Facebook do Portal São Francisco Google+
+ circle
Home  Fisioterapia  Voltar

Fisioterapia

Fisioterapia - História

As primeiras atividades relacionadas à Fisioterapiaremontam à antiguidade, com o uso de agentes físicos para o tratamento da dor e a ginástica com fins terapêuticos.

A origem da profissão enfatizou e direcionou atividades para a recuperação de pessoas fisicamente lesadas como decorrência das grandes guerras.

No Brasil, a Fisioterapia surge como possibilidade de solução para os altos índices de acidentes de trabalho.

Entretanto, com o tempo, a Fisioterapia cresceu como área de conhecimento, ampliando a atuação profissional e, consequentemente, o mercado de trabalho.

Ser um fisioterapeuta atualmente significa dedicar-se a uma carreira promissora que conquista cada vez mais espaços. Cuidar de pacientes com problemas motores é uma das atividades que ganha adeptos todo ano.

Mas, ao contrário do que muitos imaginam, o trabalho do profissional não se restringe apenas ao atendimento de pacientes com problemas ortopédicos ou traumatológicos.

O fisioterapeuta pode atender pessoas com distúrbios neurológicos, pneumológicos, cardiológicos e até dermatológicos.

Os fisioterapeutas encontram boas oportunidades nos serviços públicos, sobretudo em redes hospitalares e em programas de saúde familiar; nas iniciativas privadas, através de redes conveniadas como planos de saúde e até mesmo o SUS; na iniciativa privada individual, representada pela clientela que paga diretamente pelos serviços fisioterapêuticos em consultórios próprios e consultorias.

O Curso de Fisioterapia tem como objetivos formar profissionais de saúde para atuar nas áreas de promoção, proteção, recuperação e reabilitação, capaz de avaliar, planejar e estabelecer etapas do tratamento, selecionar, quantificar e qualificar os recursos, métodos e técnicas apropriados a cada caso em seus pacientes, seguir os ditames da legislação específica da profissão, respeitar os preceitos morais da sociedade, atuar e liderar uma equipe multiprofissional de forma que perceba as atribuições do seu papel e dos demais membros.

O Curso abrange o ensino na sua plenitude, a extensão e a pesquisa como ações interligadas e inseparáveis, desta forma o profissional estará transformando e inovando técnicas, o método e a prática.

Fisioterapia - Definição

É uma ciência da Saúde que estuda, previne e trata os distúrbios cinéticos funcionais intercorrentes em órgãos e sistemas do corpo humano, gerados por alterações genéticas, por traumas e por doenças adquiridas. Fundamenta suas ações em mecanismos terapêuticos próprios, sistematizados pelos estudos da biologia, das ciências morfológicas, das ciências fisiológicas, das patologias, da bioquímica, da biofísica, da biomecânica, da cinesia, da sinergia funcional, e da cinesia patologia de órgãos e sistemas do corpo humano e as disciplinas comportamentais e sociais. A carreira do fisioterapeuta pode ser construída com uma ou mais especializações, obtidas em cursos de pós-graduação, ou mestrado e doutorado, para aqueles que pretendem seguir carreira acadêmica.

Gerenciar pessoas e relacionar-se bem com os colegas, os pacientes e seus familiares são outras condições indispensáveis ao sucesso na carreira desse profissional. Sua função primordial é prevenir, diagnosticar e tratar disfunções do organismo causadas por acidentes, má-formação genética, alterações posturais ou distúrbios neurológicos, uro-ginecológicos, dermatológicos, cardíacos ou respiratórios. No geral, o trabalho é executado em parceria com outros profissionais da área de saúde, como enfermeiros, psicólogos, educadores físicos, fonoaudiólogos, médicos e terapeutas ocupacionais. Além dos métodos de manipulação e exercícios, para restaurar e desenvolver a capacidade física e funcional do paciente, o fisioterapeuta utiliza recursos físicos, como a água e equipamentos elétricos e térmicos.

Atua não apenas em hospitais, unidades de saúde e clínicas de fisioterapia, como também em clubes esportivos e centros de reabilitação. Em empresas, previne acidentes de trabalho e promove a correção de postura dos funcionários. Em escolas, corrige e orienta a postura de crianças, jovens e adultos.

A Fisioterapia

A fisioterapiaé considerada uma especialidade da medicina. Inicialmente foi voltada ao tratamento de doentes com disfunções resultantes de enfermidades crônicas, isto é, deformidades já instaladas. Hoje, já tem caráter preventivo, sendo utilizada nas fases mais precoces das doenças.

O fisioterapeuta trabalha no tratamento e reabilitação de pessoas portadoras de disfunções orgânicas, agudas ou crônicas, visando garantir a capacidade funcional do paciente, ou seja, de realizar trabalho físico, lazer e autocuidado. Atua individualmente ou em equipes multiprofissionais, a partir do diagnóstico clínico e da indicação fisioterápica, envolvendo ações preventivas, curativas e reabilitadoras. Pode trabalhar também na área acadêmica, como professor ou pesquisador.

O atendimento pode ser individual ou em grupo e ocorre em clínicas, hospitais, centros de saúde, indústrias, escolas e clubes esportivos, dentre outros.

O fisioterapeuta avalia as alterações apresentadas pelo paciente, planeja, prescreve, aplica e acompanha o programa terapêutico, estabelecendo suas etapas, métodos, técnicas e recursos apropriados.

O curso

As disciplinas das ciências biológicas e da saúde constituem a base do currículo. Assim, espere muita aula de biologia, anatomia, fisiologia, patologia e histologia, principalmente no primeiro dos quatro anos de curso. Você estuda saúde pública, recursos terapêuticos manuais, neurologia, ortopedia e traumatologia. A partir do segundo ano, aumenta a carga de aulas práticas, nas quais se aprendem técnicas de tratamento, como a massoterapia (massagem), termoterapia (aplicação de calor ou frio) ou hidroterapia (por meio da água). O estágio é obrigatório no último ano e, normalmente, feito em clínicas das próprias faculdades ou em hospitais conveniados.

A profissão

O Fisioterapeuta estuda, avalia, previne e trata os distúrbios do movimento humano decorrentes de alterações de órgãos e sistemas humanos.

O fisioterapeuta previne, diagnostica e trata disfunções do organismo humano causadas por acidentes, má-formação genética ou vícios de postura. Para isso, usa métodos de reabilitação como massagens e ginásticas, e faz tratamentos utilizando água, calor, frio e aparelhos especiais. Além de ajudar na recuperação de pacientes acidentados e portadores de distúrbios neurológicos, cardíacos ou respiratórios, trabalha com idosos, gestantes, crianças e portadores de deficiências físicas e mentais. É obrigatório o registro no Conselho Regional de Fisioterapia e Terapia Ocupacional.

Características que ajudam na profissão

Habilidade manual,
Sensibilidade,
Facilidade de lidar com o público,
Paciência,
Precisão,
Atenção para detalhes.

Perfil do profissional

O Fisioterapeuta é um profissional da saúde, profundo conhecedor do movimento humano, que realiza diagnóstico e tratamento de indivíduos portadores de perturbações e incapacidades funcionais dos órgãos e/ ou dos sistemas biológicos.

Esse profissional trata de lesões, da recuperação de acidentados e enfermos; trabalha com idosos e gestantes, estimulando o funcionamento de seus sistemas orgânicos. Auxilia no desenvolvimento de crianças e bebês.

Em sua tarefa, utiliza técnicas como: hidroterapia, (tratamento por meio da água), massoterapia (massagem), termoterapia (tratamento pelo calor) e sinesioterapia (ginásticas e movimentos). Esse profissional atua ao lado de médicos, psicólogos, terapeutas etc. Mercado de Trabalho Hospitais, clubes esportivos, clínicas particulares, academias, consultórios, centros de reabilitação, empresas.

Carreira

A Fisioterapia é um exemplo de carreira que se adaptou rapidamente às mudanças da vida moderna. Há menos de uma década, sua função era primordialmente ajudar na reabilitação de doentes, idosos e crianças com problemas neurológicos. Hoje, caminha cada vez mais para a prevenção de doenças e para a melhoria da qualidade de vida. Por isso, não estranhe se encontrar um fisioterapeuta ajudando gestantes a aprender a contrair e relaxar os músculos durante o parto – outra novidade na fisioterapia. Ou então trabalhando com reeducação postural global (RPG) em grupos de idosos ou mesmo em empresas.

Campo Profissional

Clínicas
Hospitais
Academias
Atendimento domiciliar (Home Care)
Postos de saúde
Programas de saúde coletiva
Ambulatórios
Associações desportivas e similares
Centros de reabilitação
Pesquisa
Consultórios Fisioterapêuticos
Ambulatórios de Empresas
Indústria e comércio, prestando assessoria técnica
Escolas de ensino regular ou especial, creches e asilos
Docente no ensino médio e superior

O Profissional

Fisioterapeuta é o profissional formado em curso superior de Fisioterapia, com registro no conselho profissional (Brasil). Com autonomia e independência, elabora o diagnóstico funcional, o prognóstico, desenvolve projeto de intervenção com objetivos claramente definidos, descrevendo os procedimentos a serem administrados, induz a ação dos recursos terapêuticos, controla a resposta, reelabora o projeto quando indicado e decide pela alta fisioterapêutica, quando os objetivos forem atingidos ou for alcançada a máxima recuperação funcional do paciente/cliente.

Aptidões Desejáveis

Exercer a profissão de Fisioterapeuta exige paciência, sensibilidade tátil, habilidade manual, gosto por leituras para se manter constantemente atualizado e determinação para ajudar no tratamento dos pacientes.

Função

A dor é uma das grandes queixas do ser humano. Quando o fisioterapeuta ajuda um paciente a recuperar suas habilidades naturais e a viver sem esse tipo de incômodo, colabora para que ele tenha mais qualidade de vida. A função primordial do fisioterapeuta é prevenir, diagnosticar e tratar disfunções do organismo causadas por acidentes, malformação genética, vício de postura ou distúrbios neurológicos, cardíacos ou respiratórios.

No geral, o trabalho é executado em parceria com outros profissionais da área de saúde, como fonoaudiólogos, médicos e terapeutas ocupacionais. Além dos métodos de manipulação e ginástica, para restaurar e desenvolver a capacidade física e funcional do paciente, o fisioterapeuta faz tratamentos à base de água, calor e frio. Trabalha com idosos, gestantes, crianças e pessoas com deficiência física e mental.

Esse profissional atua não apenas em hospitais e clínicas de ortopedia e fisioterapia, como também em clubes esportivos e centros de reabilitação. Em empresas, previne acidentes de trabalho e promove a correção de postura dos funcionários. Em escolas, corrige e orienta a postura de crianças, jovens e adultos.

Atribuições Principais

O Fisioterapeuta tem como atribuições principais tratar de lesões, restaurar e conservar a integridade física do paciente. É o profissional que ajuda a restabelecer deficiências musculares, recupera dificuldades motoras que estejam associadas a problemas físicos ou mentais. É quem define que tipo de técnica deve ser aplicada no paciente para a recuperação física dele, seja aplicação de massagens, recursos mecânicos, agentes naturais como água, ar, luz, pressão, entre outros.

Mercado de Trabalho

O Fisioterapeuta está apto a atuar em Hospitais, Centros de Reabilitação e de Saúde, Consultórios e Clínicas, Clubes Esportivos, Asilos, Atendimento Domiciliar, Empresas, Pesquisa, Serviço Público e Instituições de Ensino.

O fisioterapeuta moderno ocupa vagas em diversos setores da saúde e educação. Atua em hospitais, ambulatórios, clínicas, consultórios, agremiações esportivas, empresas, indústrias, entre outras.

O Fisioterapeuta ainda poderá dirigir serviços públicos e privados de prestação de serviços de saúde, além de poder exercer funções dentro de universidades e escolas.

A Fisioterapia se divide em três grandes áreas de atuação: a Ortopedia, a Neurologia e a Respiratória.

Mas existem outras vertentes que estão crescendo no mercado, como a Fisioterapia Estética e a Esportiva. Além disso, o fisioterapeuta hoje é um profissional de promoção e prevenção da saúde, adequando-se ao mercado de várias formas.

A prevenção de acidentes de trabalho é um cuidado que algumas empresas têm atualmente. Por esta razão, contratam fisioterapeutas para auxiliarem seus funcionários a ter uma postura melhor durante o trabalho e também a prevenir acidentes durante a execução de tarefas.

O profissional fisioterapeuta pode trabalhar em diversas áreas:

1. Fisioterapia Clínica

A) Hospitais e clínicas
B) Ambulatórios
C) Consultórios
D) Centros de Reabilitação

2. Saúde Coletiva

A) Programas institucionais
B) Ações Básicas de Saúde
C) Fisioterapia do Trabalho
D) Vigilância Sanitária

3. Educação

A) Docência (níveis secundário e superior)
B) Extensão
C) Pesquisa
D) Supervisão (técnica e administrativa)
E) Direção e coordenação de cursos

4.Outras

A) Indústria de equipamentos de uso fisioterapêutico
B) Esporte

Curiosidades

A Reeducação Postural Global, mais frequentemente designada por suas iniciais R.P.G., é um método original e revolucionário nascido da obra "O Campo Fechado", publicado por Philippe Emmanuel Souchard em 1981, na França, após quinze anos de pesquisas no domínio da biomecânica.

Atualmente ela é ministrada aos fisioterapeutas por Souchard e sua equipe, na França, em Saint-Mont (departamento do Gers), e em oito países, entre os quais o Brasil.

Foi apresentada em conferências em mais de quinze países e, hoje, mais de oito mil fisioterapeutas a praticam no mundo.

A R.P.G. se aplica a todas as patologias que requerem fisioterapia: problemas morfológicos, articulares, neurológicos, traumáticos, respiratórios e esportivos.

Atos Legais de Autorização e Reconhecimento

Reconhecido pelo Decreto Estadual de 13 de março de 2008.

Duração média do curso: 04 anos.

Fisioterapia - Profissão

A fisioterapiaé o campo de conhecimento que aplica técnicas do movimento físico do corpo na prevenção e cura de doenças e lesões.

Esse profissional previne, diagnostica e trata as disfunções do corpo humano causadas por má formação genética, problemas de postura, doenças degenerativas ou ainda acidentes. Os métodos mais utilizados pelo fisioterapeuta são as massagens, a ginástica e o condicionamento físico, na busca do desenvolvimento da capacidade motora e funcional do organismo dos pacientes.

Também pode aplicar terapias fundamentadas na dinâmica térmica do organismo, com aplicações de compressas quentes ou frias. Assim como acompanha o desenvolvimento de exercícios em aparelhos terapêuticos especiais.

Pode também auxiliar na manutenção da saúde física de idosos e gestantes, assim como acompanha o desenvolvimento motor de crianças portadoras de necessidades especiais.Também atua em clubes esportivos e em academias, orientando a postura dos atletas em exercícios ou ainda na recuperação de lesões ocorridas.

Tipos de Curso

a) Nível Superior

Bacharelado

Duração Média de 4 anos. O curso oferece uma grade curricular articulada entre as disciplinas das Ciências Biológicas e Médicas como anatomia, ortopedia, fisiologia, histologia, cinesiologia, neurologia, traumatologia. Alguns cursos também dão formação uma formação mais generalista, contemplando disciplinas que preparam o aluno para a compreensão dos sistemas de saúde pública. O estágio é obrigatório.

b) Nível Superior

Tecnológico

Não existem cursos tecnológicos em fisioterapia, mas os interessados podem optar por cursos de quiropraxia, que trabalham com o restabelecimento do corpo através da manipulação.

c) Nível Médio

Curso Técnico

Não existem cursos técnicos em fisioterapia, mas os interessados podem optar por cursos de quiropraxia, que trabalha com o restabelecimento do corpo através da manipulação, ou ainda, massoterapia que trabalha com massagens.

d) Cursos Livres

Diversos cursos podem complementar a formação do profissional ou preparar auxiliares para o fisioterapeuta, como cursos de Shiatsu, massagem relaxante, alongamento, radiestesia e radiônica.

Mercado de Trabalho

O mercado de trabalho para o fisioterapeuta é muito bom, principalmente porque ele pode atuar em áreas diversas. Na cardiologia e pneumologia, por exemplo, o fisioterapeuta auxilia pacientes na preparação para cirurgias ou então no restabelecimento pós-operatório. Na área da dermatologia pode aplicar massagens e aplicar procedimentos com aparelhos de infra-vermelho, ultravioleta e laser.

Os ramos de fisioterapia esportiva e fisioterapia do trabalho também são muito promissores. Em clubes esportivos e academias o fisioterapeuta auxilia no restabelecimento de lesões e na preparação física de atletas. Nas empresas, fazem o acompanhamento de profissionais expostos a situações de risco para a saúde, como digitadores, que podem ter problemas de lesão por esforço repetitivo, profissionais que passam muito tempo em pé, que podem ter problemas de postura e outros.

O mercado para professores também é bom, existe procura por profissionais com pós-graduação e especialização específica como cuidados especiais, medicina do trabalho e outras.

Ofertas de Emprego

O fisioterapeuta encontra vagas de trabalho em diversas regiões do pais, dependendo da sua formação.

Para quem quer trabalhar com medicina do trabalho, na prevenção de problemas e lesões físicas, os maiores empregadores estão nas regiões Sul e Sudeste, pois somente as grandes empresas, com muitos funcionários, têm interesse de contratar esse profissional.

Mas, em clínicas que atendem funcionários de empresas menores com problemas como a LER – lesão por esforço repetitivo – o fisioterapeuta encontra trabalho em todas as regiões do país, especialmente em cidades de médio e grande porte.

Os fisioterapeutas com especialização em dermatologia encontram trabalho em clínicas e hospitais de reabilitação de queimados, na reabilitação de pós-operatórios como a mastectomia ou implante de tecidos. Em geral essa clínicas estão concentradas nos grandes centros urbanos e capitais.

Para o trabalho em clubes esportivos e academias a oferta de empregos é ampla, podendo estar localizadas em cidades de todos os portes, nas mais variadas regiões.

Fonte: www.furb.br/www.ufvjm.edu.br/www.faculdadesalesiana.edu.br/www.cursocerto.com.br

Sobre o Portal | Política de Privacidade | Fale Conosco | Anuncie | Indique o Portal