Breaking News
QUESTION 1 You have a hybrid Exchange Server 2016 organization. Some of the mailboxes in the research department are hosted on-premises. Other mailboxes in the research department are stored in Microsoft Office 365. You need to search the mailboxes in the research department for email messages that contain a specific keyword in the message body. What should you do? A. From the Exchange Online Exchange admin center, search the delivery reports. B. Form the on-premises Exchange center, search the delivery reports. C. From the Exchange Online Exchange admin SY0-401 exam center, create a new In-Place eDiscovery & Hold. D. From the Office 365 Compliance Center, create a new Compliance Search. E. From the on-premises Exchange admin center, create a new In-Place eDiscovery & Hold. Correct Answer: E QUESTION 2 You have an Exchange Server 2016 organization. You plan to enable Federated Sharing. You need to create a DNS record to store the Application Identifier (AppID) of the domain for the federated trust. Which type of record should you create? A. A B. CNAME C. SRV D. TXT Correct Answer: D QUESTION 3 Your company has an Exchange Server 2016 200-310 exam Organization. The organization has a four- node database availability group (DAG) that spans two data centers. Each data center is configured as a separate Active Directory site. The data centers connect to each other by using a high-speed WAN link. Each data center connects directly to the Internet and has a scoped Send connector configured. The company's public DNS zone contains one MX record. You need to ensure that if an Internet link becomes unavailable in one data center, email messages destined to external recipients can 400-101 exam be routed through the other data center. What should you do? A. Create an MX record in the internal DNS zone B. B. Clear the Scoped Send Connector check box C. Create a Receive connector in each data center. D. Clear the Proxy through Client Access server check box Correct Answer: AQUESTION 4 Your network contains a single Active Directory forest. The forest contains two sites named Site1 and Site2. You have an Exchange Server 2016 organization. The organization contains two servers in each site. You have a database availability group (DAG) that spans both sites. The file share witness is in Site1. If a power failure occurs at Site1, you plan to mount the databases in Site2. When the power is restored in Site1, you Cisco CCNP Security 300-207 exam SITCS need to prevent the databases from mounting in Site1. What should you do? A. Disable AutoReseed for the DAG. B. Implement an alternate file share witness. C. Configure Datacenter Activation Coordination (DAC) mode. D. Force a rediscovery of the EX200 exam network when the power is restored. Correct Answer: C QUESTION 5 A new company has the following: Two offices that connect to each other by using a low-latency WAN link In each office, a data center that is configured as a separate subnet Five hundred users in each office You plan to deploy Exchange Server 2016 to the network. You need to recommend which Active Directory deployment to use to support the Exchange Server 2016 deployment What is the best recommendation to achieve the goal? A. Deploy two forests that each contains one site and one site link. Deploy two domain controllers to each forest. In each forest configure one domain controller as a global catalog server B. Deploy one forest that contains one site and one site link. Deploy four domain controllers. Configure all of the domain controllers as global catalog servers. C. Deploy one forest that contains two sites and two site links. Deploy two domain controllers to each site in each site, configure one domain controller as a global catalog server D. Deploy one forest that contains two sites and one site link. Deploy two domain controllers to each site. Configure both domain controllers as global catalog servers Correct Answer: C QUESTION 6 How is the IBM Content Template Catalog delivered for installation? A. as an EXE file B. as a ZIP file of XML files C. as a Web Appli cati on Archive file D. as a Portal Application Archive file Correct Answer: D QUESTION 7 Your company has a data center. The data center contains a server that has Exchange Server 2016 and the Mailbox server role installed. Outlook 300-101 exam anywhere clients connect to the Mailbox server by using thename outlook.contoso.com. The company plans to open a second data center and to provision a database availability group (DAG) that spans both data centers. You need to ensure that Outlook Anywhere clients can connect if one of the data centers becomes unavailable. What should you add to DNS? A. one A record B. two TXT records C. two SRV records D. one MX record Correct Answer: A QUESTION 8 You have an Exchange Server 2016 EX300 exam organization. The organization contains a database availability group (DAG). You need to identify the number of transaction logs that are in replay queue. Which cmdlet should you use? A. Test-ServiceHealth B. Test-ReplicationHealth C. Get-DatabaseAvailabilityGroup D. Get-MailboxDatabaseCopyStatus Correct Answer: D QUESTION 9 All users access their email by using Microsoft Outlook 2013 From Performance Monitor, you discover that the MSExchange Database\I/O Database Reads Average Latency counter displays values that are higher than normal You need to identify the impact of the high counter values on user connections in the Exchange Server organization. What are two client connections 400-051 exam that will meet performance? A. Outlook on the web B. IMAP4 clients C. mobile devices using Exchange ActiveSync D. Outlook in Cached Exchange ModeE. Outlook in Online Mode Correct Answer: CE QUESTION 10 You work for a company named Litware, Inc. that hosts all email in Exchange Online. A user named User1 sends an email message to an Pass CISCO 300-115 exam - test questions external user User 1 discovers that the email message is delayed for two hours before being delivered. The external user sends you the message header of the delayed message You need to identify which host in the message path is responsible for the delivery delay. What should you do? A. Review the contents of the protocol logs. B. Search the message tracking logs. C. Search the delivery reports 200-355 exam for the message D. Review the contents of the application log E. Input the message header to the Exchange Remote Connectivity Analyzer Correct Answer: E QUESTION 11 You have an Exchange Server 2016 organization. The organization contains three Mailbox servers. The servers are configured as shown in the following table You have distribution group named Group1. Group1 contains three members. The members are configured as shown in the following table. You discover that when User1 sends email messages to Group1, all of the messages are delivered to EX02 first. You need to identify why the email messages sent to Group1 are sent to EX02 instead. What should you identify? A. EX02 is configured as an expansion server. B. The arbitration mailbox is hosted 300-320 exam on EX02.C. Site2 has universal group membership caching enabled. D. Site2 is configured as a hub site. Correct Answer: A
Home / Mecânica / Tuning

Tuning

Carros Tunados

PUBLICIDADE

Processo em que um ou mais parâmetros de um dispositivo ou modelo são aumentados ou diminuídos para se atingir um resultado melhorado ou especificado.

Ajustamento do carro é a modificação do desempenho ou a aparência de um veículo.

A maioria dos veículos saem da fábrica configurado para expectativas e condições de um condutor médio.

O Tuning, por outro lado, tornou-se um modo para personalizar as características de um veículo com as preferências do proprietário.

Carros podem ser alterados para proporcionar uma melhor economia de combustível, produzir mais energia, ou para fornecer um melhor tratamento.

Hoje rodando nas avenidas das grandes cidades nos deparamos com carros totalmente estilizados, modificados, cheio de equipamentos, rodas e diversos tipos de assessórios. Na verdade o estilo é mais usado por jovens.  Quando cruzamos com um desses carros ficamos de olhos direcionados e com muita admiração.

O estilo é considerado uma categoria chamada de tuning. Vamos saber o que é tuning.

Tuning ou car tuning é uma expressão inglesa, traduzida como afinação ou optimização de carros. Considerado por muitos como um passatempo, o tuning consiste em alterar as características do carro, principalmente a parte externa. Costuma-se imprimir no veículo a personalidade do seu dono.

Tuning

O veículo além de expressar a personalidade do dono, passa também e agregar um valor desportivo, tornando-o diferente e único.

O tuning mexe com praticamente todos os componentes do carro como: rodas, pneus, suspensão, alteração do motor, interior e carroceria, escapamento e sistema de som.

O custo de tunar um carro pode ultrapassar o preço do próprio veículo. Troca-se peças e acessórios, como pára-choques, asas, saias, neon, sistemas de NO² (óxido nitroso), etc. Todos estes componentes podem ser revistos de forma a terem um comportamento superior ou um aspecto que torne um carro de série em algo exclusivo e único.

Tuning

É necessário além de tornar o carro mais bonito, também se preocupar com as características  de forma a troná-lo mais potente, não desprezando a segurança e o comportamento, sendo estas as principais características a conseguir.

O tuning se desencadeou pelo mundo, depois de 2001 quando foi lançado o filme Velozes e Furiosos.

NNtuning: Definição de condutor de grande qualidade, capaz de obter excelentes performances na sua condução.

Lixuning: Definição de uma série de modificações bizarras e de mau gosto introduzidas no veículo, longe do equilíbrio estético proporcionado no Tunning. No Lixuning, os carros costumam ser socados ao máximo, ser cobertos de adesivos de manos vida loka s.a, combinações bizarras de peças como lanterna de Ecosport e farol de Celta em Fusca, rodas orbitais em Palio, entre outras modificações estéticas de gosto duvidoso. É, esse é o Lixuning!

São vários os estilos de tuning e aumentam a cada dia. Existe o Vip Style. Dub Style e outros.

Vip Style é um estilo de tuning visual criado no Japão para carros grandes e luxuosos. É muitas vezes confundido com o Dub style americano o qual mantém algumas características em comum como rodas grandes e interior luxuoso. O Vip Style se difere do estilo DUB por permitir modificações externas como pára-choques (spoilers), escapamento com bocas largas e over-fenders (aumento na largura dos paralamas).

Possuem também a característica de terem suspensão rebaixada, geralmente com suspensão a ar ou suspensão-de-rosca.

Os carros do estilo Vip possuem rodas grandes geralmente com bordas muito largas. Os carros japoneses mais utilizados nesse estilo são os Toyota Celsior e Majesta, Nissan Cima e President entre outros.

Características:

1. Sedã de grande porte ou Van.
2.
Aero kit completo (não em estilo esportivo mas um estilo mais sóbrio).
3.
Over-fender (paralamas alargados para fora).
4
. Escapamento com boca larga e grande geralmente redonda ou oval de 4 polegadas para mais (existem também bocais embutidos no parachoque imitando o design dos novos modelos do lexus LS460).
5
. Rodas grandes com bordas (LIP) largas.
6.
Interior luxuoso ou adaptado para esse fim.

Dub style

O Dub é um estilo de personalizar carros que vai além do mais conhecido tuning. Foi criado na América do Norte, é muito apreciado pelos Rappers. Eles transformam seu carro, na maioria das vezes um utilitário esportivo como Cadillac Escalade ou Hummer H2, com muitos acessórios e deixam seu veículo parecido com o seu estilo de viver.

As principais características do DUB são rodas grandes, suspensões à ar, interior modificado e muito som. Na maioria das vezes, o carro é discreto, porém muito bem montado.

Esse estilo vem se espalhando rapidamente pelo Brasil e pelo resto do mundo, porém, por ter peças mais caras e luxuosas, não é tão accessível quanto o tuning, um jogo de rodas DUB pode chegar a R$120.000,00.

História do tuning

Tuning
Tuning

A arte de alterar automóveis é já bastante antiga, a sua origem mistura-se com a origem dos automóveis.

Foi na década de 1910, praticamente quando se deu o grande aumento do número de automóveis e a sua produção em série, que as primeiras pessoas começaram a alterar os motores dos famosos Ford Modelo T para obter mais potência. Sempre houve e haverá assim, pessoas que não estão contentes com o que o desempenho e aspecto do seu automóvel. Depois da Segunda Guerra Mundial este movimento intensificou-se nos Estados Unidos e na Europa e surgiram as primeiras empresas dedicadas à preparação de carrose motores.

Um movimento que teve grande notoriedade foi o hot rodding. Surgiu na década de 1940, no final da guerra. Os jovens militares Americanos que regressavam ao país e com algum dinheiro, que gozavam alguma liberdade tinham disponíveis carros da década anterior a um preço bastante acessível. A indústria automóvel americana tinha estado dedicada a fornecer o exercito durante alguns anos e não tinha evoluido. Assim esses jovens, inicialmente na Califórnia, começaram a modificar os carros, introduzindo elementos que ainda hoje os caracterizam os hot-rods como o menor peso, maior potência, tejadilhos rebaixados, pneus largos, etc.

O nome Hot-rods provém da combinação de Roadster (rod) e Hot que significa quente. Anos mais tarde deu-se mais relevância ao aspecto e construíram-se alguns carros verdadeiramente virados para o show-off.

Com o tempo algumas empresas foram criadas especificamente para a preparação de carros, nos EUA e Europa, algumas delas criando nomes que ainda hoje são bastante conhecidos. Em meados da decade 80, e com o sucesso do campeonato alemão de Turismos (DTM) onde viaturas de produção competiam dando muito espetáculo, contribuiu de forma decisiva para o desenvolvimento do tuning no continente Europeu.Os vários trofeus monomarcas e campeonatos criados nos vários países contribuiram tambem para o desenvolvimento do tuning.

Os adeptos de automóveis procuravam peças e componentes usados em competição e que dessem um aspecto parecido esteticamente ao do seu carro preferido de competição, pois algures haveria um BMW, um Mercedes, um Alfa Romeo, um Renault a competir que inspirava os utilizadores dos automóveis normais. Cada país ou continente desenvolveu um estilo próprio e sub-culturas que se movem em torno de automóveis modificados. O mercado do tuning é hoje em dia um setor que movimenta muito dinheiro.

O sucesso dos filmes da saga Fast and Furious contribui também para a divulgação do tuning a um publico onde não chegava antes.

Tuning – O que é

Tuning

A tradução aproximada da palavra tuning seria afinação ou optimização. Neste caso, e aplicado aos automóveis, o tuning é a arte de modificar o carro, tornando-o mais performante, mais seguro, mais bonito, diferente do original e único.

O tuning é aplicável a praticamente todos os componentes de um carro: jantes, pneus, suspensão, motor, interior, carroçaria, sistema de escape, instalação áudio, etc.

Todos estes componentes podem ser revistos de forma a terem um comportamento superior ou um aspecto que torne um carro “de série” em algo exclusivo e único, que se adapte ao gosto e necessidades do utilizador. As alterações feitas, para além de ter preocupações estéticas, devem acrescentar características ao carro de forma a torná-lo mais performante mas também mais seguro. Com o tuning aplica-se ao automóvel um pouco da personalidade do seu dono.

Tuning

Hoje em dia o termo tuning descreve e engloba todas as vertentes da preparação e modificação automóvel: preparação de motor (engine tuning), optimização eletrônica (chiptuning), preparação chassis (chassis tuning), alterações de carroçaria (customizing ou carstyling), car audio e mais recentemente In-Car Enterteinment (ICE).

O termo tuning descreve todas estas vertentes da alteração automóvel assim como o passatempo e o estilo de vida dos seus adeptos. Hoje em dia o tuning implica normalmente alterações visuais de forma a distinguir os carros dos demais, alterações de jantes por diâmetros maiores, kits de carroçaria, interiores totalmente revistos, rebaixamentos da carroçaria, etc.

A cada ano que passa novas tendências vão surgindo e vão sendo adoptadas ou seguidas por gente em todo o mundo que gosta de alterar os seus automóveis.

Para além do gozo pessoal muita gente participa em concentrações, encontros ou exposições onde podem mostrar o seu trabalho ao público. Quando o interesse pelo tuning é mais desportivo os carros costumam participar em provas de aceleração ou em track-days.

A componente do Car-Audio também possui vários tipos de competições destinadas a avaliar a potência sonora ou a qualidade do som. O tuning está intimamente ligado ao desporto automóvel mas a grande maioria dos carros nunca compete. Na maior parte das vezes os carros são modificados apenas para a participação nos vários eventos ou pelo simples prazer de possuir e conduzir um carro diferente.

Pode-se dizer que desde o carro mais barato até ao super carro mais caro do mercado, pode ser objeto de alterações e haverá sempre acessórios e empresas dedicadas à transformação e comercialização de equipamento para modificar tal carro. A exclusividade, beleza e performances de um super-desportivo, por vezes não é suficiente e é sempre possível melhorar vários aspectos desses veículos. Não são poucas as empresas que se dedicam a transformar Porsche, Ferrari, Aston Martin, Lamborghini e outros carros de eleição.

Alguns preparadores tornaram-se e obtiveram até a classificação de construtores automóveis tal como por ex a Brabus que se dedica a preparar e a vender Mercedes-Benz com a sua própria marca.

Tuning – Origem

Tuning

As origens do tuning estão fortemente relacionadas com a origem dos próprios carros. Em 1910 com o lançamento do modelo T da Ford, muitos compradores se decepcionaram com a potência do motor e resolveram alterar para conseguir um desempenho melhor. Foi este marco que popularizou a modificação e substituição de peças veiculares.

O primeiro movimento em massa de tuning foi o hot rodding nos anos 40. O movimento teve mais força na Califórnia, aonde as pessoas compravam pneus mais largos e motores mais potentes para os carros, além de rebaixá-los.

Mas foi só nos anos 80 que oficinas especializadas na prática começavam a surgir, a prática também ficou bastante popular na Alemanha, que nesta época sediou os primeiros eventos de tuning, onde os carangos customizados ficavam em exposição e chegavam até a ganhar troféus.

A palavra Tuning vem de uma expressão inglesa, que signifca “optimização, aprimoração”.

Outras fontes afirmam que a prática do Tuning teve seu inicio na França quando pessoas pobres começavam a fabricar e comprar peças para seus carros tentando fazer deles mais do que eram.

Fonte: www.businessdictionary.com/revista.poacarros.com

Conteúdo Relacionado

 

Veja também

Embreagem

Embreagem, Carro, Automóvel, Veículo, O que é, Tipo, Sistema, Componente, Partes, Câmbio, Mecânica, Rodas, Função, Embreagem

Câmbio

Câmbio, Carro, Veículo, Automático, Manual, Automóvel, Sistema, Dualogic, Marcha, Caixa, Manutenção, Dirigir, O que é, Câmbio

Diferencial

Diferencial, Carro, Tipo, Sistema, O que é, Componentes, Veículos, Mecânica, Engrenagens, Velocidade, Rodas, Como Funciona, Diferencial

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload the CAPTCHA.

300-209 exam 70-461 exam hp0-s41 dumps 640-916 exam 200-125 dumps 200-105 dumps 100-105 dumps 210-260 dumps 300-101 dumps 300-206 dumps 400-201 dumps Professor Messer's CompTIA N10-006 exam Network+