Breaking News
Home / História Geral / Papa Alexandre I

Papa Alexandre I

Papa Alexandre I ( ~ 77 – 115)

PUBLICIDADE

Papa católico (107-115) nascido em Roma, o quinto depois de S. Pedro, sucedendo São Evaristo, cujo principal legado foi ter instituído o uso de água benta em casa para aspersão.

Apesar de apenas 30 anos de idade, exercia já grande influência sobre as pessoas, pela sua extrema piedade e reconhecida santidade, e foi o responsável pela conversão de centenas de pessoas, muitos senadores e grande parte da nobreza romana, dentre os quais um prefeito de nome Hermes e de seus entes.

Durante seu pontificado, estabeleceu que durante a celebração da Eucaristia fosse usado na consagração, pão sem fermento, e também decretou que antes da consagração do cálice com vinho, este fosse misturado a um pouco de água, significando a união de Cristo com sua Igreja. Pronunciou a excomunhão contra todos os que impedissem aos legados apostólicos de cumprirem as ordens do Sumo Pontífice.

Consagrou cinco bispos, presbíteros e diáconos e escreveu três epístolas, conhecidas como O primeiro tomo dos Concílios, com decretos e ordens, a bênção da água com sal em cerimônias que até hoje a Igreja celebra. Sua atuação acabou culminando na sua prisão, por força de mandado expedido pelo governador Aureliano.

Trancafiado na cadeia, conta-se que fez grandes milagres. Levado a sua presença por Hermes, após sua filha ser curada de grave enfermidade com o toque das algemas do Santo, o tribuno Quirino, também converteu-se ao cristianismo, com sua filha e todos os prisioneiros que estavam no cárcere.

Com esta notícia, Aureliano enfureceu-se e ordenou que os carrascos martirizassem o santo papa. Ele foi arrastado por um cavalo, chicoteado, ferido com cortantes e queimado com chamas até a morte Seus seguidores também sofreram os mesmos tormentos.

Infelizmente, como grande parte de seus contemporâneos cristãos, morreu decapitado sob o reinado de Trajano, imperador romano que procurou substituir o culto a Deus pelo culto ao imperador e a si próprio. O sexto Papa da Igreja e também o sexto a tombar em defesa da fé, foi canonizado, e é um dos santos comemorados no dia 3 de maio.

Fonte: www.dec.ufcg.edu.br

 

 

 

Conteúdo Relacionado

Veja também

O Mundo Pós-Guerra

PUBLICIDADE O que foi o Mundo Pós-Guerra? O mundo se dividiu em dois blocos antagônicos …

Crise de 1929

Crise de 1929

PUBLICIDADE A Crise de 1929 – O Crack da Bolsa de Nova York Em 1919 …

Descolonização da África e da Ásia

PUBLICIDADE O que foi a Descolonização da África e da Ásia? Com o enfraquecimento das nações …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload the CAPTCHA.