Breaking News
Home / Turismo / Vila Madalena

Vila Madalena

PUBLICIDADE

Vila Madalena

Boêmios de plantão: uni-vos! A Vila Madalena – ou Vila Madá, para os íntimos – é o lugar para vocês. Por suas ruas de nomes tão esquisitos quanto Aspicuelta (era um padre espanhol, do século XVI), Girassol (a flor) e Purpurina (o enfeite), funcionam bares para todos os gostos: há botecos “clássicos”, com azulejos na parede, chope gelado e caldinho de feijão, como o Filial; há os que reúnem jornalistas e aficionados por futebol, como o São Cristóvão; e para o público GLS (gays, lésbicas e simpatizantes), o Farol da Vila é a grande dica.

Quem não dispensa a música ao vivo tem várias opções, de samba a shows de futuros astros da MPB. Até o padre Aspicuelta tomaria um vinhozinho depois da missa em alguns dos bares da “sua” rua, como o Posto 6 (que homenageia o Rio), o Zé Menino (que homenageia Santos) ou o Salve Jorge, que dá descontos para clientes chamados Jorge. A busca por um chope gelado como se deve pode levá-lo também ao vizinho bairro da Lapa, onde a boemia começa a dar movimento às ruas calmas.

Lembre-se, a região é reduto de intelectuais. Portanto, há sempre boas pedidas para se comprar livros, como a Livraria Lima Barreto, que também serve ótimos crepes. Bem no meio dos botecos fica a Livraria da Vila, que vale um longo passeio. Escolha alguns títulos e vá curtir um ótimo café, no fundo da loja. É de não ver o tempo passar.

A Vila tem ótimos brechós, recheados de preciosidades, espalhados pelas ruas. Em Pinheiros, a Rua Teodoro Sampaio, na parte entre a Avenida Henrique Schaumann e o Hospital das Clínicas é ponto de venda e troca de instrumentos musicais. Da Henrique Schaumman para baixo, a rua concentra lojas de móveis novos, muitos feitos sob encomenda. Se preferir investir em móveis antigos, vá à paralela Cardeal Arcoverde e divirta-se.

Outro endereço fundamental para compradores é a Praça Benedito Calixto. Aos sábados rola uma das feiras mais famosas e charmosas de São Paulo, a “feirinha da Benedito”. Tem de tudo: antigüidades, raridades, coleções etc.

Aproveite e almoce (ou petisque): por ali há diversos bares e restaurantes – como o ótimo Consulado Mineiro, que vale a longa espera, regada a uma ótima caipirinha. No meio da praça, uma roda de choro anima a turma.

Fonte: www.cidadedesaopaulo.com

Veja também

Hino Nacional da República Democrática do Congo

Debout Congolais PUBLICIDADE Debout Congolais (Levanta congolês) é o hino nacional da República Democrática do …

Locais Turísticos da República Democrática do Congo

BRAZZAVILLE PUBLICIDADE É um lugar muito interessante, muito verde, com uma Basílica, Mercados e o …

República Democrática do Congo

PUBLICIDADE O território que hoje leva o nome de República Democrática do Congo tem sido habitada por …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload the CAPTCHA.