Breaking News
Home / Literatura Infantil / O Trabalho

O Trabalho

PUBLICIDADE

VOU cuidar das minhas plantas;
Levo a enxada e o regador.
Que alegria nas flores! Quantas, quantas
Nasceram a este dia criador!

É preciso visitá-las;
Dar-lhes logo as boas vindas.
Meu Deus! E todas se expandindo em galas!
Dálias e rosas nunca vi tão lindas!

Loiro par de borboletas
Sinto esvoaçar sobre mim.
Bem sei: anda à procura das violetas
E não sabe os recantos do jardim.

Que tolinhas! O perfume
Não lhes ensina o caminho?
O perfume da flor é como o lume:
Atrai a gente ao desejado ninho.

Bom. Lá seguem meu conselho:
Adiantam-se leves no ar…
Até logo, até logo!… E eu me aparelho
Para em calma e sossego trabalhar.

O trabalho revigora;
Eu gozo, quando moirejo;
A fina aragem, que os vergéis explora,
Tem a doçura mágica de um beijo.

E nem o sol me faz medo:
Suporto-o fresca e louçã.
Apenas, se em labor demais me excedo,
Levo no rosto as tintas da romã.

E sinto um gozo profundo,
– Que é a minha esplêndida messe,
Ao saber que sou útil neste mundo,
E alguém da minha proteção carece.

Veja também

Livro das Donas e Donzelas

PUBLICIDADE Clique nos links abaixo para navegar no capítulo desejado: Minhas Amigas Natal Brasileiro Conventos …

Flores – Júlia Lopes de Almeida

Júlia Lopes de Almeida PUBLICIDADE Escrevo estas linhas pensando em minhas filhas. Elas me compreenderão …

Cenas e Paisagens do Espírito Santo

PUBLICIDADE Clique nos links abaixo para navegar no capítulo desejado: Capítulo I Capítulo II Capítulo …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload the CAPTCHA.