Breaking News
Home / Turismo / Kiribati

Kiribati

História

PUBLICIDADE

Kiribati foi fundada pelos primeiros Austronesian povos de língua muito antes do século 1.

Fijianas e tonganeses chegaram por volta do século 14 e, posteriormente, fundiram-se com os grupos mais velhos para formar a tradicional sociedade e cultura da Kiribati Micronésia.

As ilhas foram inicialmente avistado por navios britânicos e norte-americanos no final dos anos 18 e início do século 19, e os primeiros colonos britânicos chegaram em 1837.

Um protetorado britânico desde 1892, o Gilbert e Ellice se tornou uma colônia da coroa em 1915-1916. Kiritimati Atoll (Natal) tornou-se uma parte da colônia em 1919, as ilhas Phoenix foram adicionados em 1937.

Kiribati

Tarawa e os outros do grupo Gilbert foram ocupadas pelo Japão durante a Segunda Guerra Mundial.

Tarawa foi o local de uma das batalhas mais sangrentas da história dos EUA

O Corpo de Fuzileiros Navais, quando marines desembarcaram em novembro de 1943 para desalojar os defensores japoneses.

As Ilhas Gilbert e Ellice (agora Tuvalu) foram separados em 1975 e concedeu autonomia interna, pela Grã-Bretanha. Kiribati tornou-se independente em 12 de julho de 1979.

Geografia

Kiribati, antigamente as Ilhas Gilbert, consiste em três amplamente separadas principais grupos de ilhas do Pacífico sudoeste: os Gilberts no equador, as ilhas Phoenix, a leste, e as ilhas de linha mais a leste.

A ilha do oceano, produtora de fosfatos, foi extraído até 1981, também está incluída nos 2 milhões de quilômetros quadrados de oceano.

A maioria das ilhas de Kiribati são atóis de coral baixas construídas em uma cadeia vulcânica submersa e rodeada por recifes.

Governo

República.

Fonte: www.colegiosaofrancisco.com.br

Kiribati

KIRIBATI, PARAÍSO DO PACÍFICO

Situadas em um canto da Micronésia, as ilhas que formam Kiribati emergem no oceano tranquilas e ao rítmo das canoas que cruzam os mares. Se está procurando um lugar onde relaxar, Kiribati oferecerá a possibilidade de não pensar em mais nada que não seja a bela natureza a rodea-la.

Alfândega e Documentação

Passaporte em vigor, sem necessidade de visto para estadias de até 28 dias, passagem de saída e recursos financeiros suficientes. Não existem restrições quanto à importação de divisas.

Equipamentos de Viagem

Recomenda-se roupas de algodão leves, capa de chuva para os mais sensíveis, sandálias, óculos de sol, protetor solar e repelente contra insetos.

Idioma

A língua oficial é o ikiribati (que tem sua origem na Ilha de Gilbert) e o inglês

Religião

A maioria da população é cristã: 50% católicos e 42% protestantes.

Eletricidade

A corrente elétrica é de 240 volts a 50 ciclos. As tomadas são de três pontas pelo que é conveniente levar adaptador.

Moeda e Câmbio

A moeda é o Dólar Australiano (AUD), igual a 100 centavos. Existem moedas de 5, 10, 20 e 50 centavos e de 1 e 2 dólares. Notas de 5, 10, 20, 50 e 100 dólares.

Emergência, Saúde e Policiamento

Não precisa de vacina nenhuma para ingressar ao país, não chegando de zonas infeccionadas com febre amarela. O telefone de graça para emergências nas cidades é o 00. Serve para polícia, incêndios e ambulâncias. O país conta com 34 hospitais.

Correios e Telefonia

O serviço postal funciona entre 9 e 15 horas, de segunda-feira a sexta-feira. O serviço telefônico oferece todas as modernas tele-comunicações através de TSKL, Telecom Services Kiribati Limited. Para chamar a Kiribati deve discar 00-686 e o número do assinante (não existem prefixos de cidades).

Fotografia

É aconselhável ir provido de abundante material, pois não deixará de fazer fotografías. Leve em conta na hora de fotografar que a luz solar é muito potente e as cores muito vivas. Nas grandes vilas encontrará material fotográfico mas não nos povoados longíquos.

Horário Comercial

O horário normal em Kiribati é das 8 às 12.30 horas e das 13.30 às 16.15 horas.

Gorjetas

Gorjetas não são esperadas, salvo serviços extraordinários.

Taxas e Impostos

Os passageiros maiores de 2 anos deverão pagar uma taxa de aeroporto.

Agrega-se 5% nas faturas dos hotéis.

Localização Geográfica

Kiribati encontra-se no Oceano Pacífico central. Está formado por 33 ilhas de coral muito distantes umas das outras. Em mais de 3 mil quinhentos milhões de quilômetros quadrados de oceano, repartem-se os 822 quilômetros quadrados do território das ilhas que conformam o país.

Flora e Fauna

O clima e o solo de Kiribati assim como, outros aspectos ecológicos conforma uma particular fauna e vegetação em Kiribati. Dominam sobretudo as palmeiras e a fauna tropical marinha.

História

As ilhas estiveram povoadas por tribos indígenas durante muitos anos antes dos primeiros europeus chegarem. Em 1892 os britânicos instauraram seu domínio sobre as ilhas Gilbert e as Ellice.

Em 1937, as ilhas Phoenix integram-se à colônia. Durante a II Guerra Mundial, as ilhas são cenário de numerosas lutas entre aliados e japoneses. Em 1975 a ilha de Ellice separa-se da colônia e se forma como Tuvalu.

Em 1976 obtém o governo autônomo e em 1979 se faz independente, passando fazer parte da Commonwealth.

Arte e Cultura

Kiribati não tem museus, mas sim um Centro Cultural onde pode-se apreciar as tradições e a arte do país. Também não há galerias de arte, mas poderá encontrar todo tipo de artigos artísticos nas lojas, e poderá adquiri-los.

A construção de canoas é a habilidade mais sobressaliente dos habitantes de Kiribati. Também sobressaem no tecido.

Gastronomia

Os restaurantes espalhados pelo país lhe oferecem especialidades de comida tropical das ilhas, deliciosas e singulares; também poderá encontrar comida chinesa e européia. Os pratos mais típicos incluem sobretudo peixe.

Compras

As lojas abrem entre 8 e 17 horas segunda-feira às sexta-feira. Sábados e domingos abrem somente ao meio dia. Encontrará nelas todo tipo de artesanatos; sobretudo sobressaem no tecido de cestas, esteiras, chapéus, etc. Porém, os artesões de Kiribati destacam-se por ser excelentes talhadores de madeira, especialmente de canoas.

População e Costumes

Em Kiribati vivem umas 82.400 pessoas, das quais 21.000 concentram-se na ilha principal, Tarawa. Os habitantes são de origem micronésia, chegados do sul do Pacífico faz uns 1.800 anos. A maioria dedica-se à pesca e ao artesanato e moram em construções tradicionais.

Entretenimento

Ao sul de Tawara a vida noturna é possível, e acontece nos clubes e hotéis. Nos povoados poderá desfrutar de exibições de danças tradicionais, que durante a temporada natalícia ou a Semana Santa se tornam espetaculares. Em Maneabas exibem-se filmes toda noite.

Entre os esportes que poderá praticar, ou assistir como espectador, estão o jogo, basquete, tênis, cricket e as corridas. Poderá também praticar o mergulho e a pesca em Tawara e as Ilhas Christmas.

Festividades

Os dias festivos oficiais são o 1 e 2 de Janeiro Ano Novo, Sexta-Feira Santa, Domingo e Segunda-Feira de Páscoa, 12, 13 e 14 de Julho Dia da Independência, em Agosto Dia da Juventude, 10 de Dezembro Dia dos Direitos Humanos, 25 e 26 de Dezembro Natal.

Os principais Festivais e Eventos em Kiribati são: a Festa da Independência com um colorido desfile e carroças no Estádio Nacional de Bairiki em Tarawa e os eventos esportivos, danças e cantos que organizam-se no Dia da Juventude, na primeira segunda-feira do mês de Agosto.

Transportes

Avião: Pode-se chegar ao país desde outros países vizinhos, através de avião. A companhia Air Marshall conta com vôos duas vezes por semana a Kiribati. Air Nauru oferece também vôos ao país. A Ilha de Christmas do grupo das Phoenix estão ligadas por vôos de Alhoa Airlines, que partem de Honolulú toda quarta-feira.

Outros Transportes: Desde o aeroporto pode viajar de táxi ou ônibus ao lugar que precisar. É possível alugar carros e motocicletas no país. Irá precisar de uma licença internacional para dirigir, caso contrário a permissão do país de procedência só terá validez duas semanas.

Existem alguns cruzeiros de outras ilhas que esporadicamente atracam em Kiribati.

Cultura

Kiribati não tem museus, mas sim um Centro Cultural onde pode-se apreciar as tradições e a arte do país. Também não há galerias de arte, mas poderá encontrar todo tipo de artigos artísticos nas lojas, e poderá adquiri-los.

A construção de canoas é a habilidade mais sobressaliente dos habitantes de Kiribati. Também sobressaem no tecido.

Economia

País composto de 33 pequenos atóis, Kiribati tem poucos recursos naturais. As jazidas de fosfato, importantes na economia até a década de 1970, esgotaram-se pouco depois da independência, em 1979. A economia do país depende muito da agricultura e da pesca. O turismo representa cerca de 20% do PIB, e o país recebe entre 3 mil e 4 mil turistas por ano.

O país tem pouca infra-estrutura, escassez de mão-de-obra especializada, e está a uma grande distância dos grandes mercados consumidores. Por isto, depende muito de ajuda externa.

Geografia

Kiribati encontra-se no Oceano Pacífico central. Está formado por 33 ilhas de coral muito distantes umas das outras. Em mais de 3 mil quinhentos milhões de quilômetros quadrados de oceano, repartem-se os 822 quilômetros quadrados do território das ilhas que conformam o país.

Flora e Fauna

O clima e o solo de Kiribati assim como, outros aspectos ecológicos conforma uma particular fauna e vegetação em Kiribati. Dominam sobretudo as palmeiras e a fauna tropical marinha.

Política

O Parlamento de Kiribati, chamado Maneaba ni Maungatabu, é eleito de quatro em quatro anos e consiste de 42 representantes. Maneba é também o nome dado às casas de reuniões em todas as comunidades locais

O presidente é ao mesmo tempo chefe de estado e chefe de governo, e tem a designação de te Beretitenti (pronuncia-se te peresitensi).

Cada uma das 21 ilhas habitadas possui um conselho local que é responsável pelos assuntos quotidianos.

A excepção é Tarawa, onde existem três conselhos: Betio, Tarawa-Sul e Tarawa-Norte.

Fonte: www.rumbo.com.br

Kiribati

Kiribati é um país no Pacífico. A capital é Tarawa. A principal religião é o Cristianismo (Catolico e Protestante).

As línguas nacionais são o i-Kiribati e o Inglês. As Ilhas Gilbert se tornaram independentes do Reino Unido como Kiribati em 1979.

O país é uma república democrática parlamentarista. As ilhas Gilbert receberam a autonomia do Reino Unido em 1971 e completaram a independência em 1979 sob o novo nome de Kiribati.

Os Estados Unidos abandonaram todas as reivindicações aos escassamente habitados grupos das Ilhas Phoenix e Line num tratado de amizade de 1979 com o Kiribati.

1. A nação-ilha do Pacífico de Kiribati, anteriormente a colônia britânica das Ilhas Gilbert, tornou-se uma república independente em 1979. A cerimônia da transferência do poder ocorreu na ilha principal de Tarawa, que fôra cena de selvagens batalhas durante a Segunda Guerra Mundial.

Com o objetivo de desenvolver sua nação, os Kiribatianos estão engajados em alguns esquemas imaginativos para criar fontes constantes de rendimentos do turismo, da pesca, da copra, e do patrocínio de indústrias menores. A capital de Kiribati é Tarawa.

2. Kiribati (pronuncia-se KIR-uh-bas) está situada no sudoeste do Oceano Pacífico, leste da ilha de Nova Guiné e sudoeste do Havaí, em torno do ponto em que a linha internacional corta o equador. Dispersas por 5.180.000 km² de oceano, as ilhas têm uma área total de terra de somente 683,8 km².

As ilhas de Kiribati são atóis, ilhas de coral que consistem nos recifes que cercam corpos circulares de água chamadas lagoas. A Ilha de Christmas, uma das Ilhas Line do norte, é a maior ilha de coral do mundo, e representa quase a metade da área de terra de Kiribati. Há três grupos de ilhas – as Ilhas Gilbert, as Ilhas Phoenix, e 8 das 11 Ilhas Line (as outras três são dependências desabitadas dos Estados Unidos).

A rica em fosfato Banaba (Ilha Ocean), cujo povo foi reasentado na ilha de Rabi (ou Rambi) no grupo de Fiji após a Segunda Guerra Mundial, foi feita também parte de Kiribati contra os desejos dos Banabans.

Banaba, uma das três grandes ilhas de fosfato no Pacífico, foi feita inabitável pelas extensivas operações de mineração.

O clima de Kiribati é agradável, com uma temperatura média anual de 27 °C. Ventos do leste sopram durante todo o ano. A chuva é irregular e varia extensamente de ilha para ilha, criando secas ocasionais. Os tufões ocorrem mais frequentemente de novembro a março, embora possam golpear as ilhas com furacões em qualquer época do ano.

3. A maioria do rude e orgulhoso povo marítimo de Kiribati são de descendência Micronesia ou Polinesia. Os povos de Banaba, entretanto, são étnicamente distintos dos outros habitantes de Kiribati.

O Inglês e uma língua local, Gilbertese, são falados nas ilhas. As religiões cristãs predominam. Os ilhéus são divididos quase igualmente entre Protestantes e Catolicos Romanos. Há um número pequeno de Adventistas do Sétimo-Dia, membros da Igreja de Deus, e do Baha’is.

A maioria das crianças entre as idades de 6 e de 15 atendem às escolas operadas pelo governo. Há diversas escolas secundárias, algumas operadas por missionários, uma faculdade de formação de professores, um instituto técnico, uma escola de treinamento de marinha, e um centro da Universidade do Pacífico Sul. Alguns estudantes atendem a universidades em Fiji, Nova Zelandia, Austrália, e Grã Bretanha com bolsas de estudo. Mais de 90% dos povos podem ler e escrever.

O Centro de Aprendizado Marinho é uma escola original, treinando marinheiros, engenheiros, e oficiais para o serviço em navios de carga internacionais. Estabelecido em 1967 com ajuda das Nações Unidas e da Grã Bretanha, é operado agora por um grupo de companhias de transporte alemãs. Após 9 meses de instrução, os graduados do centro saem a navegar, na maior parte em navios alemães.

O dinheiro que os cidadãos marinheiros do Kiribati enviam para casa é importante para a economia da nação, representando cêrca de 12% do valor da saída anual de bens e serviços.

4. A agricultura é quase inexistente, devido à qualidade pobre do solo da ilha. Contudo as palmas de coco cobrem a maioria da ilha, e muitos ilhéus estão engajados em colher cocos e em preparar sua polpa, a copra, para a exportação. Os ilhéus crescem também a fruta-pão, as bananas, e os papayas, e criam porcos e aves domésticas para seu próprio uso. Os peixes localmente capturados como o kingfish, o snapper, e o atum representam a parte principal de sua dieta.

O governo está incentivando a pesca comercial, que tem grande potencial. A criação de camarão em salmoura (usado como alimento dos peixes) é importante na Ilha de Christmas. Os grandes depósitos de rocha fosfática, de que a ilha de Banaba foi notada, estavam quase esgotados quando a Comissão Britanica do Fosfato, que administrou as operações de mineração, se retirou em 1979. Entretanto, o governo de Kiribati planejou reabrir as minas durante os anos 1990s.

O governo de Kiribati paga algumas de suas contas com o dinheiro ganho de um fundo que foi estabelecido com alguns dos lucros das primeiras operações de mineração. Kiribati depende pesadamente de concessões e empréstimos de outras nações, particularmente a Austrália.

Para refrear importações caras de alimentos, os Kiribatianos estabeleceram diversos negócios pequenos, incluindo uma fábrica de biscoitos. Para impulsionar exportações, começaram um negócio de vestuário. E para desenvolver seu comércio turistico, procuraram a ajuda de construtores de resorts da Europa e de outros lugares.

5. Supõe-se que as ilhas foram colonizadas a partir das Ilhas Marshall há cêrca de 2.000 anos passados. Os navegadores europeus avistaram pela primeira vez as ilhas nos anos 1500s e início dos anos 1600s. Um protetorado britânico sobre as ilhas Gilbert e Ellice foi proclamado em 1892. Em 1915, os Ingleses anexaram as ilhas como a Colônia das Ilhas Gilbert e Ellice.

Os japonêses invadiram e ocuparam diversas das ilhas durante a Segunda Guerra Mundial, e não foram expulsos até 1945. As Ilhas Ellice (agora Tuvalu) se separaram das Gilberts em 1975. As Ilhas Gilbert ganharam a autonomia interna plena em 1976. Tornaram-se a república independente de Kiribati em 1979.

Desde a independência, um presidente eleito por sufragio universal de adultos dos candidatos nomeados pelo parlamento unicameral eleito serve como chefe de estado. Tanto o presidente como os membros da legislatura (sujeita à dissolução) servem a mandatos de 4 anos.

Ieremia Tabai, primeiro presidente de Kiribati, reteve o cargo até 1991, quando foi sucedido por Teatao Teannaki. Um voto de desconfiança no parlamento derrubou o governo em 24 de maio de 1994.

Kiribati tem uma legislatura da uma-casa, a Assembléia Nacional. Tem 39 membros eleitos e um representante nomeado da comunidade de Banaba. Um presidente eleito serve como chefe de estado e do governo. Todos os cidadãos com 18 anos ou mais têm o direito de votar. As eleições são realizadas a cada 4 anos.

Panorama Econômico

Um remoto país de 33 dispersos atóis de coral, o Kiribati tem poucos recursos naturais. Os depósitos comercialmente viáveis do fosfato foram esgotados na altura da independência do Reino Unido em 1979. A copra e os peixes representam agora o grosso da produção e das exportações. A economia flutuou extensamente em anos recentes.

O desenvolvimento econômico é confinado por uma falta de trabalhadores hábeis, fraca infrestrutura, e o remoto dos mercados internacionais. O turismo provê mais de 1/5 do PNB. O setor financeiro está num estágio inicial de desenvolvimento como expansão das iniciativas do setor privado.

A ajuda financeira estrangeira do Reino Unido, Japão, Austrália, Nova Zelândia, e China é um suplemento crítico ao PNB, igual à 25%-50% do PNB em anos recentes. As remessas dos trabalhadores no exterior representam mais de $5 milhões cada ano.

Fonte: br.geocities.com

Kiribati

República de Kiribati, antigamente as Ilhas Gilbert, é uma nação insular constituído por três ilhas no Pacífico.

Kiribati fica montado a mudança de data equador linha, tanto na Polinésia e Micronésia, Ilhas Marshall e ao sul do Havaí e norte da Ilhas Cook Tuvalu, Samoa e Polinésia Francesa.

Nome oficial: República de Kiribati
Área: 811 km²
População: 110 356 habitantes.
Capital: Tarawa do Sul
Principais cidades: South Tarawa
Línguas oficiais: Gilbertese, Inglês
Moeda: Dólar Dólar australiano Kiribati

História

Kiribati tem sido habitado desde cerca de dois mil anos por pessoas austronésias da Micronésia, falando uma única língua, Gilbertese, entre em contato com os samoanos episódica.

Kiribati foram “descobertas” de maneira abrangente, relativamente tarde por exploradores europeus, apenas no início do século XIX. Eles devem seu nome Ilhas Gilbert (francês) ao almirante Adam Johann Krusenstern que nomeou-los e, em 1820, após o capitão britânico Thomas Gilbert, que tinha cruzado em 1788.

Em 1892, no Reino Unido sob o protetorado das Ilhas Gilbert, Ellice (agora Tuvalu) e as ilhas da União (até 1925, tornou-se Tokelau). Tornam-se uma colônia britânica 12 de janeiro de 1916, também inclui o Oceano ilhas (Banaba), Fanning e Washington (desde 1901) – e de Natal (de 1919).

Submeter as Ilhas Gilbert (parte de) a ocupação japonesa durante a Segunda Guerra Mundial, a partir do final de 1941. A batalha de Tarawa coloca parcialmente concluído em novembro de 1943.

Em 1978, a independência foi concedida para as Ilhas Ellice, Gilbert separados desde 1975 e, em seguida, levar o nome de Tuvalu (‘oito ilhas juntos “). Kiribati, por sua vez tornar-se independente sob seu novo nome 12 de julho de 1979.

Durante os 25 anos de independência, a república teve uma vida política democrática e, eventualmente, tornou-se membro da Organização das Nações Unidas em 1999. A derrubada democrática Teburoro Tito, presidente reeleito para um terceiro mandato e final, resultou na eleição do adversário Anote Tong, em 2003, reeleito em 2007.

Geografia

Kiribati é constituído por três ilhas: as Ilhas Gilbert (16 ilhas) a 1500 quilômetros ao norte de Fiji Ilhas Phoenix (8 ilhas) cerca de 1800 km a sudeste das Ilhas Gilbert e Ilhas (Linha 11 ilhas, das quais 3 são habitadas), cerca de 3,3 mil quilômetros a leste das Ilhas Gilbert e uma ilha isolada vulcânica no Banaba oeste. O último é o ex-guano ilha, chamado Ocean Island anexo 26 setembro de 1901 e anexado à colônia pelos britânicos – que também fez a sua capital administrativa (depósitos de fosfato esgotadas em 1979, o ano de independência …). As Ilhas de linha também incluem Ilha Jarvis, Recife Kingman e Palmyra Atoll, mas estes são administrados pelos Estados Unidos.

As ilhas são:

Gilbert Islands: Abaiang, Abemama, Aranuka, Arorae, Banaba, Beru, Butaritari Kuria, Makin (Makin anteriormente Little) Maiana, Marakei, Nikunau, Nonouti, Onotoa Tabiteuea, Tamana, Tarawa.

Ilhas Phoenix: Birnie, Kanton (ou Cantão ou Abariringa), Enderbury, Manra (ou Sydney), McKean, Nikumaroro (ou Gardner), Orona (ou Hull), Rawaki (ou Phoenix), Winslow Reef. Canton só é permanentemente habitada por 60 moradores do Gilbert desde o final de 1930, enquanto uma nova tentativa de colonização em Orona está em curso desde 2001.

Linha Islands: Ilha Caroline (Millennium ou ilha, nomeado em 2000 para a primeira terra onde o sol se levantou no terceiro milênio), Filippo Reef, Flint Island, Kiritimati Island ( ou Christmas Island, a terra atol maior e mais antiga), Ilha Malden, Starbuck Island, Tabuaeran (ou Ilha Fanning) Teraina (ou Washington Island), Vostok Island. Apenas Christmas Island, Fanning e Washington são habitadas (população do Gilbert e Ellice desde a última guerra, que suplantou os poucos colonos em plantações de coco americano ou francês – que contratou o entre-guerras, especialmente a mão polinésia de trabalhar (ou Tahiti Tokelau)).

Quase todas essas ilhas são atóis apenas acima do nível do mar (se você não contar Banaba Ilha apenas “alta”, que se eleva a 81 metros, a cúpula desses atóis é Joe Hill, um dunares uma dúzia de metros de altura, no Natal).

Com exceção do Natal, que é o mais antigo e maior atol do mundo, esses atóis deve ter completamente emergiu Makatea, no início da era cristã (que corresponde à sua ocupação humana), Holoceno (6000 BC), correspondente a um nível do mar mais elevado do que os atuais 1 a 1,5 metros.

A magreza do solo, quase inexistente, implica vegetação baixa, feitas pelo homem essencialmente fora de coco e pandanus, onipresente e causa grandes problemas para a agricultura, limitado, essencialmente, a colheita copra, karewe (fresco coco seiva) e do taro local (Cyrtosperma chamissonis). Culturas de banana também fruta-pão, e pandanus (para a sua fruta, pelas suas folhas e madeira).

Economia

Kiribati tem poucos recursos naturais, exceto recursos haliêuticos. Os depósitos de fosfato foram esgotados comercialmente viável no momento da independência. Copra e peixe agora representam o grosso da produção e das exportações (incluindo na forma de peixes de aquário). Elas somaram um pouco mais de 6 milhões de dólares – em comparação com as importações, 44 milhões em 1999.

O PIB atingiu 80,2 milhões de dólares Kiribati em 2006. A economia tem oscilado bastante nos últimos anos e não acompanhou o crescimento da população. O desenvolvimento econômico é severamente limitada pela falta de recursos naturais, trabalhadores qualificados (com exceção dos marinheiros), infra-estrutura deficiente, e afastamento dos mercados internacionais.

Companhias aéreas internacionais tornaram-se problemática, especialmente desde Air Kiribati tem permanentemente dispensada (Março de 2004) a única aeronave que lhe permitiu conectar Fiji e Tuvalu (um ATR 72) e que a carta apenas (um Boeing 737 ) fornecida por Aloha Airlines, que por sua vez ligada a cada semana para Honolulu Natal.

Então, a única empresa que atualmente conecta ao mundo é Tarawa Air Ilhas Marshall, de Majuro (Marshall) – e, na ocasião, a Air Nauru, quando seu único jato não está na falência. Air Kiribati, de propriedade do governo da empresa, fornece, de alguma forma, as conexões internas entre as ilhas Gilbert (exceto Banaba), mas é incapaz de ligar diretamente o Phoenix ou as Ilhas Line.

Os principais aeroportos são Bonriki (Tarawa do Sul) e Christmas Island, cujos detalhes técnicos são os seguintes (IATA, código ICAO, comprimento da pista, largura de pista, altitude, latitude (dezembro) longitude (dezembro )):

Bonriki Internacional (TRW – NGTA – 2011 m – 43 m – 2 m – 1380-173150)

Ilha Christmas (CXI – PLCH – 2103 m – 29 m – 1 m – 1990-157350)

Turismo prevê mais de um quinto do PIB, mas continua a ser bastante limitado, principalmente devido ao transporte aéreo difícil (dois principais hotéis em Tarawa do Sul, um dos dois é um hotel de governo, um outro hotel governamental Natal).

A ajuda financeira estrangeira, em grande parte do Reino Unido, Austrália e Japão, oferece um complemento importante para a economia (entre um quarto e metade do PIB nos últimos anos, 15,5 milhões de dólares em 1995). Mas é, principalmente, os direitos de pesca pagas pela União Europeia, Coreia do Sul ou Taiwan já representam a maior parte da renda.

A maioria tem atividades Gilbertines de subsistência (pesca, cultivo de hortaliças e frutas) que melhorem suas vidas.

Telecomunicações são caros eo serviço é claramente insuficiente. Não há serviço de acesso à banda larga e da companhia aérea nacional, tem um monopólio TSKL Internet oferece uma das tarifas mais caras do mundo.

Desde o início de 2007, os Kiribati têm se engajado na comercialização de bandeiras de conveniência, registrando em barcos Tarawa de todos os tipos, na esperança de diversificar os seus recursos econômicos.

Fonte: www.oceanie-planete.com

Kiribati

Nome completo: A República de Kiribati
População: 103.000 (ONU, 2011)
Capital: Atol de Tarawa
Área: 810 km ² (313 milhas quadradas)
Grande língua: Inglês, Gilbertese
Principal religião: Cristianismo
Expectativa de vida: 59 anos (homens), 63 anos (mulheres) (ONU)
Unidade monetária: 1 dólar australiano = 100 centavos
Principais exportações: Copra, peixes, algas
RNB per capita: EUA $ 2.110 (Banco Mundial, 2011)
Domínio da Internet:. Ki
Código de discagem internacional: 686

Perfil

Os 33 atóis que compõem Kiribati – o ex-Gilbert Islands – ocupam uma vasta área do Pacífico. Eles esticar cerca de 4.000 km de leste a oeste, mais de 2.000 km de norte a sul, e ficar em cima do Equador.

O país conquistou a independência do Reino Unido em 1979. Muitos dos atóis são habitadas, a maioria deles são muito baixas e em risco de elevação do mar.

Kiribati – Kiribas pronunciados – usado para mentir cada lado da Linha Internacional de Data, mas o governo unilateralmente mudou para o leste de linha em 1995, para garantir o dia era a mesma em todo o país.

Este foi um movimento astuto como Kiribati comercializado-se como o primeiro lugar habitado na Terra para saudar o novo milênio em 1 de Janeiro de 2000. A mídia mundial desceu sobre Caroline Island, rebatizada Millennium Island, para registrar o evento.

Economia Kiribati é fraco e é afetado por aumentos e quedas na demanda mundial de coco.

As licenças de pesca, ajuda externa e dinheiro enviado para casa pelos trabalhadores no exterior, também desempenhar o seu papel, como é que um fundo fiduciário criado com as receitas de mineração de fosfato na ilha de Banaba. As minas foram esgotados por volta de 1980, precipitando a evacuação de grande parte da população.

Kiribati é o lar da maior reserva do Pacífico Sul da marinha.

É também uma das baixas ilhas do Pacífico visto como altamente vulneráveis à elevação do mar e aquecimento global, e frequentemente empresta sua voz para chamadas para a ação sobre a mudança climática.

Uma cronologia dos principais eventos:

11-14 séculos – samoanos migrar para as ilhas, Fiji e tonganeses seguir.

1820 – Nomeado as Ilhas Gilbert, depois naval britânico capitão Thomas Gilbert, que veio através de um número de ilhas em 1788, quando navegava da Austrália para a China.

1892 – Grã-Bretanha declara um protetorado sobre as Ilhas Gilbert e as ilhas vizinhas Ellice (agora Tuvalu). Eles são administrados pela Comissão Ocidental Alta Pacífico com base em Fiji.

1900 – O governo britânico anexos Ocean Island (agora Banaba) após a descoberta de fosfato recursos significativos.

1916 – O Gilbert e Ellice Colônia ilhas é formada. Ao longo dos próximos 20 anos outros grupos insulares na área, incluindo as ilhas da Linha e as ilhas Phoenix, são adicionados à colônia.

1943 – O Gilbert e Ellice Colônia Ilhas é ocupada por forças japonesas. O Atol de Tarawa vê alguns dos piores combates no Pacífico, entre o Japão e as forças aliadas.

1945 – Os danos ambientais causados pela mineração a céu aberto de fosfato obriga os moradores de Banaba para sair e resolver sobre Rabi Ilha na República de Fiji.

Testes nucleares

1957 – O governo britânico detona uma série de bombas de hidrogênio perto de Christmas Island (agora Kiritimati).

1971 – Banabans iniciar um processo de litígio contra o governo britânico para recuperar receitas perdidas de exportação de fosfato e de ser compensado por danos ambientais.

1975 – O governo britânico se recusa a reconhecer reivindicações de independência por Banabans.

1975 – A colônia é dividido em dois territórios separados, as Ilhas Gilbert e as Ilhas Ellice.

1976 – Os tribunais britânicos encomendar os comissários britânicos de fosfato para compensar proprietários Banaban por danos, mas demitir o seu pedido de royalties não pagos. Os Banabans rejeitar a oferta.

1977 – As Ilhas Gilbert obter autonomia interna.

Independência

1979 12 de julho – As Ilhas Gilbert se tornar uma república independente dentro da comunidade com o nome de Kiribati. Ieremia Tabai se torna presidente.

1981 – Após novas audiências no Tribunal Superior do Reino Unido as pessoas Banaban aceitar uma oferta maior de compensação.

1982 – Primeiras eleições desde a independência.

1989 – Superlotação solicita o reassentamento de moradores para outros atóis.

1991 – primeiro presidente, Ieremia Tabai, destaca-se tendo servido três termos.

1992 – Procura compensação do japonês por danos causados durante a Segunda Guerra Mundial.

1994 Setembro – Teburoro Tito eleito presidente.

1995 – Kiribati suspende relações diplomáticas com a França, em protesto contra a decisão francesa de retomar os testes nucleares no Atol de Mururoa, na Polinésia Francesa.

1995 – O governo ajusta a data limite internacional ao leste de sua ilha mais oriental, Ilha Caroline, garantindo a data é a mesma em suas ilhas.

De novembro de 1998 – Tito presidente re-eleito.

1999 – Ilha Caroline é renomeado Millennium Island para promover o turismo.

O governo diz que dois recifes de coral desabitadas foram submersas por causa do nível do mar.

De setembro de 1999 – admitido nas Nações Unidas.

2000 – Japão diz que está disposto a discutir pedidos de indenização.

Restos de 20 fuzileiros navais dos EUA que desapareceram durante a Segunda Guerra Mundial são encontrados e voltou para casa.

Março de 2002 – Anuncia decisão junto com Tuvalu e as Maldivas para tomar medidas legais contra os EUA por sua recusa em assinar o Protocolo de Quioto.

Março de 2003 – O presidente Teburoro Tito é derrubado por um voto de não confiança, um dia em seu terceiro mandato como presidente.

Julho de 2003 – Anote Tong derrota seu irmão Harry nas eleições presidenciais.

Novembro de 2003 – Kiribati estabelece relações diplomáticas com Taiwan, irritando a China. Pequim rompe relações diplomáticas e remove sua estação de rastreamento de satélite da ilha principal de Kiribati.

Março de 2006 – Kiribati cria reserva do mundo a terceira maior marinha. A pesca é proibida na Área Protegida das Ilhas Phoenix, que abriga centenas de espécies de peixes e corais.

Outubro de 2007 – Anote Tong vence as eleições presidenciais por maioria esmagadora em segundo turno de votação.

2012 Janeiro – Anote Tong é reeleito para um terceiro mandato consecutivo.

2012 Março – Kiribati gabinete aprova plano para comprar 6.000 hectares de terra em Fiji para uso, se os níveis do mar necessitam de deslocalização de cidadãos de Kiribati.

Fonte: news.bbc.co.uk

Veja também

Hino Nacional da República Democrática do Congo

Debout Congolais PUBLICIDADE Debout Congolais (Levanta congolês) é o hino nacional da República Democrática do …

Locais Turísticos da República Democrática do Congo

BRAZZAVILLE PUBLICIDADE É um lugar muito interessante, muito verde, com uma Basílica, Mercados e o …

República Democrática do Congo

PUBLICIDADE O território que hoje leva o nome de República Democrática do Congo tem sido habitada por …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload the CAPTCHA.