Breaking News
Home / Dinossauros / Argentinossauro

Argentinossauro

PUBLICIDADE

Poucos animais terrestres que já viveram eram tão grandes quanto Argentinossauro (Argentinosaurus).

O Argentinossauro (Argentinosaurus) foi um grande saurópodo que foi considerado ser o maior dinossauro já conhecida, até a descoberta de Seismosaurus e Sauroposeidon .

Descoberto e nomeado em 1993 por dois paelentologists na Argentina.

O Argentinossauro (Argentinosaurus) usava seu tamanho incrível para se proteger dos predadores.

Argentina tem sido o local de muitas descobertas de dinossauros emocionantes nos últimos anos, incluindo o Giganotosaurus. Giganotosaurus era como um super-dimensionados T-Rex. Este predador pode ter sido grande o suficiente para se alimentar de Argentinossauro (Argentinosaurus) doentes ou jovens.

Os fósseis foram encontrados na Formação Rio Limay, Neuquén Group, província de Neuquen, Argentina, América do Sul .

O Argentinossauro (Argentinosaurus) pode ser o maior dinossauro. Ele tinha um pescoço longo, uma cauda longa, e uma cabeça pequena. Muito pouco se sabe sobre este dinossauro gigante.

Argentinossauro
Argentinossauro

O argentinossauro (Argentinosaurus huinculensis, do latim “lagarto da Argentina”) foi uma espécie de dinossauro herbívoro e quadrúpede que viveu no fim do período Cretáceo. Media cerca de 38 metros de comprimento, 22 metros de altura e pesava algo entre 80 e 100 toneladas.

O Argentinossauro (Argentinosaurus) era um herbívoro que estava tão alto quanto um prédio de três andares e esticado para 38 metros (125 pés) de comprimento.

O Argentinossauro (Argentinosaurus) viveu na América do Sul e, como seu próprio nome sugere, foi descoberto na Argentina, fato muito recente inclusive.

Foi um dos maiores dinossauros que já existiram e provavelmente o mais pesado de todos, precisava ingerir cerca de uma tonelada de folhas por dia, isso se a teoria de que os saurópodos possuíam sangue frio for verdade, porque se não for (no caso, se os saurópodos tivessem sangue quente), o argentinossauro precisaria ingerir 5 ou 6 toneladas de folhas por dia, algo praticamente impossível. Mesmo descartando a hipótese do sangue quente fica difícil aceitar a do sangue frio já que uma tonelada de folhas por dia é pouco plausível.

Argentinossauro
Argentinossauro

Argentinossauro
Argentinossauro

O Argentinossauro

O Argentinossauro huinculensis cujo nome significa “Réptil argentino de Huincul” em homenagem a cidade onde foi encontrado, foi sem dúvida um dos maiores animais que já existiram na face da Terra.Este gigantesco saurópode pertence a infra-ordem Neosauropoda, super-família Titanosauroidea e a família Andesauridae.

Em 1987 o fazendeiro Guillermo Heredia encontrou em sua propriedade, na província de Neuquén, Argentina, enormes fósseis que inicialmente identificou como troncos petrificados. Seu maior espanto foi quando percebeu, mais tarde, que na verdade estava diante de ossos enormes fossilizados. Imediatamente ele chamou o paleontólogo Rodolfo Coria e sua equipe, do Museu Carmen Funes em Plaza Huincul, cidade da região da Patagônia, que reconheceram o material como sendo de um enorme dinossauro desconhecido.

Em 1989 sua equipe começa a escavação que levou vários meses, e conseguiu retirar da rocha poucos fósseis de gigantescas proporções, como Vértebras, tíbias, ossos da pélvis e algumas costelas, que demonstraram desde o início que se tratava de um novo dinossauro, maior todos os outros já descobertos e com o auxílio do Dr. José Bonaparte, do Museu de Buenos Aires, ele fez um estudo que levou 4 anos para se concluir.

Finalmente em 1993 foi anunciado ao mundo científico a nova espécie.

Nas imagens acima, a primeira mostra um enorme Argentinossauro sendo caçado por um grupo de Giganotossauros, a segunda mostra uma comparação entre um elefante Africano, que é o maior animal terrestre existente no planeta, um Braquiossauro (cinza), com aproximadamente 13 metros de altura e o Argentinossauro (marrom), com 20 metros de altura.

Os Argentinossauros tinham vértebras muito rígidas. Sua flexibilidade foi sacrificada por causa do imenso peso. Eles viveram há aproximadamente 90 á 66 milhões de anos atrás, com maior intensidade de achados na Patagônia Argentina.

Punham ovos do tamanho de uma bola de futebol, isto é, nasciam desproporcionalmente pequenos. Cientistas acreditam que aos 5 anos teria o tamanho de um pastor alemão, aos 15 teria o tamanho de um cavalo e só seriam adultos aos 50 anos.

Supõe-se que tivessem sangue frio, pois com o sangue quente, teriam que ingerir 5 ou 6 toneladas de folhas por dia, uma quantidade teoricamente impossível para uma cabeça tão pequena. Mas com sangue frio necessitariam ingerir “apenas” 1 tonelada, mas isso é apenas uma teoria sobre os saurópodes e existem várias delas.

Dados do Dinossauro

Nome: Argentinossauro
Nome Científico: Argentinossauro huinculensis
Significado:
Argentinosaurus significa “lagarto Argentina”
Nomeado por:
Rodolpho Coria e Jose F. Bonaparte
Época: Cretáceo
Local em que viveu: América do sul
Peso: Cerca de 90 à 110 toneladas
Tamanho: 45 metros de comprimento
Altura:
20 metros
Alimentação: Herbívoro

Argentinossauro
Argentinossauro

Argentinossauro
Argentinossauro

Fonte: www.kidsdinos.com/www.enchantedlearning.com/dinopedia.wikia.com/www.avph.hpg.ig.com.br

Veja também

Pelorossauro

Pelorossauro, Pelorosaurus, Dinossauro, Período, Conybearei, Saurópodes, Tamanho, Peso, Alimentação, Altura, Herbívoro, Época, Pelorossauro

Saltassauro

Saltassauro, Saltasaurus, Dinossauro, Saurópodes, Período, Loricatus, Tamanho, Peso, Alimentação, Altura, Época, Saltassauro

Opisthocoelicaudia

Opisthocoelicaudia, Skarzynskii, Dinossauro, Período, Saurópodes, Tamanho, Peso, Alimentação, Altura, Herbívoro, Época, Opisthocoelicaudia

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload the CAPTCHA.