Breaking News
QUESTION 1 You have a hybrid Exchange Server 2016 organization. Some of the mailboxes in the research department are hosted on-premises. Other mailboxes in the research department are stored in Microsoft Office 365. You need to search the mailboxes in the research department for email messages that contain a specific keyword in the message body. What should you do? A. From the Exchange Online Exchange admin center, search the delivery reports. B. Form the on-premises Exchange center, search the delivery reports. C. From the Exchange Online Exchange admin SY0-401 exam center, create a new In-Place eDiscovery & Hold. D. From the Office 365 Compliance Center, create a new Compliance Search. E. From the on-premises Exchange admin center, create a new In-Place eDiscovery & Hold. Correct Answer: E QUESTION 2 You have an Exchange Server 2016 organization. You plan to enable Federated Sharing. You need to create a DNS record to store the Application Identifier (AppID) of the domain for the federated trust. Which type of record should you create? A. A B. CNAME C. SRV D. TXT Correct Answer: D QUESTION 3 Your company has an Exchange Server 2016 200-310 exam Organization. The organization has a four- node database availability group (DAG) that spans two data centers. Each data center is configured as a separate Active Directory site. The data centers connect to each other by using a high-speed WAN link. Each data center connects directly to the Internet and has a scoped Send connector configured. The company's public DNS zone contains one MX record. You need to ensure that if an Internet link becomes unavailable in one data center, email messages destined to external recipients can 400-101 exam be routed through the other data center. What should you do? A. Create an MX record in the internal DNS zone B. B. Clear the Scoped Send Connector check box C. Create a Receive connector in each data center. D. Clear the Proxy through Client Access server check box Correct Answer: AQUESTION 4 Your network contains a single Active Directory forest. The forest contains two sites named Site1 and Site2. You have an Exchange Server 2016 organization. The organization contains two servers in each site. You have a database availability group (DAG) that spans both sites. The file share witness is in Site1. If a power failure occurs at Site1, you plan to mount the databases in Site2. When the power is restored in Site1, you Cisco CCNP Security 300-207 exam SITCS need to prevent the databases from mounting in Site1. What should you do? A. Disable AutoReseed for the DAG. B. Implement an alternate file share witness. C. Configure Datacenter Activation Coordination (DAC) mode. D. Force a rediscovery of the EX200 exam network when the power is restored. Correct Answer: C QUESTION 5 A new company has the following: Two offices that connect to each other by using a low-latency WAN link In each office, a data center that is configured as a separate subnet Five hundred users in each office You plan to deploy Exchange Server 2016 to the network. You need to recommend which Active Directory deployment to use to support the Exchange Server 2016 deployment What is the best recommendation to achieve the goal? A. Deploy two forests that each contains one site and one site link. Deploy two domain controllers to each forest. In each forest configure one domain controller as a global catalog server B. Deploy one forest that contains one site and one site link. Deploy four domain controllers. Configure all of the domain controllers as global catalog servers. C. Deploy one forest that contains two sites and two site links. Deploy two domain controllers to each site in each site, configure one domain controller as a global catalog server D. Deploy one forest that contains two sites and one site link. Deploy two domain controllers to each site. Configure both domain controllers as global catalog servers Correct Answer: C QUESTION 6 How is the IBM Content Template Catalog delivered for installation? A. as an EXE file B. as a ZIP file of XML files C. as a Web Appli cati on Archive file D. as a Portal Application Archive file Correct Answer: D QUESTION 7 Your company has a data center. The data center contains a server that has Exchange Server 2016 and the Mailbox server role installed. Outlook 300-101 exam anywhere clients connect to the Mailbox server by using thename outlook.contoso.com. The company plans to open a second data center and to provision a database availability group (DAG) that spans both data centers. You need to ensure that Outlook Anywhere clients can connect if one of the data centers becomes unavailable. What should you add to DNS? A. one A record B. two TXT records C. two SRV records D. one MX record Correct Answer: A QUESTION 8 You have an Exchange Server 2016 EX300 exam organization. The organization contains a database availability group (DAG). You need to identify the number of transaction logs that are in replay queue. Which cmdlet should you use? A. Test-ServiceHealth B. Test-ReplicationHealth C. Get-DatabaseAvailabilityGroup D. Get-MailboxDatabaseCopyStatus Correct Answer: D QUESTION 9 All users access their email by using Microsoft Outlook 2013 From Performance Monitor, you discover that the MSExchange Database\I/O Database Reads Average Latency counter displays values that are higher than normal You need to identify the impact of the high counter values on user connections in the Exchange Server organization. What are two client connections 400-051 exam that will meet performance? A. Outlook on the web B. IMAP4 clients C. mobile devices using Exchange ActiveSync D. Outlook in Cached Exchange ModeE. Outlook in Online Mode Correct Answer: CE QUESTION 10 You work for a company named Litware, Inc. that hosts all email in Exchange Online. A user named User1 sends an email message to an Pass CISCO 300-115 exam - test questions external user User 1 discovers that the email message is delayed for two hours before being delivered. The external user sends you the message header of the delayed message You need to identify which host in the message path is responsible for the delivery delay. What should you do? A. Review the contents of the protocol logs. B. Search the message tracking logs. C. Search the delivery reports 200-355 exam for the message D. Review the contents of the application log E. Input the message header to the Exchange Remote Connectivity Analyzer Correct Answer: E QUESTION 11 You have an Exchange Server 2016 organization. The organization contains three Mailbox servers. The servers are configured as shown in the following table You have distribution group named Group1. Group1 contains three members. The members are configured as shown in the following table. You discover that when User1 sends email messages to Group1, all of the messages are delivered to EX02 first. You need to identify why the email messages sent to Group1 are sent to EX02 instead. What should you identify? A. EX02 is configured as an expansion server. B. The arbitration mailbox is hosted 300-320 exam on EX02.C. Site2 has universal group membership caching enabled. D. Site2 is configured as a hub site. Correct Answer: A
Home / Profissões / Musicoterapia

Musicoterapia

PUBLICIDADE

O que é Musicoterapia?

A musicoterapia é uma técnica da medicina complementar que usa a música prescrito de forma qualificada por terapeutas treinados. Os programas são projetados para ajudar os pacientes a superar desafios físicos, emocionais, intelectuais e sociais.

As aplicações vão desde a melhoria do bem-estar dos pacientes geriátricos em casas de repouso para reduzir o nível de estresse e dor das mulheres em trabalho de parto.

A musicoterapia é utilizada em muitos ambientes, incluindo escolas, centros de reabilitação, hospitais, asilos, lares de idosos, centros comunitários, e às vezes até em casa.

A música influencia o comportamento humano ao afetar o cérebro e, posteriormente, outras estruturas corporais de maneiras que são observáveis, identificáveis, mensuráveis e previsíveis, proporcionando assim a base necessária para aplicações terapêuticas.

Musicoterapia é a utilização clínica baseada em evidências de intervenções de música para atingir objetivos individualizados dentro de um relacionamento terapêutico por um profissional credenciado que tenha completado um programa de musicoterapia aprovado.

Musicoterapia é uma profissão de saúde estabelecido em que a música é usada dentro de um relacionamento terapêutico para atender às necessidades físicas, emocionais, cognitivas e sociais dos indivíduos. Depois de avaliar os pontos fortes e necessidades de cada cliente, o musicoterapeuta qualificado fornece o tratamento indicado incluindo a criação, cantando, movendo-se, e / ou ouvindo música. Através do envolvimento musical no contexto terapêutico, habilidades dos clientes são fortalecidos e transferidos para outras áreas de suas vidas. A musicoterapia também fornece caminhos para a comunicação que pode ser útil para aqueles que acham difícil se expressar em palavras.

Pesquisa em terapia de música suporta a sua eficácia em muitas áreas, tais como: reabilitação física em geral e facilitar o movimento, aumentando a motivação das pessoas para se engajar em seu tratamento, proporcionando apoio emocional para os clientes e suas famílias, e fornecendo uma saída para a expressão de sentimentos.

O Musicoterapêuta

Pesquisa a relação do homem com as diversas espécies de ruídos para criar métodos terapêuticos específicos para cada tipo de problema ou necessidade.

Procura a melhor forma de utilizar a música para diminuir o nível de stress das pessoas, utilizando a sonorização ambiental em indústrias, grandes escritórios, centros cirúrgicos, consultórios, unidade de terapia intensiva e até mesmo restaurantes.

Dispõe de variado material sonoro: discos e fitas de vários estilos musicais, instrumentos, gravadores e até objetos artesanais, como garrafas cheias de água.

Na área Clínica, aplica técnicas sonoras, instrumentais e musicais para reabilitar pessoas com distúrbios sensoriais, físicos, mentais e emocionais.

Na área Educacional, utiliza métodos musicais adequados para prevenir e tratar distúrbios de aprendizagem e dificuldades na leitura e escrita.

Na área Social, desenvolve atividades musicais com crianças e idosos. Participa de programas de assistência a menores abandonados, infratores ou envolvidos com drogas.

O Profissional

A musicoterapia é a terapia que utiliza a música como elemento mobilizador. Música no seu sentido mais amplo, até os sons não estruturados, sons de todos os tipos são utilizados para ajudar pacientes com deficiências físicas, mentais, distúrbios da personalidade ou problemas psicológicos.

O musicoterapeuta através do som e do movimento restabelece o equilíbrio, tanto físico quanto emocional, do paciente. Ele é o maior estudioso e pesquisador da relação desenvolvida entre o homem e o som, e deste estudo, surgem métodos e técnicas de trabalho.

O Musicoterapeuta é o profissional que trabalha com a musicoterapia, que é a utilização da música e de seus elementos constituintes como ritmo, melodia e harmonia, com o objetivo de facilitar e promover comunicação, relacionamento, aprendizado, mobilização, expressão, etc.

A musicoterapia é a ciência que visa melhorar a qualidade de vida, e desenvolver potenciais ou restabelecer funções físicas, mentais ou sociais.

Esse profissional trabalha com diversos tipos de pacientes, principalmente pessoas com dificuldades motoras, autistas, pacientes com deficiência mental, paralisia cerebral, dificuldades emocionais, pacientes psiquiátricos, gestantes, crianças, pessoas sob stress e idosos.

Esse trabalho pode ser desenvolvido em conjunto com outras ciências como com a fonoaudiologia, fisioterapia, terapia ocupacional, etc, de forma multidisciplinar, fazendo com que o tratamento seja mais eficaz.

O Curso

É um curso que exige do aluno, além das Provas de Matérias do 2.º grau, o Teste de Habilidade Específica (THE) que consta de uma prova teórica sobre Teoria Musical e de um teste sobre Percepção Auditiva, Memória Auditiva, Solfejo e Prática Musical de Instrumento ou Canto.

A musicoterapia não tem nada a ver com tocar um instrumento, nem com técnicas de relaxamento. É necessário enfatizar que é grande a diferença entre usar o som em terapia (como no relaxamento), e usar o som como terapia — aplicação científica de sons, ritmos, expressão, movimento e música estruturada para atingir fins terapêuticos. Dessa maneira, o currículo abrange disciplinas da área da Saúde como Neurologia, Psicopatologia, Fonoaudiologia, Anatomia, Fisioterapia, Psicologia, Anatomofisiologia e outras.

Complementando, a carga horária de disciplinas ligadas à Música é intensa e oferta: Folclore, História da Música, Expressão Corporal, Psicoacústica, Musicoterapia, Prática Musical, Desenvolvimento do Senso Rítmico, Técnicas de Coros e Conjuntos entre várias outras.

No curso você terá matérias de duas grandes áreas: música e medicina.

Na parte de música, aprenderá a tocar e cantar, terá aulas de harmonia, ritmo, percepção e musicalização. A científica lhe dará conhecimentos teóricos de neurologia, psicologia e psiquiatria. Boa parte do curso é dedicada à sensibilização física específica à musicoterapia, que trabalha com expressão corporal, atividades criativas e dinâmicas de grupo. O estágio é feito em instituições de saúde e educacionais.

Este curso oferece subsídios sobre o uso da música e de seus elementos: o som, o ritmo, a melodia e a harmonia para os profissionais da área que desejam atuar competentemente nos processos destinados a facilitar e promover a comunicação, relacionamento, aprendizado, mobilização, expressão e a organização.

A musicoterapia auxilia o indivíduo a restaurar suas funções e desenvolver seus potenciais para alcançar uma melhor organização intra e interpessoal, ampliando sua qualidade de vida através da prenvenção, reabilitação ou tratamento.

A carreira

A influência dos sons sobre o corpo humano começou a ser percebida na Grécia, no século V a.C., quando o filósofo Pitágoras passou a tratar dementes com sessões musicais.

Mas só em 1950 a música se tornou oficialmente um instrumento terapêutico.

A musicoterapia tem-se mostrado eficaz para prevenir males causados pelo stress, como fadiga, gastrite e dores musculares.

As técnicas da profissão servem também para controlar o ritmo respiratório e cardíaco, estimular a percepção, a memória e a capacidade de fixação visual e táctil.

Não pense que, para seguir essa profissão, você precisa ser um músico de primeira grandeza. É necessário ter noção de música, de sua evolução, de teoria cultural e conhecer os sons que regem o universo.

Ao contrário dos países desenvolvidos, que recorrem a técnicas de musicoterapia para melhorar até mesmo o desempenho no trabalho, o Brasil engatinha na requisição desses profissionais.

Seu campo ainda está restrito a clínicas de reabilitação e hospitais, onde o musicoterapeuta trabalha no atendimento a crianças, adultos e gestantes.

O Mercado de Trabalho

O mercado de trabalho é amplo, pois a profissão é nova e existem poucas escolas. Aqui, em Ribeirão Preto, nossos estudantes começam a estagiar e trabalhar com muita facilidade. Desenvolvemos trabalho em sanatórios; em hospitais, com doentes crônicos; em clinicas, com drogados. Também trabalhamos com deficientes auditivos, através da vibração sonora.

O trabalho do musicoterapeuta é longo, não obtemos resultados a curto prazo. Por isso, o profissional deve ser dedicado, atencioso, muita facilidade de relacionamento interpessoal.

São boas as perspectivas de trabalho para esse bacharel.

Grande parte dos formados atua na área clínica, atendendo em consultório, muitas vezes em conjunto com outros profissionais do setor de saúde. Especialistas em reabilitação e prevenção encontram boas chances nas alas de pediatria, geriatria e oncologia de hospitais e clínicas.

Crescem as vagas também em maternidades e em centros de diagnóstico.

Nas escolas públicas e privadas, ele é solicitado para auxiliar alunos com problemas de aprendizagem. Começam a surgir oportunidades em empresas, nas quais o profissional incorpora-se à equipe de Recursos Humanos para atuar em programas de integração e qualidade de vida.

Concursos públicos têm sido abertos para o musicoterapeuta, sobretudo na área de saúde mental e nos Centros de Apoio Psicossocial (CAPS).

Duração média do curso: 04 anos

Musicoterapia – Profissão

O musicoterapeuta é o profissional que utiliza os sons na melhoria da qualidade de vida das pessoas. Esse profissional pesquisa o uso da música e dos ruídos na reabilitação física, mental e social dos indivíduos.

O potencial do uso terapêutico da música foi descoberto nos anos 40, no pós-guerra na Europa, e se tornou uma ciência e uma profissão em muitos países. No Brasil, a categoria ainda luta pela regulamentação da profissão.

O musicoterapeuta não é um artista que se apresenta para as pessoas, ele é um estudioso que conhece os fundamentos teóricos da utilização clínica dos sons, sua influência sobre a saúde física e sobre a disposição psicológica das pessoas.

A musicoterapia estuda todos os métodos terapêuticos que buscam, através da utilização dos sons, o restabelecimento do equilíbrio físico, emocional, psicológico e social de pessoas em situação de crise ou de risco. Portadores de doenças terminais, pacientes em períodos de longa internação, pessoas estressadas ou com depressão, indivíduos com distúrbios mentais ou sociais, como os detentos e menores infratores, se beneficiam da atividade do musicoterapeuta.

Esse profissional também tem se destacado nos programa de reabilitação de dependentes químicos e nos centros de geriatria.

Tipos de Curso

a) Nível superior

Bacharelado

Duração média de 4 anos. Não existe a necessidade da formação musical para ingressar na faculdade. A grade curricular dos cursos de musicoterapia oferece disciplinas da área de humanas como história da arte, percepção musical, psicologia e instrumentos musicais, da área clínica como fisiologia, anatomia e neurologia. As disciplinas específicas abordam temas como fundamentos da musicoterapia, técnica e processos terapêuticos. Para diplomar o profissional as escolas exigem o estágio, que pode ser realizado em hospitais, clínicas e institutos de reabilitação. As grandes universidades mantêm seus próprios hospitais-escola, onde o aluno pode completar sua formação. Em alguns casos a musicoterapia pode ser uma habilitação do curso de música.

b) Cursos Livres

Existem cursos livres que podem complementar a formação do profissional, atualizando seus conhecimentos, no entanto não formam musicoterapeutas.

Mercado de Trabalho

A profissão ainda é pouco difundida no Brasil, não tendo sido regulamentada por lei. No entanto, a Associação de Musicoterapia do Rio Grande do Sul está em atividade desde 1968, apoiando e orientando os profissionais da área há mais de 30 anos.

Atualmente, a procura pelos profissionais vem crescendo, principalmente em função dos estudos e pesquisas que comprovam a influência dos sons e nossa saúde e comportamento e, como não temos muitos profissionais na área, o mercado ainda é promissor.

As grandes capitais são as regiões que mais oferecem oportunidades de emprego, mas cidades de médio e grande porte no interior dos estados do Sul e Sudeste já estão abrindo as portas para o musicoterapeuta.

Ofertas de Emprego

As empresas que mais contratam esse profissional são os hospitais, clínicas geriátricas, instituições de reeducação social, clínicas de reabilitação para dependentes químicos, clínicas de repouso e consultórios médicos, onde geralmente o profissional trabalha em conjunto com médicos, fonoaudiólogos, terapeutas, psicólogos.

Algumas escolas já procuram o musicoterapeuta para auxiliar alunos com dificuldade de aprendizagem ou com dislexia. E cada vez mais empresas contratam profissionais para trabalhar na área de psicoprofilaxia, prevenindo estados de estress, auxiliando no desempenho dos funcionários, incentivando melhorias nos relacionamentos de liderança.

Os profissionais com pós-graduação encontram oportunidades de emprego como professores no ensino superior.

Fonte: www.encyclopedia.com/www.musictherapy.org/www.cursocerto.com.br

Conteúdo Relacionado

 

Veja também

Dermatologia

Dermatologia

PUBLICIDADE Definição A Dermatologia envolve, mas não se limita ao estudo, pesquisa e diagnóstico de doenças e …

Neurofisiologia

Neurofisiologia

PUBLICIDADE Definição Um ramo da neurociência que se preocupa com a fisiologia do sistema nervoso. …

Neurologista

Neurologista

PUBLICIDADE Definição Um neurologista é um médico especializado no tratamento de doenças do sistema nervoso. …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload the CAPTCHA.

300-209 exam 70-461 exam hp0-s41 dumps 640-916 exam 200-125 dumps 200-105 dumps 100-105 dumps 210-260 dumps 300-101 dumps 300-206 dumps 400-201 dumps Professor Messer's CompTIA N10-006 exam Network+