Breaking News
Home / Profissões / Engenharia de Transporte

Engenharia de Transporte

PUBLICIDADE

Definição

Os engenheiros de transporte planejam, projetam e operam os grandes sistemas de infraestrutura pública e privada que conectam nosso mundo físico.

O transporte sempre desempenhou um papel essencial no desenvolvimento da sociedade, originalmente em relação às rotas comerciais e portos, mas, mais recentemente, também aos sistemas terrestres e aéreos.

É responsabilidade do engenheiro de transporte planejar, projetar, construir, operar e manter esses sistemas de transporte, de modo a proporcionar o movimento seguro, eficiente e conveniente de pessoas e mercadorias.

Os principais tipos de transporte são: rodovia, água, ferrovia, metrô, ar e tubulação.

A Engenharia de Transporte é um ramo da engenharia civil preocupado com o projeto e a construção de ruas e estradas que facilitarão melhor o movimento do tráfego.

Engenharia de Transportes

O que é engenharia de transporte?

A disciplina de engenharia de transporte é o ramo da engenharia civil que se concentra especificamente no movimento de pessoas e mercadorias.

Os profissionais de engenharia de transporte se concentram em tornar esse movimento o mais fácil, conveniente, previsível e ecológico possível.

O transporte é uma faceta importante da vida moderna, por isso faz sentido que a engenharia de transporte seja um importante ramo da engenharia civil. Essa filial possui diversos subconjuntos, incluindo aeroespacial, hidrovia, transporte aéreo, transporte urbano e engenharia de rodovias.

O estágio de pré-planejamento, antes do início do projeto, ocorre quando grande parte da engenharia de transporte ocorre.

O engenheiro estrutural deve analisar o sistema de transporte existente e avaliar a área que será afetada pelo projeto de transporte planejado.

O engenheiro deve criar o que é conhecido como um inventário ou um banco de dados de informações, como o tamanho da população na área, a maneira como a terra é usada, os padrões de viagens existentes na rede de transporte, as expectativas dos comunidade, os recursos financeiros do projeto e quaisquer leis aplicáveis.

A sub-disciplina da engenharia de rodovias envolve o projeto, construção e reparo de rodovias e estradas do bairro.

Os engenheiros de rodovias podem ser chamados a consertar uma interseção de alto tráfego e alto perigo. Eles teriam que avaliar a melhor forma de melhorar essa interseção através de novas sinalizações, construções, padrões de tráfego ou luzes, levando em consideração o comportamento de dirigir, os tipos de veículos naquela estrada em particular e a própria estrada existente.

Outro tipo de engenharia de transporte é a engenharia de aeroportos, que se preocupa em projetar, construir e reparar aeroportos.

Ao construir um aeroporto, os engenheiros do aeroporto devem levar em consideração diversos fatores, como padrões e velocidades típicas do vento e o tamanho dos aviões que usarão o aeroporto.

Eles podem determinar em qual direção construir a pista, qual deve ser o tamanho e como espaçar as zonas de segurança e os portões do avião.

Qualquer que seja o ramo da disciplina em que praticam, os engenheiros de transporte seguem um conjunto de procedimentos para cada projeto em que participam.

De um modo geral, a engenharia de transporte envolve o planejamento e o design de um determinado projeto de transporte, seguido de sua construção e manutenção. Cada projeto é diferente, dependendo de quão grande é, quanto e quais tipos de determinado material de construção serão necessários e qual será sua função final.

Engenharia de Transportes

O que um engenheiro de transporte faz?

Sistemas ferroviários, rodoviários, rodoviários e aeroportuários são infraestruturas complexas que requerem planejamento e desenvolvimento consideráveis. Uma pessoa que cria esses sistemas é conhecida como engenheira de transporte.

Os engenheiros de transporte podem trabalhar para uma variedade de setores, incluindo empresas de consultoria, empresas privadas, universidades e agências governamentais.

Dependendo de sua especialidade, um engenheiro de transporte pode ser responsável por tarefas específicas em apenas uma concentração.

As pessoas que estudam sistemas ferroviários podem trabalhar apenas em serviços ferroviários, enquanto as que se concentram exclusivamente na engenharia de tráfego podem desenvolver novas estradas e projetar padrões de tráfego.

Um engenheiro civil de transporte que trabalha no campo geral pode executar todas essas tarefas, além de outras.

A supervisão da construção e reparo do transporte pode ser uma tarefa coberta pelos trabalhos de engenheiro de transporte.

Outro dever pode ser ajudar no ensino de pesquisadores ou outros professores no nível universitário. A solução de problemas, como a criação de rotas alternativas para áreas de tráfego congestionadas, é outra especialidade do engenheiro civil de transporte.

Durante a construção de estradas, os engenheiros devem garantir que os planos de projeto e os padrões do departamento de rodovias sejam totalmente cumpridos. Eles também devem ser flexíveis, adaptando-se às mudanças nos planos quando necessário e desenvolvendo novas estratégias. Eles são responsáveis pelo cálculo dos custos do projeto, disponibilidade de terra e necessidades locais ao planejar um novo sistema de transporte. Construir propostas detalhadas, seguindo um planejamento cuidadoso e coordenação é outra tarefa do engenheiro de transporte.

A inspeção após um projeto concluído geralmente é uma exigência dos trabalhos de engenheiro de transporte. Os engenheiros devem verificar se os sistemas de metrô, trem, ônibus, estrada e outros sistemas completos são seguros para motoristas e passageiros. Outros cargos que um engenheiro pode ter incluem projetista de sistemas de transporte, supervisor de construção e engenheiro de projeto.

As condições de trabalho variam de acordo com a empresa e a posição específica. Os engenheiros podem trabalhar exclusivamente em escritórios, embora geralmente também sejam obrigados a trabalhar em canteiros de obras. Um engenheiro deve esperar trabalhar em todos os tipos de condições climáticas. Uma semana de trabalho de quarenta horas é típica, embora muitas vezes sejam necessárias horas extras.

Para se tornar um engenheiro de transporte, normalmente é necessário um diploma de bacharel em engenharia civil. É aconselhável uma base sólida em ciência, matemática e sistemas de computador.

Outros cursos que podem ser úteis incluem aulas de comunicação, inglês, ciências sociais, ciências políticas e administração de empresas.

Os engenheiros de transporte geralmente continuam seus estudos ao longo de suas carreiras por meio de várias conferências, seminários e convenções.

Um engenheiro de transporte pode esperar ter uma renda considerável, em média. Engenheiros que obtêm diplomas mais altos podem esperar ganhar mais dinheiro.

As perspectivas de emprego para essa posição são consideradas boas, pois a engenharia de transporte é algo que a maioria das sociedades exige. À medida que os sistemas se tornam mais sustentáveis e avanços tecnológicos, são necessários engenheiros de transporte mais inovadores para ajudar as áreas a lidar com as mudanças.

O que um engenheiro de tráfego faz?

Um engenheiro de tráfego é um engenheiro de transporte que estuda estradas e rodovias e os hábitos das pessoas que os usam. Ele usa essas informações para projetar sistemas de transporte que melhor atendem à maioria das pessoas da maneira mais econômica. Analisar padrões de tráfego e como eles podem evoluir é uma parte importante de seu trabalho.

Para analisar efetivamente os padrões de tráfego e fazer recomendações sólidas, geralmente é necessário um engenheiro de tráfego para coletar informações de várias fontes.

Ele normalmente estuda estatísticas de acidentes e confere com a polícia e o pessoal de controle de tráfego nas ruas e cruzamentos mais perigosos. Opções como lombadas, sinais direcionais e ajustes de sinais de trânsito são geralmente discutidos como alternativas para reduzir acidentes de trânsito e pedestres.

Ele também pode se reunir com fabricantes de sinais de trânsito e outros engenheiros para revisar os avanços da tecnologia para melhorar o fluxo de tráfego. Frequentemente, as luzes de ponto em áreas específicas ou em determinados horários do dia podem melhorar significativamente os padrões de tráfego e impedir backups incômodos durante o horário de pico.

As taxas de acidentes também podem ser reduzidas por meio de ajustes nos semáforos.

As condições físicas das estradas e ruas também são preocupações abordadas por um engenheiro de trânsito.

Ele examina regularmente as estradas existentes para avaliar sua durabilidade e aplica suas descobertas ao planejar vias futuras. Se os materiais ou mão-de-obra forem considerados abaixo do padrão, o engenheiro de tráfego normalmente é obrigado a encontrar possíveis alternativas. É esperado que ele apresente suas idéias e soluções para obras públicas e especialistas em transporte para revisão.

O ponto focal do trabalho de uma engenheira de tráfego é amplamente determinado pelo tipo de distrito em que ele trabalha. Se ele trabalha para uma agência estadual ou regional, suas principais preocupações são geralmente as principais estradas que sofrem o tráfego mais frequente e pesado.

A segurança e a manutenção mais econômica dessas rodovias são uma de suas principais responsabilidades.

Se o engenheiro trabalha para uma agência da cidade, provavelmente gasta um tempo considerável estudando problemas de estacionamento urbano e congestionamento de tráfego. Geralmente, espera-se que suas soluções propostas para esses problemas sejam favoráveis a residentes, visitantes e agências governamentais.

Assuntos de transporte público também são uma grande preocupação para os engenheiros de trânsito da cidade.

Um engenheiro de tráfego é regularmente solicitado a utilizar pacotes de projetos auxiliados por computador para estudar os padrões de tráfego e determinar como as modificações no equipamento ou as alterações nas estradas podem melhorar as condições de tráfego. Ele freqüentemente cria apresentações visuais para reuniões e seminários sobre padrões de tráfego e avanços do setor. Além das habilidades em informática, o sucesso de um engenheiro de tráfego depende em grande parte de sua capacidade de comunicar efetivamente suas preocupações e propostas de soluções a uma ampla gama de engenheiros, administradores e consultores.

Os requisitos educacionais para esta posição variam. A maioria dos empregos exige um diploma universitário em engenharia civil, planejamento urbano ou áreas afins.

Os profissionais que mais tarde optarem por usar seu diploma para ensinar podem precisar de um mestrado ou doutorado.

Muitos engenheiros também participam de seminários e sessões de treinamento exigidos pelo empregador para expandir sua educação.

O que faz um engenheiro de rodovias?

Um engenheiro de rodovias é um especialista em engenharia civil que projeta novas estradas, viadutos e rampas de rodovias. Ele pode se especializar na criação de projetos iniciais para novos sistemas de rodovias, na determinação dos melhores materiais e métodos a serem utilizados ou na supervisão do processo real de construção.

Normalmente, os profissionais realizam uma extensa pesquisa sobre a quantidade de tráfego que utilizará novas estradas para criar os planos de projeto mais eficazes e econômicos.

A maioria dos engenheiros de rodovias é contratada por departamentos governamentais de transporte, embora alguns trabalhem para empresas de consultoria e instituições de pesquisa.

Os comitês de planejamento urbano e as agências governamentais geralmente consultam um engenheiro especialista quando determinam a necessidade de uma nova rodovia.

O engenheiro realiza primeiro uma pesquisa inicial sobre uma área, incluindo o formato da terra, os padrões climáticos e a quantidade potencial de automóveis que usarão a nova estrada.

Se a terra não for desenvolvida, ele poderá aconselhar o comitê de planejamento sobre as melhores maneiras de limpar a vegetação e nivelar as colinas. Para trabalhos de substituição de estradas, o engenheiro de rodovias geralmente determina se alguma parte da estrada antiga pode ser recuperada ou se deve ser completamente removida e substituída por um novo design.

O engenheiro de estradas geralmente desenha esboços e cria modelos de computador para aperfeiçoar seus planos de design. Alguns projetos são relativamente diretos, como os de longos trechos de rodovias retas nos desertos, enquanto outros são extremamente complexos, como trocas entre as principais vias de uma cidade grande. O principal objetivo de um engenheiro de rodovias é projetar sistemas que sejam econômicos, seguros e confiáveis para os viajantes.

Alguns engenheiros de rodovias participam da pesquisa e desenvolvimento de melhores materiais de construção e novas técnicas para a instalação de rodovias.

Profissionais podem trabalhar com cientistas de materiais, por exemplo, para desenvolver vigas de apoio e asfalto mais fortes, menos propensos a desgaste e erosão.

Eles colocam protótipos de novos produtos e processos por meio de simulações em computador e testes práticos realistas para determinar a eficácia.

É comum que um engenheiro de rodovia trabalhe no local durante a fase de construção de um projeto.

Ele monitora a qualidade do trabalho e garante que o projeto permaneça dentro das restrições de tempo e orçamento.

O engenheiro se comunica com os gerentes de projeto e supervisores do local para discutir as preocupações que possam surgir durante um trabalho.

Quaisquer falhas de design são examinadas e corrigidas em tempo hábil para manter o projeto dentro do cronograma.

Um diploma de bacharel é normalmente o requisito educacional mínimo para se tornar um engenheiro de rodovias. Algumas empresas contratantes e órgãos governamentais preferem contratar profissionais com mestrado em engenharia civil.

Os novos engenheiros geralmente trabalham sob a supervisão de profissionais estabelecidos por até quatro anos para obter experiência prática.

Em muitos estados e países, os engenheiros de rodovias devem passar por exames de certificação por escrito antes de poderem trabalhar independentemente em projetos.

Fonte: civilengineeringbible.com/www.environmentalscience.org/www.thecivilengg.com/www.indeed.com/civil.columbia.edu/www.wisegeek.org/www.uprm.edu/www.engineering.unsw.edu.au/www.mcgill.ca

 

 

 

Conteúdo Relacionado

Veja também

Engenharia de Bioprocessos

Engenharia de Bioprocessos

PUBLICIDADE Definição A Engenharia de Bioprocessos é um processo biológico que é usado na criação de um …

Engenharia Térmica

Engenharia Térmica

PUBLICIDADE Definição A engenharia térmica é uma disciplina especializada em engenharia mecânica que lida com o movimento …

Engenharia óptica

Engenharia óptica

PUBLICIDADE Definição Os engenheiros ópticos aplicam os conceitos de óptica para pesquisar, projetar e desenvolver aplicativos em …