Facebook do Portal São Francisco Google+
+ circle
Home  Engenharia Mecânica  Voltar

Engenharia Mecânica

Considerado o curso mais antigo do país, a Engenharia Mecânica é um dos ramos da engenharia que mais empregam e oferecem possibilidades de ascensão tanto na indústria quanto na pesquisa.

O engenheiro mecânico está sempre ligado a uma empresa, quer desenvolvendo projetos, quer trabalhando no planejamento, no desenho ou na execução de processos e equipamentos mecânicos e eletromecânicos, veículos automotores, eletrodomésticos, brinquedos, sistemas de produção e instalações industriais.

Sua atuação, porém, não é isolada.

Na área de processos, por exemplo, ele divide espaço com o engenheiro químico; na de geração de energia, com o engenheiro elétrico.

Embora a indústria mecânica absorva cerca de 80% desses profissionais, nos setores de autopeças, metalúrgico e siderúrgico, há outros segmentos de forte atrativo: aeronáutico, aeroespacial, petroquímico e alimentício, de celulose, papel e usinas de açúcar e álcool, além de petróleo e gás.

Outra área promissora é a de manutenção – toda empresa precisa desse profissional para os setores de instalações elétricas, sanitárias, tubulações etc.

O setor automobilístico também está em franca expansão, com o estabelecimento de grandes companhias estrangeiras, como a japonesa Honda e a francesa Renault.

Porém, nesse setor de fabricação, a Engenharia Mecânica passa por grandes transformações, com a automação das linhas de produção. Apesar de ainda serem usadas em muitas empresas, as máquinas tradicionais estão ultrapassadas e tendem a ser totalmente substituídas pelos equipamentos inteligentes.

Engenharia Mecânica

Engenharia Mecânica é um dos ramos mais abrangentes da engenharia, englobando atividades tão diversas como geração de energia, manufatura de máquinas e bens de consumo, projeto e fabricação de aeronaves, embarcações e automóveis, automação de sistemas mecânicos e outras.

Engenheiros mecânicos estão diretamente envolvidos no projeto e desenvolvimento de motores, sistema de propulsão, turbinas a gás e hidráulicas, satélites, equipamentos médicos, sistemas de refrigeração e aquecimento, eletrodomésticos, estruturas, máquinas para processamento de materiais e todos os elementos mecânicos presentes em plantas industriais.

A análise dos impactos ambientais de processos e sistemas industriais, assim como o gerenciamento da produção, são tarefas comumente realizadas por engenheiros mecânicos. A formação do engenheiro mecânico assenta-se sobre uma sólida base em matemática, física e química, sobre a qual são adicionados conhecimentos em materiais, mecânica dos sólidos, dinâmica e controle de sistemas, termodinâmica e mecânica de fluidos.

Domínio de técnicas experimentais e computacionais são fundamentais para o exercício da profissão. O mercado de trabalho para o engenheiro mecânico é amplo, tendo sido recentemente incentivado pelos investimentos realizados no país nas áreas aeronáutica, automotiva, naval e, principalmente, de petróleo e energia.

O Engenheiro Mecânico

O Engenheiro Mecânico tem amplas oportunidades de atuação, tanto na iniciativa privada quanto na pública. É um profissional que atua na execução de projetos, desenvolvimento e produção de dispositivos e sistemas mecânicos, consultoria e atividade em ciência e tecnologia, gerenciamento de empresas e fiscalização técnica. Também, como autônomo, está apto a realizar estudo de viabilidade técnico-econômica, executar projetos, vistorias, perícias, avaliações, arbitramentos, laudos, responsabilidades e pareceres técnicos.

O curso

Além das disciplinas básicas de engenharia, entre elas física e matemática, o aluno assiste a aulas de termodinâmica, mecânica dos fluidos, transmissão de calor, resistência de materiais, processos de transformação, vibrações e sistemas mecânicos. Muitas escolas direcionam a formação para uma especialidade, como aeronaves, armamentos ou manutenção.

A USP em São Carlos, por exemplo, oferece cinco habilitações: mecatrônica, materiais metálicos, mecânica plena, aeronaves e projetos. Seja como for, há muita atividade em laboratório, como desenvolvimento de ensaios e de protótipos e estudo de combustíveis alternativos e de tecnologia de ponta. Fique preparado para desenvolver sua habilidade em desenho, indispensável para o projeto de máquinas.

A profissão

O engenheiro mecânico projeta e supervisiona a produção de máquinas, equipamentos, veículos, sistemas de aquecimento e refrigeração e ferramentas específicas da indústria mecânica. Para isso, calcula a quantidade necessária de matéria-prima, providencia moldes dos produtos a serem fabricados, cria protótipos e faz testes com os artigos. Organiza sistemas de armazenagem, supervisiona processos e define normas e procedimentos de segurança de produção.

Também faz controle de qualidade, acompanhando e analisando testes de resistência, e pode dedicar-se à área de vendas. Costuma trabalhar em conjunto com engenheiros eletricistas e de automação e controle na montagem de sistemas automatizados, manutenção de aeronaves e na indústria de eletroeletrônicos.

Para exercer a profissão é obrigatório o registro no Crea.

Características que ajudam na profissão: Facilidade de lidar com números e cálculos, criatividade, iniciativa, habilidade para trabalhar em equipe, exatidão, organização

Carreira

De todas as especialidades da Engenharia, pode-se dizer que a Mecânica é das mais amplas e diversificadas. Ela se envolve com instalações industriais, máquinas e equipamentos mecânicos e eletrônicos, veículos automotores, com sistemas de produção, transmissão e utilização de calor.

Quase tudo o que usamos, portanto, teve, em algum momento, a mão do engenheiro mecânico na sua confecção. Este profissional é capaz de projetar e fazer desde um simples brinquedo até um satélite ou um ônibus espacial. Ele é o mais versátil dos engenheiros. Está presente na concepção, projeto, fabricação e manutenção de qualquer produto que envolva componentes mecânicos.

Há algumas áreas nas quais a presença do engenheiro mecânico é incontornável, pois ele pode trabalhar em empresas aeronáuticas, automobilísticas, de energia e meio ambiente, de materiais, processos de manufatura e projetos. Assim, o mercado de trabalho para um profissional bem formado está aquecido, em franca expansão. Geralmente, os formados encontram colocação em empresas privadas nacionais e multinacionais e em empresas públicas.

Entre os requisitos que um candidato a essa carreira deve atender, estão: raciocínio rápido, espírito de busca, liderança, capacidade de trabalhar em grupo, dedicação e perseverança. O candidato deve, ainda, ser versátil, ter bom desenvolvimento intelectual, conhecimento de línguas, de informática e afinidade com as Ciências Exatas.

Além dessas qualidades, naturais, o candidato pode dar um empurrãozinho na sua carreira aperfeiçoando-se ao final da faculdade. Um caminho é procurar cursos de especialização e pós-graduação, além de estágios no Exterior. Cursos de idiomas, oratória e liderança, e também participação em atividades extracurriculares e serviços voluntários são muito importantes.

O Mercado de Trabalho

Esse mercado está bastante aquecido, principalmente nas montadoras de automóveis, fábricas de autopeças e de alumínio, assim como nas indústrias dos setores petroquímico, metalmecânico e de produção naval. Nesses casos, o profissional é empregado para trabalhos em projetos de linhas de produção, máquinas e equipamentos e em processos de manufatura. O boom do setor imobiliário, que tende a crescer entre 20 e 30% este ano, eleva a procura por especialistas em maquinário pesado, usado na construção de prédios e em obras em geral, e por equipamentos de refrigeração e energia, como geradores e turbinas hidráulicas.

Outro ramo de atividade muito importante é o de manutenção de equipamentos de produção, no qual ingressam os especialistas em mecatrônica. O recém-formado também encontra oferta de emprego no setor aeronáutico. A região Sudeste, por ser o maior pólo da indústria nacional, principalmente no ABC paulista, continua empregando mais. Mas verifica-se um crescimento de demanda nos estados do Sul, com a indústria de equipamentos e automobilística; no Nordeste, com a área de petróleo e autopeças; e na agroindústria, com a necessidade de manutenção dos equipamentos de máquinas agrícolas.

O engenheiro mecânico encontra vagas também no pólo petroquímico de Camaçari, na Bahia. MBA, cursos de educação continuada, pós-graduação e até doutorado podem colaborar para melhores conquistas profissionais, principalmente na área de desenvolvimento tecnológico.

Duração média: 05 anos.

Engenharia Mecânica - Profissão

É a ciência que estuda o movimento. Aplicada à engenharia, a mecânica se encarrega do desenvolvimento de projetos de máquinas e equipamentos. Fica sob responsabilidade dos profissionais mecânicos a construção, a manutenção e a resolução dos problemas das máquinas.

Veículos, aviões, bicicletas, equipamentos da construção civil, motores, tratores, empilhadeiras, colheitadeiras, todo o tipo de máquina ou equipamento mecânico é da responsabilidade desse profissional. Ele trabalha na criação dessas máquinas, assim como na manutenção do seu funcionamento.

Também cuida dos sistemas de aquecimento e de refrigeração e de todo o ferramentário necessário à produção industrial. Além disso, supervisiona a produção dessas máquinas e ferramentas, escolhendo a matéria prima, providenciando os moldes das peças que serão fabricadas, criando e avaliando protótipos, testando os produtos finalizados.

Os engenheiros mecânicos trabalham na indústria automobilística, indústria de aviões, nas empresas de automação de produção e na indústria de eletroeletrônicos. Os técnicos são mais procurados para o trabalho de assistência técnica, no conserto dos produtos produzidos pelos engenheiros mecânicos, mas também podem trabalhar no desenvolvimento de peças, como na indústria de peças de precisão.

Tipos de Curso

Nível Superior

Bacharelado

Duração média de 5 anos. O curso é encontrado com o nome de Engenharia Mecânica, oferece uma grade curricular básica das engenharias, com disciplinas de matemática, física e informática aplicada. O currículo ainda oferece disciplinas de termodinâmica, mecânica dos fluidos, transmissão de calor, resistência de materiais, processos de transformação, vibrações e sistemas mecânicos. É comum que as escolas ofereçam habilitações específicas como em aeronaves, armamentos ou manutenção. Existem muitas aulas em laboratório e disciplinas práticas de produção e testagem de protótipos. As faculdades costumam oferecer também formação em tecnologias alternativas, pesquisa de ponta e motores. O desenho técnico também é ensinado em todas as habilitações.

b) Nível Superior

Tecnológico

Duração média de 3 anos a 3 anos e meio. Podem ser encontrados cursos em Eletromecânica e em Mecânica. Os dois cursos oferecem disciplinas básicas da mecânica como matemática, física, dinâmica, automação e controle. As disciplinas específicas variam conforme o curso. Em comum têm muitas aulas em laboratório e com o desenvolvimento de protótipos.

c) Nível Médio

Curso Técnico

Duração média de 2 anos. Existem variados cursos técnicos para a área de mecânica, dentre eles o de Técnico Automobilístico, Técnico Mecânico, Técnico de Motores, Mecânica de Manutenção de Veículos Automotores a Diesel, Mecânica de Manutenção de Máquinas, Técnico em Eletromecânica, Mecânico de Manutenção de Máquinas Industrial, Básico em Mecânico de Usinagem, Técnico em ferramentaria. As disciplinas oferecidas variam conforme a vocação do curso.

d) Cursos Livres

Duração variável

Existem diversos cursos que habilitam para o trabalho com motores e máquinas. Geralmente são oferecidos pelas próprias empresas produtoras, que dão cursos capacitadores para profissionais que trabalharão com seus produtos.

Mercado de Trabalho

A indústria automobilística e de auto peças, que andaram demitindo e ameaçando o fechamento de unidades, ganharam novo fôlego em 2005, batendo recorde de produção nos últimos anos, e parecem estar se recuperando melhor ainda em 2006, com isso o mercado volta a se aquecer e oferecer boas oportunidades para os profissionais formados nessa habilitação.

Os setores de aviação e de produção naval também têm empregado profissionais da área, o aumento das exportações de avião da Embraer promete abrir boas oportunidades de trabalho, tanto na indústria de aviões como na indústria de periféricos.

Os setores petroquímicos e de metal-mecânica também vêm apresentando boas oportunidades de emprego para o engenheiro mecânico e para os técnicos em metal-mecânica. Esses profissionais trabalham nos projetos de linha de produção, nas máquinas e equipamentos e em processos de manufatura.

Ofertas de Emprego

A manutenção de máquinas, equipamentos e motores é o setor que mais emprega profissionais da área de mecânica. Nesse caso, existem vagas em todas as regiões, com destaque para as regiões mais industrializadas, que, por concentrarem o maior número de industrias automatizadas, também reúnem em seu entorno a maior quantidade de vagas de emprego para os profissionais mecânicos.

A região Sudeste, principalmente cidades hiper industrializadas como Diadema, Santo André e São Bernardo, na região metropolitana da grande São Paulo, continua sendo a mais promissora, a que mais abre novos postos de trabalho, no entanto, a competição por uma das vagas abertas na região é grande.

No nordeste existem mais vagas para profissionais ligados à industria petroquímica e de manutenção de maquinário agrícola, vocação semelhante à dos estados do Sul e Centro Oeste que, por serem grandes produtores agropecuários, precisam dos préstimos do mecânico para manutenção de seus tratores e supervisão dos processos de produção.

Também no Nordeste, o Pólo Industrial de Camaçari, na Bahia, absorve boa parte dos profissionais engenheiros e técnicos mecânicos, assim como, no Norte, a Zona Franca de Manaus precisa desses profissionais para o trabalho na automação de suas produções e precisa de eletromecânicos para a manufatura dos produtos. Vagas como vendedor de máquinas, motores, tratores e equipamentos também são uma opção para o profissional que, se tiver diploma de pós-graduação, pode também dar aulas no ensino superior.

Fonte: www.puc-rio.br/www.vunesp.com.br/www.cursocerto.com.br

Sobre o Portal | Política de Privacidade | Fale Conosco | Anuncie | Indique o Portal