Facebook do Portal São Francisco Google+
+ circle
Home  Enfermagem  Voltar

Enfermagem

 

Enfermagem - O que é

Você conhece bem o profissional de enfermagem?

O profissional de Enfermagem corresponde à imagem que a sociedade tem dele, de alguém preparado exclusivamente para cuidar de enfermos?

Pois bem, enfermagem é a arte de cuidar e também é uma ciência cuja essência e especificidade é o cuidado ao ser humano, individualmente, na família ou em comunidade de modo integral ou holístico, desenvolvendo de forma autônoma ou em equipe atividades de promoção, prevenção e recuperação da saúde.

O enfermeiro desenvolve atividades técnico-científicas da enfermagem nas áreas de Assistência, Administração, Ensino e Pesquisa, no âmbito sócio-político e cultural, para a satisfação das necessidades humanas básicas com intervenções sistematizadas de amplo alcance, nos níveis de atenção primária, secundária e terciária nas diversas fases do ciclo evolutivo da vida, respeitando os princípios éticos que norteiam a profissão.

Dentro da enfermagem, encontramos o auxiliar de enfermagem (nível fundamental) e o técnico de enfermagem (nível médio) ambos confundidos com o enfermeiro, entretanto com funções distintas, possuindo qualificações específicas.

Este profissional presta assistência ao paciente ou cliente em clínicas, hospitais, ambulatórios, empresas de grande porte, transportes aéreos, navios, postos de saúde e em domicílio, realizando atendimento de enfermagem; coordenando e auditando serviços de enfermagem, além de implementar ações para a promoção da saúde junto à comunidade.

Enfermagem
Símbolo da Enfermagem

De uns tempos para cá, houve uma modificação da imagem do profissional de Enfermagem e a profissão é, hoje, mais reconhecida no mercado de trabalho.

O enfermeiro era visto como um profissional que fazia parte da equipe de um hospital apenas para cuidar do paciente, e é claro que essa é uma função básica do profissional.

Com a abertura de outros campos de trabalho, hoje, são mais de cinco mil equipes no Brasil e um dos integrantes da equipe é o enfermeiro, de presença obrigatória. Isso criou um campo bastante amplo e levou, também, a uma nova forma de entender o papel desse profissional.

Este perfil confere ao enfermeiro postura profissional transformadora em qualquer nível de desenvolvimento dos programas de saúde, atendendo os princípios da universalidade, integralidade, equidade, solidariedade e hierarquização que norteiam o sistema de saúde vigente no país.

A profissão

O enfermeiro trabalha na recuperação e na manutenção da saúde humana. Acompanha o tratamento de males e o bom desenvolvimento de crianças e bebês.

Promove a reabilitação de convalescentes e inválidos e cuida de idosos.

Em hospitais e clínicas, chefia a equipe de técnicos e atendentes de enfermagem, e controla o uso e a distribuição do material médico-hospitalar. Pode atuar, ainda, em unidades volantes de emergência ou no ambulatório de empresas e assumir funções administrativas e gerenciais.

Junto às famílias e às comunidades, promove a educação em saúde, dá orientação sobre planejamento familiar e condições sanitárias e higiênicas. Aumenta a procura pelo especialista em atendimento domiciliar. Para exercer a profissão, é obrigatório o registro no Conselho Regional de Enfermagem.

Características que ajudam na profissão

Dedicação
Paciência
Atenção a detalhes
Exatidão
Meticulosidade
Senso de organização
Rapidez
Liderança
Equilíbrio emocional
Habilidade manual
Dinamismo
Facilidade em lidar com pessoas.

Campo de atuação de Enfermagem

O curso de enfermagem possibilita atuação nas seguintes áreas

Enfermagem geral
Enfermagem geriátrica
Enfermagem médico-cirúrgica
Enfermagem obstétrica
Enfermagem pediátrica
Enfermagem psiquiátrica
Enfermagem de resgate
Enfermagem do trabalho
Enfermagem de saúde pública

Disciplinas do curso de enfermagem

No curso de Enfermagem são dadas aulas sobre

Fisiologia
Saúde Ambiental
Biologia celular
Histologia
Embriologia e Bioquímica
Essas são algumas das disciplinas do curso de Enfermagem da USP (Ribeirão Preto).
Para ver a lista completa de disciplinas.

Enfermagem - Enfermeiro

O Enfermeiro é o auxiliar do médico no tratamento.

É o responsável pela observação, cuidado, evolução do estado do enfermo.

Orienta a respeito da saúde e medicação, coordena o trabalho dos técnicos, auxiliares e atendentes de enfermagem.

Cuida da distribuição de material médico hospitalar, encaminhamento de pacientes e das tarefas ligadas à prática da medicina.

Se você pretende seguir essa carreira, saiba que vai precisar de muita sensibilidade para cuidar dos outros, pois é esse profissional quem faz a ponte entre o paciente e seus familiares e todos os demais profissionais do hospital.

Dependendo do estágio da carreira, suas atribuições não param por aí.

Na função, é fundamental ter espírito de liderança e entender de gestão de pessoas e de processos. A carreira de enfermeiro, exige uma série de sacrifícios.

É indispensável em todos os setores de um hospital, da UTI à psiquiatria, passando pela pediatria, maternidade e cardiologia, o enfermeiro se preocupar com a qualidade de vida e a segurança dos pacientes.

É sua função coletar dados sobre o estado dos doentes e ajudar a estabelecer o diagnóstico para auxiliar o corpo clínico sobre a conduta a ser seguida.

Ele também é responsável pela higiene, alimentação e orientação do paciente, bem como pela administração de remédios e a aplicação de curativos.

Pode atuar, ainda, na saúde coletiva, em campanhas de prevenção de doenças e realizando trabalhos educativos na comunidade.

O mercado de trabalho

O mercado de trabalho do profissional de Enfermagem tem passado por mudanças. Aquela atuação tradicional, em hospitais, está muito difícil. O mercado está saturado pois há muitos cursos no país e a concorrência é grande.

A mudança, no entanto, não significa que a profissão passe por um momento ruim. O enfermeiro tem de ser criativo e buscar alternativas.

Hoje, por exemplo, há profissionais que trabalham em empresas de produtos hospitalares, apresentando as novida- des a outros enfermeiros e dando treinamento. Essa função não existia há poucos anos.

O envelhecimento da população brasileira também faz aumentar a procura pelo especialista em saúde da terceira idade para atuar em hospitais, clínicas e casas de repouso ou como autônomo. No estado de São Paulo, que abriga a maior rede hospitalar do país, há vagas em instituições filantrópicas e privadas. As oportunidades são maiores nas cidades do interior.

O Programa Saúde da Família e o Programa Nacional de Reorientação da Formação Profissional em Saúde (Pró-Saúde) também criam postos de trabalho para os enfermeiros em todo o Brasil.

Como a política de saúde do governo federal tem dado maior ênfase aos investimentos na prevenção de doenças (desnutrição, doenças sexualmente transmissíveis, tratamento de gestantes, hipertensão e outras), nos últimos anos, os formados têm atuado principalmente na área de promoção da saúde e na emergência.

O curso

O Curso de Enfermagem visa formar o profissional de graduação em enfermagem, com competência técnica, científica e humana, voltado para o atendimento às necessidades das pessoas em termos de assistência preventiva e curativa à saúde.

Pretende oferecer uma formação sólida que possibilite uma atuação crítica e reflexiva na realidade, desenvolvendo práticas que promovam a saúde da coletividade e contribuam para o desenvolvimento social, científico e cultural.

As diretrizes estabelecidas pelo MEC em 2002 propuseram que a formação na graduação passasse a ter um caráter mais generalista, voltado para as necessidades de atenção primária, que é o trabalho do enfermeiro em ambulatórios, prontos-socorros e postos de saúde.

O início do curso é marcado por disciplinas básicas da área das ciências biológicas, como anatomia, microbiologia, citologia, histologia e parasitologia. Também há matérias de administração e fundamentos de psicologia e de sociologia.

Gradativamente, o aluno conhece os procedimentos técnicos e, no segundo ano, começa a atender pacientes e a cuidar de enfermarias.

O estágio é obrigatório, sempre supervisionado por enfermeiros e professores. No fim do curso – que dura, em média, quatro anos e meio –, é comum a exigência de um trabalho de conclusão.

O que você pode fazer

Assessoria e consultoria: Auditar os procedimentos hospitalares de enfermagem e auxiliar na montagem de unidades de saúde.
Atendimento domiciliar:
Cuidar de pacientes em sua residência, dando continuidade ao tratamento hospitalar. Auxiliar o paciente em exercícios terapêuticos e cuidar de sua higiene e de seu bem-estar.
Enfermagem geral:
Comandar equipes de técnicos e auxiliares de enfermagem no atendimento a pacientes.
Enfermagem geriátrica:
Atender idosos, doentes ou não, em domicílios, casas de repouso, clínicas e hospitais.
Enfermagem médico-cirúrgica:
Ministrar cuidados pré e pós-operatórios em prontos-socorros, clínicas e hospitais.
Enfermagem obstétrica:
Dar assistência integral a gestantes, parturientes e lactantes, acompanhando o pré-natal, realizando exames e auxiliando o médico no parto e no pós-parto. Dar orientações sobre planejamento familiar.
Enfermagem pediátrica:
Acompanhar e avaliar o crescimento e o desenvolvimento da criança. Incentivar o aleitamento materno e orientar os pais quanto às técnicas e aos cuidados com os recém-nascidos.
Enfermagem psiquiátrica:
Ajudar no tratamento de pacientes com distúrbios psicológicos.
Enfermagem de resgate:
Participar de equipes de salvamento de vítimas de acidentes ou de calamidades públicas.
Enfermagem do trabalho:
Dar atendimento ambulatorial em empresas e acompanhar programas de prevenção e manutenção da saúde dos funcionários.
Enfermagem de saúde pública:
Orientar a população sobre a prevenção de doenças e promover a saúde da coletividade. Atender pacientes em hospitais, centros de saúde, creches e escolas. Formar, capacitar e supervisionar os agentes de saúde.

Titulação

Enfermeiro,
Enfermeiro Médico-Cirúrgico,
Enfermeiro Obstetra,
Enfermeiro de Saúde Pública e
Licenciado em Enfermagem e Obstetrícia.

Duração média do curso: 04 anos

Enfermagem - Profissão

O profissional em Enfermagem é especializado na recuperação e na promoção da saúde, assim com na prevenção de doenças. Trabalha em uma equipe multidisciplinar, em conjunto com médicos, administradores, auxiliares de enfermagem, psicólogos e nutricionistas, podendo atuar em todos os níveis organizacionais das instituições de saúde.

Ele cuida desde a alimentação dos pacientes, em conjunto com os nutricionistas, da higiene no local de trabalho, administração de medicação, aplicação de curativos, cuidados intensivos em UTI’s, auxilia os médicos na elaboração de diagnósticos e prescrição de medicamentos, assim como pode exercer trabalho administrativo nas instituições de saúde.

Mas, ao contrário do que pode parecer, o campo de trabalho deste profissional não se restringe apenas às clínicas e hospitais. Ele poderá atuar na área de saúde coletiva, em programas governamentais, executando atividades educativas na comunidade e todo tipo de pesquisas sociais concernentes à área de saúde.

Tipos de Curso

a) Nível Superior

Bacharelado

Duração média de 4 anos em período integral, com estágio obrigatório, sendo que algumas escolas exigem, também, a apresentação de um trabalho de conclusão de curso(TCC). O currículo é composto por disciplinas da área de ciências biológicas como bioquímica, citologia, microbiologia, histologia, e anatomia, mas também inclui disciplinas como procedimentos laboratoriais, psicologia, sociologia e administração. Parte do curso é dedicada a atividades práticas quando o aluno passa a atender pacientes na enfermaria.

b) Nível Superior

Licenciatura

Duração média de 4 anos. Os cursos de licenciatura em Enfermagem costumam se apresentar como um complemento dos estudos do bacharelado. O aluno pode cursar as disciplinas do bacharelado e depois cumprir a carga de matérias que vão habilitá-lo a lecionar nos ensinos fundamenta e médio.

c) Nível Médio

Curso Técnico

Duração média de 2 anos. O curso técnico em enfermagem é um curso profissionalizante para alunos do 3º ano do ensino médio, ou que já o tenho concluído, onde ele opta pelas disciplinas específicas da área. Existem também diversos cursos técnicos de especialização para os que já concluíram o Técnico em Enfermagem.

Mercado de Trabalho

O campo de trabalho para o profissional em Enfermagem é vasto. Ele poderá atuar com enfermagem do trabalho, implementando programas de saúde dentro de empresas; enfermagem de resgate, participando da equipe de paramédicos, enfermagem médico-cirúrgica, auxiliando os médicos em cirurgias e cuidando dos pacientes no pós-operatório.

Outro campo de trabalho que tem se aberto para os enfermeiros é o que envolve os serviços de home care, atendimento domiciliar de pacientes que fazem a recuperação em casa e com enfermagem psiquiátrica, auxiliando os médicos nos tratamentos de distúrbios psicológicos.

Além disto, o enfermeiro pode trabalhar com enfermagem de saúde pública, orientando as comunidades sobre a prevenção e o tratamento de doenças e promovendo a saúde coletiva ou na área administrativa das instituições de saúde, fazendo auditoria dos procedimentos hospitalares ou auxiliando no planejamento de unidades de saúde.

Ofertas de Emprego

As políticas públicas para a área de saúde, nos últimos anos, tem aumentado a demanda de enfermeiros com especializações nas áreas oncologia, UTI, neurologia, hemodiálise e ortopedia, pois sua atuação passou a ser exigida pelo Ministério da saúde em todos os hospitais, o que aumentou a oferta de vagas.

Além desta medida, o governo federal tem incentivado fortemente a área de saúde preventiva, para o que tem contratado muitos profissionais em enfermagem.

Esses enfermeiros atuam em diversas atividades dentro dos programas de saúde, como na educação da população quanto a doenças sexualmente transmissíveis, cuidados com a nutrição, programas de combate à mortalidade infantil, e ambulatórios itinerantes que levam o tratamento de educação e saúde às populações mais isoladas e carentes.

Nas capitais das regiões Sul e Sudeste a concorrência é grande, pois existem muitos profissionais no mercado, mas boas oportunidades surgem no interior dos Estados em clínicas e hospitais particulares, assim como existe a tendência de aumento na demanda destes profissionais em outras regiões do país, principalmente em órgãos públicos.

Fonte: www.cursocerto.com.br/www.ufvjm.edu.br/www.enfermagemvirtual.com.br

Sobre o Portal | Política de Privacidade | Fale Conosco | Anuncie | Indique o Portal