Breaking News
Home / Turismo / Museu do Ipiranga

Museu do Ipiranga

PUBLICIDADE

Museu do Ipiranga

A idéia de erguer um monumento à Independência do Brasil no local da proclamação, às margens do rio Ipiranga, surgiu meses depois.

No entanto, por falta de verbas e de entendimentos quanto ao tipo de monumento a ser erigido, é somente após sessenta e oito anos da proclamação que a idéia se concretiza, com a inauguração do edifício-monumento, em 1890.

Para tal, em 1884 é contratado, como arquiteto, o engenheiro italiano Tommaso Gaudenzio Bezzi, que, no ano anterior, havia apresentado o projeto de um monumento-edifício para celebrar a Independência.

O estilo arquitetônico adotado, o eclético, havia muito estava em curso na Europa e viria marcar, a partir do final do século XIX, a transformação arquitetônica de São Paulo. Valendo-se de uma das principais características do ecletismo, a recuperação de estilos arquitetônicos históricos, Bezzi utilizou, de forma simplificada, o modelo de palácio renascentista para projetar o monumento.

Hoje, o Museu se tornou um dos ícones da cidade de São Paulo, e sua importância é marcada tanto pela imponência do prédio,e de suas instalações quanto pela grande parte da História do Brasil que ele abrange.

Conta com um acervo de mais de 125 mil peças, entre mobiliários, trajes e utensílios que pertenceram a figuras da história brasileira como bandeirantes, imperadores e barões paulistas do café.

Há ainda coleções de armas brancas, peças da Revolução Constitucionalista de 1932 e uma sala reservada a Santos Dumont, pioneiro da aviação, com maquetes de seu aparelhos e objetos de uso pessoal.

Além disso,as instalações do Museu abrigam uma biblioteca com 100 mil volumes, um Centro de Documentação Histórica, com 40 mil manuscritos e laboratórios de conservação e restauração de peças e documentos. Ao redor do prédio, um grande e belíssimo jardim é utilizado como recanto para os românticos, usada para os exercícios de quem gosta de ginástica ou para recreação das crianças.

Além disso, o Museu Paulista promove cursos, seminários e outros eventos, bem como realiza prestação de serviços à comunidade, atendendo a instituições, pesquisadores, professores, estudantes e público em geral. Presta assessoria e consultoria, além de distribuir publicações da Instituição.

Um sinal do amor do paulistano para com a área é a interferência e medida de proteção ao Museu. Fundada em 1º de setembro de 1995, a Sociedade Amigos do Museu Paulista (SAMPA) é uma sociedade civil, sem fins lucrativos, destinada a promover o desenvolvimento e o aprimoramento das atividades do Museu Paulista da Universidade de São Paulo, bem como contribuir nas áreas de pesquisa, publicações, curadoria e atendimento ao público. A extensão de ações junto à população é uma de suas principais metas.

As exposições ficam abertas de terça a domingo, das 9:00 às 16:45 hs, e o ingresso para vê-las custa R$ 2.O acesso ao jardim e ao monumento é livre.

Serviço

MUSEU PAULISTA (MUSEU DO IPIRANGA)
Endereço: Parque da Independência, s/n.º – Ipiranga – Zona Sul
Telefone: (11) 6165-8000
Site: www.mp.usp.br
E-mail: mp@edu.usp.br
Horário: das 9h às 17h (fechado temporariamente às terças-feiras.)
Preço: R$ 4,00 (R$ 2,00 para estudantes).
Grátis para crianças até seis anos, idosos, portadores de necessidades
Grátis no terceiro domingo do mês

Fonte: www.cidadedesaopaulo.com

Museu do Ipiranga

O Museu Paulista da Universidade de São Paulo, também conhecido como Museu do Ipiranga, é o mais importante museu da Universidade de São Paulo e um dos mais visitados da cidade São Paulo.

Tem uma riqueza de objetos, mobiliário e obras de arte de importância histórica, especialmente aqueles que mantêm uma relação com a Independência do Brasil eo período histórico correspondente.

O trabalho importantae de sua coleção é a pintura 1888 pelo artista Pedro Américo intitulado Independencia ou Morte.

Edifício

O engenheiro e arquiteto italiano Tommaso Gaudenzio Bezzi foi contratado em 1884 para o projeto de um edifício-monumento na área onde ocorreu o evento histórico da independência do Brasil, embora não houvesse essa idéia a partir daquele episódio.

Museu do Ipiranga
Escadas dentro do Museu Paulista.

O edifício tem 123 metros de comprimento e 16 metros de profundidade com uma profusão de elementos decorativos e ornamentais. O estilo arquitetônico eclético , foi baseado em um palácio renascentista, rico em ornamentos e decorações.

A técnica utilizada foi essencialmente a de alvenaria de tijolos cerâmicos, uma novidade na época na cidade. O trabalho foi concluído em 15 de novembro de 1890 , no primeiro aniversário da República.

Cinco anos depois, ele criou o Museu de Ciências Naturais, que é então transformado no Museu de São Paulo. Em 1909 , a paisagem belga Arsênio Puttemans fez os jardins que cercam o edifício.

Acervo

O Museu Paulista tem em seu acervo de mais de 125 mil itens, entre objetos (esculturas, pinturas, jóias, moedas, medalhas, móveis, documentos e utensílios de bandeirantes e índios), iconografia e arquivo documentaion, do século XVI até meados do século XX , que servem para a compreensão da sociedade brasileira, com especial enfoque na história de São Paulo. A coleção foi dividida em três linhas de pesquisa, para que o museu é dedicado:

– Cotidiano e Sociedade
– Universo do Trabalho
– História Imaginário

O acervo do Museu Paulista tem sua origem em uma coleção reunida pelo Coronel Joaquim Sertório, que em 1890 foi adquirida por Francisco de Paula Mayrink conselheiro, que a doou, juntamente com objetos de coleção Pessanha, ao Governo do Estado.

Em 1891, o presidente do Estado, Américo Brasiliense de Almeida , deu a Alberto Loefgren para organizar o acervo, nomeando-o diretor do recém-criado Museu do Estado.

As coleções ao longo dos cem anos do museu passou por uma série de modificações para o colapso de parte da sua coleção e aditamentos posteriores. O acervo do museu é inventariado pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan).

Museu do Ipiranga

Fonte: es.wikipedia.org

Veja também

Hino Nacional da República Democrática do Congo

Debout Congolais PUBLICIDADE Debout Congolais (Levanta congolês) é o hino nacional da República Democrática do …

Locais Turísticos da República Democrática do Congo

BRAZZAVILLE PUBLICIDADE É um lugar muito interessante, muito verde, com uma Basílica, Mercados e o …

República Democrática do Congo

PUBLICIDADE O território que hoje leva o nome de República Democrática do Congo tem sido habitada por …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload the CAPTCHA.