Facebook do Portal São Francisco Google+
+ circle
Home  Cosmologia  Voltar

Cosmologia

 

Cosmologia
Cosmologia

Cosmologia - Definição

Cosmologia é o ramo da astronomia que envolve a origem e evolução do universo, desde o Big Bang até hoje e até o futuro.

Cosmologia é o estudo do Universo e seus componentes, como se formou, como a sua evoluiu e qual é o seu futuro.

O estudo científico da origem e estrutura do universo.

De acordo com a NASA, a definição da cosmologia é "o estudo científico das propriedades de grande escala do universo como um todo."

Cosmologia - História

A compreensão da humanidade sobre o universo evoluiu significativamente ao longo do tempo.

No início da história da astronomia, a Terra foi considerado como o centro de todas as coisas, com planetas e estrelas que orbitando em torno dela.

No século 16, o cientista polonês Nicolau Copérnico sugeriu que a Terra e os outros planetas do sistema solar, de fato, orbitavam o Sol, criando uma profunda mudança na compreensão do cosmos.

No final do século 17, Isaac Newton calculada como as forças entre os planetas - especificamente as forças gravitacionais - interagiam.

O começo do século 20 trouxe novas perspectivas para compreender o vasto universo.

Albert Einstein propôs a unificação do espaço e do tempo na sua Teoria Geral da Relatividade.

No início de 1900, os cientistas estavam debatendo se a Via Láctea contém todo o universo dentro de sua extensão, ou se foi simplesmente uma das muitas coleções de estrelas.

Edwin Hubble calculou a distância a um objeto nebulosa difusa no céu e determinou que ele estava fora da Via Láctea, nossa galáxia provando ser uma pequena gota no universo enorme. Usando Relatividade Geral para estabelecer o quadro, Hubble mediu outras galáxias e determinou que eles estavam se afastando de os EUA, levando-o a concluir que o universo não era estático, mas em expansão.

Nas últimas décadas, cosmologista Stephen Hawking determinou que o universo em si não é infinito, mas tem um tamanho definido. No entanto, ela não tem um limite definido. Este é parecido com a Terra; embora o planeta é finito, uma pessoa que viaja em torno dela nunca encontrar o "fim", mas, ao invés, constantemente circundar o globo. Hawking também propôs que o universo não poderia continuar para sempre, mas acabaria por terminar.

Cosmologia - Ciência

Cosmologia
Cosmologia

A cosmologia é uma das disciplinas mais emocionantes de toda a ciência física.

Ela não está preocupado tanto com estrelas individuais ou galáxias em seu próprio direito, mas sim com as propriedades do universo como um todo: a sua origem, evolução e destino eventual.

A Cosmologia é a disciplina da ciência que estuda a origem e eventual destino do universo.

É mais estreitamente relacionadas com as áreas específicas de astronomia e astrofísica, embora o século passado trouxe também cosmologia estreitamente relacionadas com idéias-chave de física de partículas.

Os cosmólogos se esforçam para entender como o Universo surgiu, porque parece que ele faz agora, e que o futuro reserva.

Eles fazem observações astronômicas que sondam bilhões de anos no passado, até a borda do universo conhecível.

Eles procuram as bases do conhecimento científico, utilizando as ferramentas da física moderna, e teorias modernas que fornecem modelos unificados e testáveis da evolução do Universo desde sua criação até o presente, e no futuro.

Cosmologia - O Que é

Cosmologia
Cosmologia

A Cosmologia é um ramo dentro da Astronomia que procurar esclarecer o processo de evolução do Universo através das relações entre o macrocosmos e o microcosmos.

Essa compreenssão se baseia nos ultimos 4000 anos de existência do Homem desde a invenção da escrita, e muito anterior a esse período através da transmissão do conhecimento ao longo das gerações humanas. Com base dessa conduta humana nós podemos estabelecer a nossa origem com bases científicas e também definir qual será o nosso futuro.

A Natureza se constitui de uma complexa relação de interdepêndencias entre os seus constituintes. A quebra ou alteração em qualquer uma das partes relativas as dependências e aos contituintes conduzirá à uma realidade completamente diferente da que nós estamos habituados do nosso dia a dia.

Nas últimas décadas o Homem capacitou-se e atingiu uma tecnologia (em prol do desenvolvimento da vida social), que pode conduzir à um fim trágico ou moroso de sua existência no planeta Terra.

A nossa existência se deve a um longo processo, do qual nós estabelecemos sua "origem'' e evolução a 18 bilhões de anos atrás. Esse lapso de tempo nós associamos uma teoria, a Teoria da Grande Explosão (Big Bang).

Cosmologia - Galáxias e Estrelas

Cosmologia
Cosmologia

As galáxias com suas estrelas e matéria interestelar constituem a unidade de povoamento do Universo.

No começo, o Universo era muito quente, muito denso e concentrado em um volume muito pequeno. Entrou em expansão a aproximadamente 15 bilhões de anos.

As teorias seriam de que o universo teria surgido após o big bang, com o tempo, a temperatura foi diminuindo e se tornou da ordem de 109K, reações termonucleares estabeleceram-se e realizaram a síntese de núcleos atômicos leves. Aproximadamente 1 bilhão de anos depois do big bang, as primeiras galáxias se formaram. Um dos problemas não resolvidos no modelo do Universo em expansão é saber se o Universo é aberto ou fechado (isto é, se expandirá indefinidamente ou se voltará a se contrair).

Cosmologia é o estudo do Universo em seu conjunto, incluindo teorias sobre sua origem, evolução, estrutura em grande escala e seu futuro. As primeiras teorias cosmológicas importantes devem-se ao astrônomo grego Ptolomeu e à Nicolau Copérnico, que propôs em 1543 um sistema em que os planetas giravam em órbitas circulares ao redor do Sol. Tal sistema foi modificado pelo sistema de órbitas elípticas descrito por Johannes Kepler.

Em 1917 o astrônomo holandês Willen de Sitter desenvolveu um modelo não estático do Universo. Em 1922, esse modelo foi adotado pelo matemático russo Alexander Friedmann e em 1927 pelo sacerdote belga Georges Lemaitre, que afirmava que as galáxias são fragmentos proporcionados pela explosão do núcleo, dando como resultado a expansão do Universo.

Esse foi o começo da teoria da Grande Explosão (Big Bang) para explicar a origem do Universo, modificada em 1948 pelo físico russo naturalizado americano George Gamow, que disse que o Universo se criou numa gigantesca explosão e que os diversos elementos foram produzidos durante os primeiros minutos depois dessa Grande Explosão, quando a densidade e a temperatura extremamente alta fundiram partículas subatômicas, transformando-as nos elementos químicos.

Cosmologia
A figura acima mostra o Universo, com uma galáxia no centro e muitas estrelas.
Para os antigos, o Sol era o centro do Universo.

Por causa de sua elevadíssima densidade, a matéria existente nos primeiros momentos do Universo expandiu-se rapidamente. Ao expandir-se, o hélio e o hidrogênio esfriaram e se condensaram em estrelas e galáxias.

Fonte: www.space.com/www.colegiosaofrancisco.com.br/www.astro.gla.ac.uk

Sobre o Portal | Política de Privacidade | Fale Conosco | Anuncie | Indique o Portal