Facebook do Portal São Francisco
Google+
+ circle
Home  Dicas de Cozinha  Voltar

Dicas de Cozinha

Preparando aves

Aves recheadas devem ser costuradas. Em vez de linha, use fio dental, que é mais resistente e não rasga a pele.

As aves assadas ficam mais úmidas quando cobertas com fatias de bacon.

Frango, se descongela em temperatura ambiente. Mas se você tiver pressa, deixe-o sob um fio de água corrente.

Frangos defumados não devem ser temperados. Basta levar ao forno, cobertos com pedacinhos de manteiga, o tempo suficiente para aquecer.

Experimente esfregar a pele do frango com maionese antes de levar ao forno para assar. Terá uma pele dourada e pururuca.

O frango cora facilmente se, antes de fritá-los, você dourar com uma pitada de açúcar na gordura.

Asse o frango com maçãs dentro. Darão um sabor delicioso e deixam a carne mais úmida.

Para limpar uma galinha, lave bem os pedaços de carne e coloque-os de molho em água com duas colheres de vinagre.

O peru fica mais macio e úmido se for descongelado na geladeira, lentamente.
O descongelamento rápido faz com que o peru perca muito do seu liquido.

Enquanto assa, o peru deve ser regado constantemente com óleo ou manteiga.

O pato é uma ave muito gordurosa. Para retirar esse excesso natural, perfure a ave com um garfo e leve-a ao forno bem quente por uns 20 minutos, até que a gordura do pato escorra. Jogue fora essa gordura prepare o pato conforme a receita escolhida.

Descongele uma galinha imergindo-a em água fria com bastante sal. A salmoura remove o sangue, e a carne do peito fica branquinha.

O frango vai ficar mais saboroso se você usar tenazes para virá-lo, no fogo. Se usar vai furar a carne, perdendo o suco.

Para obter um peru mais saboroso, injete 250 gr de margarina derretida com uma seringa. Injete no peru cru, na região do peito e nas coxas, em seis ou oito pontos.

Esquente o peru de ontem numa panela com 1/4 de xícara de leite. Certifique-se de usar fogo baixo, e vire a carne, para aquecer igualmente ambos os lados. Não deixe o leite ferver.

Para virar uma ave que está sendo assada, use duas colheres de pau em vez de garfos. Assim se evita furar a pele, o que provocaria uma perda do suco e consequente ressecamento da carne.

Preparando batatas

Para obter batata frita crocante, descasque e deixe de molho em água com algumas gotas de vinagre. Escorra, seque e frite.

Evite a germinação de batatas colocando-as no mesmo saco que você colocou algumas maçãs.

As batatas cozidas ficam com um gostinho bom se você colocar alguns cravo-da-índia na água em que vai cozinhá-las.

Dê mais sabor ao purê de batatas acrescentando uma clara batida em neve depois de espremê-las.

As batatas em rodelas não ficam escuras se forem embrulhadas num saco plástico e guardadas num congelador.

Acrescente à massa da pizza uma batata cozida. Ela ficará mais saborosa e crocante.

A batatinha ficará crocante do jeitinho que todos gostam se, antes fritá-las você a passar na farinha de trigo.

Quando você for fazer salada de batata, corte as batatas cozidas com um cortador de ovo. Desta forma, as rodelas ficam mais uniformes e não desmancham.

Para conservar batatas cruas com a cor natural, basta guardá-las cobertas por uma camada de farinha de trigo.

Para que as batatas fiquem inteiras quando cozidas, antes de fervê-las unte-as com vinagre.

Quando as batatas estão murchas, lave-as muito bem, coloque em recipiente com água fria e ponha-as na geladeira durante algum tempo.

Servindo Bebidas

No verão experimente fazer estes refrescos

Congele suco de laranja, maçã ou abacaxi na bandeja para cubinhos de gelo. Coloque alguns cubinhos no liquidificador com o suco gelado. Bata até obter uma mistura cremosa e refrescante

Quando for fazer chá de saquinho, enfie o quadradinho de papel da ponta debaixo da xícara para evitar que caia dentro do chá.

Para conservar melhor o aroma e o sabor do café, junte um pouco de açúcar ao pó fresco antes de guardá-lo num recipiente fechado.

O café fica quente por mais tempo, se você aquecer as xícaras que vai usar para servi-lo.

É bom você se preparar para fazer deliciosos lanches nos dias mais frios. Experimente estas duas sugestões: acrescente uma colher de chá de café solúvel ao chocolate e veja como ela fica delicioso, servido bem quente. Se você preferir chá, junte um pedaço de casca de laranja à chaleira, antes de servi-lo: ele vai ficar delicioso e com um aroma bem diferente.

Se você gosta de chá bem forte, acrescente uma colher de açúcar na água antes de levantar fervura: o açúcar ajuda a dar mais cor e sabor ao chá.

Acrescente ao chá-mate ou qualquer outro chá de que você goste umas folhinhas de hortelã. Deixe esfriar e leve à geladeira. A bebida ganha um sabor diferente e mata a sede facilmente.

Você sabia que mesmo uma garrafa aberta de cerveja pode-se conservar fresca? Feche bem a garrafa e vire de cabeça para baixo na geladeira. Este truque vale para qualquer bebida.

Para deixar o suco de uva mais saboroso, experimente acrescentar um pouco de canela em pó e suco de limão: eles dão um gosto e um cheiro todo especial.

Se quiser gelar a bebida mais depressa, enrole a garrafa num guardanapo com algumas pedras de gelo e guarde no congelador. A cerveja que não for guardada na geladeira deve ficar longe da luz.

Para ajustar a rolha a uma garrafa, mergulhe a rolha em água fervente. Enquanto molhada diminuirá de tamanho, e ao secar voltará ao diâmetro natural.

Dê um toque especial aos aperitivos, sucos e refrigerantes, colocando algumas pedras de gelo com sabor azedinho de limão. Quando você colocar a água nas bandejas que formam gelo no congelador, adicione uma parte de limão para cada parte de água. Você pode fazer a mesma coisa com suco de laranja ou groselha.

Mantenha o jarro de suco fresco sem que fique aguado com o gelo derretido, colocando dentro dele um saquinho de gelo, muito bem fechado.

0 suco de laranja de lata ficará com o sabor da fruta fresca se acrescentar a ele o suco de duas laranjas frescas.

No verão não dá vontade de fazer outra coisa: uma sombra gostosa, um bom papo e bebida bem gelada, geladissima. Melhor ainda, com um toque de sofisticação. No lugar de gelo, use frutas congeladas. Faça o seguinte: escolha frutas miudinhas (uva, ameixa, etc) e deixe no congelador até que se transformem em pedrinhas de gelo. Na hora de servir a bebida, coloque-as no copo. Além de darem um toque bonito e diferente, não deixam a bebida aguada quando começarem a descongelar.

Acrescentando um pouco de cenoura ao suco de laranja, fará com seu suco se torne mais saboroso e com maisVitaminas.

Por possuir o poder de aliviar a boca seca é interessante acrescentar umas gotas de limão à garrafa de água que você costuma deixar na geladeira para se refrescar, isto dará um toque especial á sua água.

Preparando Biscoitos

A massa de biscoitos feita só com amido de milho é mais delicada
e desmancha na boca.

Para abrir e moldar a massa de biscoito, você pode polvilhar a mesa ou o
mármore com amido de milho.

Guardar algumas fatias de pão na lata , junto com biscoitinhos macios,
não deixa que eles amoleçam.

Quando cortar biscoitos com forminhas ou cortadores apropriados, ou mesmo com a borda de um cálice, faça-o com a massa, sobre um guardanapo polvilhado de farinha de trigo. Isto evita que percam a forma ao serem passados para o tabuleiro de assar.

Preparando Bolos

Para os bolos e os biscoitos ficarem mais saborosos, acrescente sempre à massa algumas gotas de essência de baunilha ou suco de limão.

A fim de evitar que o bolo se esfarele ao ser cortado, proceda à operação com uma faca afiada aquecida em água fervente.

Quando você quiser escrever uma mensagem com glacê sobre o bolo, utilize primeiro um palito para delinear a sua mensagem, depois coloque o glacê num recipiente plástico de mostarda ou maionese e esprema sobre a marca que fez com o palito.

Para facilitar seu trabalho quando for encher um saco de confeitar, coloque-o com o bico para baixo num copo alto; assim você pode enchê-lo sem derramar e com mais facilidade.

O bolo de fubá fica bem mais saboroso e fofinho se você substituir parte do leite por coalhada ou iogurte natural.

Ao retirar o bolo do forno, cubra-o imediatamente com um pano seco, Isso evitará que ele tome vento e consequentemente murche.

O bolo velho pode ficar novo, se mergulhado em leite frio e assado em forno médio. Para mantê-lo bom por mais tempo, é só embrulhar com toalha úmida e guardar em lugar fresco.

Caso o palito seja pequeno para testar o ponto do bolo, use um espaguete.

Quando você for cortar um bolo, corte primeiro duas fatias e comece sempre pela melhor fatia.

Você vai fazer um bolo e a manteiga está dura e gelada. A solução é esta: rale a manteiga numa vasilha aquecida no fogo. Fica mais fácil de fazer a massa.

Quando você estiver fazendo bolo, meça primeiro, na xícara, os ingredientes secos, e depois os molhados; assim não é preciso lavar a xícara a toda hora

Para evitar que a massa de bolo derrame da forma quando crescer, você deve colocar um fio de macarrão daquele grosso, furadinho, na mistura. Assim o vapor pode sair e a massa não ultrapassa a forma.

Para evitar manchinhas brancas em bolos de chocolate, salpique a assadeira untada com chocolate em pó em vez de farinha de trigo, antes de colocar a massa para assar.

Você pode substituir o leite por leite talhado quando preparar o creme de maizena para rechear bolos, tortas, etc. Você não desperdiça o leite e fica muito gostoso.

Se sua receita de bolo exige óleo, e você notar que não tem mais, pode substituir por uma quantidade igual de maionese.

Fazer um bolo em forma de coração pode ser mais fácil do que se imagina. Basta assar uma parte da massa em forma quadrada e outra em forma redonda. Divida o bolo redondo em dois e coloque cada parte em uma das faces do quadrado. Se você não tem paciência de esperar o bolo esfriar para deformá-lo, faça o seguinte: assim que tirá-lo do forno, coloque em forma sobre um pano úmido e deixe apenas uns cinco minutinhos para então desinformar.

É fácil cortar um bolo ao meio, use fio dental, ele é mais higiênico do que linha de costura, e não arrebenta. Segure firme as pontas da linha, uma em cada mão, e passe pelo bolo. Assim ele fica dividido uniformemente. (Colaboração de Virgínia Amorim)

Para tornar o creme de confeiteiro leve e bem macio, engrosse com amido de milho no lugar da farinha e leve à batedeira depois de pronto, na posição de pá, em velocidade média. Bata o creme até esfriar. Depois passe-o por uma peneira bem fina de metal tipo chinois. Ela retira qualquer grumo que pode ter ficado no creme.

Não tem fermento para colocar no bolo? A solução é usar 1/2 colher de sopa de Sal de Fruta (equivale a uma de fermento).

Quer saber se o fermento para bolo está bom?
Coloque água quente num copo e acrescente uma colher de chá de fermento.
Se a água borbulhar bastante, o fermento está ok.

Preparando Carnes

Aquelas tirinhas que sobram na hora de fazer bifes ou picadinhos dão uma boa sopa se misturadas com legumes. Também podem ser úteis ao preparar um molho de tomates

Sobras de bifes e de carnes ensopadas podem ser moídas para fazer croquetes. Basta misturar um ovo, farinha de rosca, cebola picada, outros temperos e fritar em bolinhas.

Outra forma de usar sobras de carnes já cozidas é desfiá-las, misturar com maionese e cenoura ralada, e fazer deliciosos sanduíches.

Com as chamadas carnes de segunda, faça-as ensopadas na panela de pressão, com um pouco de molho de tomate. São também ideais para moer.

Se você congelou a carne, ela vai soltar uma "água" vermelha ao ser descongelada. Não jogue fora esse líquido, pois ele contém proteínas importantes para o organismo. Aproveite-o no molho da própria carne.

Para preparar rosbifes, acrescente sal no meio do cozimento. Isso porque o sal faz sair o suco e o sangue da carne, tornando-a seca e dura. Depois de pronta, embrulhe-a em papel alumínio, evitando assim que fique assada nas pontas e crua no meio.

Picadinho para ficar macio, deve ser feito assim: frite os pedaços de carne aos poucos. Se você colocar na panela um volume grande de carne e os pedaços ficarem uns junto dos outros, acabam cozinhando (e endurecendo) em vez de dourar.

Verifique se o filé está no ponto pressionando o centro da carne com o dedo indicador. Se não resistir a pressão, a carne está mal passada. Se resistir um pouco, é porque o filé está no ponto. Mas se a carne resistir muito à pressão, é sinal que está bem passada.

As gorduras retiradas da carne podem ser derretidas numa panela quente e usadas em frituras ou refogados, substituindo o óleo ou a margarina.

Para substituir o ovo na preparação para a milanesa, fazer uma mistura de leite, farinha de trigo e passar na farinha de rosca.

Para amolecer carne refogada ou ensopada, coloque dentro da panela uma colherinha (café) de fermento em pó.

Para amolecer a carne, junte um pouco de conhaque, caso ela seja assada. Para as cozidas, acrescente vinagre ao caldo.

Para que a casca do bife a milanesa não desgrude, ponha uma rolha no óleo da fritura e só retire após os bifes estarem fritos.

Adicione um pouco de fécula de batata à massa de carne para que o bolo possa ser cortado com facilidade, sem despencar.

Os hambúrgueres ficam mais saborosos se você acrescentar algumas alcaparras em seu tempero habitual.

Um bolo de carne moída fica mais gostoso quando se mói a carne com um pouco de toucinho defumado.

Quando você for temperar carne de vitela, evite colocar pimenta, pois este tempero deixa a carne amarga.

Para que as linguiças não arrebentem na hora da fritura, faça o seguinte: lave bem as linguiças, enxugue-as, e depois fure cada uma com um garfo para retirar toda a água. Assim que estiverem bem secas pode fritá-las.

Não leve à mesa uma carne dura. Se ela estiver assim, junte um pouquinho de vinagre e de conhaque ao caldo e deixe cozinhar por mais alguns minutos. Ela ficará super macia.

A carne fica muito mais apetitosa quando tem uma aparência bonita e dourada. Quando quiser carne assada, lagarto por exemplo, queime um pouco de açúcar na gordura, antes de refogá-la. Isso deixa o assado bem dourado.

Quando estiver fritando a carne moída, mexa sempre com a colher para não formar gomos.

Para que a carne com molho fique bem branda, coloque durante o cozimento uma rolha grande bem limpa.

Ao fritar tirinhas de bacon, passe antes no leite e depois na farinha de trigo.
Isso evita que a gordura espirre ou que elas encolham muito.

Os torresmos ficarão mais sequinhos se antes de fritá-los colocarmos 1 colher (sopa) de vinagre.

Se o fígado de boi for comprado pela manhã, para ser servido apenas à noite, deixe-os de molho no leite. É a melhor maneira de conservá-los frescos.

Para eliminar o cheiro da dobradinha, é só cozinhá-la junto com uma laranja ácida
cortada ao meio, com a casca.

Os vidros com tampas rosqueadas muitas vezes dão trabalho na hora de abrir. Existem várias maneiras de resolver este problema. Uma delas é fazer um pequeno furo na tampa: com a entrada do ar, a tampa gira mais fácil. Pode-se também mergulhar a tampa em água quente, que também ajuda.

Para que a massa de pastel fique mais fácil de abrir, use leite em vez de água, manteiga em vez de banha e uma gema no lugar de um ovo inteiro.

Para substituir o ovo batido nos empanados à milanesa, leve ao fogo um pouco de maizena e água e prepare uma creme ralo.

Bolinhos de carne macios e crocantes, você pode obter com uma massa resultante de aproveitamento de sobras de purê de batatas, um ovo, um pouco de queijo ralado e farinha de amido.

Amacie peças grandes de carne esfregando-a com vinagre e óleo de oliva. Deixe em repouso por duas horas antes de levar ao forno.

Para fatiar mais facilmente, deixe um assado descansar 10 ou 15 minutos depois de retirar do forno.

Ao assar uma carne, adicione uma xícara de água à forma antes de colocá-la no forno. A água absorverá parte da fumaça e gordura.

Quando for grelhar carne, não salgue a carne antes de colocá-la na panela ou grelha. É melhor adicionar o sal após a formação de uma superfície tostada. O sal adicionado à carne fresca desidrata-a, deixando-a ressecada.

Para preparar carne de sol (seca), cozinhe-a no leite. Ela ficará bem mais macia.

Carne de Porco com Segurança

Uma providência que certamente protegerá a saúde de seus familiares diz respeito ao preparo de carne de porco em água, sal e limão. Jogue a água fora. A carne de porco (principalmente aquela de porcos criados em sítios sem higiene, ao deus-dará) costuma ter um verme que pode atingir o homem. Como nunca se sabe a procedência da carne de porco, não será demais tomar essas providências.

Cebola

Ao descascar uma cebola, experimente colocar um palito de fósforo (apagado) entre os dentes. O enxofre da cabeça do palito absorverá os gases da cebola, que provocam as lágrimas. Um outro truque é colocar uma bolinha de miolo de pão na ponta da faca com que estiver cortando as cebolas.

Quando se usa apenas a metade de uma cebola, a outra parte nem sempre pode ser aproveitada, pois resseca facilmente. Evite que isto aconteça, passando um pouco de manteiga na parte em que a cebola foi cortada.

Antes que a cebola leve você as lágrimas, faça com que ela perca o cheiro forte. Sem retirar a casca escalde-a em água fervendo, espere dois minutos e descasque-as embaixo da torneira de água fria. Se sobrar algum pedaço que não foi usado, passe óleo ou manteiga no lugar em que foi cortada e guarde num pirex, com a parte untada para baixo.

Para que você não chore enquanto descasca a cebola, basta mergulhá-la por alguns minutos em água bem quente. Isso também facilitará o trabalho de descascá-la.

Ao descascar cebola, para não chorar, vá molhando a faca em água corrente enquanto corta a cebola.
(Colaboração - José Carlos A. Campos)

Para dar um bom paladar às cebolas, experimente mergulhá-las durante 20 minutos, antes de cozinhar, numa vasilha com água quente e sal.

O chá de casca de cebola, aconselha-se para quando nós estamos roucos, que temos dificuldade em falar.

Poder da Cebola

Devem ser incluídas na alimentação diária para prevenir tosses e resfriados.

Estimulam a circulação do sangue e das membranas mucosas.

Ajudam a diminuir a pressão sanguínea.

Purificam o sangue e aliviam as dores renais.

Estimulam a memória, reforçam os nervos, o coração e as glândulas.

Antes de comprar a cebola, verifique

Escolha os bulbos com cuidado, sem apertá-los ou jogá-los na banca de exposição. Prefira bulbos firmes, com casca seca e pescoço seco e cicatrizado. Entre bulbos de mesmo tamanho escolha os mais pesados. Evite bulbos brotados, com feridas, áreas amolecidas e mofo.

Cereais

Quando o aipim estiver duro, junte um copo de água fria enquanto ferve, logo ele ficará macio.

Realce o sabor da espiga de milho cozida retirando a palha verde e utilizando-a para forrar o fundo da panela na hora do cozimento.

Parta um pedacinho de mandioca antes de comprar. Caso saia um líquido leitoso, ela está fresquinha. Caso contrário ficará dura, seca e ruim.

O arroz fica soltinho se você juntar à água de cozimento algumas gotinhas de limão. Para calcular a quantidade, lembre-se que 1 xícara de arroz cru rende 3 xícaras de arroz cozido. E para que não fique empapado, calcule 2 xícaras de água para cada xícara de arroz cru.

Uma fatia de pão no recipiente do arroz deixa-o mais seco. O truque serve para o feijão.

Se esquecer de colocar sal no arroz e ele já estiver cozido, dissolva a quantidade de sal que seria necessário para cozinhá-lo em 1/2 xícara das de chá de água e pingue sobre o arroz. Leve de volta ao forno e deixe cozinhar até que seque a umidade.

Acabe o gosto de queimado do arroz colocando a ponta de uma colher de pau sobre o arroz. Deixe a panela tampada por alguns minutos e o cheiro desaparecerá.

Se quiser guardar a farinha de trigo por mais tempo, deixe-a na geladeira ou no congelador, para que não fermente.

Cozinhe o arroz de grão longo numa chaleira, com tampa removível. O bico da chaleira impedirá que o arroz ferva, e o arroz vai ficar pronta mais depressa, também.

Proteja seus alimentos: Evite o bolor e o aparecimento de insetos nos grãos guardados por muito tempo, colocando, entre eles, um dente de alho.

No tempo da guerra, por medida de economia, o arroz era feito em panela normal e antes de terminar apagava-se o fogo e embrulhavam a panela em várias folhas de jornal. O arroz fica soltinho e permanece várias horas quente.
Colaboração de Wanda Dangelo.

Para que o arroz fique mais branco, basta acrescentar umas gotas de limão à água de cozimento.

Churrasco

Tempo de fogo em braseiro forte:
Picanha mal passada = 5/6min
Picanha ao ponto = 8/10 min
Picanha bem passada = 14/16 min
Fraldinha ao ponto = 15/18 min
Maminha inteira = 20/22 min
Costelinha de porco = 15/18 min
Linguiça de porco = 15/20 min

Tempo de fogo em braseiro médio:
Coxa e sobrecoxa de frango = 25/30 min
Peito de frango = 20/25 min
Galeto = 15/20 min
Coraçãozinho = 10/15 min
Pimentão e cebola = 15 min

Corte as carnes sempre no sentido contrário aos das fibras, para que fiquem macias. Use sempre sal grosso para temperar a carne. Não utilize salmoura, a água muda o PH da carne e, juntamente com o sal fino, enrijece as fibras e endurece a carne.

Prepare o fogo cuidadosamente, de maneira a poder ter uma boa camada de brasas. Disto depende o sucesso da preparação. A camada deve ter a mesma largura da grelha e boa espessura.

Não utilize uma grelha que não seja de aço inoxidável. Deve ser de divisões cilíndricas bem finas.

Tempero

Para as carnes bovinas, é um só: o sal grosso e nada mais. Ele deve ser passado por todos os lados da peça que será assada.

Esquente perfeitamente a grelha antes de usá-la e cuide para que, sobre as brasas, apareça uma leve camada de cinzas que dará um cozimento perfeito.

Não unte nunca a carne antes de grelhá-la, a menos que tenha sido colocada numa marinada especial com ervas aromáticas. Neste caso, escorra-a muito bem. Os peixes de qualquer tipo devem ser untados, evitando assim que a pela grude na grelha, rompendo-se.

Tenha sempre a mão uma pinça dupla achatada ou uma espátula. Não use garfo em caso nenhum. Espetando a carne ou o peixe fará sair seu liquido ou o sangue, endurecendo-os.

Cozinhe a carne no calor das brasas e nunca diretamente sobre a chama. Se começar a fumegar, não interrompa o cozimento. Receita recomendada:
Não colocar absolutamente nada que não seja sal e fumaça.

Se aparecer chama sobre as brasas, desloque imediatamente o alimento que está sendo preparado. Não tempere com sal ou pimenta-do-reino durante o cozimento. Faça-o somente quando tudo estiver servido nos pratos.

Um bom truque para fazer fogo em churrasqueira: embeba um pãozinho do tipo francês em álcool e coloque-o sobre a lenha ou carvão. Jogue um fósforo aceso e pronto.

Outro truque: pegue uma folha dupla de jornal, dobre até ficar da altura de uma garrafa de cerveja. Enrole o jornal na garrafa, coloque-os no centro da churrasqueira, coloque carvão em volta formando uma pirâmide, retire a garrafa de cerveja, mantendo o túnel de jornal. Ascenda o jornal e pronto.

No início da churrascada, deixe a carne bem junto ao fogo, mas só o tempo suficiente para chamuscar de leve. Isso bloqueia o pedaço de carne e conserva os sucos naturais em seu interior.

Salpique folhas de alecrim sobre o carvão da churrasqueira, ele dará um sabor especial à sua carne.

Amarre ramos de alecrim para pincelar assados.

Para tirar o cheiro forte de churrasco que invade toda a casa, coloque uma esponja embebida em vinagre, perto da churrasqueira.

Para acender churrasqueiras e lareiras, pode-se usar cascas secas de batatas.

Tanto a picanha como a maminha são servidas ao ponto e cortadas em fatias não muito grossas quando assadas em peças. A espessura deve ser de 3 cm. A camada de gordura tem de estar uniforme em ambos os casos, e os nervos e peles removidos antes de salgar.

Aves, peixes, carnes bovinas, bufalinas, suínas, ovinas... Em geral, as chamadas 'carnes brancas' são usadas como entrada por serem mais leves e boas para abrir o apetite.

A fraldinha, uma carne muito suculenta. Mas tome cuidado com ela pois pode ficar muito crua por dentro e passar do ponto rapidamente, ficando seca. Escolha sempre fraldinhas grandes e gordas. A gordura não deve ser comida.

O miolo de alcatra, o contrafilé e a bisteca com osso são peças espessas e por isso mesmo ficam melhor quando cortadas em postas de 3 cm.

Cuidado ao salgar as carnes. Se nas peças inteiras o sal grosso deve ser à vontade, nas carnes em postas deve ser usado com atenção.

Para desossar o leitão, o corte deve ser feito apenas na barriga, a desossa deve iniciar do pescoço em direção às costelas, depois as paletas, lombo e quartos (a cabeça não é utilizada). Depois de desossado, o peso do animal, que é de cerca de 22 quilos, cai para 14 quilos, o suficiente para 30 pessoas.

Linguiça

As linguiças do tipo calabresa e toscana são ideais para serem preparadas no churrasco, ambas podem ser assadas tanto na grelha quanto em espetos. Ficam prontas em cerca de 15 minutos, por isso são indicadas para abrir o churrasco enquanto assam as carnes mais demoradas.

Frango

Escolha os pedaços de sua preferência e tempere-os com vinho branco seco, limão, pimenta do reino e sal a gosto. Monte a grelha a uma altura de 15cm a 20cm e asse de acordo com a sua preferência. Um assado mais lento pode demorar cerca de 40 minutos ou, se preferir um assado mais rápido para que a carne fique mais crocante, posicione mais próximo ao calor e asse por 20 minutos.

Sempre lembrar: melhor sal a menos, que ainda dá para corrigir.

Tempero Churrasco Ingredientes:

Alecrim, salsa, orégano, pimenta do reino, alho, sal e M.S.G. (monossódico glutamato).Mistura das especiarias mais indicadas para ressaltar todo o sabor dos churrascos, bifes e assados.

Sobre descongelamento: se a carne estiver congelada o ideal é deixar que descongele por 24 horas na geladeira para manter maciez e sabor da carne (evitar o descongelamento na temperatura ambiente, pois o choque térmico pode alterar as características da carne).

Churrasco de carne bovina (Picanha, Maminha, etc.) - prato suculento, muito saboroso e rústico, vai bem com um vinho tinto encorpado, jovem, frutado, com boa presença tânica como um Malbec argentino, um Shiraz australiano, um Côte-du-Rhône ou um bom Cabernet Sauvignon nacional.

Acompanhamentos para seu churrasco

Vinagrete

O vinagrete à brasileira é versátil nas mesas de churrasco: acompanha a carne, funciona como molho para a salada, combina com a linguiça bem assada e até serve como recheio do pãozinho francês.

Farofa

Aposte em uma farofa simples, com manteiga e cebola, por exemplo.

Saladas

Oferecer três tipos de salada é suficiente para um churrasco de médio porte. Não deixe faltar: um mix de folhas verdes; uma receita com carboidrato, como uma salada com batata, arroz ou massa; e uma terceira versão mais transada, combinando legumes crus ou cozidos, folhas, tomate, enfim, o que sua imaginação sugerir. Pode-se também organizar uma mesa bufê de saladas simples, tipo agrião, cenoura ralada, alfaces, rabanetes, etc. C/ molheiras e molhos diversos.

Pratos quentes

Dependendo do horário e do público alvo, principalmente se houver muitas crianças, é aconselhável incluir arroz, feijão, banana frita, e variações a seu gosto: arroz de carreteiro, pastelzinho, mandioca frita, polenta, até macarrão ao sugo. Tudo vai depender da estrutura que será colocada à disposição.

Para beber

A gélida cerveja ou para quem preferir, vinho tinto, sem preconceitos, um bom momento para popularizar a tão sagrada bebida. Refrigerantes diet ou não.

Carne de boi

Cortes

Dicas de Cozinha

Obs: O corte do boi fora do Brasil é diferente, disponibilizo do arquivo, com fotos detalhadas, nomes e cortes do boi em inglês caso haja interesse, entre em contato.

Picanha

Facilmente reconhecida pela manta de gordura que a cobre por inteiro, e que não deve ser tirada para assar. A parte de baixo é coberta por uma nervura prateada, em quase toda a sua extensão, e que deve ser retirada de a carne ir ao fogo.

A picanha pesa entre 1kg e 1,5kg, portanto se você encontrar picanhas maiores à venda saiba que na verdade há uma parte de coxão duro que não foi separada do corte sendo vendida junto.

Contrafilé

Também conhecido como filé curto ou lombo desossado; É macio, tem sabor acentuado e muito suco. Na parte de cima apresenta um subcorte, com muita gordura e sebo, que deve ser retirado. Deve ser servido mal passado, no máximo ao ponto.

Alcatra

Está localizado na parte traseira do boi, junto ao dorso. Evite corte finos, porque a carne resseca fácil. A parte de dentro, chamada coração da alcatra, é o melhor pedaço para churrasco.

Maminha

Também conhecida como ponta de alcatra. Aceita ser servida um pouco mal passada.

Filé Mignon

O mais nobre dos cortes, caracteriza-se pela maciez e sabor adocicado. Não é muito indicado para churrasco, mas pode funcionar quando preparado na grelha (sempre em pedaços grandes ou inteiro).

Pamplona

Especialidade uruguaia tradicionalmente preparada com o coração do filé mignon recheado por tempero verde. Hoje é feita também com lombo de porco e filé de frango.

Costela

Em duas versões, minga e ripa. A minga sai da parte de baixo da caixa torácica, formada por ossos mais finos e muitas cartilagens, é mais entremeada de gorduras e carnes. A ripa é aquela da parte de cima do boi, junto ao dorso. Tem ossos maiores e mais largos e a carne mais seca. As duas devem ir à brasa com o lado do osso virado para baixo. Só depois de bem assadas, devem ser viradas. Deve ser servida ao ponto.

Fraldinha

É a ponta com carne de costela minga. É muito saborosa, mas deve ser cortada grossa.

Granito

É a carne de peito e vem com osso e muita gordura. Deve ser assada com bastante calor e por muito tempo. Na hora de servir, deve ser retirada a gordura, em geral amarelada.

Chuleta

Parente do americano T Bone Steak e do entrecóte francês. É muito saborosa e entremeada de gorduras.

Carne de porco

Lombinho

É recomendável retirar o excesso de gordura antes de levá-lo ao fogo. Deve ser servido bem passado, mas não ressecado. Para cobrí-lo com queijo, na hora que estiver assado, abaixe-o bem para que se aproxime das brasas e fique estalando de tão quente, retire, pincele com azeite e polvilhe com o queijo, pressionando com as mãos. Devolva ao fogo para dourar.

Pernil

Pode ser cortado em grossas rodelas ou assado inteiro. Deve ser mantido numa marinada e levado ao fogo envolto em papel-aluminio para que asse por dentro. Depois o papel é retirado para que doure.

Costelinhas

Geralmente tem muita gordura e pouca carne, o que representa baixo rendimento. Deve ser servida acompanhada de farinha ou mandioca.

Carne de frango

Galeto

Com cerca de 800gr é abatido com um mês de vida, é levado inteiro ao espeto, apenas aberto ao meio. O galetinho tem apenas 500gr e 25 dias de vida e é conhecido na região italiana como al primo canto. Pode ser marinado em tempero.

Carne de cordeiro

Ovelha

Apesar de a carne ser, na maioria das vezes, de cordeiro jovem (e média cinco ou seis meses), castrado, é associada à carne de ovelha. Costela, carrê, paleta e pernil são os cortes preferidos. Costuma ser mantido em vinho d'alho, antes de assar. Exige paciência do assador, porque deve ser assada lentamente.

A carne no espeto obriga o churrasqueiro a cortá-la no sentido do espeto, o que muitas vezes não coincide com a técnica correta de corte (contra as fibras). Caso você não tenha uma grelha, aqueça bem o espeto antes de furar a carne, assim ela se tostará ao seu calor onde for penetrada, o que impedirá que os sucos se percam. Quando estiver pronta retire sempre a carne do espeto e coloque-a sobre uma tábua de madeira.

Uma entrada consagrada é a costelinha de porco. Prepará-la apenas com sal grosso é bom, mas vai aí uma dica para quem quiser ousar. Faça um molho com uma garrafa de vinho branco seco, uma garrafa de água, três colheres de sopa de mel, sal e pimenta-do-reino. Misture bem para dissolver o mel e deixe as costelas marinando por uma hora. Asse-as, regando com o molho em que ficaram marinadas.

O leitão é ótimo para churrasco, mas deve ser servido bem passado. Separe-o em peças para que os pedaços de diversas espessuras possam ser assados em tempos diferentes.

Calculando a quantidade de carne por pessoa

O cálculo é muito simples. Para cada pessoa que garante comer 1 kg de carne, existem outros que se satisfazem com apenas 250 g. Portanto calcule 400 g por pessoa (no caso de adultos), é a conta certa para nunca faltar.
Mas como toda regra tem exceções, vamos a elas. Quanto maior a variedade de carnes servida, maior deve ser a quantidade por tipo, para não haver o risco de faltar quando várias pessoas optarem por um corte.

Sendo mais prático, se você fizer, por exemplo, linguiça fresca, costela de porco e uma carne de boi, a conta por pessoa será a seguinte: 100 g de linguiça, 200 g de costela de porco (seria 100 g, mas, como metade é osso, calcule o dobro) e 200 g de picanha, por exemplo. Total: 400 g entre linguiça e outra carne.

Se você optar por uma quantidade maior, veja o que acontece. Entrada: linguiça fresca, asa de frango e costela de porco. Prato principal: picanha, maminha, fraldinha e costelas de cordeiro. Vamos às contas: 60 g de linguiça, 100 g de asa de frango (metade osso), 100 g de costela de porco (metade osso), 150 g de picanha, 100 g de maminha, 100 g de fraldinha e 200 g de costela de cordeiro (metade osso e perdas). Total: 710 g, considerando tudo, sem as perdas dos ossos.

Quanto maior a variedade de carnes servida, maior deve ser a quantidade por tipo, para não haver o risco de faltar quando várias pessoas optarem por um corte.

Forma correta de cortar a picanha

As fibras da picanha "correm" na diagonal , portanto a forma correta é cortar sempre perpendicularmente a elas, ou seja, na diagonal oposta, para assegurar a maciez e textura desejadas. Saiba também que a parte mais macia e saborosa da picanha é a pontinha, pois a face oposta da peça é aquela que se confunde com o início do coxão duro, que não é tão macio quanto a picanha.

Como cortar a carne

A carne deve ser cortada no sentido contrário às fibras. Basta manter a lâmina da faca em um ângulo de 90 graus (sentido transversal) com as fibras da carne. Com este procedimento garantimos que a faca faça o trabalho mais difícil (o de cortar as fibras) e o dente o trabalho mais fácil (apenas de separar as fibras). A título de esclarecimento, aquilo que chamamos de fibra da carne é na verdade um feixe ou fascículo de células musculares.

Espetos alternativos

Xixo

De origem árabe, onde recebe o nome de "shish kebab", tem como vantagem oferecer várias opções em um só espeto. Uma boa combinação é de carne de boi (alcatra, filé mignon ou contrafilé) lombinho de porco, salsichão ou linguiça calabresa, peito de frango, cebola, pimentões coloridos e tomate. Pode ser temperado apenas com sal grosso e um fio de azeite de oliva.

Javali

De origem européia, deve ser marinado antes de ser assado lentamente e servido ao ponto.

Cupim

É a corcova do boi. A carne é exageradamente entremeada de gordura, por isso, deve ser fervida no leite ou em água, em panela de pressão. Ao ser levada ao fogo, deve ser envolta em papel-aluminio para que amacie. Só então o papel é retirado para que fique dourada.

Cabrito

Apesar de ser uma tradição em Portugal e na Itália, no Brasil a carne apenas agora está conquistando apreciadores. Deve ser preparada com a mesma técnica da carne de ovelha, mas é bem mais magra do que ela.

Búfalo

Carne semelhante à carne bovina, mas com menos gordura (branca), 40% menos colesterol e menos calorias.

Congelados

O que não pode ir ao freezer

Maionese:Porque o óleo se separa dos demais ingredientes.

Gelatina Pronta:cristaliza

Batatas cozidas:Perdem sabor e têm a textura modificada

Ovos cozidos ou crus com casca:A casca se rompe e a gema fica granulada

Gema pura crua:Fica cheia de grânulos

Vegetais que serão usados crus:Perdem a textura original

Manjares e pudins a base de maisena:A água se separa e o sabor se modifica

E mais...

Carne salgada e defumada- Creme de leite- Curau- Doces caramelados- Leite fresco- Iogurte- Picles- Pudim de claras- Pudim de leite condensado- Queijos- Receita com Saladas cruas- Tomates.

Etapas do congelamento

1- Separe alimentos de boa qualidade e limpos

2- Faça os procedimentos necessários para cada tipo de alimento

3- Coloque em embalagens adequadas como potes plásticos, sacos plásticos próprios para alimentos, em quantidades pequenas, ideais para o consumo de uma refeição; fazendo bloquinhos de gelo do alimento e depois de endurecido envolver no PVC (plástico aderente, prendendo as pontas com o auxílio do durex), esta última opção é a minha preferida, pois economizo em embalagens, mantendo a qualidade

4- Identifique com uma etiqueta contendo data de fabricação e data de validade

5- Coloque no freezer na temperatura adequada, abaixo de 18º C

6- Só sobreponha as embalagens quando estiverem totalmente endurecidas

7- Conserve os alimentos congelados numa temperatura de –18ºC por até 3 meses

8- Nunca recongele os alimentos.

Embalar alimentos em sacos plásticos traz vantagens

Economiza recipientes, lugar no freezer e é super prático na hora de descongelar, basta rasgar o plástico e por o alimento na panela.

Para congelar caldos em geral (sopas, feijão) é só esperá-los esfriar, colocar o saco dentro de uma vasilha para fixar o formato, despejar o líquido, fechar com fita adesiva e levar ao freezer. Depois que congelar, tire o saco da vasilha. Pronto! Seus potes estarão livres para outras finalidades, e seu freezer, todo organizado com os pacotinhos de caldo enfileirados lado a lado.

Os tomates não podem ser congelados inteiros, apenas na forma de molho. Uma boa idéia é batê-los no liquidificador, com ou sem casca, cozinhar por cerca de 10 minutos e temperar com um pouco de sal e uma pitada de açúcar.

Escolha legumes ou verduras em bom estado, tire as folhas ou talos estragados, lave ou escalde e mantenha na geladeira até a hora de preparar. O tempo de duração no freezer varia de 8 a 12 meses. Faça o congelamento aberto, e depois guarde na embalagem definitiva.

Docinhos de festa

Você pode sim congelar qualquer docinho de festas. E o tempo de congelamento é mais ou menos o mesmo que outros alimentos, até 6 meses. E para descongelar, tire do freezer umas 8 horas antes de degustá-los em tempo de calor. Você pode congelar num pote plástico um em cima do outro colocado de uma maneira delicada, fechar com a tampa e colocar no freezer.

Realização do branqueamento

Leve ao fogo uma panela contendo água para cobrir aproximadamente 500g de vegetais. Quando a água estiver fervendo coloque no seu interior uma peneira contendo o vegetal já limpo. Evite cortar o vegetal em pedaços muito pequenos para que ele não perca muitasVitaminas. Quando a água recomeçar a ferver, contar o tempo prescrito para o branqueamento. Retire a peneira e mergulhe-a em uma bacia contendo água fria e pedras de gelo, para que o resfriamento ocorra rapidamente. Escorra os vegetais, seque-os o mais possível e embale extraindo o ar. Rotule.

Congele ao Natural

couve- mineira, milho em espiga, mandioca, pimentão, salsa, cebola.

É Preciso Escaldar

1 minuto: ervilha torta, espinafre,

mandioquinha, milho em espiga,

mostarda, nabo, pimentão, vagem

2 minutos: abóbora, abobrinha, almeirão,

alcachofra, batata doce, berinjela, beterraba

3 minutos: aipo, cenoura, couve-flor,

ervilha fresca, salsão

4 minutos: : cenoura,couve-de-bruxelas

Para escaldar:

Coloque mais ou menos 300 g de vegetais no cesto de arame e mergulhe numa panela com água fervendo. Quando a água começar a ferver de novo, tire o cesto e mergulhe imediamente em água gelada. Escorra, coloque num saco plástico, retire o ar e feche.

Para congelar o milho na espiga, retire as folhas e os cabelos, lave bem as espigas usando uma escova macia e faça o pré-cozimento em 3 a 4 minutos em água fervente, 6 minutos no vapor, ou 4 a 5 minutos no microondas, numa vasilha com água. Em seguida, faça o resfriamento, colocando o milho em água gelada pelo dobro do tempo que foi gasto no pré-cozimento. Seque com papel absorvente, coloque em saco plástico e congele. Para congelar somente os grãos, retire-os da espiga com uma faca afiada, faça o pré-cozimento por 3 minutos em água fervente, 3 a 5 minutos no vapor, ou 3 a 4 minutos no microondas, numa vasilha com água. Em seguida, faça o resfriamento da mesma maneira que para a espiga. Coloque os grãos numa bandeja ou vasilha aberta e deixe no congelador até que endureçam. Retire a bandeja do freezer, embale os grãos em sacos de plástico e leve novamente ao congelador.

Técnicas Básicas de Congelamento

Todo alimento a ser congelado deve ser fresco, limpo e de boa qualidade. O congelamento deve ser providenciado logo após a compra dos produtos. Os alimentos que serão congelados prontos devem ser levemente temperados e cozidos apenas pelo tempo mínimo necessário, pois o congelamento tende a acentuar os temperos e amaciar os alimentos. Depois de pronto, esfrie rapidamente os alimentos após o cozimento ou fervura é indispensável para a manutenção de suas propriedades. Os alimentos só devem ser retirados do freezer antes de sua utilização, podendo ser consumidos até 24 horas. O alimento não pode voltar ao freezer, exceto no caso de um produto cru que venha a ser transformado em prato pronto.

O congelamento é um eficiente sistema de conservação de alimentos e para que o freezer trabalhe perfeitamente, este deve operar, no mínimo, a -18º C.
O congelamento além de evitar que se desenvolvam micro-organismos, ele não altera as características dos alimentos,desde submetidos à boas condições de armazenamento, ou seja, de acordo com as técnicas recomendadas.

O congelamento tem muitos benefícios : em um dia é possível preparar o cardápio de toda a semana; a visita ao supermercado é menos frequente; os menus para festas, recepções e ocasiões especiais tem seu preparo antecipado; o consumo de gás cai porque maiores quantidades de alimentos são preparadas ao mesmo tempo; os alimentos podem ser adquiridos a preços mais baixos e o desperdício é eliminado porque os alimentos são congelados na quantidade certa para o consumo.

Mantendo a Qualidade dos Alimentos

Todos os alimentos, tanto as carnes como os vegetais, estão sujeitos a perder o sabor, a boa aparência e a consistência durante o congelamento ou até mesmo a se deteriorarem. As causas são as seguintes:
1) Elevação imprevista da temperatura interna do freezer;
2) Dano da embalagem ou embalagem inadequada;
3) Permanência do alimento no congelador além do limite.

Congelando Ervas

Uma boa maneira de conservar salsinha ou coentro: ponha-as, picadas em forminhas de gelo, junte água e leve ao congelador. Quando precisar utilizar essas ervas, pegue os cubinhos de gelo e junte-os ao prato que estiver fazendo.

Evite congelar quaisquer tipos de queijos, pois isso interfere no sabor e aroma. Se o congelamento for necessário prefira usá-los para fins culinários.

O congelamento não destrói os microrganismo dos alimentos. Ele apenas inibe o crescimento das bactérias e torna mais lento o trabalho das enzimas, retardando a deterioração. Assim, certos cuidados devem ser tomados para diminuir o risco. Como o congelamento não melhora a qualidade dos alimentos, uma boa medida é usar sempre alimentos frescos e em perfeitas condições. Depois de limpo e preparado, o alimento deve ser resfriado, embalado e congelado o mais depressa possível.

Como descongelar

Os alimentos devem ser descongelados sempre colocando o alimento no refrigerador (descongelamento lento) ou em forno de microondas ou em temperatura ambiente por, no máximo, quatro horas. O alimento deve estar sob embalagem adequada.

Tipos de descongelamento

O descongelamento na temperatura ambiente é o mais apropriado para tortas, bolos, doces e frutas.

O descongelamento no refrigerador é indicado para alimentos de descongelamento lento, como queijos e carnes cruas.
Já o descongelamento no forno ou fogão é usado para todos os pratos prontos.

Tempo de conservação de cada alimento no freezer

As Carnes

BOI

carne magra - 10 a 12 meses
carne gorda ou com osso - 4 a 6 meses
carne moída ou picada - 3 a 4 meses
miúdos - 2 a 3 meses
carne salgada ou defumada - 1 mês

PORCO

carne magra - 5 a 6 meses
carne gorda ou com osso - 2 a 3 meses
carne moída - 1 a 3 meses
presunto - 2 meses
toicinho - 1 mês

CORDEIRO E CABRITO

carne magra - 7 a 9 meses
carne gorda ou com osso - 4 a 5 meses
carne moída - 2 a 3 meses

VITELA

peças grandes, bifes e costelas - 6 a 9 meses
carne moída - 2 a 3 meses

CARNE COZIDA

de primeira, sem gordura - 3 a 4 meses
de primeira com gordura - 2 a 3 meses
de segunda, sem gordura - 1 a 2 meses
de segunda, com gordura - 1 mês

FRIOS

salsicha, linguiça, chouriço - 1 mês

As Aves

FRANGO, CAPÃO, GALO, PERU, GALINHA, CODORNA E PERDIZ

inteiro - meses
em pedaços - 9 meses
miúdos - 3 meses

PATO E GANSO

inteiro - 6 meses
em pedaços - 3 meses

AVE COZIDA EM PEDAÇOS

com molho ou caldo - 6 meses
sem molho - 1 mês

Os Peixes

PEIXES GORDOS (SARDINHA, TAÍNHA, ATUM, ETC.)

inteiros - 1 a 3 meses
filés ou postas - 3 a 4 meses

PEIXES MAGROS ( LINGUADO, PESCADA, BADEJO, ETC.)

inteiros - 4 a 6 meses
filés ou postas - 6 a 8 meses
peixes cozidos - 1 a 2 meses

Os Frutos do Mar

ostras - 2 meses
vôngole - 6 meses
mexilhão - 3 meses
vieira - 3 meses
siri e caranguejo - 3 meses
camarão - 6 meses
lagosta - 3 meses
lula - 3 meses
polvo - 6 meses

Massas

Pão doce - 3 meses
Pão caseiro - 2 meses
Outros pães - 4 meses
Bolo simples - 8 meses
Bolo decorado - 4 meses
Torta crua - 6 meses
Pizza disco - 4 meses
Pizza preparada (mussarela) - 3 meses
Pizza preparada (atum, camarão, linguiça) - 1 mês
Esfiha - 3 meses
Pastéis - 3 meses
Coxinhas - 3 meses
Croquetes - 3 meses
Quibes - 3 meses
Sanduíches - 1 mês

O tempo de armazenamento dos vegetais branqueados – 6 meses. Se forem armazenados em pratos feitos tem duração – 3 meses.
Laticínios: em termos genéricos, o mais aconselhável é comprar laticínios frescos conforme a necessidade e guardá-los na geladeira, devido ao elevado teor de gordura de quase todos os produtos de gênero.

Dicas de Cozinha

O filtro de papel para café também são ótimos para coar o óleo usado em frituras.

Para evitar que a maionese desande, use uma vasilha aquecida, junte as gemas, acrescente 1 colher (de chá) de mostarda e depois acrescente o óleo lentamente.

Se a maionese talhar:coloque uma clara numa vasilha e vá acrescentando a maionese, aos poucos, batendo sempre com um garfo ou batedor de ovos.

Para guardar a maionese: leve-a à geladeira coberta com papel alumínio ou papel plástico, ou ainda em vidro bem tampado. Ela pode durar, assim bem embalada, até três semanas.

Medir ou pesar corretamente ingredientes é a chave do sucesso de uma receita, os ingredientes secos só devem ser medidos depois de peneirados.

Ligue o forno sempre 15 ou 20 minutos antes de colocar qualquer coisa para assar. Só coloque algo no forno frio, se a receita assim pedir.

Se a comida salgou, não se alarme. Pingue algumas gotas de limão e deixe fervendo um pouco mais. Ou, ainda acrescente uma colherinha de açúcar e outra de vinagre.

Uma pitada de açúcar também ajuda a neutralizar o sal.

Queimou? Cubra a panela com um pano e coloque-a em um recipiente com água fria por 10 minutos. Depois mude o conteúdo de panela. A mudança de temperatura faz o gosto desaparecer.

Os copos empilhados se separam colocando água fria nos de cima e morna nos de baixo.

O açúcar empedrou? Coloque pedaços de bolachas salgadas ou frutas secas.

Quando você abre a porta de sua geladeira e sente um cheiro desagradável, a primeira idéia que vêm a cabeça é procurar algum alimento estragado. Mas, se você não encontra nada, a melhor maneira de resolver o problema é a seguinte: Faça uma solução de 1 litro de água morna e uma colher de chá de bicarbonato de sódio. Retire os alimentos da geladeira, deixe descongelar e passe a solução em todas as gavetas, prateleiras, inclusive no congelador. Depois lave bem na água limpa e deixe a porta de geladeira aberta por uma ou duas horas: o cheiro desaparecerá completamente. Nunca use desinfetante, pois eles podem modificar o sabor dos alimentos durante vários meses

Utilize sacos plásticos para guardar alhos, pois assim eles se conservam melhor.

As panquecas ficam mais leves, quando se acrescentam algumas colheres (de sopa) de cerveja à mistura.

Água quente:agrega-se uma colherinha de sal grosso na água fervente, isso a manterá quente por um espaço longo de tempo.

Para que o sal não fique úmido, coloque no saleiro alguns grãos de arroz.

Para que o café instantâneo não se umedeça, coloque o frasco de cabeça para baixo, bem fechado. Desta forma não entrará ar e o café ficará fresco.

Quando for utilizar creme de leite fervido, usar ima colher de fermento em pó para o creme de leite não talhar.

Para congelar, resfrie rapidamente o alimento, colocando a "kentinha" em água bem gelada. Tampe e anote a data e o nome do prato. Coloque em contato direto com as placas de extração de calor do seu freezer.

Cuidados com a garrafa térmica

Lave só com água, não use sabão ou qualquer produto químico.

Despeje água quente antes de colocar o café para que ele fique bem aquecido por 2 ou 3 horas.

Para não umedecer o sal, coloque um pouco de amido de milho.

Conversão de receitas

Várias receitas preparadas no forno ou fogão convencional podem ser adaptadas para cozimento no forno microondas com simples modificações ou reduzindo-se o tempo de preparo de 25% a 50% do tempo de cozimento no forno convencional. Quando a receita for dobrada, nao dobre o tempo, apenas aumente mais 50% e se necessário acrescente mais. Escolha em receituários de microondas a receita que mais se assemelha a que você irá preparar e adapte o tempo e a potência à sua receita. Reduza os líquidos quando preparar uma receita com ingredientes crus, pois haverá menos evaporação durante o cozimento. Tempere com menos sal e condimentos. Utilize o tamanho certo do recipiente para diferentes tipos de alimentos. Reduza também a quantia de óleo e gordura.

Limpador de forno

Você confiaria no sal e na canela? Não como um presente ao paladar, mas como um excelente restaurador do forno? Pois bem, o sal e a canela eliminam o cheiro de comida queimada. Borrife-os enquanto estiver quente. Quando seco, remova as manchas de sal com uma escova dura ou pano.

Significado de alguns termos empregados em receitas

Barrar

Revestir uma fôrma com caramelo. O mesmo que caramelar.

Branquear

Mergulhar carnes e legumes em água fervente, durante alguns minutos.
Decantar: passar um líquido de uma vasilha para outra a fim de o separar dos sedimentos.

Atar

Amarrar as carnes, aves, com um fio, para que conservem a forma durante o cozimento.

Diluir

Misturar água com alimento sólido, fazendo com que este se desmanche.

Destrinchar

Cortar a ave em pequenos pedaços, com uma tesoura grande.

Curtir

Deixar o alimento num determinado molho ou tempero.

Guarde o açúcar mascavo num vidro grande com algumas ameixas-pretas secas. Elas evitam que o açúcar endureça, e o açúcar adoça as ameixas.

O mel deve ser guardado no escuro pra que conserve melhor o seu sabor.

O fato de seus convidados estarem um pouco atrasados para o jantar não têm grande problema. Mas e o suflê que já está no forno? Sua aparência, é claro, não resistirá por muito tempo depois de pronto, Faça o seguinte: assim que estiver cozido, proteja-o com papel de alumínio e deixe no forno (que ainda estará quente), mas com a portinha aberta.

Para que as formas de gelo não grudem no piso do congelador, utilize uma folha de papel alumínio entre eles.

Para evitar que copos estalem, ou trinquem quando recebem líquidos muito quentes, coloque neles antes, uma colher de metal.

Para que o mel não grude na colher, molhe-a antes com água quente.

Utensílios de isopor. Para limpá-los, lave com água e bicarbonato, não use sabão.

Para que as tiras de bacon não enrolem na hora de fritar, deixe-as antes de molho em um pouco de água. Seque e só depois frite. Outra opção seria furar as tirar com um garfo e leve-as ao óleo ainda frio.

Descasque o alho com facilidade, levando-o ao microondas por 10 segundos num recipiente com um pouco de água.

Sua salada de alface pode ser preparada com antecedência e guardada na geladeira até a hora de servir, desde que você não tempere, e na hora de servir, coloque o sal, dessa forma ela não fica murcha, nem escura.

Açúcar

Para que o açúcar não empedre, guarde-o numa vasilha bem tampada, com um biscoito dentro.

Para evitar formigas, guarde seu açucareiro na geladeira e não se preocupe, pois se estiver em um pote bem fechado, o açúcar não sofre alterações de sabor.

As cascas do limão também não deixam que o açúcar forme pedrinhas, além de evitarem o ataque das formigas.

Para que o açúcar mascavo não empedre, guarde-o em um saca plástico, dentro da vasilha bem fechada ou na geladeira.

Uma fatia de pão fresco dentro do açúcar mascavo faz com que ele fique bem soltinho.

Unte sua forma de bolo com açúcar no lugar da farinha de trigo. Assim, ele fica mais inteirinho e saboroso.

Para que os pastéis fiquem sequinhos coloque na massa 1 colher (café) de vinagre.

A lixeira sobre a pia da cozinha pode até ser prática, mas é um foco de contaminação.

O ideal e manter o lixo no chão, longe do lugar onde você lava e cozinha alimentos.

Dentro da geladeira, nada pode ficar guardado sem proteção.
Frios e queijos, sobras de comida, tudo deve ser colocado em vasilhas com tampa.

Limpando Forno de Microondas

Nunca utilize produtos abrasivos, removedores ou detergentes comuns para limpar o microondas.

Limpe imediatamente qualquer liquido ou alimento derramado dentro do forno.

Internamente use somente um pano úmido com sabão ou detergente neutro.

Para limpeza do gabinete e porta, use pano com água e sabão neutro, em seguida limpe com um pano úmido e por fim pano seco.

O painel de controle deve ser limpo apenas com um pano seco.

O vidro da porta apenas com sabão neutro.

Remover odores

Junte 1 xícara (chá) de água e 2 fatias de limão em um recipiente que vá ao microondas.

Aqueça por 2 minutos na potência alta.

Quando o vapor assentar, limpe com um pano macio.

Solução Forte para Limpeza dos Azulejos e Pisos

Faça uma mistura de

½ xícara (chá) de vinagre branco,

1/4 de xícara (chá) de bicarbonato de sódio

½ de amônia em um litro de água.

Misturar bem e passar nos azulejos e pisos sujos ou encardidos.

Deixe agir por uns 10 minutos, depois lavar normalmente com água e sabão.

A melhor maneira de guardar o pó de café, é dentro da própria embalagem e na geladeira.

Quando você coloca em potes, o pó perde muito do sabor e a qualidade.

Na hora de escolher ovos, uma dica

Nunca utilize os que estiverem com rachaduras ou sujos. Nem guarde os ovos na embalagem que ele veio.

Arroz na panela de pressão

Isso mesmo, podemos facilitar nosso dia-a-dia, e fazer um delicioso arroz na panela de pressão.

Coloque os temperos que usa de costume em uma panela de pressão, frite o arroz e coloque água um dedos acima do arroz, essa é a medida. Tampe a panela de pressão e quando começar a fazer o barulhinho da pressão, conte até 10 e desligue o fogo, deixando a tampa fechada até sair a pressão sozinha.

Medidas

1/3 de xícara de chá pode ser substituída por 5 colheres das de sopa.

2/3 de xícara de chá pode ser substituída por 10 colheres das de sopa e 2 colheres das de chá.

3/4 de xícara de chá pode ser substituída por 12 colheres das de sopa.

Uma xícara de chá pode ser substituída por 16 colheres das de sopa.

Um cálice é igual a 3 colheres de sopa.

Um quilo pode ser substituído pode 3/4 de xícara de chá.

Uma colher de sopa pode ser substituída por três colheres de chá.

Um litro equivale a 1000 g ou 6 xícaras de chá ou até mesmo 4 copos de água.

Duas colheres das de sopa podem ser substituídas por 300 g ou 1/8 de xícara de chá.

1/4 de xícara de chá pode ser substituída por 4 colheres das de sopa e uma colher das de chá.

Preparando Doces

Para preparar chantily, use sempre creme de leite fresco (deve estar bem liquido) ou então o longa vida especial para chantily (não esqueça de verificar o prazo de validade).

Creme de leite em lata não vira chantily.

Para bater bem, o creme de leite deve estar gelado, Só tire da geladeira na hora de usar.

Para bater use batedeira elétrica ou então o liquidificador.

Bata o creme até que ele esteja cremoso e mantenha sua forma quando você levantar as pás da batedeira. Não bata demais, corre o risco de virar manteiga. Não bata de menos, pois fica sem consistência.

Acrescente açúcar quando terminar de bater.

Num dia muito quente, para manter a consistência do creme, dissolva 1 colher (chá) de gelatina em pó sem sabor em 1 colher (de sopa) de água e junte ao creme já batido. Mexa bem e terá uma boa consistência.

Para fritar sonhos ou bolinhos - também conhecido por bolinhos de chuva - veja como obter os melhores resultados:

Quanto mais gemas utilizar na massa, manos gordura vão absorver quando fritar. Se deixar a massa descansar por 1 a 5 minutos antes de fritar, vão absorver menos gordura. Vire frequentemente enquanto estiver fritando para evitar que rachem no óleo. Acrescente algumas fatias de batata crua ao óleo para evitar que os bolinhos fiquem queimados.

Ao colocar a fôrma sobre a assadeira com água, tome cuidado para que a água não transborde e acabe molhando o pudim. O ideal é usar uma fôrma com tampa.

A forma de pudim deve ser caramelada. Prepare o caramelo primeiro, queimando o açúcar e depois, molhando-o com um pouco de água, deixando em fogo brando até que derreta bem.

Só desenforme o pudim quando estiver frio. Para não quebrá-lo, mergulhe o fundo da forma em água quente, vire sobre o prato em que vai ser servido e bata de leve para soltar.

Caso a sobremesa tenha ficado muito doce, é só colocar uma pitada de sal. Outra solução é acrescentar uma colher de vinagre.

No preparo do arroz-doce misture o açúcar, o leite e os demais ingredientes somente após o cozimento do arroz. Isso evitará que ele fique duro.

Desenforme o pudim cobrindo a forma com um pano úmido. Assim o vapor não sai e fica mais fácil tirá-lo.

Desenformar gelatinas ou mousses é muito fácil: mergulhe em água quente e vire sobre o prato. Bolos e pudins só desenformam quando frios.

Quando você precisar descascar grandes quantidades de maçãs para fazer doces, experimente deixá-las durante alguns minutos em água fervente. as cascas se soltarão com maior facilidade.

Quando a receita indicar creme de leite batido, primeiro bata e depois meça a quantidade. E se a receita pedir creme de leite azedo, é só pingar algumas gotas de limão ou vinagre que o creme azeda.

Para que as maçãs não se desmanchem quando você assá-las no forno, experimente furar com um garfo em toda a sua volta: isto evita que elas percam a forma natural.

Se você não acerta bem o ponto de uma calda e ela acaba se açucarando, experimente colocar, quase na hora de retirá-la do fogo, meia colherinha de manteiga. Assim, você poderá ficar sossegada que a calda não açucara.

Para evitar que o doce de leite talhe, adicione um pouquinho de manteiga sem sal e bata bastante até ligar novamente.

Para evitar que o doce de coco açucare, basta juntar uma colher (de sopa) de
manteiga na hora do preparo.

Se o doce em que você vai usar o coco leva calda de açúcar, aproveite para fazê-la com água do próprio fruto, pois fica mais saborosa.

Espere sempre a gelatina esfriar a ponto de começar a endurecer, antes de acrescentar claras ou creme de leite batido.

Curiosidade

Como surgiu o doce de Brigadeiro

Foi na eleição que disputou com Dutra, logo após a deposição de Getúlio, em 45, que o Brigadeiro ''que é bonito e é solteiro'' (seu bordão de campanha), apareceu pela primeira vez. A eleição acabou sendo ganha pelo candidato do PSD e PTB, Eurico Gaspar Dutra. Eduardo Gomes fora um dos tenentes de 30 e um dos heróis do episódio dos ''18 do forte''.

Era o candidato da União Democrática Nacional, UDN. As eleitoras faziam docinhos e trocavam por donativos de campanha. Uns afirmam que foi uma senhora de Minas que teria feito os primeiros docinhos e oferecido ao candidato ''os docinhos preferidos do brigadeiro''. Depois o nome teria sido simplificado.

Frutas

Com exceção da banana e da pêra d'água, todas as frutas podem ser congeladas inteiras ou cortadas, em forma de purê ou suco, devendo-se descascar e retirar os caroços imediatamente antes do congelamento, que apresenta 3 variantes

1)Ao natural

2)Com açúcar o passe a fruta em açúcar ou bata no liquidificador com açúcar

3)Em calda - ferver água e açúcar em quantidades iguais, deixar esfriar e cobrir as frutas até que fiquem totalmente imersas na calda; para frutas com tendência a escurecer pela oxidação, preparar a calda com ácido ascórbico na seguinte proporção: 1 xícara de água/1 xícara de açúcar/ 1/2 colher (chá) de ácido ascórbico (Vitamina C concentrada). Em ambos os casos, deixar margem de expansão ao embalar.

As carnes, bem como aves e peixes, devem ser limpos; e partes não comestíveis (como a gordura excedente) devem ser retiradas.Não lave a carne.Esses alimentos devem ser colocados em quantidades que serão consumidas na embalagem de PVC.

Melhor peso: 200 a 500 g. Caso seja necessário retire mais porções. A carne deverá ser pesada à temperatura ambiente.

Estação de frutas, legumes e verduras

Estação/Mês jan fev mar abr mai jun jul ago set out nov dez
Abacate   Dicas de Cozinha Dicas de Cozinha Dicas de Cozinha Dicas de Cozinha Dicas de Cozinha            
Abacaxi Dicas de Cozinha                 Dicas de Cozinha Dicas de Cozinha Dicas de Cozinha
Abóbora Comum       Dicas de Cozinha Dicas de Cozinha Dicas de Cozinha Dicas de Cozinha Dicas de Cozinha Dicas de Cozinha      
Abobrinha   Dicas de Cozinha Dicas de Cozinha             Dicas de Cozinha    
Agrião             Dicas de Cozinha Dicas de Cozinha Dicas de Cozinha Dicas de Cozinha    
Aipim       Dicas de Cozinha Dicas de Cozinha Dicas de Cozinha Dicas de Cozinha Dicas de Cozinha        
Alface     Dicas de Cozinha         Dicas de Cozinha   Dicas de Cozinha Dicas de Cozinha Dicas de Cozinha
Banana Nanica Dicas de Cozinha           Dicas de Cozinha Dicas de Cozinha Dicas de Cozinha Dicas de Cozinha Dicas de Cozinha  
Banana Prata Dicas de Cozinha   Dicas de Cozinha Dicas de Cozinha Dicas de Cozinha         Dicas de Cozinha Dicas de Cozinha  
Batata Dicas de Cozinha                 Dicas de Cozinha Dicas de Cozinha Dicas de Cozinha
Batata Doce         Dicas de Cozinha Dicas de Cozinha Dicas de Cozinha Dicas de Cozinha        
Beringela Dicas de Cozinha   Dicas de Cozinha Dicas de Cozinha       Dicas de Cozinha        
Beterraba               Dicas de Cozinha Dicas de Cozinha Dicas de Cozinha Dicas de Cozinha  
Brócolis             Dicas de Cozinha Dicas de Cozinha Dicas de Cozinha Dicas de Cozinha Dicas de Cozinha  
Caqui     Dicas de Cozinha Dicas de Cozinha Dicas de Cozinha              
Cebola             Dicas de Cozinha Dicas de Cozinha Dicas de Cozinha Dicas de Cozinha Dicas de Cozinha Dicas de Cozinha
Cebolinha     Dicas de Cozinha Dicas de Cozinha Dicas de Cozinha     Dicas de Cozinha        
Cenoura         Dicas de Cozinha Dicas de Cozinha Dicas de Cozinha Dicas de Cozinha Dicas de Cozinha Dicas de Cozinha    
Chicória       Dicas de Cozinha Dicas de Cozinha   Dicas de Cozinha Dicas de Cozinha Dicas de Cozinha      
Chuchu     Dicas de Cozinha Dicas de Cozinha       Dicas de Cozinha Dicas de Cozinha Dicas de Cozinha    
Coco Seco     Dicas de Cozinha Dicas de Cozinha Dicas de Cozinha Dicas de Cozinha Dicas de Cozinha   Dicas de Cozinha      
Couve Comum             Dicas de Cozinha Dicas de Cozinha Dicas de Cozinha     Dicas de Cozinha
Couve-Flor           Dicas de Cozinha Dicas de Cozinha Dicas de Cozinha Dicas de Cozinha Dicas de Cozinha    
Espinafre         Dicas de Cozinha Dicas de Cozinha Dicas de Cozinha Dicas de Cozinha Dicas de Cozinha Dicas de Cozinha Dicas de Cozinha  
Figo Dicas de Cozinha Dicas de Cozinha Dicas de Cozinha Dicas de Cozinha               Dicas de Cozinha
Goiaba Dicas de Cozinha Dicas de Cozinha Dicas de Cozinha                  
Inhame     Dicas de Cozinha Dicas de Cozinha Dicas de Cozinha Dicas de Cozinha Dicas de Cozinha Dicas de Cozinha Dicas de Cozinha      
Laranja Lima         Dicas de Cozinha Dicas de Cozinha Dicas de Cozinha Dicas de Cozinha        
Laranja Pêra Dicas de Cozinha Dicas de Cozinha Dicas de Cozinha Dicas de Cozinha                
Laranja Seleta         Dicas de Cozinha Dicas de Cozinha Dicas de Cozinha Dicas de Cozinha        
Limão Taiti Dicas de Cozinha Dicas de Cozinha Dicas de Cozinha Dicas de Cozinha Dicas de Cozinha Dicas de Cozinha Dicas de Cozinha          
Maçã Nacional   Dicas de Cozinha Dicas de Cozinha Dicas de Cozinha Dicas de Cozinha Dicas de Cozinha            
Mamão Dicas de Cozinha     Dicas de Cozinha Dicas de Cozinha       Dicas de Cozinha Dicas de Cozinha    
Mamão Hawai Dicas de Cozinha               Dicas de Cozinha Dicas de Cozinha Dicas de Cozinha Dicas de Cozinha
Manga Dicas de Cozinha                   Dicas de Cozinha Dicas de Cozinha
Maracujá Dicas de Cozinha     Dicas de Cozinha Dicas de Cozinha Dicas de Cozinha Dicas de Cozinha         Dicas de Cozinha
Melancia Dicas de Cozinha                   Dicas de Cozinha Dicas de Cozinha
Melão Dicas de Cozinha                 Dicas de Cozinha Dicas de Cozinha Dicas de Cozinha
Milho Verde Dicas de Cozinha Dicas de Cozinha Dicas de Cozinha Dicas de Cozinha Dicas de Cozinha           Dicas de Cozinha Dicas de Cozinha
Morango           Dicas de Cozinha Dicas de Cozinha Dicas de Cozinha Dicas de Cozinha Dicas de Cozinha    
Pepino Dicas de Cozinha Dicas de Cozinha Dicas de Cozinha Dicas de Cozinha     Dicas de Cozinha       Dicas de Cozinha Dicas de Cozinha
Pêssego Dicas de Cozinha                 Dicas de Cozinha Dicas de Cozinha Dicas de Cozinha
Pêra Estrangeira   Dicas de Cozinha Dicas de Cozinha Dicas de Cozinha Dicas de Cozinha              
Pimentão   Dicas de Cozinha Dicas de Cozinha Dicas de Cozinha     Dicas de Cozinha Dicas de Cozinha Dicas de Cozinha Dicas de Cozinha    
Quiabo Dicas de Cozinha Dicas de Cozinha Dicas de Cozinha Dicas de Cozinha Dicas de Cozinha              
Rabanete     Dicas de Cozinha Dicas de Cozinha Dicas de Cozinha Dicas de Cozinha Dicas de Cozinha Dicas de Cozinha Dicas de Cozinha Dicas de Cozinha Dicas de Cozinha Dicas de Cozinha
Repolho     Dicas de Cozinha Dicas de Cozinha Dicas de Cozinha Dicas de Cozinha Dicas de Cozinha Dicas de Cozinha Dicas de Cozinha Dicas de Cozinha Dicas de Cozinha Dicas de Cozinha
Rúcula     Dicas de Cozinha Dicas de Cozinha     Dicas de Cozinha Dicas de Cozinha Dicas de Cozinha Dicas de Cozinha    
Salsão Dicas de Cozinha           Dicas de Cozinha Dicas de Cozinha Dicas de Cozinha Dicas de Cozinha Dicas de Cozinha Dicas de Cozinha
Tangerina Cravo     Dicas de Cozinha Dicas de Cozinha Dicas de Cozinha Dicas de Cozinha Dicas de Cozinha          
Tangerina Murcote             Dicas de Cozinha Dicas de Cozinha Dicas de Cozinha Dicas de Cozinha Dicas de Cozinha  
Tangerina Polcam       Dicas de Cozinha Dicas de Cozinha Dicas de Cozinha Dicas de Cozinha Dicas de Cozinha        
Tomate Dicas de Cozinha   Dicas de Cozinha   Dicas de Cozinha Dicas de Cozinha Dicas de Cozinha   Dicas de Cozinha Dicas de Cozinha Dicas de Cozinha  
Uva Itália Dicas de Cozinha Dicas de Cozinha Dicas de Cozinha Dicas de Cozinha               Dicas de Cozinha
Uva Niágara Dicas de Cozinha Dicas de Cozinha Dicas de Cozinha                 Dicas de Cozinha
Vagem Dicas de Cozinha     Dicas de Cozinha Dicas de Cozinha       Dicas de Cozinha Dicas de Cozinha Dicas de Cozinha Dicas de Cozinha

Frutas

Se o caule de um melão estiver preso ou o fruto danificado junto ao caule, é que ele foi colhido cedo demais. Se o melão estiver maduro, a cicatriz do caule estará lisa.

Os pêssegos amadurecem depressa se você colocá-los numa caixa coberta com jornal.

Para cortar frutas frescas (banana, abacate, maçã, etc.) passar limão sobre as partes cortadas para não escureceram.

Dica para deixar as uvas passas macias: coloque-as numa peneira e dê um banho de vapor.

Quanto tempo dura um suco de laranja sem perder suas propriedades?
Entre três e quatro horas depois ele pode perder no máximo 6%. E de um dia pro outro, em torno de 30%.

Classificação da Vitamina C, depois da acerola vem o caju, a manga, a goiaba. A laranja está em quinto lugar, conforme os números abaixo:

Concentração de Vitamina C
Acerola - 1.500 mg
Caju - 200 mg
Manga - 84 mg
Goiaba - 67 mg
Laranja - 40 mg

Limão

O suco é estimulante do apetite, diurético, combate a febre, combate o reumatismo, combate a falta da Vitamina C, anti-séptico, adstringente, curam feridas e combate o vômito.

Outras dicas sobre Limão

- Alivia a sensação de boca seca, coloque gotas de limão sobre a língua ou tome alguns goles de suco diluído sem açúcar para estimular o fluxo de saliva;

- Para obter o máximo do suco, coloque o limão em água morna por alguns minutos antes de espremer;

- A casca do limão contém limoneno, um óleo que pode irritar a pele de pessoas sensíveis. Portanto, estas pessoas devem evitar o consumo da chamada limonada suíça, que é feita com o limão inteiro batido no liquidificador;

- Ao manipular o limão, não se exponha ao sol;
-Safra:janeiro a julho.

Para que o creme de limão não talhe, no momento em que for preparado para ser levado ao fogo, junte as gemas ao caldo de limão e não limão sobre as gemas.

Limões mergulhados na água fervente por 5 minutos darão, se cortados em seguida muito mais suco.

Lançar algumas gotas de limão sobre frutas secas antes de passá-las na máquina ou no liquidificador, evita que fiquem grudando.

Salpicar uma colherada de suco de limão sobre a água em que se cozinha o repolho, evita o cheiro forte. É também bom para o peixe frito.

Limão nos coquetéis de frutas ou nas vitaminas, evitam que fiquem enjoativas.

Os limões ficarão com mais caldo se colocá-los inteiros num vidro com água no refrigerador durante algumas hora.

Para cortar frutas frescas (banana, abacate, maçã, etc.) passar limão sobre as partes cortadas para não escureceram.

Use uma casca de limão no triturador de lixo, para renovar o ar.

Utilize limão e vinagre com sal para limpar metais.

Use casca de limão para tirar o cheiro de ovo, das mãos.

Se você precisar apenas algumas gotas de limão, perfure uma ponta dele com um garfo, e esprema o quanto desejar. Devolva o limão à geladeira e ele continuará fresco.

Informações sobre as frutas

ABACATE

Energético e calórico, ideal para quem quer aumentar a disposição física e mental mas não tem problemas de excesso de peso.

ABACAXI

Repõe os minerais perdidos no suor e é ótima fonte de Vitamina C. Ajuda a aumentar a imunidade e a hidratar o corpo.

AMEIXA

É uma das melhores frutas para estimular o intestino. Também melhora o aspecto dos cabelos e da pele e garante a saúde dos olhos.

BANANA

Indicada para quem tem desgaste físico ou problemas musculares, porque ajuda a evitar cãibras. Proporciona disposição e saciedade.

LARANJA

Concentrado de Vitamina C, previne contra gripes e resfriados e promove a eliminação de toxinas.

LIMÃO

Digestivo, refrescante, bactericida e fonte de antioxidantes, que ajudam a prevenir o envelhecimento.

MAÇÃ

Regula o intestino e fortalece cabelos e unhas.

MELANCIA

É diurética, auxiliando a eliminar as toxinas do corpo. Estimula o apetite.

MELÃO

Serve como digestivo e energético.

MORANGO

Repõe os minerais perdidos no suor. Contém Vitamina C e analgésicos naturais, reforçando o sistema imunológico.

PÊSSEGO

Especialmente indicado para gestantes e pessoas que têm enjôos com frequência. Fonte de antioxidantes.

UVA

Estimula a circulação e acelera o metabolismo, facilitando o emagrecimento.

Água de côco só faz bem

- A água de coco não tem contra-indicações para pessoas saudáveis. Ela hidrata o corpo e fornece apenas 19 calorias por 100 mililitros.

- É rica em sais minerais, principalmente sódio e potássio, e pode até substituir os isotônicos após os exercícios.

- Alguns estudiosos afirmam que a água de coco pode ser levemente calmante, oxidante, mineralizante, diurética, antifebril, antiinflamatória, antiartrítica, anti-helmíntica (combate os vermes intestinais), anti-risêmica (combate as rugas) e estimulante do apetite.

- Para a beleza da pele, indica-se tomar a água de coco regularmente e adotar um regime alimentar natural e saudável.

Todos os frutos avermelhados, cor de laranja e amarelos possuem carotenóides, principalmente betacaroteno e licopeno. Eles podem reforçar a nossa defesa imunológica, evitando que a pessoa chegue a ter ou desenvolver um câncer ou outra doença degenerativa.

Laticínios

Sobras de queijo podem ser reaproveitadas. Rale e guarde para usar em sopas e molhos.

Não desista dos queijos que ficaram duros. Recupere-os colocando de molho no leite.

Use sempre um pouco de azeite quando for derreter manteiga ou margarina, para não queimar.

Para conhecer manteiga de qualidade, coloque um pouco dentro de uma concha e leve ao fogo. Se for boa, vai queimar e escurecer rapidamente.

Para conservar por mais tempo os queijos de consistência dura (provolone), guarde-os em um pano embebido de vinagre, ou vinho branco.

Aqueça a faca para facilitar na hora de cortar o queijo.

Evite que o queijo endureça, passando manteiga na parte cortada.

Para tirar o gosto de queimado do leite, passe- para outro recipiente com um pouco de água e uma pitada de sal.

Para o leite não grudar na panela, passar a leiteira na água fria e não enxugar na hora de ferver.

Para obter leite coalhado, misturar 2 colheres de suco de limão a 1 copo de leite fresco (previamente fervido). Pode-se fazer o mesmo com o creme de leite. Juntando 1 colherinha para uma xícara de creme de leite, obtêm-se creme azedo necessário em várias receitas.

Iogurte é o melhor meio de ligar os ingredientes usados para fazer bolos e bolinhos de carne.

Para cortar o queijo em fatias bem finas, que não se desfaçam à toa, molhe antes a faca em água morna.

Quando o queijo endurecer, tornando-se quebradiço ao ser cortado, experimente embrulhá-lo em um pano embebido em vinho branco, durante um certo tempo. O queijo voltará a ser macio, como quando fresco.

Para uma coalhada caseira, leve o leite ao fogo baixo e, quando estiver morno, pingue algumas gotas de limão. Espera talhar e, então guarde na geladeira para ficar consistente.

Mergulhe no leite uma agulha presa a uma linha. Ao retirá-la, conserve-a por algum tempo na posição vertical. Se a agulha ficar completamente limpa, é porque o leite não é puro: leite bom sempre deixa resíduos fixados na agulha.

Se você tiver a necessidade de guardar o leite de um dia para o outro, e não puder colocá-lo na geladeira, faça o seguinte para que ele não talhe: para cada litro de leite adicione 2,5 gramas de bicarbonato de sódio.

Para evitar que o leite escorra para fora da panela, unte a sua borda com manteiga ou com margarina.

Para prevenir que embolore, guarde o queijo num recipiente bem fechado, com alguns cubos de açúcar.

Para impedir que o queijo endureça, passe manteiga na parte dele que foi cortada.

O requeijão em pacotes vai ficar fresco por mais tempo se guardar a caixa de papelão de cabeça para baixo,no refrigerador.

Passe um pouco de óleo no ralador de queijo antes de começar a ralar, e o queijo se soltará facilmente.

Use um descascador de batatas para cortar o queijo em tiras, para saladas e outras guarnições.

Legumes

Para que a cenoura não fique mole e seca, retire o talo antes de guardar.

Ferva e descasque os pimentões antes de usá-los em molhos ensopados. A casca "pesa" no estômago em razão do tipo de fibra que possui.

Outra dica para as cenouras murchas é colocá-las dentro de uma vasilha com água que elas voltarão ao normal.

Ao cozinhar cenouras cortadas em rodelas ou palitos use o mínimo de água possível e adicione uma colher (chá) de açúcar. Assim sua cor e sabor ficarão acentuados.

Legumes brancos como o palmito e aspargos, são conservados claros acrescentando limão à água em que serão cozidos.

Escolhendo legume

Berinjela

Deve apresentar cor viva brilhante e uniforme.

Beterraba

Prefira as de tamanho reduzido, lisas e sem machas, pois são mais apetitosas.

Para conservar legumes fora da geladeira, numa emergência, experimente guardá-los em local fresco, embrulhados em papel molhado. Os resultados são excelentes.

As cenouras novas devem ser limpas apenas com uma escovinha, pois, além de ser mais fácil de descascar, elas conservam asVitaminase os sais minerais.

Quando você for cozinhar ervilhas, abóbora, chuchu ou couve-flor, adicione à água uma pitada de açúcar; eles ficarão mais gostosos. O açúcar serve ainda para tirar o excesso de acidez dos molhos de tomate.

Para que a couve-flor não escureça, junte ao cozinhar uma colher de leite e não tampe a panela.

Para que o couve-flor não exale cheiro quando da fervura, coloque na panela uma fatia de pão.

O repolho e a couve-flor perdem o cheiro desagradável se você juntar uma fatia de pão ao cozimento.

Para que os quiabos não deixem a baba antes de serem cortados esprema suco de limão, revolva-os bem, deixe por 20 minutos e corte.

Berinjela

Este fruto apresenta um sabor marcante, sendo uma ótima fonte de fibras que evitam que o mau colesterol seja absorvido pelo organismo e é, de uma modo geral,de fácil digestão.Preparada com ou sem casca, pode ser cozida,refogada, assada, frita , como conserva , entre outras formas. Pode ser servida como salada ou prato quente. Na hora da compra, é importante verificar se esta firme e se a casca está íntegra e brilhante.Frutos murchos e batidos não devem ser consumidos. Na hora do preparo deve-se prestar atenção com relação á presença de bichinhos que são da mesma cor da polpa.

Cuidado ao fritar, pois ela absorve muita gordura. O óleo não muito quente, deve ser de boa qualidade.Como absorve bastante água, é necessário que seja cozida somente quando esta estiver fervendo e , depois disto , coloque-a num escorredor.

Em 100 gramas de berinjela crua e com casca, há 19 calorias, 1 grama de proteína,3,9 gramas de carboidratos, nada de gordura.Com relação aos minerais: ferro 0,4mg;fósforo 29 mg; cálcio 17 mg;Vitaminas:5 microgramas de retinol, 60 microgramas de tiamina, 45 microgramas de B12, 1,2 mg de Vitamina C.

Por ser um vegetal, não apresenta colesterol.

Legumes - Vitaminas - safra

Abóbora:

Vitaminas:A e b5 , Cálcio e Fósforo.Safra:janeiro a agosto.

Abobrinha:

fósforo, cálcio, ferro e celulose. Vitamina A.Safra:outubro a maio.

Alcachofra:

ferro e taninoSafra:outubro a dezembro.

Batata:

rica em carboidratos: Tem sais minerais,VitaminasC e B, na casca.Safra:janeiro a junho.

Batata-doce:

VitaminasA e do Complexo B, Cálcio, Ferro e Fósforo.Safra:janeiro a julho.

Berinjela:

VitaminaB5 e sais minerais. Cem gramas tem 27 calorias.Safra:janeiro a maio.

Beterraba:

Açúcar, ferro eVitaminasA, C e do complexo B .Safra:agosto a fevereiro.

Brócolis:

VitaminaA nas flores, Cálcio e Fósforo nas folhas.Safra:junho a outubro.

Cebola:

Fósforo, Ferro, Cálcio, eVitaminasB e C.Safra:setembro a março.

Cenoura:

VitaminasA e do Complexo B, Fósforo, Cloro, Potássio, Cálcio e Sódio.Safra:julho a janeiro.

Chuchu:

VitaminaB cálcio e fósforo.Safra:março a junho e outubro.

Couve-flor:

Cálcio, Fósforo e Ferro e Vitamina A.Safra:julho a setembro.

Ervilha:

Sais minerais eVitaminasA, B e C.Safra:junho a agosto.

Erva-doce:

Celulose, Cálcio, Fósforo eVitaminasdo Complexo B.Safra:julho a outubro.

Jiló:

Cálcio, Fósforo e Ferro,VitaminasB5 e C.Safra:janeiro a maio.

Mandioca:

Vitaminasdo Complexo B, Cálcio, Fósforo e Ferro.Safra:janeiro a julho.

Mandioquinha:

Vitaminasdo Complexo B, Cálcio e Fósforo.Safra:janeiro a setembro.

Milho-verde:

VitaminaB1 e Fósforo.

Nabo:

Alcalino, Tem celulose e Cálcio. Calorias em 100g: 21.Safra:julho a outubro e janeiro.

Pimentão:

VitaminasC, A e sais minerais.Safra:janeiro a maio.

Quiabo:

VitaminasA e C ( se perde no cozimento), Cálcio, Fósforo, Ferro e Cobre.Safra:janeiro a maio.

Tomate:

VitaminasA, B e C, Fósforo, Ferro, Potássio e Magnésio.Safra:maio a julho.

Vagem:

Sais minerais,VitaminasA e B.Safra:março a maio e outubro a janeiro

A água usada para cozinhar legumes e verduras é rica emVitaminase sais minerais dissolvidos e pode ser aproveitada no preparo de sopas e caldos.

Quando for fazer pepino e para que ele não fique amargo, corte um pedaço da parte do cabo, e esfregue a parte cortada uma na outra, até sair o leite. Lave e esfregue.

As beterrabas cozinharão mais rapidamente, se você acrescentar uma pitada de açúcar à água. O sabor não se modifica e você economiza tempo.

Couve-Flor

Para mantê-las branca, adicione um pouco de leite a água do cozimento.

Baba do Quiabo:

Para eliminar a baba do quiabo, lave-o ainda inteiro, seque-o e coloque-o numa tigela com um pouco de suco de limão, deixando repousar durante 15 minutos. Depois lave ligeiramente, corte e cozinhe.

O grupo dos legumes:

Lentilhas, feijão, grão de bico, ervilhas, são fontes riquíssimas em ferro.

O grupo das frutas e vegetais fontes de Vitamina A:

Os vegetais e frutas de cor amarelo-laranja como cenoura, abóbora, banana, caqui, melão, etc., e aqueles de folhas verde escuras como espinafre, brócolis, almeirão, couve, etc., além de sais minerais e fibras são riquíssimas fontes de Vitamina A.

O grupo das frutas e vegetais fontes de Vitamina C. A lista compreende: tomates, pimentões, couve-flor, limão, laranja, tangerina, abacaxi, morangos, kiwi, amoras, etc., que são sempre mais eficazes se consumidos cru.

Ovos

Omelete no ponto, nem mole e nem duro demais, se consegue assim: só junte o sal quando já estiver fritando. Senão os ovos amolecem.

Para fazer omeletes mais leves e fofas, adicione uma pitada de maizena antes de bater.

A casca dos ovos frescos é opaca e áspera. A dos ovos velhos é brilhante e lisa.

As claras dos ovos podem ser guardadas na geladeira por até dez dias, desde que em recipientes hermeticamente fechados.

As gemas dos ovos podem ser guardadas na geladeira por até três dias. Para isso cubra-as com água ou óleo.

Outra dica para ovos rachados é cozinhá-los com um pouco de vinagre na água e as claras não sairão pelas rachaduras.

Coloque água na frigideira onde vai fritar ovo, tampe-a para não salpicar e o ovo não desmanchará.

Nunca junte as gemas batidas diretamente sobre o leite. Despeje algumas colheradas do leite morno às gemas, mexa bem, junte mais leite. Só então misture tudo.

Juntar ovos ou gemas a caldos líquidos ferventes sem provocar "desastre" é fácil: basta bater bem o ovo ou gema, juntar uma colherada do caldo quente, misturar bem e só então despejar no caldo restante. Ou então simplesmente esperar esfriar o caldo e misturar os ovos.

Bater claras até que espumem, significa: bater ligeiramente.

Bater em neve, significa: bater as claras sem açúcar até que fiquem firmes. Pare de bater na hora em que, levantando as pás da batedeira, as claras mantiverem sua forma..

Bater em ponto de suspiro, é bater as claras em neve e acrescentar açúcar aos poucos até que este se dissolva e, ao levantar as pás da batedeira, se formem picos firmes.

Para deixar a clara mais volumosa e firme, adicione uma pitada de sal na hora de bater.

Bater claras para suspiros é simples: antes de começar, junte às claras uma pitada de bicarbonato de sódio. Elas ficarão altas e firmes. Para bater claras em neve, um truque: só junte o açúcar quando elas começarem a ficar firmes. Mas coloque o açúcar aos poucos, batendo sempre em cada adição.

O chiclete grudou no cabelo? É só passar clara de ovo que ele sai.

Para descascar os ovos com maior facilidade, cozinhe-os em água com sal.

Para verificar se os ovos estão bem fresquinhos, mergulhe-os na seguinte solução: 3 colheres de sal para 1 litro de água. Os que estiverem novos vão para o fundo. Os que já tiverem alguns dias ficarão boiando, e os que estão velhos virão à tona.

Quando você for cortar ovos cozidos duros, mergulhe e faca em água, depois de cada cortada, assim evita-se que a geme quebre.

Para obter uma omelete bonita junte o sal depois que os ovos estiverem bem crescidos. Se o sal for adicionado antes de bater os ovos, a omelete não estufa e se desmancha com facilidade.

Uma omelete para ficar realmente apetitosa, precisa ter aquela aparência linda, lisinha. Quando ela gruda na frigideira perde todo o gosto, dá até vontade de jogar fora. Dá próxima vez em que você for preparar uma omelete lembre-se deste truque: esfregue um pouco de sal (com papel macio) no fundo da frigideira. Depois, retire o excesso e leve a frigideira ao fogo. Isto evitará que a omelete se quebre ou grude no fundo.

Para os ovos com casca rachada, para cozinhá-los, envolva-os em papel alumínio que evitará que o conteúdo escape. Deve-se ferver um minuto a mais.

Claras batidas em neve

Depois de tirar os ovos da geladeira, deixe-os voltar à temperatura ambiente antes de bater as claras. Nunca bata as claras em recipientes de alumínio [pois elas tendem a ficar escuras. Para que elas cresçam mais, acrescente uma pitada de açúcar ou três gotas de limão.

Guarde os ovos em suas caixas mesmo, e não na prateleira para ovos da geladeira, e eles vão durar mais tempo.

Compre ovos marrom numa semana e brancos na outra. Assim, você não ficará imaginando quais eram os mais frescos.

Ovos quebrados ou rachados: se coloca em uma xícara ou um pequeno vasilhame e cubra com água e guarde na geladeira, até o momento de usá-lo.

Ovos Cozidos

Os ovos ficarão duros mais depressa se colocados em água fria com uma pitada de sal antes de irem ao fogo.

Os ovos dão maciez à panqueca.

Descascando Ovos de Codorna

Quando descascar ovos de codorna, faça-os sempre dentro de uma bacia com água fria, para saírem inteiros.

Pães

Para o pão caseiro ter consistência úmida, é necessário acrescentar à massa uma batata cozida amassada. Desse modo, a massa do pão não ficará seca.

Para conservar os sanduíches sempre frescos, convém embrulhar cada um em papel de seda. Depois embrulhe todos num pano úmido e passe, à volta deste, um papel grosso.

O recheio de um sanduíche deve ser um pouco mais temperado do que se tivesse que ser comido puro. Caso contrário o sanduíche fica sem sabor.

Para fazer com que seus sanduíches fiquem mais gostosos, passe sobre cada fatia de pão uma leva camada de mostarda.

Se os sanduíches devem ser enrolados, corte as fatias e envolva-as num pano úmido, deixando ficar algumas horas no refrigerador. Isso amacia o pão e facilita o enrolamento.

Um bom sanduíche pode ser feito com as sobras existentes na geladeira. Misture os ingredientes e crie novos sanduíches.

Para o crescimento do pão:

Antes de levar ao forno, aperte o pão suavemente e note que ele volta imediatamente ao lugar.
Enquanto o pão cresce, coloque uma bolinha de massa dentro de 1 copo de água. Quando a bolinha subir é sinal que o pão está pronto para ir ao forno.

Receitas de pão sempre mencionam "quando a massa dobrar de tamanho...". É fácil saber o ponto: com o dedo indicador, espete a massa até o fundo. Se a depressão continuar depois de 1 ou 2 minutos, a massa já cresceu o suficiente.

Aproveite as cascas retiradas do pão de forma, torrando-as com sal, orégano e azeite. Sirva como aperitivo.

Os sanduíches para festas e reuniões devem ser feitos com o pão sem as cascas. Quando servido quente, não precisa retirar a casca.

Aproveite o pão velho para fazer farinha de rosca. Quando estiverem bem duros, rale-os e guarde em recipiente tampado. É ótimo para fazer empanados.

O pão amanhecido fica crocante novamente se umedecido em água ou leite e colocado alguns minutos no forno quente.

Quando estiver preparando um alimento com fermento para pão, não carregue no sal, pois este atrasa o processo de crescimento.

O pão que estiver endurecido ficará mole se você o colocar por um instante de molho em leite ou água, levando depois ao forno.

Quando você for buscar aquele pão quentinho na padaria, não feche o saco com o pão quente. Deixe-o levemente aberto e provavelmente você não terá um pão amassado e com aparência amarfanhada.

Como conservar o pão fresquinho por mais tempo? Lave uma batata com casca, enxugue bem e coloque junto do pão no cesto ou lata em que ele ficará guardado.

Peixes

Para reconhecer o peixe fresco mergulhe-o numa tigela com água fresca. Se ele flutua, está estragado.

Escamar um peixe é tarefa simples. Mergulhe-o, rapidamente, em água fervente. Raspe as escamas utilizando o lado cego de uma faca, partindo da cauda em direção à cabeça. Faça isso dos dois lados.

Peixe se descongela na geladeira, lentamente. Mas se estiver com pressa, coloque-o em água fria.

Bacalhau deve ficar de molho de 24 a 48 horas. Haddock exige um molho de 6 a 8 horas. Em ambos os casos, a água deve ser trocada constantemente. Se continuarem salgados, cozinhe-os no leite.

Deixando o Bacalhau de Molho
Quando colocar o bacalhau de molho, tenha o cuidado de por a pele sempre para baixo. Assim ele não se desfaz ao ser preparado. Falando em bacalhau, uma boa providência é coloca-lo de molho em água durante 24 h. É como fazem os portugueses.

Para que o camarão não fique encharcado, frite-os sem casca.

Os camarões ficam mais crocante se você deixá-los de molho por 30 minutos na água com uma pitada de bicarbonato de sódio antes de fritar.

Aproveite a cabeça e a casca do camarão. Torre-as no forno, bata no liquidificador, peneire e guarde em um pote. Acrescente pitadas desse preparado em qualquer prato e dê a ele um gostoso sabor.

Espremendo limão sobre os peixes que serão cozidos eles ficarão mais firmes e mais brancos.

Descongele o peixe no leite. Ele realça o sabor e retira o gosto de congelado. Se for fresco, deixe-o de molho por alguns minutos no leite antes de temperar.

Antes de descamá-lo esfregue-o no vinagre ou na farinha de milho. As escamas sairão com mais facilidade.

Para deixar a carne do peixe fresca e macia, congele a peça inteira em embalagens de leite cheias de água.

Para temperar, use manteiga preparada com salsinha picada e sal.

Retire o excesso de sal do bacalhau colocando-o de molho na água misturada com 1 xícara (café) de fubá.

Tire o excesso de sal das anchovas, passando-as no leite.

Tire o excesso de sal do bacalhau dando uma fervida com uma colher (chá) de farinha de trigo.

Para retirar as escamas dos peixes com facilidade, coloque-os em água quente por alguns minutos.

Para que a pele de peixe cozido não se desmanche, basta esfregar um pouco de limão, antes de levá-lo ao fogo.

Quando você for usar peixe, camarão ou outros frutos do mar em pratos frios, deixe que eles esfriem na própria água em que foram cozidos. Assim, conserva-se melhor o sabor.

Para que a carne do peixe endureça sem desmanchar na fritura, passe o peixe em sal grosso, antes de levá-lo ao fogo.

Ferva, dentro da panela que você usou para cozinhar peixe, algumas folhas de chá usadas. O cheiro desaparecerá completamente.

Para que o peixe frito fique bem dourado, salpique um pouco de sal no óleo da fritura.

Para eliminar o cheiro do peixe do recipiente, lave com água, esfregando uma esponja embebida em álcool.

O peixe cozido vai ficar mais firme e branco se você acrescentar um pouquinho de limão no líquido onde for cozido.

Se você gosta de peixe a milanesa bem torradinho, experimente este pequeno truque para fritá-lo: passe os pedaços primeiramente em leite salgado e em seguida na farinha de rosca. Depois frite como sempre, em óleo bem quente. As casquinhas ficarão crocantes.

Dica para comprar peixe fresco inteiro: peça para retirar as vísceras e leve limpo pra casa.
Isso conserva o peixe por mais tempo.

Para comprar peixes congelados, olhe primeiro a temperatura do freezer.
Ela deve estar entre 15 e 16 graus negativos para garantir a boa conservação.

Cozinhando Polvo
Não é difícil cozinhar polvo. Há um segredo para que ele não fique duro. Depois de bem limpo, coloque-o numa panela, com todos os temperos, menos o sal. Deixe-o cozinhar até estofar. Corte-os em pedacinhos e só então salgue. A água do preparo pode ser usada com sucesso, no preparo de risotos e sopas de peixe.

Tirando o Cheiro de Maresia
Toda vez que for fazer camarão, lave-o, escorra-o e, antes do preparo de qualquer molho ou prato, passe-o rapidamente em alho e óleo. Não precisa ser frito, apenas passado no óleo e no alho, É assim que se tira qualquer gosto de maresia.

Cozinhando Peixe sem Cheiro : Se você não gosta do cheiro de peixe cozinhando, basta colocar um colher (sopa) de leite fresco na panela.

Massas

Para uma excelente macarronada junte gengibre ralado ao parmesão.

Coloque uma colher (sopa) de vinagre na água do macarrão e ele não grudará.

Para evitar que o macarrão fique grudado, use 5 quartilhos de água fervendo para meio quilo de macarrão.

Depois de pronto, passe o espaguete sob água quente, nunca fria, para evitar que fique grudento.

Panqueca

Muita gente se queixa de não conseguir fazer panquecas. É simples, mas tem alguns truques:

A frigideira deve ser de fundo antiaderente, pequena e rasa. Deve ser untada – uma vez só – com margarina ou manteiga.

Para untar a frigideira pode-se usar um pincel de cozinha.

Queijos & Acompanhamentos

Acerte na escolha do queijo e seus acompanhamentos para não errar na festa:

Se você vai servir queijos aos seus convidados, e não sabe a quantidade que cada um come, calcule em média 250 gramas à 300 gramas, por pessoa, essa quantidade inclui todos os tipos de queijo juntos.

Use no máximo 8 tipos de queijos. Prefira Gouda, Brie, Camembert, Emmenthal, Tilsit, Gorgonzola, Port Salut e Chévre.

Na hora da degustação, comece pelos mais suaves até os de sabores mais intensos. Por ordem de intensidade de sabores, são: Gouda, Itálico, Brie, Camembert, Saint Paulin, Emmenthal, Tilsit, Gruyère, Reino, Cheddar, Gorgonzola, Port Salut, Recino e Chévre.

Maçã vermelha é ótima parceira para o queijo Brie, Já a maçã verde, ressalta o sabor do Camembert. As uvas dedo-de-dama combinam com todos os queijos. A pêra faz um ótimo contraponto com o Gorgonzola. E o salsão e a água são perfeitos para limpar o paladar entre um queijo e outro.

Evite provolone e o Parmesão, porque elas possuem sabores muito fortes que se sobrepõem aos demais.

Faça bandeirolas com palito para identificar os queijos na tábua.

Para acompanhar, use pães variados sem tempero. Prefira ciabatta, baguete italiano e francês.

Os vinhos tintos são os mais adequados para servir com a tábua porque resistem a todas as intensidades de sabor dos queijos.
Salame, copa e presunto Parma são perfeitos para dar um toque mais picante.

Confira as melhores bebidas para acompanhar queijos de vários tipos

Brie

Origem:noroeste da França

Características:é encontrado em diversas variedades, todas feitas com leite de vaca. Seu teor de gordura está em torno de 50%. A casca de mofo fino e branco tem manchas e linhas avermelhadas. É um queijo leve, de interior mole e textura uniforme e cremosa. Não é prensado nem cozido. As unidades produzidas em fazendas demoram de 4 a 10 semanas para maturar; já as produzidas em fábricas levam 3 semanas. Sua pungência é suave e persistente.

Vinhos:Chardonnay encorpado, vinho de sobremesa, vinho do Porto.

Camembert

Origem:Normandia (Pays d'Auge)

Características:elaborado com leite de vaca, é mole, de massa amarelo-esbranquiçado, não é cozido e nem prensado. Sua casca é coberta de mofo branco e perfurada por manchas vermelhas. Tem aroma puro e herbáceo, com travo de cogumelos. Os melhores Camembert são produzidos com leite de sem tratamento. É cremoso, de sabor complexo, com toques de capim fresco. Leve, contém cerca de 50% de gordura e demora de 1 a 2 meses para maturar.

Vinhos:tintos mais frutados, como os bordeaux de St-Émilion ou St.-Estèphe, Chianti jovem ou cidra, bebida típica da Normandia.

Cantal

Origem:Auvergne (França)

Características:massa compacta, semidura, não é cozida e é prensada 2 vezes. Há 3 versões: fermier, coopérative e industriel. Quando jovem é bem suave e, já amadurecido, traz sabor intenso. Feito com leite de vaca não-pasteurizado, tem formato de tambor e pesa cerca de 45 kg. É seco e enfarinhado, além de escurecer com o tempo. Leva de 3 a 6 meses para maturar. Com cerca de 45% de gordura, o cantal com affinage* (maturação) de 6 meses tem casca natural, amarelo escura, manchas vermelhas e tons de laranja.

Affinage:o queijo passa por uma sala fria, úmida e escura; é virado e esfregado 2 vezes por semana por pelo menos 30 dias após a fabricação.

Vinhos:tintos da região (Côtes d'Auvergne), Beaujolais Moulin à Vent, ou Rioja.

Cheddar

Origem:sudoeste da Inglaterra

Características:conhecido como "queijo de ratoeira", é elaborado em diversos lugares do mundo. Por isso, alguns são suaves e elásticos, quase um queijo sem gosto. O tradicional é duro, prensado, tem formato de tambor, com cerca de 28 kg e é amarrado com uma bandagem para garantir casca boa e dura, de cor marrom acinzentada. Seu interior é amarelo-ouro, que escurece de acordo com o envelhecimento do queijo. O sabor começa suave, com toque de nozes, geralmente com leve travo de sal. Sofre maturação de 6 a 18 meses. Quando envelhece, o sabor de nozes fica mais forte e ganha uma picante acidez. Feito de leite de vaca, contém cerca de 48% de gordura.

Vinhos:Chianti italiano ou Zinfandel californiano.

Danish blue

Origem:Dinamarca

Características:conhecido também por Danblu, este queijo tradicional do país foi criado em 1927 como uma alternativa ao roquefort. Semiduro e prensado, contém de 50% a 60% de gordura e demora de 7 a 8 semanas para amadurecer. O queijo produzido em fábricas é feito com leite pasteurizado, que foi homogeneizado para assegurar a massa cremosa e de sabor leve. Sua coloração é branca, com veios azuis e buracos distribuídos irregularmente. O sabor é picante e salgado.

Bebida:o acompanhamento tradicional é um destilado, o schnapps.

Emmental

Origem:Suíça

Características:possui massa dura e sua cor varia de marfim a amarelo claro. Com buracos do tamanho de cerejas, o emmental é cozido e prensado. Sua casca é dura e seca e a coloração vai do ocre ao marrom claro. Os fazendeiros o produzem desde 1293 nos Alpes, com leite não-pasteurizado (cerca de 1,2 litros para fazer um queijo). Atualmente, é elaborado também com leite pasteurizado. Tem casca lisa, de cor amarelo pálido, escovada e oleada. O sabor é forte e frutado, com um final de madeira. Contém 45% de gordura e leva de 4 a 12 meses para maturar.

Vinhos:brancos frutados da Suíça ou tintos leves (os franceses Givry, Rully, Mercurey ou o italiano Barbera).

Fontina

Origem:noroeste da Itália (Val d'Aosta, na fronteira com a França)

Características:No verão, são feitos em chalés dos pastos alpinos e, no inverno, na leiteria mais abaixo no vale. Sua casca é cremosa, marrom, fina e oleosa. O interior é liso e amanteigado, bem cremoso quando jovem. Ao longo de seu amadurecimento (de, no mínimo, 4 meses) vai-se tornando escuro e mais seco, e desenvolve um aroma de fruta e terra e um sabor suave de nozes e frutas. Feito com leite de vaca não pasteurizado, é semiduro, cozido, prensado e contém 45% de gordura.

Vinhos:italianos frutados, Barbaresco, Recioto della Valpolicella.

Gorgonzola

Origem:norte da Itália

Características:feito de leite de gado —- que tem como característica as longas viagens de ida e volta ao pasto alpino. O nome remete à cidade que, entre outras, produzia este tipo de queijo. É feito em tambores e seu peso varia de 6 a 13 kg. Tem uma casca grossa, áspera e cinza avermelhada, com algumas manchas. A massa é de cor branca a amarelo pálido, com um boa cobertura de veios azul-esverdeados. A textura é levemente cremosa, mais úmida que o stilton e mais amanteigada que o roquefort. Tem sabor picante e apimentado, e bolor de madeira e cogumelos. O aroma é mais forte do que o sabor, com um travo alcoólico oriundo da casca lavada. Contém 48% de gordura e demora de 3 a 6 meses para maturar.

Vinhos:tintos leves e frutados, Reciotto della Valpolicella.

Gouda

Origem:Holanda

Características: feito com leite de vaca, é encontrado em diversos tamanhos e idades. Semiduro, cozido e prensado, tem uma casca amarela fina e uma camada de cera de parafina. Os mais jovens contêm uma massa firme amarelo pálido, com buracos irregulares. Os produzidos em fábrica são suaves e elásticos, com um aroma de queijo amanteigado, quase processado. Conforme matura (o que demora de 1 mês a 2 anos) , a casca engrossa e a massa fica escura e dura, especialmente nas bordas. Os queijos maturados produzidos em fazendas têm cheiro apimentado, com travo frutado e final doce. Os com mais de 2 anos ganham sabor de doce de manteiga. Tem 48% de gordura.

Vinho:Shiraz encorpado.

Como servir queijo

Não se deve servir os queijos em cubinhos. Queijos pequenos, como camembert e brie, são servidos com o corte "insinuado", isto é, com o primeiro corte feito e a fatia próxima da fôrma. Evite cortar queijos diferentes com a mesma faca.

Mozarela, queijo prato e queijo de minas não são elegantes para festas que são de tábuas de queijo e vinhos, Queijos fortes como provolone e parmesão inibem o sabor dos vinhos.

Você sabia que a textura do queijo é resultado do teor de umidade? Quanto mais seco for o queijo, mais duro. E o tempo de preservação das características do queijo é inverso ao teor de umidade. Queijos mais úmidos são mais macios, porém duram menos.

Os queijos não devem ficar na geladeira até a hora de servir. Eles devem ser servidos à temperatura ambiente. Em dias quentes, porém, a exposição tem de ser menor.

Quanto mais duro for o queijo, mais tânico pode ser o vinho. As uvas são suficientemente robustas para não perder a estrutura.

Curiosidades

Houve uma época em que os queijos eram servidos no lugar da sobremesa nos países europeus. Até hoje, os queijos costumam ser servidos para finalizar a refeição (antes ou depois da sobremesa) em países como França, Grã-Bretanha e Itália.
(Conteúdo extraído da revista Água na Boca)

Como conservar queijos

Preste atenção na temperatura e verifique sempre se o queijo mantém suas características durante o armazenamento. Os queijos de massa dura devem ser envolvidos individualmente em filme plástico ou papel-alumínio (neste caso, faça alguns furos com um garfo para que o queijo possa respirar) para que não ressequem. Os queijos de massa macia (brie e camembert) devem ser mantidos no próprio papel da embalagem, que já é especial para sua conservação, e guardados na geladeira (assim como os frescos e fundidos). Os que apresentam mofo interno (os azuis) devem ser envolvidos em papel-alumínio. Para conservar queijos duros por pouco tempo, deixe-os em uma queijeira (com base de madeira e tampa de vidro), que não feche hermeticamente, permitindo que os queijos respirem.Quanto mais cremoso o queijo, mais acidez o vinho deve conter.

Temperos

Dica de tempero para quem não gosta de muito alho.

Passe pelo liquidificador ou moedor de carne 3 kg de cebola, 10 folhas de louro, 500 gramas de alho, 4 colheres (sopa) de orégano e 2 maços de cheiro verde. Depois de tudo moído, junte meio quilo de sal, tampe e deixe descansar. No dia seguinte, junte mais meio quilo de sal, tampe de novo e deixe por mais 24 horas. Repita a operação até completar 3 kg de sal. Guarde em vidros bem fechados. Dura vários meses e serve para carnes, legumes, o que quiser.

Saiba que o alecrim é um ótimo tempero, principalmente para carnes em geral. No bacalhau ao forno é indispensável.

Suavize o tempero mergulhando alguns talos de salsinha amarrados no cozido ou na sopa e leve de volta ao fogo. A salsinha tira o gosto do alho.

Antes de fazer tempero em grande quantidade, deixe os dentes de alho em água filtrada. Eles ficam fáceis de descascar e não deixam os dedos ardidos.

O alho confere diversos sabores aos pratos, dependendo de como você os carta. Quando esmagado ou amassado, o aroma é mais ativo. Para que fique mais suave, use-o inteiro em pedaços grandes.

Salsinha se conserva por mais tempo se for picada e guardada em um saco plástico.

Outra maneira de conservar a salsa fresca, lave, deixe secar e corte bem fininho. Depois guarde a salsa num vidro coberta de óleo.

Coloque 3 ou 4 folhas de louro dentro da lata de farinha de trigo, Isto evitará a formação de fungos.

As folhas de camomila bem picadinhas na salada dão um sabor especial e ainda abrem o apetite.

Para preservar o sabor da salsa, congele em sacos plásticos.

Utilize folhas de louro no recipiente da farinha de trigo, para não criar fungos.

A canela, a camomila, a erva-doce devem ser guardadas em sacos de papel e conservadas em recipientes de vidro.

Se você misturar um pouco de azeite de oliva à pimenta -malagueta, seu sabor ficará muito mais acentuado. O vinagre, ao contrário, vai tirar um pouco do seu gosto, deixando-a mais suave.

Folhas de loro: além de aromáticas são excelentes conservantes; coloca-se 3 folhas de loro em frascos onde se guardam cereais, como farinha e fécula de milho. que permanecerá inalteráveis por muito tempo.

Um, saleiro que deixa cair sal demais pode ser consertado tampando-se alguns dos furos com esmalte incolor.

Como a maioria das receitas inclui sal e pimenta, tenha sempre à mão um saleiro grande com uma mistura dos dois. Uma boa combinação é 3/4 de sal e 1/4 de pimenta.

Nunca deixe especiarias muito perto do fogão: elas perderão o sabor e a cor.

Melhore o sabor de uma lata de molho de tomate colocando-a numa garrafa de vidro e acrescente cebolinha verde e aipo picado. Depois de algum tempo, ficará com um sabor excelente.

Se uma receita exige ervas frescas e você só tem os temperos secos, use um terço da quantidade de ervas secas como substituto. A secagem concentra o sabor.

Melhore o tempero "blue cheese"com meio ovo cozido picado e 1 colher de chá de vinho branco seco para meia xícara do tempero.

Alcaparra

Suavize o forte sabor das alcaparras, deixando-as de molho em vinho branco, assim que forem retiradas do vidro em conserva.

Alecrim

Serve para temperar carnes em geral, mas fica ótima em carne de porco.

Misture em uma tigela um pouco de alecrim fresco, pimenta-do-reino branca moída, meia colher de sal grosso e azeite.

Deixe na geladeira por meia hora, assim o tempero entra mais na carne.

Zimbro

Para deixar steaks ou pedaços de carne de cordeiro saborosos, faça uma pasta de zimbro (Juniperus communis) e vinho tinto. Espalhe sobre as carnes antes de cozinhar

As bagas secas de zimbro (inteiras ou moídas) são usadas no preparo de patês e de marinados, em conservas, no chucrute e em pratos feitos com batatas. Mas, são as carnes de caça as maiores beneficiadas com a adição do zimbro, perdendo o sabor forte, muitas vezes rejeitado. As bagas frescas são mais indicadas para fazer conservas que acompanham carnes frias.

Tomates

Se você precisar fazer uma receita que leva catchup e, de repente, verificar que o catchup acabou, veja como você pode quebrar o galho: misture 1 xícara de polpa de tomate com 2 colheres (de sopa) de vinagre, 3 colheres (de sopa) de açúcar mascavo e uma pitada de canela e de cravo em pó. Misture bem.

Para tirar a acidez do molho de tomate, acrescente uma colherinha de açúcar.

Coloque o extrato de tomate em um prato, cubra-o com óleo ou azeite, evitando assim que mofe.

Uma maneira gostosa de aproveitar o restinho de catchup que ficou no vidro: acrescente 1 colher (de sopa) de vinagre, 2 colheres (de sopa) de óleo e orégano a gosto; feche o vidro e agite bem; terá um delicioso tempero para a sua salada.

Refogar, quer dizer cozinhar os alimentos em pouco óleo e no liquido que se forma durante o cozimento. É o caso dos tomates, quase sempre usados num bom refogado. Eles soltam liquido. Cozinha-se mexendo até que se forme um molho grosso.

Tomate sem pele se consegue mergulhando o legume rapidamente em água fervente (para não cozinhar) e depois em água gelada. Ou então espete o tomate na ponta de um garfo e gire-o sobre a chama o fogão para chamuscar (este truque também serve para tirar a pele de pimentões).

Se o tomate estiver mole, deixe-o de molho na água fria ou gelada por 15 minutos. Ele ficará mais rijo e mais fácil de ser cortado.

Para você acabar com a acidez que tantas vezes surge no molho de tomate, basta acrescentar algumas gotas de calda de caramelo (desmanche o açúcar em fogo brando e junte um pouquinho de leite). Ou, se está habituada a fazer um concentrado de tomate e guardar na geladeira por toda a semana, lembre-se de colocar uma colher de chá de açúcar depois do sal e da cebola. Isso é fundamental para que a massa não fermente.

Verduras

Verduras - vitaminas - safra

Alface

Contém boas quantidades devitaminaA, B5 e C, além de sais minerais.Safravai de maio a novembro.

Acelga

VitaminaA, C e B5 e fibras.Safra:junho a outubro.

Agrião

VitaminaA, C e vitaminas do complexo B.Sais minerais:iodo, enxofre, fósforo e ferro.Safra: janeiro e fevereiro, agosto e setembro

Catalonha

Cálcio, Fósforo e Ferro,vitaminasA, C e do complexo B.Safra:agosto a janeiro.

Couve

Sais minerais.VitaminhasA e do Complexo B. Calorias em 100g: 27.Safra:agosto a fevereiro.

Escarola

VitaminasA, B2 e B5, Cálcio e Ferro.Safra:agosto a setembro e janeiro. Espinafre: sais minerais, vitaminas A e vitaminas do Complexo B, presentes também nos talos. Safra: julho a novembro e janeiro.

Mostarda

VitaminasA e do complexo B, Cálcio Fósforo e Ferro.Safra:julho a novembro, janeiro e fevereiro.

Repolho

VitaminasA e C.Saframarço a maio e outubro a janeiro.

Se você quer evitar que o talo do brócolis fique tão cozido quanto a flor, faça um corte em "X" na base.

Agrião picado e pedacinhos de bacon frito acentuam o sabor de qualquer caldo.

Não se deve usar bicarbonato de sódio na hora de cozinhar verduras. Ele elimina parte das vitaminas e altera o sabor. Substitua-o por uma pitada de açúcar.

Poucos sabem que as folhas externas do alface têm mais vitaminas que as novinhas que ficam no seu interior. Por isto, aproveite essas folhas mais escuras e durinhas, fazendo uma salada que leve outros ingredientes. Corte essas folhas em tiras bem fininhas e misture com outras verduras.

Para cortar o gosto um tanto amargo da chicória, antes de temperar a salada misture uma colher bem cheia de pão esmigalhado (ou ralado).

Para conservar verduras e legumes fora da geladeira, numa emergência, experimente guardá-los em local fresco, embrulhados em papel molhado. Os resultados são excelentes.

Escolhendo verduras

Brócolis

Os melhores têm cabeça compacta.

Espinafre

As folhas devem ter tamanhos regulares, a cor verde bem escura, sem manchas.

Repolho:os de amanho reduzido e de cor clara são mais tenros.

Evite o uso de bicarbonato, durante o cozimento, para manter a cor verde das verduras, porque isto ocasiona a destruição das vitaminas do vegetal. Para conservar, basta cozinhar o alimento em panela destampada e acrescentar uma pitadinha de açúcar à água.

Para conservar verduras fora da geladeira, numa emergência, experimente guardá-los em local fresco, embrulhados em papel molhado. Os resultados são excelentes.

Para conseguir uma salada bem temperada, dissolva o sal no vinagre ou no limão e derrame esta mistura sobre ela, antes de acrescentar o azeite.

Rabanetes que já não estão muito frescos ficarão melhores, se você os colocar de molho em água fria, pelo menos meia hora antes de serem utilizados.

As folhas de alface não murcham tão rapidamente se você forrar o compartimento de verduras da geladeira, com uma toalha.

Não jogue fora as folhas de aipo. Lave bem, seque e use em sopas, molhos e saladas.

Para reavivar as folhas murchas de saladas, mergulhe-as por 1 minuto em água quente e depois em água gelada com um pouco de vinagre.

Alcachofra

As alcachofras podem ficar cinzentas quando cozidas em panelas de alumínio ou de ferro, o melhor é prepará-las em panela de vidro. O talo flexível indica que a alcachofra está fresca e boa para o consumo, ao contrário do talo quebradiço ou muito duro.

Para abrir a cabeça da alface americana, deixar de molho em água morna com uma colher de sopa de vinagre, por mais ou menos 15 minutos, e abrir pelos fundos.

Para fazer a desinfecção de verduras é necessário utilizar 200ml de vinagre para 1 litro de água ou 1 colher de sopa de água sanitária para 1 litro de água por um período de 15 minutos para que a desinfecção seja efetiva. É necessário fazer novo enxágue após a desinfecção.
Colaboração: Karen Dykstra - Nutricionista.

Para evitar que a salada fique encharcada, coloque um pires invertido no fundo da saladeira. O excesso de liquido concentra-se abaixo do pires.

Para evitar odoro do brócolis, basta colocar uma fatia de pão na água do cozimento. Depois de cozido retire o pão. O mesmo poderá ser feito com o repolho.

Vinhos

Se você precisar de vinho branco e não tiver à mão, substitua por vermute seco: dá certo na maioria das receitas. Para substituir o vinho branco doce, use vermute doce.

Veja este truque para servir vinho tinto e deixá-lo muito mais saboroso. Abra a garrafa mais ou menos duas horas antes de servi-lo.

Para destampar garrafas de vinho e champagne, esquente ligeiramente o bico com a chama de uma vela. Outra opção é dar várias voltas no gargalo com um fio grosso e girar para frente e para traz com força. Isto produzirá calor e dilatará o gargalo.

Vinho doce, já aberto, pode ser tampado e guardado na geladeira, mas no máximo, por uma semana.

Procure sempre deixar a garrafa deitada de modo que o vinho entre em contato com a rolha, isto fará com que a mesma não resseque e encolha evitando que o vinho evapore.

Para carnes, aves ou peixes, faça o molho como de costume e coloque um pouco de vinho - preferência tintos para as carnes e aves; brancos para aves e peixes.

Dê um novo sabor ao arroz, acrescentando um pouco de vinho á água onde ele cozido.

Ao retirar um bolo ou pão-de-ló do forno, molhe com um pouco de vinho.

Combinações

Cabernet Sauvignon

Um acompanhamento perfeito para carnes vermelhas, carnes de caça, bacalhau, massas com molhos fortes e queijos temperados.

Chardonnay

Deve ser servido gelado (7° C), acompanhando frutos do mar, massas, queijos leves, peixes, aves e outras carnes brancas.

Riesling

Perfeito para ser servido bem gelado e com lagostas, camarões, peixes, massas com frutos do mar, queijos leves e carnes brancas. Vinho leve, perfeito para acompanhar sobremesas.

Garrafas

Evite passar o vinho para uma garrafa de cristal ou de outro material. As pessoas preferem que ele seja servido na garrafa original, para poderem identificar o vinho que estão tomando.

Vinho tinto

As garrafas devem ser abertas com três horas de antecedência para “respirar”. Aproveite a ocasião para verificar se o o vinho está ok, checando o seu bouquet (aroma), cor e paladar. Assim você evitará surpresas de última hora. Como você sabe, os tintos dispensam refrigeração.

Ambiente ideal

O vinho não gosta nenhum pouco de variações climáticas ou espaciais. Ele prefere “ser esquecido” em locais escuros e frescos.

Churrasco de carne bovina (Picanha, Maminha, etc.) - prato suculento, muito saboroso e rústico, vai bem com um vinho tinto encorpado, jovem, frutado, com boa presença tânica como um Malbec argentino, um Shiraz australiano, um Côte-du-Rhône ou um bom Cabernet Sauvignon nacional.

Para pratos cremosos escolha os vinhos levemente ácidos.

Vinhos encorpados devem acompanhar massas e pratos com queijo.

Prefere-se em geral beber vinho branco antes do tinto, e o seco antes do doce.

Uma ótima sugestão para a sobremesa é a apfelstrudel, uma torta de maçã alemã de massa folhada que pode ser combinada com vinhos brancos doces, de preferência alemão.

Para comprar vinhos com garantia de qualidade, observe o seguinte:

- Vá a lojas especializadas ou supermercados que tenham alta rotatividade do produto, pois o vinho envelhece. Alguns são melhores quanto maior a idade, mas outros, não. A maioria tem vida de cinco anos.

- Prefira vinhos que indique a safra para saber sua idade.

- Se o produto estiver na caixa fechada, melhor será sua conservação.

- Observe se, na loja, as garrafas de vinho estão permanentemente em pé e recebendo muito calor, luz e ruído. A maneira correta de acondicioná-las é deitá-las com o gargalo ligeiramente inclinado. Se ficarem completamente deitadas, o líquido faz pressão sobre a rolha, podendo provocar o que chamam de bouchon, um sabor de rolha. As garrafas também não devem ficar em pé, pois a rolha. As garrafas também não devem ficar em pé, pois a rolha vai ficando seca, o que permite a entrada de oxigênio e, com o passar do tempo, vira vinagre.

- Antes de comprar vários vinhos desconhecidos de uma vez, compre apenas uma garrafa do produto para provar e saber se o gosto lhe agrada.

Em uma festa com vinhos, calcule 1/2 garrafa por pessoa.

Antes de abrir a garrafa de vinho, verifique se não há um depósito (borra) no fundo. Se houver, evite agitar a garrafa e transfira o vinho para uma jarra, deixando para trás o depósito.

Uma garrafa deixada durante 8 minutos na água com gelo sofrerá uma redução de 5° C na temperatura, que corresponde a 60 minutos de permanência na geladeira.

O prato e o vinho não devem fazer concorrência entre si. Por exemplo, se for servido um prato bem perfumado, é melhor escolher um vinho cujo bouquet não seja tão acentuado.

Resumindo:

- Açúcar atenua a acidez

- A acidez atenua a gordura

- A suculência atenua o tanino

Os vinhos também devem ser escolhidos de acordo com o cardápio. O toque predominante na culinária a ser servida determina o tipo de vinho que acompanhará a refeição. Por exemplo:

Culinária simples = vinho simples

Refeição simples = vinho único

Pratos leves = vinho leve

Preparações gordurosas = vinho fresco

Pratos encorpados = vinho forte

Prato regional = vinho regional

Grandes ocasiões = grandes vinhos

Como Servir Vinho

- Todo vinho deve ser servido em taças de cristal transparente, para tornar possível o teste visual de cor.

- O vinho tinto é servido em maior quantidade, por isso sua taça é maior que a do vinho branco. Em ambos, o correto é encher 3/4 da taça.

- TINTOS

Envelhecidos e Encorpados - 16 A 18 o C

Não envelhecidos mas Encorpados - 14 A 16 o C

Jovens e pouco Encorpados - 12 A 14 o C

Beaujolais 'Primeur" ou "Nouveau" - 10 A 12 o C

- BRANCOS

Secos, Envelhecidos e Encorpados - 12 A 14 o C

Secos, Jovens e Leves - 6 A 12 o C

Suaves e Doces - 4 A 6 o C

- ROSÉS

Todos de modo geral - 6 - 12 o C

- ESPUMANTES

Brut - 6 A 12 o C

Demi-Sec e Doce - 4 A 8 o C

Vinhos e seus benefícios a saúde

Tem poder antioxidante - ele é benéfico para a saúde devido à presença de polifenóis nas uvas, agindo como antioxidantes. São nutrientes naturais que protegem contra reações químicas indesejáveis no interior do corpo, especialmente a oxidação das células, causadora do envelhecimento e doenças. Essas substâncias são encontradas nas cascas e sementes de uvas tintas.

Diminui chances de pedras nos rins - estudos feitos na Inglaterra e Estados Unidos em 1998, mostram que pessoas que bebem uma taça de vinho por dia têm uma redução de 59% no risco de formação da primeira pedra. O Dr. Gary Curham, autor do estudo, diz: "A urina fica mais diluída, significando um maior fluxo com aumento da secreção de hormônios antidiuréticos."

Melhora a atitude psicológica - qualquer enófilo pode atestar o poder relaxante de uma taça de um bom vinho. Pessoas que bebem uma ou duas taças por dia tendem a um estilo de vida mais moderado e equilibrado e parecem ser mais capazes de administrar o stress.

Protege contra o mal de Alzheimer - pesquisas na França sugerem que o consumo moderado de vinho pode proteger contra o Alzheimer e a demência. Foi verificado que bebedores moderados tiveram uma redução de 75% na taxa de mal de Alzheimer e 80% na taxa de demência quando comparadas, nos dois casos, com não bebedores.

Não engorda - contra todas as teorias, pesquisas recentes mostram que quantidades moderadas de vinho não têm esse efeito. Um estudo da Universidade do Colorado em 1997 descobriu que homens saudáveis bebendo dois cálices de vinho tinto nas refeições não tiveram ganho de peso.

É evidente que nem todos podem se beneficiar dessas vantagens, como mulheres grávidas e pessoas com certas doenças ou sob proibições éticas ou religiosas contra bebidas. Para as demais, que ainda não adotaram o vinho como "remédio", convém consultar um médico. Com certeza eles estarão mais condescendentes do que no passado para dizer "sim."

Fonte: www.irenes.com.br

Dicas de Cozinha

DICAS E SEGREDOS

Pequenas dicas para facilitar sua vida na cozinha

O que devo fazer para eliminar a baba do quiabo? E agora como posso preparar uma perdiz ? Como devo calcular a quantidade de feijão cru por pessoa? Como posso descongelar frutos do mar?

Estas e outras dúvidas são mais comuns que se possa imaginar. Preparamos um dossiê com sugestões e dicas imprescindíveis para o seu sucesso no dia-a-dia.

Para eliminar a baba do quiabo, lave-o ainda inteiro, seque-o e coloque-o numa tigela com um pouco de suco de limão, deixando repousar durante 15 minutos. Depois lave ligeiramente, corte e cozinhe.

A perdiz pode ser assada, frita ou ensopada, mas a primeira é a melhor forma de preparo. Recomenda-se cobrir a perdiz com bacon para evitar que a carne fique muito seca. A perdiz também é ótima para refogados e temperada com alguma bebida alcoólica (conhaque, vinho branco ou champanha).

Calcule o feijão: 1 xícara de feijão cru serve três pessoas depois de pronto.

Para descongelar frutos do mar, coloque o pacote ou vasilha na geladeira e deixe descongelar lentamente, sem tirar da embalagem.

Para que as batatas fritas fiquem bem sequinhas, depois de cortadas, coloque-as em água fervendo por alguns minutinhos e, em seguida, em água com gelo. Escorra bem, frite em bastante óleo e escorra em papel-toalha.

Depois de ralar frutas e legumes, dá o maior trabalho limpar o ralador. A melhor maneira é cobrí-lo com filme plástico, e só então ralar.

Nunca recongele alimentos que você retirou do freezer, mas não chegou a usar.

Quando o purê fica muito aguado, basta salpicar a mistura com um pouco de leite em pó.

Antes de fritar a banana, passe-a em farinha de trigo. Assim ela não fica encharcada na gordura.

Para manter a couve-flor branca, adicione um pouco de leite a água do cozimento.

Uma colher (chá) de gelatina em pó, equivale a uma folha.

Se os biscoitos grudarem na assadeira, coloque-os sobre a chama do fogão durante alguns segundos. Eles soltarão facilmente.

Para que o bolo não grude no prato em que vai ser desenformado, polvilhe o prato com açúcar de confeiteiro.

Sempre que congelar algum prato pronto, evite temperá-lo muito, pois o congelamento acentua o sabor dos temperos.

Dica nutritiva: em vez de untar a forma de bolo com farinha de trigo, use aveia , farinha de rosca ou farelo de trigo. Além de saudável, o bolo adquire uma textura diferente.

Para fazer um ovo frito perfeito, você deve untar a frigideira com azeite ou manteiga e colocar o ovo. Tampe e cozinhe em fogo moderado até o ponto desejado. Tempere e sirva.

O peixe não gruda na assadeira e fica com mais sabor se o fundo da assadeira for forrado com uma camada de fatias de batatas cruas.

Para reaproveitar as sobras de batatas cozidas, mergulhe-as em água quente e leve ao forno por 20 minutos.

Iogurte com cebola ralada é uma mistura muito gostosa para se colocar sobre batatas assadas.

Para empanar pedaços de frango sem fazer sujeira, coloque a farinha dentro de um saco plástico. Junte os pedaços de frango e chacoalhe até misturar bem.

Misture a maionese que sobra no fundo do vidro com um pouco de suco de limão e você terá um ótimo molho para salada.

Se o molho ficar salgado demais, junte uma fatia de pão e cozinhe mais um pouco.

Se um molho à base de farinha encaroçar, basta passá-lo pela peneira.

Para bater a maionese, utilize sempre uma vasilha de louça ou de vidro, nunca de metal.

Se o molho de carne ficar sem cor, acrescente duas colheres (chá) de café solúvel.

Para engrossar molhos, acrescente 1 colher (sopa) de farinha de trigo dissolvida em água fria.

Nunca requente o café diretamente no fogo, ele fica melhor requentado no banho-maria.

O açúcar a ser empregado no preparo de doces e sobremesas pode ser perfumado com raspas de limão ou de laranja.

O café adoçado com açúcar mascavo fica muito mais gostoso se você ferver o açúcar junto com a água.

Guarde as azeitonas na geladeira cobertas com água filtrada, sal e um pouco de azeite. Assim elas não ficarão rançosas.

Você sabia que...o bicarbonato de sódio, é um tipo de sal?

Para que as panquecas fiquem mais gostosas, deixe a massa descansar por 30 minutos, antes de fritar.

Para rechear pastéis, o recheio deve estar frio, caso contrário a massa ficará encruada.

Empadas e barquetes devem esfriar antes de serem tiradas das formas.

Uma hora antes de fazer o bolo retire a manteiga, o leite e os ovos da geladeira. Eles devem estar à temperatura ambiente quando adicionados à massa.

Para assar massa folhada, não unte nem polvilhe a assadeira. Apenas molhe a assadeira com água.

A polenta frita fica mais macia e com uma crosta crocante se você passar na farinha de trigo antes de fritar.

A macarronada ficará mais saborosa se você misturar um pouco de pimenta-do-reino ao queijo ralado.

O creme chantilly rende mais e não fica tão pesado quando se acrescenta uma clara de ovo ao creme de leite.

Para tirar o ranço da manteiga, coloque-a numa vasilha com água e 1 colher (sopa) de bicarbonato. Deixe por 24 horas e depois lave com bastante água.

O queijo não endurece se você passar manteiga ou margarina na parte cortada.

O soro do iogurte não deve ser eliminado: ele contém proteínas de alto valor biológico.

O iogurte não pode ser guardado em recipientes de vidro transparente, pois a luz destrói a vitamina B2, existente no produto.

DICAS INTELIGENTES

Muitas receitas de polenta pedem água morna ou quente. Mas o segredo de uma polenta leve e sem os gruminhos é prepará-la com água fria e ir mexendo com colher de pau até que ferva e engrosse. O tempo de cozimento é em média de 40 minutos (para o fubá que não é pré-cozido).

Um molho de tomate rápido?

Refogue 1 lata de tomates pelados no azeite com alho picado por 5 minutos. Junte 1 xícara de suco de laranja e cozinhe por 10 minutos. Sirva sobre massas, pizzas, etc.

Uma cobertura de bolo rápida e fácil?

Misture partes iguais de creme de leite e iogurte natural. Adoce com açúcar de confeiteiro.

Quer gelar a champanha em 20 minutos?

Coloque cubos de gelo num balde, alguns copos de água gelada e 4 colheres (sopa) de sal, de preferência grosso. Acomode a garrafa e complete com água e gelo até encher. Esta dica serve para gelar vinhos e cerveja.

VOCÊ SABIA QUE...

A água em que se cozinham ovos é ótima para regar plantas? Isto porque, durante o cozimento, ela retira cálcio da casca.

Cascas de ovos batidas no liquidificador são um dos melhores afiadores para lâminas de metal?

As cascas de ovos moídas misturadas com a terra das plantas, são um adubo maravilhoso?

A clara de ovo, misturada com cal em pó, é uma ótima cola para porcelana?

DICAS DE SAÚDE

Você sabia que...

O alho é considerado um poderoso desinfetante? Os povos nômades do deserto usavam os dentes de alho para se defenderem das picadas de insetos.

O arroz é um dos alimentos mais ricos em hidratos de carbono, que são fontes de energia? A água em que o arroz foi cozido é excelente no tratamento de diarréias das crianças.

As sementes de erva-doce, de sabor idêntico ao anís, são usadas como tempero em alimentos e também na preparação de um chá de efeito calmante e digestivo.

O chuchu é um alimento pobre em nutrientes. Deve ser preparado junto com outros alimentos que compensam esta pobreza em valores nutritivos, tais como molho branco, creme de leite, ovos, etc.

O soro do iogurte não deve ser eliminado, pois contém proteínas de alto valor biológico. O iogurte não deve ser guardado em recipientes de vidro transparente, pois a luz destrói a vitamina B2 existente no produto.

A couve-flor é bastante rica em sais minerais e possui uma quantidade razoável de vitamina A. Como não tem gorduras, é indicada para regimes de emagrecimento.

Uma boa fatia de mamão ingerida em jejum todos os dias, garante o bom funcionamento dos rins e do fígado.

A principal riqueza nutritiva da cenoura é o caroteno, um elemento que durante a digestão se transforma em vitamina A, muito importante para os olhos, a pele e as mucosas. Também é um alimento ótimo para regimes porque não tem gorduras. Por ser um legume tão rico, recomenda-se o consumo de pelo menos duas cenouras médias por semana.

Fonte: www.artecozinha.com.br

Sobre o Portal | Política de Privacidade | Fale Conosco | Anuncie | Indique o Portal