. Deploy two forests that each contains one site and one site link. Deploy two domain controllers to each forest. In each forest configure one domain controller as a global catalog server B. Deploy one forest that contains one site and one site link. Deploy four domain controllers. Configure all of the domain controllers as global catalog servers. C. Deploy one forest that contains two sites and two site links. Deploy two domain controllers to each site in each site, configure one domain controller as a global catalog server D. Deploy one forest that contains two sites and one site link. Deploy two domain controllers to each site. Configure both domain controllers as global catalog servers Correct Answer: C QUESTION 6 How is the IBM Content Template Catalog delivered for installation? A. as an EXE file B. as a ZIP file of XML files C. as a Web Appli cati on Archive file D. as a Portal Application Archive file Correct Answer: D QUESTION 7 Your company has a data center. The data center contains a server that has Exchange Server 2016 and the Mailbox server role installed. Outlook 300-101 exam anywhere clients connect to the Mailbox server by using thename outlook.contoso.com. The company plans to open a second data center and to provision a database availability group (DAG) that spans both data centers. You need to ensure that Outlook Anywhere clients can connect if one of the data centers becomes unavailable. What should you add to DNS? A. one A record B. two TXT records C. two SRV records D. one MX record Correct Answer: A QUESTION 8 You have an Exchange Server 2016 EX300 exam organization. The organization contains a database availability group (DAG). You need to identify the number of transaction logs that are in replay queue. Which cmdlet should you use? A. Test-ServiceHealth B. Test-ReplicationHealth C. Get-DatabaseAvailabilityGroup D. Get-MailboxDatabaseCopyStatus Correct Answer: D QUESTION 9 All users access their email by using Microsoft Outlook 2013 From Performance Monitor, you discover that the MSExchange Database\I/O Database Reads Average Latency counter displays values that are higher than normal You need to identify the impact of the high counter values on user connections in the Exchange Server organization. What are two client connections 400-051 exam that will meet performance? A. Outlook on the web B. IMAP4 clients C. mobile devices using Exchange ActiveSync D. Outlook in Cached Exchange ModeE. Outlook in Online Mode Correct Answer: CE QUESTION 10 You work for a company named Litware, Inc. that hosts all email in Exchange Online. A user named User1 sends an email message to an Pass CISCO 300-115 exam - test questions external user User 1 discovers that the email message is delayed for two hours before being delivered. The external user sends you the message header of the delayed message You need to identify which host in the message path is responsible for the delivery delay. What should you do? A. Review the contents of the protocol logs. B. Search the message tracking logs. C. Search the delivery reports 200-355 exam for the message D. Review the contents of the application log E. Input the message header to the Exchange Remote Connectivity Analyzer Correct Answer: E QUESTION 11 You have an Exchange Server 2016 organization. The organization contains three Mailbox servers. The servers are configured as shown in the following table You have distribution group named Group1. Group1 contains three members. The members are configured as shown in the following table. You discover that when User1 sends email messages to Group1, all of the messages are delivered to EX02 first. You need to identify why the email messages sent to Group1 are sent to EX02 instead. What should you identify? A. EX02 is configured as an expansion server. B. The arbitration mailbox is hosted 300-320 exam on EX02.C. Site2 has universal group membership caching enabled. D. Site2 is configured as a hub site. Correct Answer: A
Home / Mecânica / Carrocerias

Carrocerias

Carrocerias – O que é

PUBLICIDADE

Carros já foram identificados por seus estilos e tamanho de Carrocerias.

Existem diferentes tipos de estilos de corpo disponíveis como sedans, SUVs, cupês, conversíveis, hatch, vagões, veículos multi-utilitário ou veículo multiuso.

Carroceria é o esqueleto ou armadura de um veículo.

Carroceria é a parte do veículo destinado a carregar carga ou passageiros, incluindo bagagem.

Nos caminhões é a parte que carrega carga, a conhecida Caçamba, ou algo assim, no carro é simplesmente a cabine de passageiros, ou habitáculo, ou algo assim novamente.

Uma rápida olhada no trânsito de qualquer cidade grande e o bastante para identificar uma grande quantidade de veículos com carrocerias diferentes. A carroceria é a parte estrutural do automóvel, responsável pela sua sustentação, desenho, segurança e instalação dos demais componentes.

Atualmente existem 2 tipos de montagem de carrocerias, uma que ainda utiliza o chassi do veículo como base e a mais moderna que faz parte de estrutura do carro, chamada de monobloco. A montagem mais moderna é a mais utilizada pela indústria devido a sua maior flexibilidade e rentabilidade.

O automóvel é uma ferramenta de transporte/trabalho, consequentemente existe uma configuração especifica para cada tarefa. Com a popularização dos veículos motorizados, logo foram criadas carrocerias diferentes de acordo com a necessidade do comprador.

Alguns dos estilos de carroçaria importantes são:

1. Hatchback
2. Sedan
3. MUV / SUV
4. Coupe
5. Convertible
6. Wagon
7. Van
8. Jeep

Carrocerias – Carga Seca

As carrocerias tipo Carga Seca muitas vezes chamada também de carroceria aberta, são as carrocerias tradicionais de madeira, hoje também com versões em chapa de aço e em alumínio. É a carroceria mais comum e de uso mais genérico dentre todos os tipos de carrocerias.

Carrocerias
Figura 1 – carroceria carga seca

Fixações

As carrocerias carga seca de madeira, tendo duas vigas de madeira como base estrutural, devem ser fixadasàs longarinas do caminhão por grampos “U”, com as porcas para o lado de cima, para evitar danos as roscas causados pelas pedras lançadas pelos pneus. Devem ser providas de calço e espaçadores.

Nas carrocerias metálicas ou mistas, com vidas metálicas, pode-se usar também placas de fixação ou talas, com isoladores de elastômero, plástico flexível ou pintura antiderrapante entre a viga e a longarina do caminhão.

Em carrocerias tipo militar ou para uso fora de estrada, recomendamos talas ou placas junto ao eixo traseiro e coxins elásticos ou com molas nas extremidades dianteiras das vigas.

Controle de Flexibilidade

As carrocerias com mais de 5 m de comprimento, apresentam flexibilidade excessiva das vigas, não coerente com a flexibilidade das longarinas do caminhão.

Por este motivo devem ser dotados de tensores de aço (um par por cada viga) para o controle desta flexibilidade excessiva.

As carrocerias para caminhões com 3º eixo devem ter dois pares de tensores por cada viga, devido aos seus comprimentos e cargas maiores.

No entanto é muito importante que os tensores sejam regulados para manter as vigas apenas retas nunca com flecha negativa, ou seja, curvando as vigas para cima.

Isto causaria prejuízo a tração, desequilíbrio nas frenagens, interferência na estabilidade e ilegalidade quanto a altura do pára-choque traseiro.

Furgão

Qualquer carroceria fechada, com laterais, teto e portas vedadas é chamada carroceria Furgão. A sua principal característica é proteger a carga, além de reduzir o tempo de carga, por não exigir alinhamentos precisos e amarrações com cordas e lonas.

Carrocerias
Figura 2 – carroceria Furgão

Fixações

Todos os furgões, sejam metálicos ou de fibra de vidro, são construídos sobre duas vigas de aço em perfil “U”.

Basculantes

Para a construção e montagem de carrocerias tipo basculante, deve-se considerar as dimensões do veículo e equipamento, observando-se sempre a distribuição de carga por eixo, afim de que não excedam as especificações do fabricante.

A capacidade de carga para as carrocerias basculantes são classificadas pelo seu volume (metros cúbicos).

Portanto, ao considerar uma caçamba basculante, devemos sempre definir o material que será por ela transportado.

Carrocerias
Figura 3 – carroceria basculante

Fixação

O sobre quadro instalado pelo Beneficiador servindo de base para o basculamento da caçamba apresenta flexibilidade semelhante ao quadro de chassi do caminhão. Por este motivo as fixações podem ser por grampos “U” e uma placa (ou tala) adicional, normalmente na parte traseira das vigas do sobrequadro, para garantir a exata localização da caçamba basculante no chassis do caminhão (garantia do centro de gravidade no local correto).

Nesta fixação por grampos recomendamos o uso de isoladores de madeira de lei, elastômero ou plástico flexível.

Como alternativa, podem ser usadas só placas (ou talas). Neste caso, não recomendamos isoladores de madeira, apenas os elastômeros, plástico flexível ou pintura antiderrapante.

Tanque

As carrocerias Tanque são destinadas ao transporte de líquidos com pesos específicos distintos.

Carrocerias
Figura 4 – carroceria tanque

Fixação

Os tanques tem a sua estrutura rígida, pouco flexível. Por este motivo sua fixação ao chassi do caminhão deve permitir uma certa liberdade de movimentação.

Se a fixação entre o tanque e as longarinas fosse rígida (grampos ou talas em toda extensão) teríamos dois problemas: o chassi do caminhão ficaria enrigecido com prejuízo para a tração, a estabilidade, a distribuição de esforços e equilíbrio nas frenagens e o tanque teria a sua estrutura submetida a esforços do chassi na tentativa de flexão, que poderiam provocar rachaduras e vazamentos.

Assim, sugerimos que a estrutura do tanque seja fixada na região do(s) eixos(s) traseiro(s) por placas ou talas e nas regiões dianteiras e traseiras por consoles elásticos ou molas.

Placas de avisos

No caso da carroceria Tanque, existe também legislação específica quanto a quantidade, dimensões, localização e códigos das placas indicativas e informativas da substância transportada.

Segurança

Para carroceria Tanque, os tanques de compartimento único (sem divisões estanques), não podem viajar com volume parcial de líquido (1/2 tanque por exemplo) pois nas subidas o líquido escorreria para a traseira do tanque e o caminhão ficaria com as rodas dianteiras no ar e o pára-choque traseiro apoiado no solo.

Nas frenagens haveria um impacto da onda de líquido contra a face dianteira do tanque, pela inércia da massa líquida, e também grande sobrecarga no eixo dianteiro. Também nas curvas, o líquido escoaria para o lado externo à curva, com possibilidade de tombar o caminhão.

Carrocerias – Tipos

ROADSTER

Carrocerias
Roadster

O Roadster é um carro do tipo aberto, projetado para uso rotineiro nas estradas. Possui um único assento para duas pessoas e, frequentemente, um assento traseiro que se abre. Roadster é equivalente a “Runabout” ou vice-versa.

CONVERSÍVEL

Carrocerias
Conversível

Carro com pára-brisa fixo e capota dobradiça, que, quando elevada, deixa o carro com as linhas de um coupê.

LIFTBACK COUPE (3 PORTAS)

Carrocerias

Termo utilizado para carros de passageiro com porta traseiro que se ergue. A maioria dos fabricantes chamavam estes carros de “hatchbacks”.  A característica principal deles era o porta-malas integrado ao resto do compartimento interno. A traseira do Liftback Coupe e do hatchback tinha formas um pouco diferentes, mas descrevem essencialmente o mesmo tipo de veículo.

FASTBACK (2 PORTAS)

Carrocerias

Designa veículos com a parte traseira longa, com teto que segue abaixando até o porta-malas e moderadamente encurvado. Este estilo de carroceria valorizava o estilo aerodinâmico e entrou e saiu de moda várias vezes. Algum fastbacks se tornaram bastante populares como por exemplo o Mustang. Certos fastbacks são sedan de duas portas ou cupês com coluna. Também foram produzidos fastbacks de quatro-portas. Fastback pode ou não ter um capô traseiro que se ergue.

CLUB COUPE (2 PORTAS)

Carrocerias

O Club Coupe combina uma estrutura de carroceria menor do que a do sedan com a conveniência de um assento traseiro grande. Outro modelo, o Business Coupe, apresenta um banco traseiro pequeno.

HARDTOP (2 PORTAS)

Carrocerias

Carro semelhante a um conversível, mas com capota rígida (de metal ou fibra de vidro). Também é conhecido como “Sport Coupe”, “Hardtop Coupe” ou “Pillarless Coupe”. Este modelo não possui colunas ligando o corpo à capota.

HARDTOP (4 PORTAS)

Carrocerias

carro de quatro portas, semelhante a um conversível, mas tendo capota rígida (de metal ou fibra de vidro). O “Four-Door-Hardtop” também é conhecido como “Sport Sedan” ou “Hardtop Sedan”. Este modelo não possui colunas ligando o corpo à capota.

SEDAN (2 PORTAS)

Carrocerias

carro com capota permanente, que assenta 04 ou mais pessoas, inclusive o motorista, em um único compartimento. O espaço dianteiro é semelhante ou igual ao traseiro. Possui duas portas e coluna ligando o corpo à capota, Também é conhecido como “Pillared Coupe”.

SEDAN (4 PORTAS)

Carrocerias

carro com capota permanente, que assenta 04 ou mais pessoas, inclusive o motorista, em dois assentos grandes. Possui quatro portas e coluna ligando o corpo à capota. O espaço dianteiro é semelhante ou igual ao traseiro.

STATION WAGON (2 PORTAS)

Carrocerias

Designa modelos têm um interior maior que os sedan de linha e assentos que podem ser erguidos prontamente, ou dobrados para baixo, facilitando o transporte de bagagem ou carga. Possui geralmente um porta traseira que se abre. O compartimento de bagagem é integrado ao compartimento interno do veículo. A Station Wagon tem frequentemente janelas laterais traseiras corrediças ou que se abrem.

STATION WAGON (4 PORTAS)

Carrocerias

Designa modelos têm um interior maior que os sedan de linha e assentos que podem ser erguidos prontamente, ou dobrados para baixo, facilitando o transporte de bagagem ou carga. O compartimento de bagagem é integrado ao compartimento interno do veículo. Este estilo normalmente tem janelas que se abaixam em todas as quatro portas e vidro lateral traseiro fixo. O Termo “Suburban” também foi utilizado para designar este tipo de veículo.

LIMOUSINE

Carrocerias

O significado literal desta palavra é “um capote “. Na França, limousine significa qualquer veículo de passageiro. Dicionários modernos definem Limousines como automóveis grandes, de alto luxo e freqüentemente dirigidos por um chofer. Alguns têm uma janela de divisão entre o motorista e o compartimento de passageiros, mas isso não é uma exigência.

BERLINA

Carrocerias

Toda carroceria fechada, com quatro ou cinco portas, que não seja uma station-wagon.

CABRIOLET

Carrocerias

Do verbo francês cabrioler (dar cambalhotas). carroceria conversível, com capota dobrável.

CUPÊ

Carrocerias

Carroceria fechada, de duas portas, com dois ou mais lugares, geralmente de linha esportiva.

DOIS VOLUMES

Carrocerias

Carroceria com dois compartimentos claramente definidos, um para o motor e outro para passageiros e bagagem.

HATCH

Carrocerias

Carroceria de dois volumes que não sejam peruas.

MONOPOSTO

Carrocerias

Denominação mais usada em carros de competição, como os F 1, F Indy, F 3000, F 3, etc. carro com somente um lugar.

MONOVOLUME

Carrocerias

Carroceria na qual os compartimentos de motor, passageiros e carga formam um único volume.

PICAPE

Carrocerias

Do inglês pick-up, que, entre outros significados, designa caminhonetes para cargas rápidas.

SEDAN

Carrocerias

No Brasil, costuma-se chamar sedan os carros de quatro portas e de cupê os de duas.

TRÊS VOLUMES

Carrocerias

Carrocerias de sedans e cupês, cujas linhas distinguem claramente os espaços para o motor, ocupantes e bagagem.

Carrocerias – Produção

O processo de produção da carroceria para um carro de corrida NASCAR é incrivelmente intenso. São dez dias de trabalho árduo para criar e instalar a carroceria de apenas um desses carros.

O formato do carro é determinado principalmente pelo regulamento da NASCAR. Esse regulamento engloba um conjunto de 30 gabaritos, cada um deles moldado para se ajustar a um contorno diferente do carro. Por exemplo, o maior dos gabaritos se ajusta no centro do carro, da parte frontal em direção à traseira.

Quando o gabarito é colocado contra o carro, a diferença entre o gabarito e o carro não pode exceder a tolerância especificada.

Cada gabarito é marcado em sua borda com uma linha colorida: se a linha for vermelha, a folga deverá ser menor que 0,18 cm; se for azul, a diferença deverá ser menor que 0,64 cm;  e se for verde, a diferença deverá ser menor que 1,27 cm.

Os gabaritos permitem alguma liberdade no desenho do carro. Uma vez que 30 gabaritos não são suficientes para cobrir cada centímetro da carroceria, algumas áreas não são controladas rigidamente pela NASCAR.

A construção destes carros não tem nada em comum com  a maneira como os carros que vemos nas ruas são feitos. Com exceção do teto, do capô e da tampa do porta-malas (fornecidos pelo fabricante ), todos os painéis da carroceria são feitos por corte e modelação artesanais de chapa de aço entre os rolos de uma roda inglesa, que lentamente dobra e curva o metal até que o contorno se iguale aos gabaritos e se encaixe no carro.

O teto

Teto de um carro de corrida da NASCAR possui um dispositivo de segurança para evitar que o carro capote. Se o veículo rodar na pista, abas no teto levantam-se, mudando o formato do carro e eliminando qualquer sustentação que esteja sendo gerada.

Depois de moldados, as partes são soldadas ao carro e entre si usando os gabaritos para a conferência de sua localização. As emendas entre os pedaços são soldadas e depois esmerilhadas para que o carro tenha uma aparência lisa e sem emendas. Nem as portas abrem.

Depois que a carroceria do carro é instalada e lixada, o carro é preparado e pintado. Todos os decalques são colocados, incluindo os decalques que imitam os faróis (carros da NASCAR não possuem faróis), o que faz com que o carro se pareça um pouco mais com um carro de rua.

Nem todos os carros são construídos com as mesmas especificações. Alguns são para pistas curtas e outros para circuitos ovais.

Fonte: www.ford.com.br/www.cartrade.com/www2.sorocabamotors.com.br

Conteúdo Relacionado

 

Veja também

Embreagem

Embreagem, Carro, Automóvel, Veículo, O que é, Tipo, Sistema, Componente, Partes, Câmbio, Mecânica, Rodas, Função, Embreagem

Câmbio

Câmbio, Carro, Veículo, Automático, Manual, Automóvel, Sistema, Dualogic, Marcha, Caixa, Manutenção, Dirigir, O que é, Câmbio

Diferencial

Diferencial, Carro, Tipo, Sistema, O que é, Componentes, Veículos, Mecânica, Engrenagens, Velocidade, Rodas, Como Funciona, Diferencial

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload the CAPTCHA.

300-209 exam 70-461 exam hp0-s41 dumps 640-916 exam 200-125 dumps 200-105 dumps 100-105 dumps 210-260 dumps 300-101 dumps 300-206 dumps 400-201 dumps Professor Messer's CompTIA N10-006 exam Network+