Breaking News
Home / Culinária / Culinária Norueguesa

Culinária Norueguesa

PUBLICIDADE

Culinária Norueguesa

A culinária norueguesa, assim como de quase todos os escandinavos, aprecia muito o peixe. O tradicional prato escandinavo é o Smorgasbord, que consiste de um bufê de frios, pães, arenque, salmão defumado, caviar e outras tentações. Outro prato muito apreciado na cozinha norueguesa é o moket fish, peixe defumado com creme ou nata.

O bacalhau também faz parte do cardápio norueguês. Deve-se aos noruegueses o início da industrialização e consumo do bacalhau. Existem registros de existirem na Noruega, desde o século IX, fábricas para processamento de bacalhau. Os pioneiros teriam sido os Vikings, grandes navegadores, que não tendo sal, secavam o peixe ao ar livre, até que endurecesse, para ser consumido aos pedaços nas longas viagens pelos oceanos.

O hábito de comer bacalhau veio para o Brasil com os portugueses, já na época do descobrimento. Mas foi com a vinda da corte portuguesa, no início do século XIX, que este hábito alimentar começou a se difundir. Data dessa época, a primeira exportação oficial de bacalhau na Noruega para o Brasil, o que aconteceu no ano de 1843. Atualmente o bacalhau está totalmente incorporado à cultura culinária brasileira.

No ano de 1851, desembarcaram no sul do Brasil os primeiros imigrantes noruegueses, que tinham como objetivo, superar as dificuldades financeiras que assolavam a Europa do século XIX. Inicialmente eles rumavam para a Califórnia em uma barca hamburguesa de nome “Sofhie”, mas no caminho sofreu avarias, ficando impossibilitada de seguir viagem. No Rio de Janeiro, seus ocupantes subiram a bordo de outra embarcação, onde junto com outros imigrantes trazidos pela Sociedade Colonizadora de Hamburgo, chegaram às terras do sul do país.

Fonte: www.fearg.com.br

Culinária Norueguesa

Para tentar descrever a cozinha da Noruega seria fazer uma lista muito longa de terra delícias para os sentidos! Vamos começar com o mar. Seafood é tremendamente popular na Noruega, e provavelmente os mais frescos que você pode encontrar em todo o mundo! Norueguês salmão fumado é famoso em todo o mundo acabou. É tradicionalmente servido com ovos, dill, e em sanduíches com molho mostarda. Se você só tentou a variedade importada, espere até que você gosto que nas margens da Noruega.

Não tenha medo de tentar algo novo na Noruega.

O Reinsdyr Steik, renas ou bife, é uma das mais cobiçadas pratos na Noruega. É servido com ricos e flavorful molhos com uma pitada de zimbro esmagados bagas e sweet-das lignonberry jam! Concluir-off sua refeição com a melhor degustação morangos, blueberries, framboesas, maçãs e você pode encontrar. Nunca tentei um cloudberry? É espantoso gostos com creme fresco. Só na Noruega !

Fonte: www.viagens-noruega.info

Culinária Norueguesa

A Noruega é conhecida pelos seus excelentes produtos crus, em especial pelo peixe. É possível encontrar salmão fumado, gravlaks (salmão curado) e truta na maioria dos restaurantes, mas também se pode apreciar peixe branco acabado de pescar, como, por exemplo, bacalhau, peixe-anjo e alabote. Também o arenque e o marisco são muito populares – experimente um saco de camarões acabados de sair do barco do pescador e aprecie-os com uma cerveja geladinha no cais!

Se gosta de pratos de carne, não deve sair da Noruega sem experimentar rena, alce, cervo ou tetraz. Aprecie-os com um molho cremoso e, se desfrutar de um copo de vinho tinto, tem à sua disposição uma excelente refeição.

Outra especialidade norueguesa é o queijo de leite de cabra preparado de uma forma especial (brunost). Este queijo castanho e doce não é muito conhecido fora da Noruega, mas é adorado pelos noruegueses de todas as idades. A carne curada ou seca (spekemat), sob a forma de presunto e salsichas secas, é uma comida popular na Noruega durante o Verão. O Spekemat serve-se, em geral, com pão tostado muito fino (mais uma especialidade norueguesa), natas azedas e ovos mexidos, e desce sempre bem com boa cerveja norueguesa e um trago ou dois de aquavit.

Nos anos mais recentes, vários chefes de cozinha noruegueses ganharam prémios internacionais de topo em concursos de culinária de grande prestígio. Ajudaram a elevar os padrões dos restaurantes noruegueses e a desenvolver uma cozinha moderna com base em produtos tradicionais noruegueses.

Fonte: www.noruega.org.br

Culinária Norueguesa

Como seria de esperar, a culinária norueguesa é determinada pelas condições geográficas e climáticas do país e, como tal, o peixe é uma constante. Famosos na Noruega são, sem dúvida, o salmão, o bacalhau, os pratos de aves, de caça e os morangos com chantilly. Mas também podemos encontrar pão (estaladiço, com uma forma achatada e redonda).

O clima frio norueguês leva a que os frutos e legumes cresçam, em condições normais, muito lentamente, mas faz com que tenham um sabor único, e que pesticidas e herbicidas sejam usados ao mínimo, tornando a procura de couves chinesas, maçãs, cerejas e morangos cultivados na Noruega enorme. Quanto os peixes, a variedade é grande, mas destacam-se, como não podia deixar de ser, a truta, o salmão e o bacalhau, sendo que os noruegueses preferem consumir este último fresco, ao contrário do que acontece mais a Sul.

O peixe na Noruega era tradicionalmente servido cozido com batatas, mas hoje em dia já se encontra bastante difundido o uso de azeite no tempero, e de outros acompanhamentos e modos de preparação.

O leite é um dos mais importantes ingredientes na Noruega, sendo mesmo considerado o pai de todos os pratos; o Gammelost é disso um bom exemplo, visto que se trata de um queijo feito à base de leite a ferver, ao qual não é adicionado coalho. As sobremesas norueguesas mais antigas que se conhecem eram todas feitas à base de leite e açúcar. Como exemplo temos a Gomme. O Geitost é um queijo de cabra castanho muito popular na Noruega, muito usado em sanduíches, mas que infelizmente não é muito bem aceite pelos turistas, que se queixam do forte sabor a …. caramelo!

A salmoura, os fumeiros, a conserva, os enchidos e a secagem de alimentos igualmente populares na Noruega, sobretudo devido ao facto dos Invernos serem demasiado longos neste país. É deste modo compreensível a quantidade de pratos à base de enchidos e de carne seca que se podem encontrar um pouco por todo o país.

Um bom exemplo é o fenalår, perna de carneiro curada. No Natal, o prato mais tradicional em todo o país é o pinnekjøtt, costeletas de borrego salgadas. Já nas zonas costeiras, é mais frequente encontrar o bacalhau e o halabote.

Fonte: comezainas.clix.pt

Culinária Norueguesa

A culinária da Noruega é famosa pela simplicidade e diversidade, tradicionalmente baseia-se nas metérias-primas disponíveis no país, com foco para a caça, pesca e pecuária, diferentemente do resto da Europa. Porém, a culinária moderna da Noruega é influenciada pela globalização, e os restaurantes urbanos apresentam os mesmos cardápios esperados de qualquer cidade ocidental europeia.

Frutos do mar

O salmão defumado é um prato típico de popularidade internacional. Existe em muitas variedades, e é normalmente servido com ovos mexidos, endro, sanduiches ou molho de mostarda. Há também os gravlaks (norueguês: salmão cavado), salmão curado com sal e açúcar, temperados com endro e, opcionalmente, com outras ervas e temperos. Um prato ainda mais pelicular é o rakfisk (norueguês: peixe empapado).

O maior produto de exportação da Noruega já foi o bacalhau, porém um grande número de espécies de peixes (além do bacalhau) são populares atualmente, como salmão, arenque, sardinha e carapau. Os frutos do mar são usados frescos, defumados, salgados ou em conservas.

O lompe, uma espécie de crepe feito de batata, é também bastante popular. É normalmente consumido enrolado sobre uma salsicha com ketchup, sendo possível encontrá-lo em lojas de comida de rua por toda à Noruega. Entre os queijos destacam-se o brunost, gamalost e o jarlsberg.

Na Noruega é possível encontrar diversos tipos de bagas, sendo comum o consumo diário de geléias entre os noruegueses.

Fonte: pt.wikipedia.org

Culinária Norueguesa

SALADA NORUEGUESA

INGREDIENTES

800 g de bacalhau norueguês
1 molho de salsa
2 dentes de alho
azeite
sal e pimenta-do-reino a gosto

PREPARAÇÃO

Deixe o bacalhau de molho por 12 horas, escorra e cozinhe em bastante água. Depois de cozido, escorra, retire a pele e as espinhas, e pique-o finamente.

Coloque o bacalhau em uma saladeira e deixe amornar. Enquanto isso, pique o alho e a salsa.

Polvilhe o bacalhau com sal e pimenta-do-reino a gosto, regue com azeite, junte a salsa e o alho, e misture tudo delicadamente.

Assado de Porco à Canadense

Ingredientes

1 colher (café) de mostarda
500 gramas de assado de porco
500 gramas de favas
50 gramas de banha

Modo de Preparar

Catar e lavar as favas e mergulhar durante algumas horas em água fria, cozinhando-as, após, até a casca se desprender; dourar o porco dos dois lados na banha, cercá-lo de favas, juntando a rnostarda em pó, sal e pimenta; cozinharr o porco em panela descoberta até que ele absorva o molho, durante pouco mais de 1 hora.

Bavaroise de Frutos Silvestres

Ingredientes

400 gramas de frutos silvestres
4 folhas de gelatina vermelha
300 gramas de açúcar
3 folhas de gelatina
400 ml de natas

Modo de Preparar

Levar o açúcar a ferver numa panela com 200 ml de água. Triturar os frutos silvestres já bem lavados para obter um puré, reservando alguns inteiros para decorar.

Quando a calda começar a ficar no ponto, juntar a gelatina, previamente demolhada em água fria e escorrida. Assim que a gelatina estiver bem dissolvida, acrescentar o puré e retirar do fogo.

Deixar arrefecer e juntar as natas batidas, envolvendo-as e não batendo, para incorporar. Deite a mistura numa forma de pudim passada por água fria e levar a geladeira. Passadas umas horas, desenformar e enfeitar com chantilly e frutos silvestres.

Donuts Deliciosos

Ingredientes

1 colher (sopa) de vinagre de vinho branco
1 colher (sopa) de bicarbonato de sódio
3 colheres (sopa) de fermento
1 colher (chá) de sal
½ xícara de gordura hidrogenada vegetal
6 e ½ xícara de farinha de trigo
2 xícaras de açúcar
3 xícaras de leite
1 lata de leite evaporado
5 ovos

Modo de Preparar

Bater bem os ovos (de preferência com a batedeira elétrica). Juntar o açúcar e a gordura vegetal, misturando bem com a batedeira. Num recipiente à parte, juntar a bicarbonato com o vinagre, e incorporar esta mistura à mistura de ovos. Peneirar a farinha, o sal e o fermento para dentro numa tigela. Incorporar 1/3 desta mistura de farinha à mistura de ovos, juntando-lhe seguidamente metade do líquido e mexer bem. Juntar metade da farinha restante, incorporando cuidadosamente. Juntar o líquido restante e mexer bem. Finalmente acrescentar a farinha restante. Fazer anéis de massa e levar os donuts ao congelador durante 1 hora. Fritar os donuts em óleo quente (180º). Pode rechear, passar por uma calda de açúcar para que fiquem glaceados, ou servi-los simples.

Presunto Gratinado com Molho de Uvas

Ingredientes

2 colheres (sobremesa) de mel
1 belo presunto cru de mais ou menos 1 quilo
200 gramas de geléia de laranja
200 gramas de uvas

Modo de Preparar

Colocar o presunto em uma panela grande para poder ser assado; misturar a geléia de laranja com o mel; assar o presunto, regando-o com a geléia, durante uns 40 minutos; retirar, juntando as uvas ensopadas em água morna; servir o presunto com o molho; pode-se também acompanhar o presunto com abóbora ou batatas doces fritas.

Sopa de Castanhas Rica

Ingredientes

2 colheres (sopa) de aipo em pó
1 colher (chá) de alho em pó
1 colher (sopa) de manteiga
150 gramas de cogumelos frescos
½ cálice de vinho da Madeira
½ cálice de vinho do Porto 
250 ml de caldo de galinha
750 gramas de castanhas
½ cálice de Brandy
1 cebola pequena
cebolinho
1 pacote de natas
pimenta
sal

Modo de Preparar

Cozer ½ quilo de castanhas peladas e reduzir a puré com a água da cozedura. Refogar a manteiga, a cebola picada, o alho e o aipo em pó até as cebolas ficarem translúcidas, juntar os cogumelos e deixar cozinhar durante 10 minutos em fogo brando. Misturar o brandy com o vinho da Madeira e o vinho do Porto. Juntar ao preparado anterior e colocar fogo, para flambear e depois o caldo de galinha, deixando ferver. Juntar os restantes 250 gramas de castanhas peladas e mexer bem. Reduzir o fogo e deixar cozinhar durante 35 a 40 minutos. Depois de cozido, retirar o preparado do fogo e reduzir a sopa a puré. Colocar novamente na panela, adicionar metade das natas e deixar ferver. Retificar os temperos e adicionar o puré de castanhas. Adicionar as natas restantes e o vinho do Porto. Servir bem quente, polvilhado com cebolinho picado ou cubinhos de pão frito.

Vinagrete de Mostarda

Ingredientes

1 colher (sopa) de mostarda de Dijon
4 colheres (sopa) de vinagre
¾ xícara de óleo
gotas de sumo de limão
pimenta
sal

Modo de Preparar

Numa tigela pequena, misturar 1 colher (sopa) de mostarda de Dijon, 4 colheres (sopa) de vinagre de vinho, o sal e a pimenta. Acrescentar aos poucos, ¾ de xícara de óleo, mexendo sempre. Regar com gotas de sumo de limão. Temperar com sal e pimenta a gosto.

Veja também

Regras de Etiqueta do Hashi

Regras de Etiqueta do Hashi, Dicas, Gafes, Modo de Usar, Sushi, Comida, Japão, Mãos, Regras de Etiqueta do Hashi

Regras de Etiqueta Para Convidados

Regras de Etiqueta Para Convidados, Maneira, Apresentação, Almoço, Comida, Postura, Conversa, Dicas, Gentileza, Impressão, Roupas, Regras de Etiqueta Para Convidados

Etiqueta no Trabalho

Etiqueta no Trabalho, Comportamento, Maneira, Almoço, Comida, Postura, Conversa, Dicas, Gentileza, Impressão, Profissional, Roupas, Social, Formas, Etiqueta no Trabalho

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload the CAPTCHA.