Breaking News
Home / Turismo / Praça da República

Praça da República

PUBLICIDADE

Praça da República
Praça da República – Antigamente

A Praça da República é um dos mais tradicionais pontos de São Paulo. Localizada no centro da cidade, a praça é visitada diariamente por pessoas do mais diversos estilos que aproveitam para conhecer o famoso local que guarda um pouco da história da metrópole.

Antigamente o lugar era conhecido como Largo dos Curros. Era ali que os paulistanos do século XIX se divertiam ao assistir os rodeios e as touradas da época.

De lá para cá o nome do espaço mudou várias vezes. Já foi chamado Largo da Palha, Praça dos Milicianos, Largo 7 de abril, Praça 15 de Novembro e finalmente, em 1889, ficou definido Praça da Republica.

Construída a partir do modelo de urbanização européia, a praça, que faz um elo entre o centro velho e o centro novo, foi escolhida em 1894 como o endereço da Escola Normal Caetano de Campos. O belo edifício planejado por Ramos Azevedo é atualmente a sede da Secretaria Estadual da Educação.

Palco de manifestações importantes da história nacional, a República já presenciou a guerra de brasileiros que lutaram por mudanças políticas do nosso País.

Mas o que torna essa parte do centro ainda mais conhecida é sua Feira de Arte e Artesanato. Maior e mais antiga, a “superlativa” feira da República abriga mais de 600 barracas e comercializa principalmente artesanato vindo dos estados do Norte e Nordeste, além de países vizinhos, como o Peru. Colares, brincos, objetos para casa e tantos outros artigos que mostram a cara e a cultura do Brasil e encantam turistas de todos os lugares que vêm curtir a criatividade dos artesãos.

Tudo teve inicio em 11 de novembro de 1956, quando o filatelista J.L. Barros Pimentel fundou no local uma mini feira de selos que, logo depois, atraiu os colecionadores de moedas. Em seguida vieram os inconfundíveis hippies difundindo o movimento “paz e amor”. Foram eles que abriram espaço para a chegada dos artistas vinte anos mais tarde.

Com o tempo, a exposição de telas das mais variadas escolas tornou a feira numa grande galeria a céu aberto. São mais de 50 artistas que deixaram os estandes sofisticados para que sua arte chegasse onde o povo está.

Também atrai os visitantes os quitutes da área gastronômica que não perde em diversidade e deixa qualquer um com água na boca.

Atualmente a Praça da República passa por obras de revitalização que visam aprimorar o espaço para o uso de descanso e lazer da população. Segundo a Subprefeitura da Sé, responsável pelo projeto, as intervenções serão finalizadas em poucos meses.

Praça da República
Praça da República. Foto: José Cordeiro/ SPTuris.

Serviço

PRAÇA DA REPÚBLICA
Metrô República
Feira de arte e artesanato aos sábado e domingos, das 9h às 17h.

Tatiane Ribeiro

Fonte: www.cidadedesaopaulo.com

Praça da República

A Praça da República, no centro de São Paulo, é um dos pontos mais visitados por turistas e moradores da cidade. Isso se deve à sua localização, próxima a avenidas de grande movimento, como a Av. Ipiranga e a Av. São Luís, ruas comercias, como a Vinte e Quatro de Maio, Sete de Abril e Barão de Itapetininga e outros indispensáveis pontos turísticos, como o Theatro Municipal e o Viaduto do Chá.

A praça, originalmente chamada de Largo dos Curros era, no século XIX, palco de rodeios e touradas. Após essa fase, foi chamada de Largo da Palha, Praça das Milícias, Largo Sete de Abril, Praça 15 de Novembro e, em 1889, passou a ser Praça da República. 

Lar de grandes manifestações políticas que mudaram a história do país, abriga edifícios históricos, como a Escola Normal Caetano de Campos(tombado pelo Conselho de Defesa do Patrimônio Histórico, Arqueológico, Artístico e Turístico, Condephaat, em 1978), que em seus anos de operação, recebeu grandes personalidades nacionais e, hoje, é o prédio onde funciona a Secretaria de Educação do Estado de São Paulo.

Na praça encontra-se também um dos projetos do renomado arquiteto Oscar Niemeyer: o Edifício Eiffel, inaugurado em 1956, que possui duas abas laterais e cerca de 54 apartamentos, todos com dois andares.

Com ambiente agradável e familiar, a praça tem um pequeno parque infantil e diversas pontes e chafarizes.

Aos domingos, desde 1956, acontece a popular Feira da Praça da República, voltada principalmente para as artes, que começou como uma pequena feira de selos e hoje conta com mais de 600 barracas dos mais diversos produtos, incluindo artesanato vindo do Norte e Nordeste do Brasil e de países vizinhos, como o Peru, artigos de decoração, esculturas, roupas, brinquedos, bijuterias, além de comidas típicas, massas, lanches e doces em sua praça de alimentação.

Praça da República
Feira da Praça da República. Foto: Feira da Praça da República/ divulgação.

Autor: Inae Luiz

Fonte: www.cidadedesaopaulo.com

Veja também

Hino Nacional da República Democrática do Congo

Debout Congolais PUBLICIDADE Debout Congolais (Levanta congolês) é o hino nacional da República Democrática do …

Locais Turísticos da República Democrática do Congo

BRAZZAVILLE PUBLICIDADE É um lugar muito interessante, muito verde, com uma Basílica, Mercados e o …

República Democrática do Congo

PUBLICIDADE O território que hoje leva o nome de República Democrática do Congo tem sido habitada por …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload the CAPTCHA.